Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

terça-feira, 22 de setembro de 2020

A Ascensão De Moisés

 

LENDAS DOS JUDEUS


A visão da sarça ardente apareceu apenas a Moisés; os outros pastores com ele nada viram. Ele deu cinco passos na direção da sarça, para vê-la de perto, e quando Deus viu o semblante de Moisés distorcido pela dor e ansiedade pelo sofrimento de Israel, Ele disse: "Este é digno do ofício de pastorear Meu povo .

Moisés ainda era um novato em profecia, portanto Deus disse a si mesmo: "Se eu me revelar a ele em voz alta, eu o alarmarei, mas se eu me revelar com uma voz suave, ele terá a profecia em baixa estima", pelo que ele se dirigiu a ele na voz de seu pai, Amram. Moisés ficou muito feliz ao ouvir seu pai falar, pois isso lhe deu a certeza que ele ainda estava vivo. A voz chamou seu nome duas vezes e ele respondeu: "Aqui estou! Qual é o desejo do meu pai?" Deus respondeu, dizendo: "Eu não sou teu pai. Eu apenas desejava evitar de te aterrorizar, portanto falei com a voz de teu pai. Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacob." Essas palavras alegraram muito a Moisés, pois não apenas o nome de seu pai, Amram, foi pronunciado ao mesmo tempo que os nomes dos três Patriarcas.

Moisés não disse uma palavra. Em silenciosa reverência diante da visão divina, ele cobriu o rosto, e quando Deus revelou a missão com que Ele o incumbia, de tirar os israelitas da terra do Egito, ele respondeu com humildade: "Quem sou eu para ir até Faraó, e tirar os filhos de Israel do Egito?" Em seguida, Deus disse: "Moisés, tu és manso, e eu te recompensarei por tua modéstia. Entregarei toda a terra do Egito em tuas mãos e, além disso, te deixarei subir ao trono da Minha glória e olhar sobre todos os anjos do céu."

Diante disso, Deus ordenou a Metatron, o Anjo da Face, que conduzisse Moisés às regiões celestiais em meio ao som de música e canto, e ordenou-lhe, além disso, que convocasse trinta mil anjos para servir como seu guarda-costas, quinze mil à direita de ele e quinze mil à esquerda dele. Em abjeto terror, Moisés perguntou a Metatron: "Quem és tu?" e o anjo respondeu: "Eu sou Enoque, filho de Jarede, teu antepassado, e Deus encarregou-me de acompanhá-lo ao Seu trono." Mas Moisés objetou, dizendo: "Sou apenas carne e sangue, e não posso olhar para o semblante de um anjo", ao que Metatron transformou a carne de Moisés em tochas de fogo, seus olhos em rodas de Merkavah, sua força na força de um anjo, e sua língua em uma chama de fogo, e ele o levou para o céu com um séquito de trinta mil anjos.

Iº CÉU

YESÓD

No primeiro céu, Moisés viu riachos sobre riachos de água, e observou que todo o céu consistia em janelas, em cada uma das quais anjos estavam posicionados. Metatron nomeou e apontou todas as janelas do céu para ele: a janela da oração e a janela da súplica; de choro e de alegria; plenitude e fome; riqueza e pobreza; guerra e Paz; concepção e nascimento; aguaceiros e chuvas leves; pecado e arrependimento; vida e morte; pestilência e cura; doença e saúde; e muitas janelas mais.

2º CÉU

HÓD

No segundo céu, Moisés viu o anjo Nuriel, de pé trezentos parasangas de altura (um milhão setecentos e oitenta e dois metros de altura), com seu séquito de cinquenta miríades de anjos, todos feitos de água e fogo, e todos mantendo os rostos voltados para Shekinah enquanto cantavam uma canção de louvor para Deus. Metatron explicou a Moisés que estes eram os anjos colocados sobre as nuvens, os ventos e as chuvas, que retornam rapidamente, assim que executam a vontade de seu Criador, para sua estação no segundo dos céus, para proclamar o louvor de Deus.


3º CÉU

NETZACH

No terceiro céu, Moisés viu um anjo, tão alto que um ser humano levaria quinhentos anos para chegar à sua altura. Ele tinha setenta mil cabeças, cada cabeça tendo tantas bocas, cada boca tantas línguas, e cada língua tantos ditos, e ele, junto com seu séquito de setenta mil miríades de anjos feitos de fogo branco louvam e exaltam o Senhor. "Estes", disse Metatron a Moisés, "são chamados de Erelim, e são designados sobre a grama, as árvores, os frutos e os grãos, mas assim que cumprem a vontade de seu Criador, eles voltam ao lugar atribuído a eles, louvado seja Deus."


4º CÉU

TIFÉRET

No quarto céu, Moisés viu um Templo, os pilares feitos de fogo vermelho, as aduelas de fogo verde, os limiares de fogo branco, as tábuas e fechos de fogo flamejante, os portões de carbúnculos e os pináculos de rubis. Anjos estavam entrando no Templo e dando louvores a Deus. Em resposta a uma pergunta de Moisés, Metatron disse-lhe que eles presidiam sobre a terra, o sol, a lua, as estrelas e os outros corpos celestes e todos eles entoam canções para Deus. Neste céu, Moisés notou também os dois grandes planetas, Vênus e Marte, cada um tão grande quanto a terra inteira, e a respeito deles ele perguntou com que propósito foram criados. Metatron explicou a seguir, que Vênus está sobre o sol para resfriá-lo no verão, do contrário ele queimaria a terra, e Marte fica sobre a lua, para transmitir calor a ela.

5º CÉU

GUEVURÁ

Chegando ao quinto céu, Moisés viu hostes de anjos, cujas partes inferiores eram de neve e as partes superiores de fogo, mas a neve não derretia nem o fogo era extinto, pois Deus havia estabelecido perfeita harmonia entre os dois elementos. Esses anjos, chamados Ishim, não tinham nada para fazer desde o dia de sua criação, a não ser louvar e exaltar ao Senhor.

6º CÉU

CHESSÉD

No sexto dos céus havia milhões e miríades de anjos louvando a Deus, eles eram chamados de 'Irin e kadishim, "Vigilantes" e "Santos", e seu chefe era feito de granizo, e ele era tão alto que seriam necessários 500 anos para caminhar uma distância igual à sua altura.

7º CÉU

BINÁH

No último céu, Moisés viu dois anjos, cada um com quinhentos parasangas de altura, forjados de correntes de fogo negro e vermelho, os anjos Af, "Raiva" e Hemah, "Ira", que Deus criou no início do mundo, para executar Sua vontade. Moisés ficou inquieto quando olhou para eles, mas Metatron o abraçou e disse: "Moisés, Moisés, favorito de Deus, não temas e não te assustes", e Moisés ficou calmo. Havia outro anjo no sétimo céu, diferente em aparência de todos os outros e de aparência assustadora. Sua altura era tão grande que levaria quinhentos anos para cobrir uma distância igual a ela, e do topo de sua cabeça até a sola de seus pés ele estava cravejado de olhos brilhantes, à vista dos quais o observador caiu prostrado com admiração. "Este aqui", disse Metatron, dirigindo-se a Moisés, "é Samael, que tira a alma do homem". "Para onde vai ele agora?" perguntou Moisés, e Metatron respondeu: "Ele está indo buscar a alma de Jó, o piedoso." Em seguida, Moisés orou a Deus com estas palavras: "Seja da Tua vontade, meu Deus e o Deus de meus pais, não me deixar cair nas mãos deste anjo."

Aqui, no céu mais alto, ele viu também os serafins com suas seis asas. Com duas, eles cobrem o rosto, para que não olhem para a Shekinah; e outras duas os dois pés, os quais, sendo como pés de bezerro, eles escondem, para esconder a transgressão de Israel do bezerro de ouro. Com o terceiro par de asas, eles voam e fazem o serviço do Senhor, o tempo todo exclamando: "Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; toda a terra está cheia de Sua glória." As asas desses anjos são de tamanhos prodigiosos; um homem levaria quinhentos anos para percorrer seu comprimento e sua largura, de uma extremidade à outra da terra.

E Moisés viu no sétimo céu as sagradas Hayyot, que sustentam o trono de Deus; e ele também viu o anjo Zagzagel, o príncipe da Torá e da sabedoria, que ensina a Torá em setenta línguas para as almas dos homens, e depois disso eles valorizam os preceitos nela contidos como leis reveladas por Deus a Moisés no Sinai. Deste anjo com os chifres da glória, o próprio Moisés aprendeu todos os dez mistérios."

Tendo visto o que há nos sete céus, ele falou com Deus, dizendo: "Não deixarei os céus a menos que Tu me concedes um presente", e Deus respondeu: "Eu te darei a Torá, e os homens a chamarão de Lei de Moisés."

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Doctor Who: As Águas De Marte

 


As Águas De Marte

Clamores Da Voz Do Mestre

"Pouco antes de sua regeneração, uma mudança significativa no caráter do Décimo Doctor foi apresentada, mostrando um lado muito mais sombrio e insensível. Até este ponto ele se via como um sobrevivente da Guerra do Tempo, mas agora ele começa a acreditar que ele era o "Senhor do Tempo Vitorioso" e que as Leis do Tempo estavam sob seu comando, permitindo-lhe quebrá-las porque não havia nenhum outro Time Lord por perto para detê-lo. Depois de salvar Adelaide Brooke, mesmo sabendo que sua morte estava consertada, ele percebeu que tinha ido longe demais e que não deveria influenciar a história e o futuro em tão grande escala."

Fandon

Era a noite de 21 de outubro de 2013. Avraham Kuk chegou em casa, como havia combinado previamente comigo, para assistirmos ao especial de 2009 de Doctor Who intitulado “As Águas de Marte”, o terceiro episódio dos especiais de 2008-2010 e que foi transmitido pela primeira vez na BBC One em 15 de novembro de 2009.

A centelha de Chaim Vital em mim queria despertar e manipulou o espaço e tempo para dar a si mesma mais um gatilho para o seu próprio despertar. Assistimos ao episódio e, por volta das 22 horas, Avraham tomou o destino de sua residência."

Na quarta-feira pela manhã, tendo aceitado o convite de uma antiga aluna, nos dirigimos à São Paulo para vermos um filme no Shopping D. No caminho, passei para pagar o Avraham.

Durante o trajeto, recebi a ligação de uma mui querida amiga, Florência, me avisando que o seu esposo, Cláudio, estava entre a vida e a morte. Ele trabalhava como tecno de som para a cantora Luiza Posse. Criminosos atiraram um paralelepípedo na van da equipe na qual ele se encontrava na noite anterior. Cláudio foi atingido no queixo e ao dar entrada no hospital ele sofreu um infarto. Ele faleceu naquela noite de 23 de outubro. O interessante é que minha amiga, que se tornaria viúva naquele mesmo dia, também ama Doctor Who.

A meu pedido, fizemos um desvio e eu fui ao hospital ver se conseguiria ver o Cláudio e recitar uma prece por ele. Não me deixaram entrar para vê-lo, pois eu não era da família.

Fomos, então, ao apartamento da minha amiga para que eu pudesse visitá-la e recitarmos juntos uma prece. Ao chegar, notamos, eu e Avraham o nome do edifício, Adelaide, que era o nome da personagem principal daquele episódio que havia assistido junto com Avraham na segunda-feira. A alma de Chaim Vital em mim queria se manifestar, despertar e me revelar o seu segredo.

Em hebraico, o título do episódio “As Águas de Marte” é “Mayim Maadim” e neste título, traduzido para o hebraico, estava o segredo.

 מים מאדים

 A gematria de de “Mayim Maadim (Águas de Marte)” é igual a 185 e este valor numerológico hebraico é o mesmo da declaração “Ani Chaim Vital” que se traduz “Eu Sou Chaim Vital.” A alma do mestre Vital estava gritando dentro de mim e, para manifestar a evidência, manipulou o tempo e o espaço para que tudo se fechasse no dia 23 de outubro, data do seu aniversário de nascimento em 1542.

 אני חיים ויטאל

ARIZAL

No trajeto para o cinema, a voz do mestre, o Arizal, se manifestou dentro do veículo, como minha antiga aluna me perguntando se eu já tinha lido ao livro “Os Instrumentos Mortais” da autora Cassandra Clare, porque, nesta obra literária o Anjo Raziel era uma das principais personagens e como ela havia aprendido comigo sobre Raziel, guiada pela alma do professor do Rabino Chaim Vital, o Arizal, mencionou o livro. 

A verdade foi que, o mestre Arizal, estava despertando a alma de Chaim Vital em mim e para isso, a fez recordar de um segredo que havia revelado a ela quase quinhentos anos no passado, o mistério de que, ele, o Arizal, era uma reencarnação do próprio Anjo Raziel e que viera ao mundo unicamente para instruir a alma de Adão.

 Sim, o rabino Chaim Vital era uma reencarnação de uma parte da alma de Adão que não havia sido manchada pelo pecado e, por esta razão, mereceu que o professor de Adão, no Jardim do Éden, viesse ao mundo para a instruir.

Desde aquela tarde eu passei a conhecer a verdadeira identidade do mestre Arizal e a razão do porquê nenhum professor neste mundo me havia sido destinado pois, o meu mestre, o Santo Isaac Lúria, estava vivendo na minha alma, unificado com a alma de Chaim Vital.

 O PLANETA MARTE

Por que Marte? Porque o Rabino Chaim Vital nasceu no 1º dia do mês de Cheshvan que é o mês de Escorpião e que recebe a influência do Planeta Marte e este na Árvore das Vidas é correspondente à Sefirá Guevurá que produz a luz do discernimento. Este é o mistério.

REVELANDO A CENTELHA DE 

AKIVA

"A água é paciente, Adelaide. A água apenas espera. Desgasta o topo das falésias, das montanhas, do mundo inteiro. A água sempre vence."

O Doutor

Em Sha'ar Ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações), nós lemos as palavras do Arizal revelando ao Rabino Chaim Vital que ele era, também, uma reencarnação da alma do Rabino Akiva Ben Yosef, o grande mestre do Rabino Shimeon Bar Yochai, o revelador do Zôhar.

O rabino Akiva era um pastor de ovelhas para Kalva Shavu'a, um judeu rico da Palestina no Século Iº e seu grande desejo era aprender Torá, mas, era ele analfabeto. Durante os anos que ele pastoreou as ovelhas do seu futuro sogro, ele observou um goteira que pingava constantemente sobre uma pedra até um dia que ele percebeu um pequeno furo na rocha.

"Água mole e pedra dura, tanto bate até que fura."

Ditado Popular

Talvez, essa seja a origem desse ditado, mas, o que se sabe é que, este evento deu a Akiva a certeza de que ele, mesmo sendo adulto (ele tinha cerca de 40 anos) e analfabeto, poderia aprender Torá. Aos 120 anos Akiva era o maior mestre em Torá na antiga Palestina.

As palavras do Doutor neste episódio que revela a essência do Rabino Chaim Vital e que era mais uma gatilho para o despertar da sua centelha, revela também a essência da reencarnação do Rabino Akiva como mais uma evidência de reencarnação.

Doctor Who é, verdadeiramente, sobre a alma do Rabino Chaim Vital e suas muitas e milenares regenerações, viajando pelo tempo e espaço ensinando a compaixão e a Sabedoria Oculta da Torá a todos os povos.



sábado, 18 de julho de 2020

Cronologia Do Despertar De Jonas

Cometa NeoWise
C/2020 F3

Cronologia Das Memórias De Jonas
(Em Construção)

1966 - Minha mãe me dá à luz na Maternidade do Belenzinho, no Belém e ou passo a morar com meus pais na Rua Jorge JONES. O sobrenome Jones foi, no meu caso, uma alusão a Oannes que é Uanna da mitologia sumeria, o outro nome de Adapa, o homem vestido em uma pele de peixe que sai do mar para instruir aos homens à sabedoria.

1974 - Chove torrencialmente e com muitos relâmpagos e troves. Eu tenho oito anos, estou com medo. Meu pai, se senta ao meu lado, na minha cama que ficava na copa, pois eu não tinha um quarto, e lê para minha a história de Jonas. Foi a única que ele leu para mim e jamais leria qualquer outra.

1978 - 6 de fevereiro, eu estou com dor de dente mas doido para assistir à Série "Man From Atlântis" que irá estrear na Rede Globo. É uma segunda-feira.


Na placa da ambulância está a sequencia "Y 42 214". A letra "Y" é a inicial de "Yibür (Impregnação)". O valor 42 é a gematria de "BAM (בם)" que significa "Sem mancha" e o 214 é a gematria de "Rúach (רוח)" que é "Espírito." Traduzindo "Reencarnação, por Yibür de um espírito sem mancha (Jonas)."

2001 - Sou ordenado Rabino. São lançadas sortes (Goralót) que caem sobre a pedra Tarshish (Társis). "E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes (Goralot), para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas." - Jonas 1:7

2001 -  3 de junho. A Disney faz a premier da Animação "Atlântis - O Reino Perdido" a qual eu só assistira em 2006.


2003 - 12 de junho. Assisto, junto com minha noiva, Elisheva, ao piloto de Man From Atlantis. Ela chora copiosamente vendo ao filme.

2005 - Acordo de um sonho com a cena final de Man From Atlantis e uma voz me diz "Você ainda não sabe de tudo..." - Choro copiosamente. Levando e redijo a Apostila "A Atlântida Perdida"

2005 - 12 de junho, dois anos depois de assistirmos juntos, eu e Elisheva, ao piloto de Man From Atlântis, a série estrei no Canal Retrô.

2009 - 1 de janeiro. Sonho. Eu estou observando os céus e de repente o sol transforma-se em uma gigantesca mancha negra. As estrelas movimentam-se e passam a escrever palavras divinas e dos céus me são enviadas mensagens. Meu irmão, Ari agora está no sonho. É um arauto de que o sonho veio do meu mestre, o Ari.

Uma “mochila” me é enviada dos céus, e nela um livro com revelações divinas sobre tudo o que acontecerá com o mundo, coisas grandes e poderosas. Grandes inundações e coisas perturbadoras vão acontecer com a humanidade. Uma voz me dizia que meu destino não estava ligado com o da humanidade e que eu era um HOMEM DO MAR (JONAS) e seria preservado com dez outros em um lugar secreto.

2011 - 16 de maio. Sonho que uma alma desce dos céus na forma de uma POMBA (YONÁH). Eu estou em um orfanato. Significa que eu recebi Jonas por Yibür (Adoção).

2014 - 28 de março. Eu entro do Sebo do Messias e compro um livro que estava visivel na minha frente: O Enigma da Atlântida. Os dias restantes no ano são 278 e esse valor contém a gematria de Ráz Yonah (Mistério de Jonas).

2014 - 12 de junho. Faço uma radiografia dos pulmões a pedido do meu amigo e médico, o Dr. Eduardo Ferreira. Diagnostico? Asma. Na radiografia estão os números 70.278 que são a gematria da expressão "Sód ráz Yonáh (Segredo do mistério de Jonas). Horário 15h42. O valor 278 é também a gematria Mispar Musafi do nome Nehorai, o sábio que esteve na Atântida. Ele era uma reencarnação de Jonas.

2014 - 27 de setembro. O Despertar me alcança. Eu acordo sabendo que sou uma reencarnação de Chaim Vital que foi Jonas em uma de suas reencarnações.

2016 - 17 de junho. Um taxi para na porta de casa e uma jovem, que se chama "NÍNIVEH" desce. Ela veio de Amisterdã, na Holanda, apenas para me ver. D'us moveu o coração dela para que ela fosse um arauto para o despertar da alma de Jonas. O dia 17 de junho é o 169º no ano solar e este valor é a gematria de "Atântis (אטלנטיס)." Níniveh é o nome da cidade para qual Jonas foi enviado para pregar a Teshuvá.

2016 - 16 de julho. Sonho que estou na casa de um dos meus antigos discípulos cujo pai se chamava Jonas. Uma máquina de escrever antiga de cor verde em cima de uma mesa começa a escrever sozinha. Na folha ela datilografa a data "18 de janeiro" cuja a gematria é 288 que é a mesma de Yibür (Reencarnação). Os céus estão tentando me revelar um segredo, mas não está funcionando. Eu não consigo enxergar.

2016 - 31 de agosto. Sonho que estou mergulhando no mar, através de uma garganta que eu sabia ser uma passagem para Atlântida. Meu amigo, Raul Kuk​ aparece no sonho eu descubro que sua presença no sonho é um segredo sobre Nehorai Saba que esteve na Atlântida assim como Jonas. Nehorai possui gematria Mispar Mussafi igual a 278 que é a mesma de Raz Yonáh (Mistério de Jonas). 

2016 - 4 de setembro. Sonho que estou em busca da Atlântida perdida. O Arizal, meu professor está no sonho e me faz parecer que eu sou o Doctor Who. Este dia, 4 de setembro, é o 248º no ano e este é o valor de Arizal.

2017 - 16 de fevereiro. Meu professor, o Arizal, vem, no sonho, e me leva à Academia Celestial. Lá, me mostram um pergaminho no qual está escrito, em hebraico "Eifo ha'Navi Ben Amittai (איפה הנביא בן אמתי) - Onde está o profeta, o filho de Amittai (Jonas)."

2017 - 5 de abril. Eu piso em Jerusalém pela primeira vez nesta reencarnação e atravesso o Portal de Yaffo, o mesmo que Jonas usou para tomar o navio para Tarshish (Tarsis).

2019 - 24 de outubro. O Arizal, meu professor, vem me visitar no sonho cavalgando um belíssimo e brilhante cometa. Ele me revela mistérios do Jardim do Éden e também a sua data de nascimento neste mundo em 1534. 

2020 - 28 de março. O cometa NeoWise é descoberto enquanto cruza a Constelação do Navio dos Argonautas. Os dias restantes no ano são 278, valor que possui a gematria de Ráz Yonáh (Mistério de Jonas). É a época da Teshuvá mundial.

2020 - 15 de julho. Descubro que foi lançada no Brasil a luva da série "O Homem do Fundo Do Mar (Man From Atlântis). Restam 169 dias no ano. Este valor é a gematria de Atlântis. 

A gematria de "Man From Atlântis (איש מאטלאנטיס)" é igual a 521 que é a mesma do meu nome cívil completo. Jonas está acordado...

AUTOR
Bën Mähren Qadësh

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Betzalel Está Vivo




"Nós mesmos colheremos os frutos das árvores que plantamos, mesmo que algumas vidas sejam necessárias. Não há como evitar o destino, a escolha que as centelhas de almas que nos habitam fizeram em outras vidas. Boas ou más, nós vamos ceifar estas escolhas." 

Na madrugada de 21 de julho de 2013, durante um sonho, no qual eu estava na companhia de Sam, Dean e do Anjo Castiel da série Supernatural, segredos profundos me foram revelados. Nós quatro estávamos, ao que me pareceu, uma escola e, então, eu escrevia um Nome Divino no quadro negro e sabia que este Nome faria com que o Sagrado, abençoado seja Ele, aparecesse imediatamente. Ao escrever o Nome pela primeira vez, o Anjo Castiel, veio e o apagou e, então, eu o escrevi novamente e o Santo, bendito seja, apareceu instantaneamente. 

O Nome que eu escrevia no quadro negro era Elul (אלול) que é o acrônimo de "Ani Le'dodí Ve'dodí Li (אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי) - Eu sou para o meu amado e o meu amado é meu - uma declaração de amor esotérica da alma (néfesh) chamada "K'nesset Yisrael (כנסת ישראל) para o espírito (rúach) chamado "O Rei (המלך)" com a qual ela deve se unificar. 

A escola, na qual estávamos, é uma alusão à Academia Celestial e o segredo do sonho é o que se segue: 

A madrugada de 21 de julho é a 202ª madrugada do ano e este valor possui a gematria da expressão esotérica "Betzalel chai ve'yavoú (בצלאל חי ויבאו)" que se traduz "Betzalel está vivo e está vindo." Elul é o nome que recebe o sexto mês lunar no calendário hebraico que é chamado “O Mês da Teshuvá (retorno)”, um mês propício para o retorno de determinadas almas. 

Betzalel é o sobrenome do nosso mestre, o Maharal de Praga. E quando faleceu (se ocultou) o Rabino Yehudá Loëw Ben Betzalel? em Elul, no dia 18. 

 "E o pó volte à terra, como o era, e o espírito retorne a Elohim, que o deu (וְיָשֹׁב הֶעָפָר עַל-הָאָרֶץ, כְּשֶׁהָיָה; וְהָרוּחַ תָּשׁוּב, אֶל-הָאֱלֹהִים אֲשֶׁר נְתָנָהּ.)." 

- Eclesiastes 12:7 

 Aqui neste versículo, o termo que foi traduzido para "retorno" foi "Tashuv (תָּשׁוּב)" que é o segredo de Elul. 

Alguns meses depois desse sonho, exatamente na manhã de 28 de outubro, a pessoa que estava carregando esse ruách elevado e que estava destinado a mim por Ibür, apareceu. Ora, o dia 28 de outubro é 0 300º dia no ano solar e este valor possui a gematria de "Rúach Elohim (Espírito de Elohim)" e como eu estava destinado a receber, por Ibür esta centelha do rúach do Maharal para ser a minha neshamá (alma divina), a pessoa que veio e na qual este rúach foi entesourado, nasceu, como eu já havia explicado, em 1º de T'shri que é o segredo do Bereshit bará Elohim et ha'Shamayim (בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם)..." que por temurá (permutação) e gematria (numerologia cabalistica) se transforma revelando "Em primeiro de T'shri, criou Elohim a neshamá..." 

Mas, porque, o Anjo Castiel estava no sonho? Um anjo que, até antes da publicação do meu livro Supernatural, o mundo acreditava ser uma criação para uma série de televisão? Eu ainda não havia descoberto Castiel nos escritos do Rabino Chaim Vital (Sêfer ha'Chazionot) e então, D’us veio a mim em sonho através do Anjo Castiel para me revelar este e outro profundo e singular mistério. 

Em Sha'ar Ha'Gilgulim, o Arizal, de abençoada lembrança, revelou ao Rabino Chaim Vital, que o dia da semana para ele era a segunda-feira e o mês era o de Elul. O dia do mês do Rabino Chaim Vital, me contou o Arizal, abençoado seja, era o dia 13. Elul, como supra-explicado, é o segredo de "Ani Le'dodi Ve'Dodí Li (אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי)" cuja gematria é igual a 185 e esta é a mesma da declaração "Ani Chaim Vital (אני חיים ויטאל)" que se traduz "Eu sou Chaim Vital. Eis a razão de, por muitos anos, eu usar no dedo anular da mão esquerda, um anel no qual estava gravado Elul e do meu primeiro email ser elul13@hotmail.com e de eu haver sido concebido na noite de 13 de Elul. 


Esta foto foi capturada na tarde de 3 de julho de 2009, o dia que é o 185º no calendário solar, valor esse que possui a gematria de "Ani Chaim Vital." 

Pobres religiosos que olham o corpo, nascido de ventre não casher, mas não veem a alma. Eles desprezam e rejeitam a árvore que o Sagrado plantou no mundo. Pobre dos arrogantes que não se levantam diante das cãs e lhes prestam reverência e com arrogância as queiram aconselhar. 

No dia 11 de Elul (26 de agosto, 27 em Israel) de 2015, eu cheguei no estúdio da Tv Geração Z (extinta) para apresentar o Programa Os Arquivos X, carregando nas mãos um exemplar do Sha'ar ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações) que havia acabado de comprar na Livraria e Editora Sêfer. Ao tomar o metrô para me dirigir à Avenida Paulista na qual o edifício na qual a TVGZ transmitia seu sinal, tomei o carro A472 e depois baldiei e entrei no carro H583. Meu mestre, o Sagrado Leão de Safed (Arizal) me havia conduzido a ir à livraria e comprar o seu livro.



O primeiro valor somado ao A é igual a 473 e que, subtraído de 2015 é igual a 1542, ano no qual nasceu o grande Rabino Chaim Vital. O outro valor, possui o segredo que já revelei em muitos artigos, pois 583 é a gematria de Rav Misha'Ël (רב מישאל) que sou eu. O "H" é a inicial de "Hastér (הסתר)" que significa "oculto, escondido." A mensagem do meu mestre, o Arizal, foi "Em 583 está oculto aquele que nasceu em 1542." Ao chegar no estúdio, meu celular tocou. Era minha mãe avisando que a Santa Casa, na qual meu pai estava internado e sendo cuidado pelo Dr. Eduardo Ferreira, havia pedido para que ela fosse à Santa Casa urgente. Eu disse, "mãe, o pai faleceu..." Eu sepultei meu pai na tarde do dia 27 de agosto (28 em Israel), exatamente em 13 de Eul... 



A permissão do mestre Arizal para que eu compartilhasse estes mistérios, veio na semana passada e eu meditei por uma semana antes de vir aqui escrever e postar.  Eu até a postei no Facebook com os seguintes dizeres:

"Há tanto, sobre as visitas do Santo Leão, o Arizal, e das coisas que ele me contou para escrever e revelar, que acho que vou escrever por todo o restante da minha transição nesta encarnação." 

Era para ter postado ontem, dia 29 de Sivan, dia no qual, em 1534, o Arizal nasceu neste mundo...

Onze meses depois de haver encontrado aquela que estava trazendo a centelha do rúach do Maharal, o despertar me alcançou, exatamente no dia do aniversário dela, 27 de setembro, que é o 270º dia no calendário solar valor este que é o mesmo do termo "Ër (ער)" que significa "Desperto."

Os arrogantes olham para você e veem os defeitos do teu corpo gerado de um ventre não casher, de acordo com o dogma deles, mas não veem a sua alma, a árvore da vida que D'us plantou no mundo. 

"Nós mesmos colheremos os frutos das árvores que plantamos, mesmo que algumas vidas sejam necessárias. Não há como evitar o destino, a escolha que as centelhas de almas que nos habitam fizeram em outras vidas. Boas ou más, nós vamos ceifar estas escolhas."

Autor
Bën Mähren Qadësh

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Ibür: O Segredo De Haÿffa


Então, aquela pessoa que viria trazendo, em seu corpo, a faísca de alma que seria dada a mim por Ibür, e que estava destinada a ser a minha Neshamá (Alma Divina), precisava, pela Providência Divina, ter nascido em 1º de T'shri (א ב"תשרי) no lúach hebraico da Torá e que é o segredo de "Bereshit bará Elohim et ha'shamayim... (בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם)" e que, esotéricamente, está declarando "No princípio criou Elohim a Neshamá" já que "ha'shamayim (השמים) - os céus" possui a mesma gematria de Neshamá (נשמה) que é 395.

Ao aplicarmos temurá em "Bereshit (בראשית)" ela se torna "Alef b'T'shri (א ב"תשרי) - Em primeiro de T'shri" e que ano em que nasceu a portadora, caiu em 27 de setembro, pessoa cujo nome possui gematria igual a 395, a mesma de Neshamá e céus.

E não foi em 27 de setembro de 2014 que alcancei o despertar depois de receber, por Ibür, a faísca de alma que se tornou a minha Neshamá? A centelha do Maharal (מהרל) cuja gematria Mispar Ne'elam é igual a 395? e ESTA É A RAZÃO DE SE DIZER QUE O INDIVIDUO ALCANÇOU OS CÉUS, POIS ELE MERECEU E RECEBEU UMA CENTELHA DA ALMA DIVINA, A NESHAMÁ E ALCANÇOU NaRa'N.

Quando ela veio, no dia 13 de novembro de 2013, abriu os lábios e a centelha nela me revelou o seu nome: Haÿffa (חיפה). A gematria Mispar Ha'Achor de Haÿffa é igual a 288 e esta é a mesma de Ibür e a mesma de "Yehudá Loëw Ben Betzalel" que é o nome do Maharal de Praga.

Outra perfeita evidência está na gematria Mispar Ne'elam do título "Maharal (מהר"ל)" que é 123 e esta é a mesma do meu nome civil que é Paulo (פאולו) e também a mesma de "Chaim Vital (חיים ויטל).

Então, quando falo de evidências, é sobre isso que estou compartilhando, pois o Ibür vem com evidências celestes perfeitas e não achismos... 

quarta-feira, 3 de junho de 2020

O Zôhar: A Cura Para As Nações

As religiões criaram feridas profundas na alma das nações com suas corrupções das Escrituras Sagradas, enganos produzidos por preconceito e ódio. Agora, é o momento de bebermos do elixir de destila das folhas (sefirot) da Árvore das Vidas e nos curamos de todos esses males. Esse elixir miraculoso se chama "Zôhar (זוהר)" também conhecido por "Sêfer Ha'Zôhar Ha'Qadosh (ספר הזוהר הקדוש)."

O CAMINHO PARA A CURA

Há, entre todos os outros muitos pessuqim (versículos) das Escrituras Hebraicas, um que foi muito corrompido. Ei-lo:

"Assim diz o Senhor dos Exércitos: Naquele dia sucederá que pegarão dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla das vestes de um judeu, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco."

כֹּה-אָמַר, יְהוָה צְבָאוֹת, בַּיָּמִים הָהֵמָּה, אֲשֶׁר יַחֲזִיקוּ עֲשָׂרָה אֲנָשִׁים מִכֹּל לְשֹׁנוֹת הַגּוֹיִם; וְהֶחֱזִיקוּ בִּכְנַף אִישׁ יְהוּדִי לֵאמֹר, נֵלְכָה עִמָּכֶם--כִּי שָׁמַעְנוּ, אֱלֹהִים עִמָּכֶם .מַשָּׂא דְבַר-יְהוָה


Zacarias 8:23

Você deve ter notado as letras que marquei em tamanho maior no versículo e deve, é claro, estar se questionando o porque estão maiores. Mais abaixo você vai descobrir.

Tendo corrompido a compreensão correta desse versículo, hoje, a grande maioria de religiosos cristãos, estão aderindo ao judaísmo ou fazendo conversão a ele como se fosse isso que o passuq os estivesse instruindo. Não sendo iniciados nos Caminhos do Deserto, dotados de baixa compreensão espiritual, criam comunidades judaico-cristão ou messiânicas ou fazem uma falsa teshuvá (retorno) oferecida pelo judaísmo que é, em suma, tão corrompido quando o cristianismo.

Tudo nas Escrituras Hebraicas são Códigos e como tais, precisam da ciência da Criptologia para serem decifrados.

Primeiro, o versículo não diz "orla das vestes de um judeu" e sim "na asa do judeu" que está no singular e, portando, o versículo não está dizendo que se devam cercar de "judeus" e do judaísmo, mas "do judeu." E quem seria ou, o que seria esse judeu?

Na Árvore das Vidas, o "Judeu (Yehudí)" é um Código para as seis sefirot (emanações) do partsuf (face) superior chamado "Zeir Anpin" - a Pequena Face de D'us" que é também chamado de "Torat Nistar (תורת נסתר) - Torá Escondida." Essas seis esferas também são chamadas de "asas" que no hebraico é "kenafim (כנפים)" cujo singular (kenaf) é usado no versículo que estamos aqui estudando. Zeir Anpin é também chamado de "O Messias." E o messias está oculto e precisa ser revelado em cada um de nós e somente o Zôhar pode revelar o messias.

Já os "dez homens" é um Código para a sefirá Malchut que é a décima emanação da Árvore das Vidas. Um grupo de dez pessoas é chamado "Minian" e que é o mínimo requerido para os rituais sagrados e orações. Sim, o versículo não "homens" e sim "pessoas (Anashim)."

Dentro desse versículo a cada 26 SAEs (Saltos Alfabéticos Equidistantes) está codificado Zôhar (זוהר)" em direção ao versículo 1º do capítulo 9 sendo que, a última letra de Zôhar que é a letra "Resh (ר)" está em "davar Adonai (דבר יהוה) - palavra de D'us."

O Zôhar é a verdadeira cura para as nações, para sarar as feridas pútridas criadas pelas religiões e suas mentiras.

O Messias Sobre O Jumento

Em Zacarias capítulo 9, no versículo 9, nós encontramos um grandioso enigma e, somente com a ajuda do Rúach Ha'Qodesh (Espírito Santo) podemos decifrá-lo e compreendê-lo. Ei-lo:

"Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e Salvador, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta."

גִּילִי מְאֹד בַּת-צִיּוֹן, הָרִיעִי בַּת יְרוּשָׁלִַם, הִנֵּה מַלְכֵּךְ יָבוֹא לָךְ, צַדִּיק וְנוֹשָׁע הוּא; עָנִי וְרֹכֵב עַל-חֲמוֹר, וְעַל-עַיִר בֶּן-אֲתֹנוֹת.


A identidade dessa pessoa maravilhosa permaneciria um mistério se nós não tivessemos o auxilio dos céus (Zeir Anpin) através do Zôhar Santo. Primeiro, a palavra usada para "jumento" é "chamór (חֲמוֹר)" e o Zôhar nos explica que esta palavra contém as roshei teivot (iniciais) de "Chacham Muflá Ve'Rav Rabanan (חכם מופלא ורב רבנן)" cujo significado é "Um mestre maravilhoso e o mestre de mestres." Aqui nesse ponto, certamente alguém vai pular da cadeira e dizer "Já sei! É Jesus!." Okay amigo, você não está totalmente errado...

A resposta para este enigma está no versículo anterior, o versículo 8 do mesmo capítulo 9. E o que ele diz?

"E acampar-me-ei ao redor da minha casa, contra o exército, para que ninguém passe, nem volte; para que não passe mais sobre eles o opressor; porque agora vi com os meus olhos. "

וְחָנִיתִי לְבֵיתִי מִצָּבָה מֵעֹבֵר וּמִשָּׁב, וְלֹא-יַעֲבֹר עֲלֵיהֶם עוֹד נֹגֵשׂ:  כִּי עַתָּה, רָאִיתִי בְעֵינָי.

Zacarias 9:8

Dentro desse versículo nós encontramos as letras que foram o acrônimo "RASHBI" acrônimo este cujas letras são as roshei teivot de "Rabbi Shimeon Bar Yochai (רבי שמעון בר יוחאי)" o autor do Zôhar Sagrado.

O mestre assentado sobre um judemento é o Rabino Shimeon Bar Yochai, mas, aquele que o precede é o Rei. Quem foi Shimeon Bar Yochai? Ele era Shimeon Bar Chalfai (Simão filho de Alfeu) o irmão de Jesus, o rei que o precedeu...

Autor
Bën Mähren Qadësh

segunda-feira, 25 de maio de 2020

A Marca Da Besta

666 

Outra vez eu vou explicar o mistério, porque, Evangivaldo não aprendeu ainda e fica com distopias em suas pregações mundo a dentro.

"Aqui está a Chochmá. Aquele que tem Biná, calcule o número da Besta; porque é o número de Adão (Belial), e o seu número é seiscentos e sessenta e seis (בָּזֹאת חָכְמָה מִי שֶׁבִּינָה לוֹ יְחַשֵּׁב מִסְפַּר הַחַיָּה כִּי מִסְפַּר אָדָם הוּא וּמִסְפָּרוֹ שֵׁשׁ מֵאוֹת וְשִׁשִּׁים וָשֵׁשׁ׃)." 

- Apocalipse 13:18


A "Besta" é Malchut das Qlipot de Adam Belial, chamada Edom e que é oposta a Malchut da Árvore das Vidas que é chamada Israel.

Edom,que é Malchut das Qlipot é chamada "Ha'Tzar Ha'Mashich (הצר המשיח) - O Inimigo do Messias. O messias é Israel e o Anticristo é Edom, também chamado Roma.

O cálculo das letras hebraicas de "Ha'Tzar Ha'Mashiach (הצר המשיח) por Gimatria Mispar Musafi é igual a 666. Toda energia que se opõe ao Despertar é chamada Anti-Mashiach e tem origem nos órgãos metafísicos de Adam Belial chamado no Apocalípse 13 de "ADÃO" e traduzido para Homem dando a ilusão de que se trata de uma pessoa específica. E veja que chamado apenas de Adão (אדם) e não de "O Adão (האדם)".

Este Adão é o Adão Vazio (Belial) que também recebe o nome de "Qlipot (Cascas do Mal)". Toda energia que provém das Qlipot possui a sua assinatura espiritual que é 666 pois, a gimatria de "mi-Qlipot (מקליפות)" ou seja, "que provém ou tem origem nas Qlipot (cascas)" é exatamente 666.

Evidentemente quando, as centelhas das "Escórias" encarnam no mundo físico, recebem um nome que, pela Providência Divina, revelará aos SÁBIOS a sua origem. Por exemplo, a expressão "Adolf Hitler, Áustria (אוסטריה אדולף היטלר)" possui gematria igual a 666.

Adam Belial e as Qlipot também são chamadas de "Asséret B'ney Haman (עשרת בני המן) - Os Dez Filhos De Haman." A qlipá de Haman tem o seu rei que é chamado "Agag Mélech Amaleq (אגג מלך עמלק)". Em Megilat Esther, Haman é chamado "Ha'Agagi."

As letras de "Ha'Agag (האגגי)" reencarnaram em "Hitler (היטלר), Eichmann (איכמן), Gobbels (גובלס), Goëring (גורינג) e Iosef Mengele (יוזף מֶנְגֶלֶה)."

Malchut das Qlipot também é chamada "Dragão" e "Antiga Serpente", enquanto Malchut da Árvore das Vidas é chamada de "Leviathan."

Estou postando isso tudo novamente porque Evangivaldo não sabe e fica elegendo, ao seu bel dogma-prazer, os seus anticristos, como seus "messias" e apontando para os que rejeitam sua fé Edomita.

Para que Evangivaldo tome ciência, o Apóstolo Paulo escreveu: "E que concórdia há entre Cristo (Israel) e Belial (Edom)? Ou que parte tem o fiel (Malchut da Árvore das Vidas) com o infiel (Malchut das Qlipot)?" 

2 Coríntios 6:15

Autor
Bën Mähren Qadësh

O Artesão Da Luz