O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

O Segredo De Enoque



E Andou Enoque Com Os Deuses: Erich Von Däniken começou todo o seu trabalho investigativo quando leu a narrativa sobre Hanoch  (Enoque). O Patriarca bíblico Hanoch nos é apresentado no capítulo quinto da Torah  Bereshit  (Gênesis) e no verso 24, lêmos: "Vay'te'halech Hanoch ET ha'Elohim vê'eineinu ki laqach otô  Elohim (וַיִּתְהַלֵּךְ חֲנוֹךְ, אֶת-הָאֱלֹהִים; וְאֵינֶנּוּ, כִּי-לָקַח אֹתוֹ אֱלֹהִים) - Bereshit Pereq 5, passuq 24.

A narrativa sobre Enoque que é sempre confundida com o "Livro de Enoque (Sipra Razi'Ël ha'Malach)" dá-nos entender que Hanoch foi levado pelos Astronautas Antigos, com os quais ele andara por 40 anos, segundo Erich Von Däniken, e com os quais, afirma Däniken, aprendera a Língua e seus segredos. Ambas afirmações seriam verdadeiras? Sim! São! E as evidências estão no próprio Código  (verso).

Vamos começar pela Língua Sagrada,  o Hebraico. Enoque a aprendeu e também os seus mistérios? O verso diz: "Vay'te'halech Hanoch ET ha'Elohim...". O termo "ET" não precisa estar aqui neste verso, pois em seguida temos o artigo e um substantivo próprio "ha'Elohim" significando "Os Elohim" uma vez que Elohim é plural. Por quê então, o ET  está no verso e qual o seu mistério?

No Bereshit capítulo primeiro no verso primeiro, encontramos: "Bereshit bará Elohim ET ha'shamayim vê'ET ha'aretz  ( בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם, וְאֵת הָאָרֶץ) - No princípio criaram os Elohim "ET (את)" dos Céus  e 'ET (את)" da Terra". O que é o "ET?"

O ET (את) é escrito com a primeira e com a última letra do hebraico é portanto, o ET e o Alfabeto dos Céus que são as Constelações e o Alfabeto da Terra que é o DNA. E o que são ambos alfabetos? São a Torah.


Aqui está a evidência de que Enoque aprendeu com os Elohim o Alfabeto, e portanto a Língua hebraica falada em toda Galáxia,  como também os segredos e mistérios de todas as 72 Constelações com suas 144.ooo gigantescas Estrelas e aprendeu toda a Torah e então ele voou para fora deste mundo com os Astronautas Antigos e isto, também está codificado no verso. E onde está?

Diz o passuq: "Vay'te'halech..." Ele foi traduzido de acordo com o verbo andar (le'halach) para "E andou...", mas como todo código hebraico criptografado na Torah, ele tem o seu segredo.

Halech  ( הַלֵּךְ), como revelei no artigo sobre a Arca da Aliança, possui as letras iniciais de "haytáh lô kenafei (הייתה לו כנפים)" que significa "Ele possuía asas", ou seja, Enoque foi levado deste mundo voando (e não que ele possuía literalmente asas). Podemos retraduzir "Vay'te'halech" para "E voou Enoque e aprendeu o Alef Tav dos Elohim...". A última parte do verso carrega um segredo mais surpreendente ainda. 


 Diz: "vê'eineinu la'qach otô Elohim (וְאֵינֶנּוּ, כִּי-לָקַח אֹתוֹ אֱלֹהִים) - e não era, porque tomaram ele os Elohim". Evidentemente, a tradução além de não ser correta, não é compreensível. Depois de "la'qach  (לקח) nós encontramos "otô (אתו)" que é escrito com as mesmas letras de "vê'ET" do Gênesis primeiro. O que significa isto? Vamos retraduzir: "é não era, porque tomaram o Alfabeto dele os Elohim". O segredo é que Enoque foi transformando, teve o seu "Alfabeto  (Código Genético) modificado e foi transformado em um dos Elohim, o Anjo Metatron, e por isso diz "e não era (Enoque)", pois foi modificado o seu DNA pelos Elohim.

E como Hanoch foi levado deste mundo pelos Astronautas Antigos? Evidentemente em uma Nave Espacial. Veja o código abaixo, Enoque está nele, apesar de eu não o haver mencionado:


Deepak Sankara Veda - Especialista em Criptologia Hebraica - Autor de Câmaras Do Tetraedro & de Marte - As Origens Secretas Da Humanidade.


Compre aqui o livro 'Câmaras Do Tetraedro'

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".