O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

O Cometa Do Rei David


Grande cometa de 1861, também conhecido como 
C / 1861 J1 ou cometa Tebbutt.


Durante a senda da nossa investigação sobre os cometas, desde que a alma de Immanuel Velikovsky entrou em mim por reencarnação em yibur, grande eventos que foram anunciados por estes anjos luminosos nos foram revelados.

No dia 12/10/2016, estava navegando pelos sebos virtuais à procura de antigas publicações sobre cometas e encontrei uma obra da Editora Três intitulada "Cometas - Os Vagabundos Do Espaço" impressa em 1985, um ano antes da última passagem do Cometa Halley (1P/Halley) em 1986. 

Imediatamente comprei a obra, o que me custou, junto com o frete de envio, o valor de R$17,29.

Há algum tempo eu vinha procurando uma obra, que na minha memória era uma revista que havia sido publicada por ocasião da passagem do cometa Halley, e não conseguia encontrá-la. Quando "Cometas - Os Vagabundos Do Espaço" chegou, no dia 18/10 e ao começar a redigir este assunto, recordei-me de que era exatamente esta obra que eu havia possuído naquele ano.

Nesta obra há uma menção, mas sem comprovação, de que o Rei David (דָּוִד הַמֶּלֶךְ) teria visto um grande cometa em sua época por ocasião do seu pecado do senso (Iº Crônicas 21). Fiquei arrebatado quando li esta menção e a alma de Immanuel Velikovsky se agitou dentro de mim.

Assim que li esta menção, liguei o computador, abri o software de criptologia do Tana'k  e fui verificar se realmente foi um cometa que o Rei David tinha visto. Procurei pelo termo no hebraico moderno para cometa que é "shavit (שביט)", porque, se o Rei David viu realmente um, isto estaria codificado nos textos das Escrituras Hebraicas que narram a visão de David. O que diz o verso?

"E, levantando Davi os seus olhos, viu o anjo do Senhor, que estava entre a terra e o céu, com a sua espada desembainhada na sua mão estendida contra Jerusalém; então Davi e os anciãos, cobertos de sacos, se prostraram sobre os seus rostos".

וַיִּשָּׂא דָוִיד אֶת-עֵינָיו, וַיַּרְא אֶת-מַלְאַךְ יְהוָה עֹמֵד בֵּין הָאָרֶץ וּבֵין הַשָּׁמַיִם, וְחַרְבּוֹ שְׁלוּפָה בְּיָדוֹ, נְטוּיָה עַל-יְרוּשָׁלִָם; וַיִּפֹּל דָּוִיד וְהַזְּקֵנִים מְכֻסִּים בַּשַּׂקִּים, עַל-פְּנֵיהֶם.

1º Crônicas 21:16

A pesquisa evidenciou que, o que o Rei David avistou, foi realmente um astro luminoso de causa, um grande cometa. Eis aqui a prova:

CLIQUE NA IMAGEM

Dentro do capítulo 21 de Iº Crônicas, codificado a cada 5.859 saltos equidistantes, encontra-se o termo "shavit (cometa)" e, surpreendentemente cruzando-o está o verso 16 do capítulo 21, onde lemos "E, levantando Davi os seus olhos, viu o anjo do Senhor (מַלְאַךְ יְהוָה), que estava postado entre a terra e o céu, com a sua espada desembainhada na sua mão estendida contra Jerusalém; então Davi e os anciãos, cobertos de sacos, se prostraram sobre os seus rostos".

Acima de "shavit (cometa)" está escrito "ki bá le'shipot et ha'aretz (כִּי-בָא, לִשְׁפּוֹט אֶת-הָאָרֶץ) - porque Ele vem julgar a Terra (Iº Crônicas 16:33)"e conectado a este está escrito "Halley". Teria sido este o cometa do Rei David?

Na publicação da Editora Três, na página 89, intitulada "O Cometa Do Rei David" diz que este cometa foi identificado como um retorno do Cometa Halley (1P/Halley). Aparentemente, diz o artigo, o cometa do rei David era extremamente brilhante, já que a Bíblia diz que o "anjo" podia ser visto em pleno dia (Cometas - Os Vagabundos Do Espaço - página 90).


O Cometa Halley



Cometa 1P / Halley capturado em 08 de março de 1986 por W. Liller, na Ilha de Páscoa, que faz parte da Internacional Halley Watch (IHW)

Cometas são enviado como anjos para anunciar grandes eventos que estão por vir e certamente o Sagrado, bendito seja Ele, quer nos dar compreensão sobre este mistério.

O cometa Halley é um cometa brilhante de período intermediário que retorna às regiões interiores do Sistema Solar a cada 76 anos. Sua órbita em torno do Sol está na direção oposta à dos planetas e tem uma distância de periélio de 0,59 unidades astronômicas; no afélio, sua órbita estende-se além da órbita de Netuno. O cometa já era conhecido pelos povos antigos, porém seu nome deriva do cientista que descobriu sua periodicidade, ou seja, percebeu que na verdade vários registros se referiam ao mesmo cometa. Essa descoberta, feita por Edmond Halley em 1696, foi contemplada posteriormente, batizando o cometa com o nome de Halley.

A orbita deste Anjo de Adonai esconde um segredo divino. Talvez você não tenha notado, mas "David" no verso mencionado linhas acima, é escrito com uma grafia diferente de outros textos hebraicos onde ele foi citado.

Em Iº Sh'muel capítulo 16 no verso 13º, lemos: "E Samuel tomou o chifre de azeite e o ungiu na meio de seus irmãos. E o Espírito do Senhor repousou sobre David e daquele dia em diante. E Samuel voltou para Ramá".


יג וַיִּקַּח שְׁמוּאֵל אֶת-קֶרֶן הַשֶּׁמֶן, וַיִּמְשַׁח אֹתוֹ בְּקֶרֶב אֶחָיו, וַתִּצְלַח רוּחַ-יְהוָה אֶל-דָּוִד, מֵהַיּוֹם הַהוּא וָמָעְלָה; וַיָּקָם שְׁמוּאֵל, וַיֵּלֶךְ הָרָמָתָה.

Iº Sh'muel 16:13



No verso hebraico acima, podemos notar a forma como David (דָּוִד) foi escrito, com as letras dalet (דָּ), vav (וִ) e dalet (דָּ) cuja gematria é 14. Já no primeiro verso no inicio desta postagem, a grafia usada para David é outra. Relembremos:


וַיִּשָּׂא דָוִיד אֶת-עֵינָיו, וַיַּרְא אֶת-מַלְאַךְ יְהוָה עֹמֵד בֵּין הָאָרֶץ וּבֵין הַשָּׁמַיִם, וְחַרְבּוֹ שְׁלוּפָה בְּיָדוֹ, נְטוּיָה עַל-יְרוּשָׁלִָם; וַיִּפֹּל דָּוִיד וְהַזְּקֵנִים מְכֻסִּים בַּשַּׂקִּים, עַל-פְּנֵיהֶם.

Notamos, que David (דָוִיד) está com um "yud (י )" sendo David escrito com dalet (דָ), vav (וִ), yud (י) e dalet (ד) resultado em gematria 24. Qual o segredo?

O estado de consciência messiânica a qual a humanidade deve atingir é chamado de "Ben David" cuja gematria é exatamente igual a 76 da forma como está grafado em Iº Crônicas 29 verso 22 (בֶן-דָּוִיד). Seria o cometa Halley o cometa do Messias?

O último periélio do Halley foi em 9 de fevereiro de 1986, há 30 anos, e este dia caiu em 30 de sh'vat de 5746 (ל שְׁבָט ה'תשמ"ו). Se pode notar aqui nesta data entre parênteses que, o mês hebraico de sh'vat (שְׁבָט) tem as mesmas letras de shavit (שביט) - cometa - escrito sem a letra yud (י) o que é aceito pela gramática da língua hebraica. Sh'vat é o mês de Aquárius. Se criarmos aqui, uma expressão para a aparição do cometa Halley no mês de Aquário, ela seria "Shavit ha'Deli 11 (שְׁבָיט הדלי יא)". O onze se deve a Aquário ser o décimo primeiro signo no zodíaco. A gematria desta expressão é igual a 381.

O Cometa De Moisés

Em Gênesis capítulo 49 no verso 10, nós lemos: "Não se afastará o centro de Judá, e nem do estatuto dentre seus pés, até que venha Shiló; e a ele obedecerão os povos".

י לֹא-יָסוּר שֵׁבֶט מִיהוּדָה, וּמְחֹקֵק מִבֵּין רַגְלָיו, עַד כִּי-יָבֹא שִׁילֹה, וְלוֹ יִקְּהַת עַמִּים

Neste verso, o termo "shevet (שֵׁבֶט)" foi traduzido para "cetro" e nós podemos dar outra compreensão sobre o verso se emprestarmos a shevet o significado de cometa, a Shiló o significado de messias e a "ve'lo ykehat amim (וְלוֹ יִקְּהַת עַמִּים)" que foi traduzido para "e a ele obedecerão os povos" outro significado ao separar estas quatro sílabas hebraicas de outra forma, ficando assim "ve levi kehat im-iam (וְ'לוֹיִ קְּהַת עַמִּ-ים) cuja tradução será "e a levi kehat junto ao mar: "Não se afastará o cometa de Judá e nem o comando dentre seus pés até que venha o messias, e Levi Kehat junto ao mar".

A gematria de Shiló (שִׁילֹה) é igual a 345 e que é a mesma de Moshê (מֹשֶׁה) - Moisés. A expressão "ki yabô Shiló (כִּי-יָבֹא שִׁילֹה) - até que venha Shiló - tem gematria igual a 358 que é a mesma de mashiach (מְשִׁיחַ) - messias - e portanto Shiló que é Moisés é o messias citado neste verso e é exatamente isto que o Zôhar revela e confirma, que Shiló é Moisés.

O que o verso está nos dizendo? Vamos lembrar que Moisés era filho de Amram e Amram era filho de Kehat da tribo de Levi. Quando Moisés foi ao Egito para libertar o povo, D'us enviou um grande cometa como sinal - o pilar de nuvem e de fogo.

Teria sido o cometa de Moisés o cometa Halley? Seria este "Anjo de Adonai" tão antigo assim?

Com esta pergunta em mente eu realizei uma pesquisa criptográfica no Gênesis 49 para verificar se Halley estaria codificado lá. E qual foi o resultado?



Acima, na matrix, no centro na posição vertical nós temos "Halley" e logo abaixo dele o verso 10 do Gênesis 49. Na posição vertical a cada 4 saltos equidistantes temos "David(דָּוִד)" com a grafia sem o yud e conectado a este também a cada 4 saltos equidistantes novamente "David (דָוִיד)" mas desta vez com a letra yud e junto a este David aparece "shevet" que pode ser lido como "shavit (cometa)" e assim "O cometa de David". É possível que o cometa de Moisés seja o mesmo cometa do Rei David.

Quando os israelitas estavam acampados junto ao mar sob a liderança de Moisés filho Amram filho de Kehat da tribo de Levi, um grande cometa brilhava nos céus e para confirmar isto, busquei por Halley nos versos que descrevem a saída dos israelitas do Egito:



Na matrix, no centro temos Halley e cruzando Halley temos o verso 21 do êxodo 13 onde lemos "E Adonai ia adiante deles de dia numa coluna de nuvem e de noite numa coluna de fogo para os iluminar". O cometa foi tão brilhante naqueles dias que foi visível de dia e também à noite. De dia no horizonte à frente dos filhos de Israel e de noite atrás deles no poente. Como sabemos disso? Veja o próximo código:


No Êxodo capítulo 14 no verso 19, nós lemos: "Então, o Anjo de Elohim, que ia adiante do acampamento de Israel, se retirou e passou para trás deles; também a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se pôs atrás deles".

יט וַיִּסַּע מַלְאַךְ הָאֱלֹהִים, הַהֹלֵךְ לִפְנֵי מַחֲנֵה יִשְׂרָאֵל, וַיֵּלֶךְ, מֵאַחֲרֵיהֶם; וַיִּסַּע עַמּוּד הֶעָנָן, מִפְּנֵיהֶם, וַיַּעֲמֹד, מֵאַחֲרֵיהֶם

Cruzando este verso marcado em rosa na matrix está Halley, confirmando que foi o Halley o cometa de Moisés, e não apenas isso. No primeiro código Halley está codificado a cada 216 saltos equiistantes, e estes três versos do capítulo 14 (19, 20 e 21) tem exatas 216 letras.

Por causa desta descoberta e sua subsequente evidência, acabei por descobrir um segredo mais profundo e que vou publicar a seguir sob o título "O Cometa De Balaão".


O Cometa De Balaão

Quando eu estava fazendo a análise do Código do Cometa do Rei David, abri o outro Software que uso para estas pesquisas e digitei a Palavra Chave (Shavit) e a SAE (Salto Alfabético Equidistante) que neste caso é 5.859 SAEs. Pedi para que o Software buscasse em todo o texto hebraico do Tana'k (Bíblia Hebraica). A busca resultou em três resultados, sendo um, o do Rei David acima já explicado e outros dois, sendo o primeiro impactante, e é sobre ele que vou revelar agora.



CLIQUE PARA AMPLIAR

Este Código é impressionante, pois ele abriu um mistério guardado há cerca de trinta e três séculos. Na primeira linha, abaixo da letra "Tét (ט)" de "Shavit (שביט)" que é cometa, está o verso 31 de Números (Bamidbar) capítulo 22, onde lemos:

"Então o Senhor abriu os olhos a Balaão, e ele viu o anjo do Senhor, que estava no caminho e a sua espada desembainhada na mão; pelo que inclinou a cabeça, e prostrou-se sobre a sua face".

לא וַיְגַל יְהוָה, אֶת-עֵינֵי בִלְעָם, וַיַּרְא אֶת-מַלְאַךְ יְהוָה נִצָּב בַּדֶּרֶךְ, וְחַרְבּוֹ שְׁלֻפָה בְּיָדוֹ; וַיִּקֹּד וַיִּשְׁתַּחוּ, לְאַפָּיו.  לב וַיֹּאמֶר אֵלָיו, מַלְאַךְ יְהוָה, עַל-מָה הִכִּיתָ אֶת-אֲתֹנְךָ, זֶה שָׁלוֹשׁ רְגָלִים; הִנֵּה אָנֹכִי יָצָאתִי לְשָׂטָן, כִּי-יָרַט הַדֶּרֶךְ לְנֶגְדִּי.

Números 22:31

É, certamente, um verso enigmático, pois ele começa com "E abriu os olhos de Balaão...". De acordo com o Talmude, Balaão era cego de um olho (o esquerdo) e então, como abriu os "olhos?". O termo usado aqui é "Vá'yê'gal (וַיְגַל) - E desvendou, revelou..." ao entendimento de Balaão (olhos são Chochmá e Biná - Sabedoria e Compreensão). O cometa já era visível, mas não a sua missão e significado.

Ali acima, na matrix, cometa aparece no centro e o versos, em em questão, logo abaixo de cometa. Então, me ocorreu procurar por Halley na matrix e para minha supresa ele surge cruzado cometa (shavit) se utilizando da letra "yud (י)" de "shavit (שביט) e onde Halley (היילי) termina está escrito "ka'kochavei ha'shamyim (כְּכוֹכְבֵי הַשָּׁמַיִם) - como estrelas nos céus (Deuteronômio 1:10)" sendo que a letra "yud (י)" final de "Halley (היילי)" é a mesma de " Kochavei (כְּכוֹכְבֵי )". Como "estrelas" no plural porque o Halley volta periodicamente a cada  76 anos.

"O COMETA VISTO PELO MAGO BILA'AM FOI O COMETA HALLEY EM SUA PASSAGEM NOS TEMOS DE MOISÉS".

Foi este evento, esta contemplação do Cometa Halley nos temos de Moisés por Balaão, que o levou a compreender e profetizar sobre a "Estrela de Jacó" que anunciaria a chegada da Era Messiânica.

Continuará...


Compre aqui o livro 'Kalamus Elohai'

Autor
Dipankara Sankara Vedas
Direitos Protegidos

domingo, 16 de outubro de 2016

A ESTRELA DE YA'AKOV

A Estrela De Jacó 
(Kochav mi-Ya'akov)



Hoje, agora à tardezinha, eu estava atualizando o meu artigo "Reencarnação Através Do Beijo" que não apenas relata está minha experiência Divina e Sagrada, mas também, trás informações sobre os Arautos Da Era Messiânica.

Enquanto eu atualizava o artigo, "ouvi" a "Bat Qol (Voz Da Shekiná)" suavemente me conduzir para calcular a gematria de "Ha'Kochav Ha'Zohar (הכוכב הזהר)" cuja tradução é "A Estrela Do Zôhar" sobre a qual lemos na Porção Balak. Eis o que descobrimos:

"No 6º dia, do dia 25 do sexto mês, uma estrela aparecerá. Eles estarão reunidos no 7º dia, no final de 70 dias. No primeiro dia, a estrela será vista na cidade de Roma".



Acima, lemos no aramaico: "U've'iomá sh'titá'ah yitchazei be'25 yomin le'yarechá sh'titá'áh ve"ytchenish be'yomá shevia'ah".  2.000 anos depois, numa sexta feita, dia 7 de Março de 2013, exatamente no 25º dia de Adar (décimo segundo mês hebreu), o Cometa PanStarrs (C/2011 L4) alcançou sua máxima aproximação do Sol, se tornando muito brilhante. E o que aconteceu neste dia? Os bispos estavam reunidos em Roma, e no dia seguinte, dia 8 de Março, fixaram a data para o Conclave, no qual o novo Sumo Pontífice da Igreja Romana seria escolhido: O dia 12 de Março.


Zôhar Balak

Na Torah, em Bamidbar (capítulo 24 verso 17 - Porção Balak), o mago Bila'am (Balaão) vaticinou sobre esta gloriosa estrela que surgiria para anunciar a chegada da Era Messiânica e lá, Balaão usa a expressão "Kochav mi-Ya'akov (כוכב מ-יעקב)" cuja gematria é igual a 270, valor que se escreve com duas letras hebraicas, as letras "Ayin (ע)" e "Resh (ר)" que juntas formam "Ér (ער)" que significa "Desperto".

Eu escrevi, no mencionado artigo, que, do dia 25 de Adar, sexta feira, no qual o Zoahr diz que uma estrela apareceria, até o dia 25 de Kislev, no primeiro dia da Festa de Hannukah no qual o Cometa Ison alcançou seu periélio (máxima aproximação do sol), foram exatos 270 dias.



Em hebraico, "A Estrela Do Zôhar (הכוכב הזהר)" é igual a 270 em gematria é o mesmo valor de "Estrela De Jacó (כוכב מ-יעקב)".

הכוכב הזהר
(Kochav Ha'Zohar)
כוכב מ-יעקב
(Kochav mi-Ya'akov)
=270

Nada acontece por acaso e Sabedoria encontra aqueles que humildemente prestam atenção à sua voz suave, poética e doce.

Eu não havia atentado, mas hoje é justamente o Hilulá (aniversário da morte) do Patriarca Jacó, e justamente hoje eu recebi esta revelação, confirmando que o Cometa Ison foi a Estrela que anunciou a chegada da Era Messiânica. Baruch HaShem.

Compre aqui o livro 'Kalamus Elohai'

Autor
Deepak Sankara Veda

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

SEGREDOS DO DESPERTAR


Artigo Em Construção

"E concebeu, e deu à luz um filho, e chamou seu nome Ér ( וַתַּהַר, וַתֵּלֶד בֵּן; וַיִּקְרָא אֶת-שְׁמוֹ, עֵר.) - Gênesis 38 verso 3.

O original hebraico diz: "Ve'tahar, ve'teléd ben, vai'qrá Et shemô Ér". A sentença "Ve'tahar (וַתַּהַר)" contém as mesmas letras de "Toráh (תורה)" quando rearranjada e que contém "Tor-Hê (תור-ה)" cujo significado aqui é "Intruiu-se do Divino". 

A próxima sentença "ve'teléd (וַתֵּלֶד) cujas letras, quando também rearranjadas, se tornam "ve'délet (ו'דלת)" que traduzimos para "e abriu (uma passagem)"e que se junta a "Ben (בן) - filho" que junte-se à letra Alef (א) de "Et (את)" para formar "Nabê (נבא)" que é "Vaticinar".

Depois temos "vai'qrá (וַיִּקְרָא)" que é "e chamou". O que sobrou do verso é "te-shemô (ֶת-שְׁמוֹ)" que significa "e seu nome"cuja gematria Albam é 112 que é o valor do nome "Yabóq (יבק)" e "Ér (עֵר)" cujo significado é"Desperto".

A compreensão esotérica (ne'elam) deste verso está nos dizendo: "Intruiu-se do Divino e abriu um vaticínio para o Despertar e chamou seu nome "Yabóq (112)'.

No Sha'ar Ha'Guilgulim, estamos que, quando a pessoa Desperta é porque ela recebeu uma "Alma do mundo da Criação (Neshamáh)", ou seja, ela realizou todos os preceitos da Torah durante muitas vidas e mereceu uma Neshamáh de Briá (mundo da Criação) e então o número 112 aparece como um sinal sobre esta pessoa.

Como eu descobri este mistério? O nome Ér (עֵר) que significa "Desperto" resulta em gematria igual a 270. O meu Despertar aconteceu no dia 27 de setembro de 2014, no 270 dia do ano solar e quando isto aconteu e eu soube que era era no interior, o número 112 apareceu sobre mim.

O número 112 está escondido em Isaías capítulo 12 verso 2, mas somente os Sabios podem extraí-lo de lá.

Para maior compreensão dos mistérios do Despertar e do número 112, estude o artigo "Reencarnação Através Do Beijo". Siga no link abaixo:


Autor
Deepak Sankara Veda

sábado, 1 de outubro de 2016

O DNA DE DEUS


ARTIGO EM CONSTRUÇÃO

O "Olam ha'Assyáh (Mundo da manifestação) que é o "Olam hazêh (este mundo)" recebe sua influência e iluminação do nome Divino Adonai (אדני) cujo segredo é este:- O nome Adonai (אדני) contém as letras de "ADN-Y (אדנ-י)" ou quando permutado "Y-ADN (י-אדנ)".

Este mundo é o "Vergel" do Divino chamado nas escritos hebraicos de "Gan Éden Alai ha'aretz (גן עדן עלי אדמות) - O Jardim do Éden sobre a terra".

O "Yud-ADN (י-אדנ)" e uma combinação do Nome Divino "Yud Hê Vav Hê (יהוה)" com ADN (אדנ). Como foi explicado anteriormente em outro post intitulado "QABALAH & OS SÍMIOS", anteriormente o homem pré-adamico andava curvado até que recebeu a infusão do Nome Divino no seu ADN fazendo com que ele ficasse ereto e transformando o seu "ADN" comum no ADN DIVINO, o "Y-ADN (י-אדנ).

O Nome Divino "Yud Hê Vav Hê" possui o valor numérico igual a 26 e é por esta razão que hoje possuímos 26 ossos nos pés. Nosso ADN foi modificado pelos "Engenheiros Celestes" e é por isto que quando lemos sobre a formação do Adão Marciano encontramos "Vai'yetzer o "Yud Hê Vav Hê Elohim ET ha'Adam afar min ha'Adamáh (וַיִּיצֶר יְהוָה אֱלֹהִים אֶת-הָאָדָם, עָפָר מִן-הָאֲדָמָה,) cuja tradução é"E formou o "Yud Hê Vav Hê Elohim" o "Alfabeto da Humanidade da poeira de Adamah (Marte)... - Gênesis 2:7".

Em outro lugar diz "E plantou o "Yud Hê Vav Hê Elohim"  um Jardim no Éden de Qedêm e colocou ali a humanidade que havia formando (וַיִּטַּע יְהוָה אֱלֹהִים, גַּן-בְּעֵדֶן--מִקֶּדֶם; וַיָּשֶׂם שָׁם, אֶת-הָאָדָם אֲשֶׁר יָצָר) - Gênesis 2:8".

Em uma das 70 camadas de códigos no verso, o Jardim é a terra e Qedêm é a galáxia e penetrando ainda mais, o verso contém "e lá o NOME no Alfabeto da Humanidade que havia formado'. 

AUTOR
Deepak Sankara Veda

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".