Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Ultimato



POSTAGEM ORIGINAL

1/JUNHO/2009

"Caminhos Místicos"

“Uma nação vai surgir a partir de um fim do mundo (Coreia/China), contra os ímpios “Romanos (E.U.A.) e vai combatê-los por 3 meses. Outras nações irão juntar-se a guerra contra a nação a partir de fim do mundo, até Edom todos se unirão contra esta nação. Então HKB "H (Hashem, bendito seja Ele)” irá surgir contra eles, como ele diz,"וטבח גדול בארץ אדום Um gigantesco massacre na terra de Edom (E.U.A)”.

זוהר ח"ב לב ע"א:

יתער עמא חד מסייפי עלמא על רומי חייבא, ויגח בה קרבא תלת ירחין, ויתכנשון תמן עממיא ויפלון בידייהו, עד דיתכנשון כל בני אדום עלה מכל סייפי עלמא, וכדין יתער קודשא בריך הוא עלייהו, הדא הוא דכתיב (ישעיה לד ו) כי זבח ליהו"ה בבצרה וטבח גדול בארץ אדום וגו’.

Zohar Ha-Qadosh

"Um a um, tudo o que as pessoas tem usado para se apoiar e se manter economicamente já começou a cair [bancos, seguros, etc]. Nos EUA, a poderosa “GM (General Motors)” já abriu concordata. Pouco dinheiro será inútil. Isto irá continuar até que, finalmente, não haverá nenhuma outra fonte de sustento, com exceção do nosso Pai que está nos céus. ... Anti semitismo está continuamente crescendo em muitos países e um grande número de judeus têm medo de vistos como judeus (exceto aqueles que são fies à Torah e não ao dinheiro). Há países onde o anti-semitismo é abertamente pregado.

... O mundo está caminhando para uma Terceira Guerra Mundial, que será o Conflito final da guerra contra Gog U´magog (Ver Ezequiel 38). Na guerra que dois terços do mundo desaparecerá (ver Zacarias 13:8), que Hashem tenha misericórdia. Am Yisrael (Povo de Yisra´El), estamos bem diante do final. Decida o que você quer!".

Eu quero dizer isto para vocês que tem transgredido a Torah: Eu passei fome intensa, a ponto de ficar até mesmo três dias inteiros sem ter o que comer, com o que me alimentar, e no entanto, eu não coloquei “carne e leite” na minha boca.

O que é triste para aqueles que sempre tiveram o que comer, e nunca passaram fome, e mesmo assim, ele tem cometido “Peshá (rebeldia)” contra a Torah e assim contra o Sagrado, bendito seja Ele.

Eu me levanto todas as manhãs, e mesmo quando me sentia pesado, triste, não deixei de atar os meus tefilim e nem de recitar o Sh´má.

Agora, no momento em que Hashem vai sacudir o mundo, muitos virão e dirão: Nós te amamos Hashem, salvá-nos...

Neste momento no meu coração eu desejo que Hashem tenha misericórdia de todo o mundo, pois uma grande tempestade está para chegar, a mãe de todas as tormentas.

"Abra os olhos! Não me pergunte como chegar a Israel ou não. Não me pergunte como é que você pode vir sem dinheiro? Não me pergunte como você vai conseguir um emprego? Aqueles que confiam em Hashem terão a certeza de que Hashem proporcionará. Permitam-me recordar que, segundo o profeta Zacarias 13:8, dois terços de todo o mundo será destruído - mas não Eretz Israel".

"E acontecerá em toda a terra, diz o Senhor, que as duas partes dela serão extirpadas, e expirarão; mas a terceira parte restará nela."

Zacarias 13:8

sábado, 7 de novembro de 2020

Ibür: O Segredo Da Profecia De Joël


Foi numa Shabat do ano 1996. Eu tinha 29 anos (358 meses de vida). Cheguei do trabalho e coloquei uma música cristã de louvor que gostava muito de ouvir naquele tempo. Ela mencionava os versículos de Joël: 

"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito."

Joel 2:28,29 - Bíblia Cristã

וְהָיָה אַחֲרֵי-כֵן, אֶשְׁפּוֹךְ אֶת-רוּחִי עַל-כָּל-בָּשָׂר, וְנִבְּאוּ, בְּנֵיכֶם וּבְנוֹתֵיכֶם; זִקְנֵיכֶם, חֲלֹמוֹת יַחֲלֹמוּן--בַּחוּרֵיכֶם, חֶזְיֹנוֹת יִרְאוּ.  ב וְגַם עַל-הָעֲבָדִים, וְעַל-הַשְּׁפָחוֹת, בַּיָּמִים הָהֵמָּה, אֶשְׁפּוֹךְ אֶת-רוּחִי.

Ioël 3: 1-2 - Tana'k 

Eu ajoelhei para recitar minhas orações e, cansado que estava, adormeci, em lágrimas, sobre os meus joelhos e, então, sonhei. No sonho eu estava em uma caverna que era uma espécie de sinagoga antiga na qual havia um Aron Ha'Qodesh (Arca Sagrada) e muitas vozes entoavam uma canção em hebraico, idioma que eu não conhecia. Acordei ainda com lágrimas nos olhos e com aquela canção nos meus lábios e por três dias, todas as vezes que eu abria a boca, aquela canção fluía pelos meus lábios. Passado algum tempo, eu descobri que era a canção Má Tovú (מה-טבו), entoada pela tradição judaica desde os tempos de Moisés, nosso mestre. 

Em pouco tempo eu estava lendo, falando e escrevendo em hebraico sem nunca haver estudado o idioma. Eu havia sido reencarnado, no meu nascimento, com uma centelha dos mestres antigos e havia sido aluno do Leão de Safed, abençoada seja sua lembrança, e esta centelha estava agora despertando e, logo, eu viajaria para recebeu e reunir as demais centelhas desta alma-raiz, a alma de Rabbi Chaim Vital. 

Ibür

"Este é o sod (segredo) : Do mesmo nível de pureza e extensão do tikun (correção) alcançado pela Néfesh (נֶפֶשׁ) da pessoa, irá reencarnar no seu corpo, enquanto ele ainda está vivo, a Néfesh de um tzadik (justo) que já completou o seus gilgulim e retificações, e não precisa mais reencarnar aqui. Ao entrar aqui, a Néfesh deste tzadik toma o lugar do Ruach ou da Neshamá desta pessoa".

Sha'ar Ha'Guilgulim Ha'Qadmá 2

O Zôhar nos ensina que os versículos de Joël são sobre reencarnação de almas antigas e almas novas, conforme aprendemos em Sha'ar Ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações). Quanto eu tinha 3 anos de idade, eu fui visitado pelo Profeta Elias, e nunca esqueci esta experiência, mesmo tendo, na época, uma tenra idade. Em hebraico, a expressão "Veio o Profeta Elias (בא אליהו הנביא)" possui gematria igual a 123 e o meu nome civil possui o mesmo valor numerológico que é 123. O nome da centelha que eu havia recebido, Chaim Vital (חיים ויטל) possui a gematria também igual a 123 e esta é a mesma gematria mispar neelam de Maharal (מהר"ל).

Eu nasci em 1966, no dia 10 de junho, na Maternidade do Belenzinho, distrito do Belém (Beit-Lechêm) em São Paulo às 15h42m. A gematria Avgad de Beit-Lechêm (בית-לחם) é igual a 123. Em Ezra, no Tana'k, encontramos o seguinte passuq (versículo):

"E os filhos de Belém: 123."

בְּנֵי בֵית-לָחֶם, מֵאָה עֶשְׂרִים וּשְׁלֹשָׁה.

Ezra 2:21

Em uma de suas reencarnações, o Rabino Chaim Vital foi Chananiáh (חנניה), o amigo de Daniel na Babilônia. A gematria de Chananiáh é igual a 123.

Chananiáh

Gal Bën Zakkai

Hú Bën Dosa

Chaim Vital

Paulo

123

Eliahu Ha'Navi me visitou outras vezes no decorrer da minha vida, uma delas foi aos 26 anos. Eu estava no apartamento de um amigo querido, o Denis Melo, que ficava na Avenida Mazei, 1754. Naquela noite, Denis Melo me presenteou com uma cassete de um opera cristã chamada Elijah (Elias em inglês).

Nada acontece por acaso e, como eu estava destinado a receber auxílio de Eliahu, o que já havia acontecido em outras vidas, Eliahu veio também naquela noite. O valor 1754 é a gematria de "Ha'Shaná hitegalut Eliahu Ha'Novi mi-shamayim  (השנה התגלות אליהו הנביא משמים)" que traduzido significa "Este ano, o Profeta Elias será revelado dos céus... (para mim)". Alguns dias depois, eu fundei o Grupo Musical Elijah e que mais tarde viria a ser a Sinagoga Eliahu Kibbutz (כנסת-אליהו). Nome cuja gematria mispar kollel é igual a 583. A sinagoga foi estabelecida em uma casa no número 583 e meu nome e titulo, Rav Misha'ël é igual a 583. Era o mês de Touro do ano 2001, dia 23 de abril. Mazal Shor (signo de Touro) é igual a 583. 23 de abril é o hilulá no calendário solar do Rabino Chaim Vital. 

Mas, eu ainda não sabia tudo. Não sabia toda a verdade. Havia três centelhas sagradas e não apenas uma. Eu estava conectado às almas-raízes destes mestres desde o nascimento e estas centelhas sagradas me guiaram durante toda a vida vida até o dia de hoje. 

Quarenta e dois dias antes da minha Brit Milá (Circuncisão), eu fui visitado, em Lag Ba'Omer (33 da contagem do Omer) pela alma do Maharal de Praga e ele me revelou um segredo sobre reencarnação sem que eu nunca houvesse estudado, nessa reencarnação, até aquele dia, o Sha'ar Ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações). No dia da minha Brit Milá, que aconteceu no Hilulá do Arizal, estas centelhas sagradas reencarnaram totalmente em mim e foram despertando gradualmente.

Dentro dos versículos de Joël aqui supramencionados, existe, codificada a cada 184 SAEs (Saltos Alfabéticos Equidistantes) a palavra Ibür (tipo de reencarnação). 


O Zôhar está correto... e eu sou uma testemunha viva desse milagre. "Adonai não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas Adonai vê o coração (כִּי לֹא, אֲשֶׁר יִרְאֶה הָאָדָם--כִּי הָאָדָם יִרְאֶה לַעֵינַיִם, וַיהוָה יִרְאֶה לַלֵּבָב)". Iº Samuel 16:7 O nome do nosso mestre sagrado, seu título santo "Ha'Ari" está escondido nesse versículo, mas somente os iniciados podem descobri-lo.

Neshamáh Yeterá
A Alma Adicionar

NESHAMAH YETERAH (Heb. נְשָׁמָה יְתְרֵה, "alma adiciona"), uma crença popular de que todo judeu recebe uma alma adicional desde a entrada de cada Shabat até o seu término. Essa crença se originou com a história do Talmud (Beẓah 16a): "Resh Lakish disse: 'Na véspera da Shabat, Deus dá ao homem uma alma adicional e, no final da Shabat, Ele a retira dele, pois diz: "Ele parou de trabalhar e descansou", isto é, va-yinnafash (Êxodo 31:17): uma vez que (a Shabat) cessou, a alma adicional é perdida. '"(וַיִנָּפַשׁ - brincar com a palavra que poderia ser lido - וַי (לְ) נֶפֶשׁ vai (lenefesh "ai da alma"). A noção de Neshamah Yeterah foi amplamente expandida na literatura cabalística, especialmente no Zohar. Uma explicação para o uso de especiarias no serviço da Havdalá é que, com a partida da Neshamá Yeterah no final da Shabat, é necessário fortalecer a débil alma remanescente.

O Ungido

"... e o óleo para iluminação... (וְאֶת-הַשָּׁמֶן:  לְמָאוֹר) - Êxodo 35:28 O que é o óleo para iluminação? É a Neshamá de Briáh (mundo da criação) e aquele que a recebe é chamado "ungido" e é por isso, que neste versículo, foi escrito "ha'shemen (הַשָּׁמֶן)" cujas letras são as mesmas de "Neshamá (נשמה)" que é o nome do 3º nível de alma de "NR'N" e, este, quando a recebe, ele se torna o ungido, ou seja, o "messias de sua geração".


O Maharal De Praga
Experiências Do Despertar

Todas as experiências do Despertar da Centelha do Maharal que eu recebi, podem ser estudadas no link abaixo. Estes artigos contém as lembranças que recuperei gradualmente até o presente ano de 2020, e que são a razão do Maharal ter me visitado em Lag Ba'Ômer de 5763.

Razá Ila'ah.

Bën Mähren Qadësh

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Tzadiq Bá Lair

Tzadiq Bá Lair 

Na Praga vestusta, anciã de belos cabelos prateados, havia um enigmático costume sempre praticado quando um Justo e sábio cabalista estava para chegar à esta bela e mística cidade: - Tzadiq bá lair (צדיק בא לעיר)! - Ouvia-se sempre sussurrado entre as velhas pedras que edificaram as antigas moradias. " - Um justo está vindo à cidade! - Diziam os cicios soprados pela brisa shabática das sextas-feiras iluminadas pelos findos raios do poente. 

O SIGNIFICADO

Sabemos que na Shabat, todo judeu (praticante da Torá) pode receber uma nova centelha de alma chamada "Neshamá Yeterá (נְשָׁמָה יְתֵרָה) - a Alma adicional" no momento na qual cantamos o "Lechá Dodí". "- Tzadiq bá lair! - Diziam os antigos. "- Um justo está chegando à cidade". 

Em Likutei Amarim Tânyia, aprendemos que, o corpo é chamado de "pequena cidade" e as almas são chamadas "nações". Quando um Rúach (espírito) entra no corpo, isto é "Gér Bá Lair - um estranho está chegando à cidade" pois, para este Rúach aquele corpo é um lugar estranho e, por isso, é chamado "Gér (ג"ר)" cujas letras são as iniciais de "Gilgul Rúacu (Reencarnação do Espírito)." 

Quando uma pessoa realizou suas correções espirituais e chegou ao nível de merecer um Rúach de Yetzirá (um espirito do mundo da formação) e, havendo realizado as correções desse Rúach, ele torna meritoso de ganhar sua Neshamá (alma divina) e quando ele a recebe o número 112 aparece sobre ele porque místicamente, ele agora tem uma Néfesh de Assyá (Alma do mundo da realização), um Rúach de Yetzirá (espírito do Mundo da Formação) e uma Neshamá de Briá (alma do mundo da Criação).

Sobre a Néfesh brilha o Nome Adonai (אֲדֹנָ"י) cuja gematria é 65. Sobre o Rúach cintila o Nome Santo (יְהוָ"ה) cujo valor é 26 e sobre a Neshamá fulgura o Nome Eheyêh (אֶהְיֶ"ה) que soma 21. Então, 65+26+21=112 E este é o segredo de "Tzadiq bá lair (צדיק בא לעיר) - um justo está vindo à cidade" cuja gematria "Mispar Sidurí" é igual a 112. Ele é um tzadiq perfeito e vem entra na cidade para instruí-la com Sabedoria. 

"- Tzadiq bá lair (צדיק בא לעיר)! - Diziam por entre as flamas das velas da Shabat os judeus da Praga vetusta. "- Tzadiq bá lair."

Esse é um costume digno de ser resgatado. Devemos fazer Teshuvá sobre este mistério e voltar, com kavanná, a clamar, no momento da alma adicional, mesmo não tendo alcançado os três níveis, "Tzadiq bá lair."

"Este é o sod (segredo) : Do mesmo nível de pureza e extensão do tikun (correção) alcançado pela Néfesh (נֶפֶשׁ) da pessoa, irá reencarnar no seu corpo, enquanto ele ainda está vivo, a Néfesh de um tzadik (justo) que já completou o seus gilgulim e retificações, e não precisa mais reencarnar aqui. Ao entrar aqui, a Néfesh deste tzadik toma o lugar do Ruach ou da Neshamá desta pessoa".


Sha'ar Ha'Guilgulim Ha'Qadmá 2

Razá Ila'ah 

Bën Mähren Qadësh

terça-feira, 22 de setembro de 2020

A Ascensão De Moisés

 

LENDAS DOS JUDEUS


A visão da sarça ardente apareceu apenas a Moisés; os outros pastores com ele nada viram. Ele deu cinco passos na direção da sarça, para vê-la de perto, e quando Deus viu o semblante de Moisés distorcido pela dor e ansiedade pelo sofrimento de Israel, Ele disse: "Este é digno do ofício de pastorear Meu povo .

Moisés ainda era um novato em profecia, portanto Deus disse a si mesmo: "Se eu me revelar a ele em voz alta, eu o alarmarei, mas se eu me revelar com uma voz suave, ele terá a profecia em baixa estima", pelo que ele se dirigiu a ele na voz de seu pai, Amram. Moisés ficou muito feliz ao ouvir seu pai falar, pois isso lhe deu a certeza que ele ainda estava vivo. A voz chamou seu nome duas vezes e ele respondeu: "Aqui estou! Qual é o desejo do meu pai?" Deus respondeu, dizendo: "Eu não sou teu pai. Eu apenas desejava evitar de te aterrorizar, portanto falei com a voz de teu pai. Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacob." Essas palavras alegraram muito a Moisés, pois não apenas o nome de seu pai, Amram, foi pronunciado ao mesmo tempo que os nomes dos três Patriarcas.

Moisés não disse uma palavra. Em silenciosa reverência diante da visão divina, ele cobriu o rosto, e quando Deus revelou a missão com que Ele o incumbia, de tirar os israelitas da terra do Egito, ele respondeu com humildade: "Quem sou eu para ir até Faraó, e tirar os filhos de Israel do Egito?" Em seguida, Deus disse: "Moisés, tu és manso, e eu te recompensarei por tua modéstia. Entregarei toda a terra do Egito em tuas mãos e, além disso, te deixarei subir ao trono da Minha glória e olhar sobre todos os anjos do céu."

Diante disso, Deus ordenou a Metatron, o Anjo da Face, que conduzisse Moisés às regiões celestiais em meio ao som de música e canto, e ordenou-lhe, além disso, que convocasse trinta mil anjos para servir como seu guarda-costas, quinze mil à direita de ele e quinze mil à esquerda dele. Em abjeto terror, Moisés perguntou a Metatron: "Quem és tu?" e o anjo respondeu: "Eu sou Enoque, filho de Jarede, teu antepassado, e Deus encarregou-me de acompanhá-lo ao Seu trono." Mas Moisés objetou, dizendo: "Sou apenas carne e sangue, e não posso olhar para o semblante de um anjo", ao que Metatron transformou a carne de Moisés em tochas de fogo, seus olhos em rodas de Merkavah, sua força na força de um anjo, e sua língua em uma chama de fogo, e ele o levou para o céu com um séquito de trinta mil anjos.

Iº CÉU

YESÓD

No primeiro céu, Moisés viu riachos sobre riachos de água, e observou que todo o céu consistia em janelas, em cada uma das quais anjos estavam posicionados. Metatron nomeou e apontou todas as janelas do céu para ele: a janela da oração e a janela da súplica; de choro e de alegria; plenitude e fome; riqueza e pobreza; guerra e Paz; concepção e nascimento; aguaceiros e chuvas leves; pecado e arrependimento; vida e morte; pestilência e cura; doença e saúde; e muitas janelas mais.

2º CÉU

HÓD

No segundo céu, Moisés viu o anjo Nuriel, de pé trezentos parasangas de altura (um milhão setecentos e oitenta e dois metros de altura), com seu séquito de cinquenta miríades de anjos, todos feitos de água e fogo, e todos mantendo os rostos voltados para Shekinah enquanto cantavam uma canção de louvor para Deus. Metatron explicou a Moisés que estes eram os anjos colocados sobre as nuvens, os ventos e as chuvas, que retornam rapidamente, assim que executam a vontade de seu Criador, para sua estação no segundo dos céus, para proclamar o louvor de Deus.


3º CÉU

NETZACH

No terceiro céu, Moisés viu um anjo, tão alto que um ser humano levaria quinhentos anos para chegar à sua altura. Ele tinha setenta mil cabeças, cada cabeça tendo tantas bocas, cada boca tantas línguas, e cada língua tantos ditos, e ele, junto com seu séquito de setenta mil miríades de anjos feitos de fogo branco louvam e exaltam o Senhor. "Estes", disse Metatron a Moisés, "são chamados de Erelim, e são designados sobre a grama, as árvores, os frutos e os grãos, mas assim que cumprem a vontade de seu Criador, eles voltam ao lugar atribuído a eles, louvado seja Deus."


4º CÉU

TIFÉRET

No quarto céu, Moisés viu um Templo, os pilares feitos de fogo vermelho, as aduelas de fogo verde, os limiares de fogo branco, as tábuas e fechos de fogo flamejante, os portões de carbúnculos e os pináculos de rubis. Anjos estavam entrando no Templo e dando louvores a Deus. Em resposta a uma pergunta de Moisés, Metatron disse-lhe que eles presidiam sobre a terra, o sol, a lua, as estrelas e os outros corpos celestes e todos eles entoam canções para Deus. Neste céu, Moisés notou também os dois grandes planetas, Vênus e Marte, cada um tão grande quanto a terra inteira, e a respeito deles ele perguntou com que propósito foram criados. Metatron explicou a seguir, que Vênus está sobre o sol para resfriá-lo no verão, do contrário ele queimaria a terra, e Marte fica sobre a lua, para transmitir calor a ela.

5º CÉU

GUEVURÁ

Chegando ao quinto céu, Moisés viu hostes de anjos, cujas partes inferiores eram de neve e as partes superiores de fogo, mas a neve não derretia nem o fogo era extinto, pois Deus havia estabelecido perfeita harmonia entre os dois elementos. Esses anjos, chamados Ishim, não tinham nada para fazer desde o dia de sua criação, a não ser louvar e exaltar ao Senhor.

6º CÉU

CHESSÉD

No sexto dos céus havia milhões e miríades de anjos louvando a Deus, eles eram chamados de 'Irin e kadishim, "Vigilantes" e "Santos", e seu chefe era feito de granizo, e ele era tão alto que seriam necessários 500 anos para caminhar uma distância igual à sua altura.

7º CÉU

BINÁH

No último céu, Moisés viu dois anjos, cada um com quinhentos parasangas de altura, forjados de correntes de fogo negro e vermelho, os anjos Af, "Raiva" e Hemah, "Ira", que Deus criou no início do mundo, para executar Sua vontade. Moisés ficou inquieto quando olhou para eles, mas Metatron o abraçou e disse: "Moisés, Moisés, favorito de Deus, não temas e não te assustes", e Moisés ficou calmo. Havia outro anjo no sétimo céu, diferente em aparência de todos os outros e de aparência assustadora. Sua altura era tão grande que levaria quinhentos anos para cobrir uma distância igual a ela, e do topo de sua cabeça até a sola de seus pés ele estava cravejado de olhos brilhantes, à vista dos quais o observador caiu prostrado com admiração. "Este aqui", disse Metatron, dirigindo-se a Moisés, "é Samael, que tira a alma do homem". "Para onde vai ele agora?" perguntou Moisés, e Metatron respondeu: "Ele está indo buscar a alma de Jó, o piedoso." Em seguida, Moisés orou a Deus com estas palavras: "Seja da Tua vontade, meu Deus e o Deus de meus pais, não me deixar cair nas mãos deste anjo."

Aqui, no céu mais alto, ele viu também os serafins com suas seis asas. Com duas, eles cobrem o rosto, para que não olhem para a Shekinah; e outras duas os dois pés, os quais, sendo como pés de bezerro, eles escondem, para esconder a transgressão de Israel do bezerro de ouro. Com o terceiro par de asas, eles voam e fazem o serviço do Senhor, o tempo todo exclamando: "Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; toda a terra está cheia de Sua glória." As asas desses anjos são de tamanhos prodigiosos; um homem levaria quinhentos anos para percorrer seu comprimento e sua largura, de uma extremidade à outra da terra.

E Moisés viu no sétimo céu as sagradas Hayyot, que sustentam o trono de Deus; e ele também viu o anjo Zagzagel, o príncipe da Torá e da sabedoria, que ensina a Torá em setenta línguas para as almas dos homens, e depois disso eles valorizam os preceitos nela contidos como leis reveladas por Deus a Moisés no Sinai. Deste anjo com os chifres da glória, o próprio Moisés aprendeu todos os dez mistérios."

Tendo visto o que há nos sete céus, ele falou com Deus, dizendo: "Não deixarei os céus a menos que Tu me concedes um presente", e Deus respondeu: "Eu te darei a Torá, e os homens a chamarão de Lei de Moisés."

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Doctor Who: As Águas De Marte

 


As Águas De Marte

Clamores Da Voz Do Mestre

"Pouco antes de sua regeneração, uma mudança significativa no caráter do Décimo Doctor foi apresentada, mostrando um lado muito mais sombrio e insensível. Até este ponto ele se via como um sobrevivente da Guerra do Tempo, mas agora ele começa a acreditar que ele era o "Senhor do Tempo Vitorioso" e que as Leis do Tempo estavam sob seu comando, permitindo-lhe quebrá-las porque não havia nenhum outro Time Lord por perto para detê-lo. Depois de salvar Adelaide Brooke, mesmo sabendo que sua morte estava consertada, ele percebeu que tinha ido longe demais e que não deveria influenciar a história e o futuro em tão grande escala."

Fandon

Era a noite de 21 de outubro de 2013. Avraham Kuk chegou em casa, como havia combinado previamente comigo, para assistirmos ao especial de 2009 de Doctor Who intitulado “As Águas de Marte”, o terceiro episódio dos especiais de 2008-2010 e que foi transmitido pela primeira vez na BBC One em 15 de novembro de 2009.

A centelha de Chaim Vital em mim queria despertar e manipulou o espaço e tempo para dar a si mesma mais um gatilho para o seu próprio despertar. Assistimos ao episódio e, por volta das 22 horas, Avraham tomou o destino de sua residência."

Na quarta-feira pela manhã, tendo aceitado o convite de uma antiga aluna, nos dirigimos à São Paulo para vermos um filme no Shopping D. No caminho, passei para pagar o Avraham.

Durante o trajeto, recebi a ligação de uma mui querida amiga, Florência, me avisando que o seu esposo, Cláudio, estava entre a vida e a morte. Ele trabalhava como tecno de som para a cantora Luiza Posse. Criminosos atiraram um paralelepípedo na van da equipe na qual ele se encontrava na noite anterior. Cláudio foi atingido no queixo e ao dar entrada no hospital ele sofreu um infarto. Ele faleceu naquela noite de 23 de outubro. O interessante é que minha amiga, que se tornaria viúva naquele mesmo dia, também ama Doctor Who.

A meu pedido, fizemos um desvio e eu fui ao hospital ver se conseguiria ver o Cláudio e recitar uma prece por ele. Não me deixaram entrar para vê-lo, pois eu não era da família.

Fomos, então, ao apartamento da minha amiga para que eu pudesse visitá-la e recitarmos juntos uma prece. Ao chegar, notamos, eu e Avraham o nome do edifício, Adelaide, que era o nome da personagem principal daquele episódio que havia assistido junto com Avraham na segunda-feira. A alma de Chaim Vital em mim queria se manifestar, despertar e me revelar o seu segredo.

Em hebraico, o título do episódio “As Águas de Marte” é “Mayim Maadim” e neste título, traduzido para o hebraico, estava o segredo.

 מים מאדים

 A gematria de de “Mayim Maadim (Águas de Marte)” é igual a 185 e este valor numerológico hebraico é o mesmo da declaração “Ani Chaim Vital” que se traduz “Eu Sou Chaim Vital.” A alma do mestre Vital estava gritando dentro de mim e, para manifestar a evidência, manipulou o tempo e o espaço para que tudo se fechasse no dia 23 de outubro, data do seu aniversário de nascimento em 1542.

 אני חיים ויטאל

ARIZAL

No trajeto para o cinema, a voz do mestre, o Arizal, se manifestou dentro do veículo, como minha antiga aluna me perguntando se eu já tinha lido ao livro “Os Instrumentos Mortais” da autora Cassandra Clare, porque, nesta obra literária o Anjo Raziel era uma das principais personagens e como ela havia aprendido comigo sobre Raziel, guiada pela alma do professor do Rabino Chaim Vital, o Arizal, mencionou o livro. 

A verdade foi que, o mestre Arizal, estava despertando a alma de Chaim Vital em mim e para isso, a fez recordar de um segredo que havia revelado a ela quase quinhentos anos no passado, o mistério de que, ele, o Arizal, era uma reencarnação do próprio Anjo Raziel e que viera ao mundo unicamente para instruir a alma de Adão.

 Sim, o rabino Chaim Vital era uma reencarnação de uma parte da alma de Adão que não havia sido manchada pelo pecado e, por esta razão, mereceu que o professor de Adão, no Jardim do Éden, viesse ao mundo para a instruir.

Desde aquela tarde eu passei a conhecer a verdadeira identidade do mestre Arizal e a razão do porquê nenhum professor neste mundo me havia sido destinado pois, o meu mestre, o Santo Isaac Lúria, estava vivendo na minha alma, unificado com a alma de Chaim Vital.

 O PLANETA MARTE

Por que Marte? Porque o Rabino Chaim Vital nasceu no 1º dia do mês de Cheshvan que é o mês de Escorpião e que recebe a influência do Planeta Marte e este na Árvore das Vidas é correspondente à Sefirá Guevurá que produz a luz do discernimento. Este é o mistério.

REVELANDO A CENTELHA DE 

AKIVA

"A água é paciente, Adelaide. A água apenas espera. Desgasta o topo das falésias, das montanhas, do mundo inteiro. A água sempre vence."

O Doutor

Em Sha'ar Ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações), nós lemos as palavras do Arizal revelando ao Rabino Chaim Vital que ele era, também, uma reencarnação da alma do Rabino Akiva Ben Yosef, o grande mestre do Rabino Shimeon Bar Yochai, o revelador do Zôhar.

O rabino Akiva era um pastor de ovelhas para Kalva Shavu'a, um judeu rico da Palestina no Século Iº e seu grande desejo era aprender Torá, mas, era ele analfabeto. Durante os anos que ele pastoreou as ovelhas do seu futuro sogro, ele observou um goteira que pingava constantemente sobre uma pedra até um dia que ele percebeu um pequeno furo na rocha.

"Água mole e pedra dura, tanto bate até que fura."

Ditado Popular

Talvez, essa seja a origem desse ditado, mas, o que se sabe é que, este evento deu a Akiva a certeza de que ele, mesmo sendo adulto (ele tinha cerca de 40 anos) e analfabeto, poderia aprender Torá. Aos 120 anos Akiva era o maior mestre em Torá na antiga Palestina.

As palavras do Doutor neste episódio que revela a essência do Rabino Chaim Vital e que era mais uma gatilho para o despertar da sua centelha, revela também a essência da reencarnação do Rabino Akiva como mais uma evidência de reencarnação.

Doctor Who é, verdadeiramente, sobre a alma do Rabino Chaim Vital e suas muitas e milenares regenerações, viajando pelo tempo e espaço ensinando a compaixão e a Sabedoria Oculta da Torá a todos os povos.



sábado, 18 de julho de 2020

Cronologia Do Despertar De Jonas

Cometa NeoWise
C/2020 F3

Cronologia Das Memórias De Jonas
(Em Construção)

1966 - Minha mãe me dá à luz na Maternidade do Belenzinho, no Belém e ou passo a morar com meus pais na Rua Jorge JONES. O sobrenome Jones foi, no meu caso, uma alusão a Oannes que é Uanna da mitologia sumeria, o outro nome de Adapa, o homem vestido em uma pele de peixe que sai do mar para instruir aos homens à sabedoria.

1974 - Chove torrencialmente e com muitos relâmpagos e troves. Eu tenho oito anos, estou com medo. Meu pai, se senta ao meu lado, na minha cama que ficava na copa, pois eu não tinha um quarto, e lê para minha a história de Jonas. Foi a única que ele leu para mim e jamais leria qualquer outra.

1978 - 6 de fevereiro, eu estou com dor de dente mas doido para assistir à Série "Man From Atlântis" que irá estrear na Rede Globo. É uma segunda-feira.


Na placa da ambulância está a sequencia "Y 42 214". A letra "Y" é a inicial de "Yibür (Impregnação)". O valor 42 é a gematria de "BAM (בם)" que significa "Sem mancha" e o 214 é a gematria de "Rúach (רוח)" que é "Espírito." Traduzindo "Reencarnação, por Yibür de um espírito sem mancha (Jonas)."

2001 - Sou ordenado Rabino. São lançadas sortes (Goralót) que caem sobre a pedra Tarshish (Társis). "E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes (Goralot), para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas." - Jonas 1:7

2001 -  3 de junho. A Disney faz a premier da Animação "Atlântis - O Reino Perdido" a qual eu só assistira em 2006.


2003 - 12 de junho. Assisto, junto com minha noiva, Elisheva, ao piloto de Man From Atlantis. Ela chora copiosamente vendo ao filme.

2005 - Acordo de um sonho com a cena final de Man From Atlantis e uma voz me diz "Você ainda não sabe de tudo..." - Choro copiosamente. Levando e redijo a Apostila "A Atlântida Perdida"

2005 - 12 de junho, dois anos depois de assistirmos juntos, eu e Elisheva, ao piloto de Man From Atlântis, a série estrei no Canal Retrô.

2009 - 1 de janeiro. Sonho. Eu estou observando os céus e de repente o sol transforma-se em uma gigantesca mancha negra. As estrelas movimentam-se e passam a escrever palavras divinas e dos céus me são enviadas mensagens. Meu irmão, Ari agora está no sonho. É um arauto de que o sonho veio do meu mestre, o Ari.

Uma “mochila” me é enviada dos céus, e nela um livro com revelações divinas sobre tudo o que acontecerá com o mundo, coisas grandes e poderosas. Grandes inundações e coisas perturbadoras vão acontecer com a humanidade. Uma voz me dizia que meu destino não estava ligado com o da humanidade e que eu era um HOMEM DO MAR (JONAS) e seria preservado com dez outros em um lugar secreto.

2011 - 16 de maio. Sonho que uma alma desce dos céus na forma de uma POMBA (YONÁH). Eu estou em um orfanato. Significa que eu recebi Jonas por Yibür (Adoção).

2014 - 28 de março. Eu entro do Sebo do Messias e compro um livro que estava visivel na minha frente: O Enigma da Atlântida. Os dias restantes no ano são 278 e esse valor contém a gematria de Ráz Yonah (Mistério de Jonas).

2014 - 12 de junho. Faço uma radiografia dos pulmões a pedido do meu amigo e médico, o Dr. Eduardo Ferreira. Diagnostico? Asma. Na radiografia estão os números 70.278 que são a gematria da expressão "Sód ráz Yonáh (Segredo do mistério de Jonas). Horário 15h42. O valor 278 é também a gematria Mispar Musafi do nome Nehorai, o sábio que esteve na Atântida. Ele era uma reencarnação de Jonas.

2014 - 27 de setembro. O Despertar me alcança. Eu acordo sabendo que sou uma reencarnação de Chaim Vital que foi Jonas em uma de suas reencarnações.

2016 - 17 de junho. Um taxi para na porta de casa e uma jovem, que se chama "NÍNIVEH" desce. Ela veio de Amisterdã, na Holanda, apenas para me ver. D'us moveu o coração dela para que ela fosse um arauto para o despertar da alma de Jonas. O dia 17 de junho é o 169º no ano solar e este valor é a gematria de "Atântis (אטלנטיס)." Níniveh é o nome da cidade para qual Jonas foi enviado para pregar a Teshuvá.

2016 - 16 de julho. Sonho que estou na casa de um dos meus antigos discípulos cujo pai se chamava Jonas. Uma máquina de escrever antiga de cor verde em cima de uma mesa começa a escrever sozinha. Na folha ela datilografa a data "18 de janeiro" cuja a gematria é 288 que é a mesma de Yibür (Reencarnação). Os céus estão tentando me revelar um segredo, mas não está funcionando. Eu não consigo enxergar.

2016 - 31 de agosto. Sonho que estou mergulhando no mar, através de uma garganta que eu sabia ser uma passagem para Atlântida. Meu amigo, Raul Kuk​ aparece no sonho eu descubro que sua presença no sonho é um segredo sobre Nehorai Saba que esteve na Atlântida assim como Jonas. Nehorai possui gematria Mispar Mussafi igual a 278 que é a mesma de Raz Yonáh (Mistério de Jonas). 

2016 - 4 de setembro. Sonho que estou em busca da Atlântida perdida. O Arizal, meu professor está no sonho e me faz parecer que eu sou o Doctor Who. Este dia, 4 de setembro, é o 248º no ano e este é o valor de Arizal.

2017 - 16 de fevereiro. Meu professor, o Arizal, vem, no sonho, e me leva à Academia Celestial. Lá, me mostram um pergaminho no qual está escrito, em hebraico "Eifo ha'Navi Ben Amittai (איפה הנביא בן אמתי) - Onde está o profeta, o filho de Amittai (Jonas)."

2017 - 5 de abril. Eu piso em Jerusalém pela primeira vez nesta reencarnação e atravesso o Portal de Yaffo, o mesmo que Jonas usou para tomar o navio para Tarshish (Tarsis).

2019 - 24 de outubro. O Arizal, meu professor, vem me visitar no sonho cavalgando um belíssimo e brilhante cometa. Ele me revela mistérios do Jardim do Éden e também a sua data de nascimento neste mundo em 1534. 

2020 - 28 de março. O cometa NeoWise é descoberto enquanto cruza a Constelação do Navio dos Argonautas. Os dias restantes no ano são 278, valor que possui a gematria de Ráz Yonáh (Mistério de Jonas). É a época da Teshuvá mundial.

2020 - 15 de julho. Descubro que foi lançada no Brasil a luva da série "O Homem do Fundo Do Mar (Man From Atlântis). Restam 169 dias no ano. Este valor é a gematria de Atlântis. 

A gematria de "Man From Atlântis (איש מאטלאנטיס)" é igual a 521 que é a mesma do meu nome cívil completo. Jonas está acordado...

AUTOR
Bën Mähren Qadësh

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Betzalel Está Vivo




"Nós mesmos colheremos os frutos das árvores que plantamos, mesmo que algumas vidas sejam necessárias. Não há como evitar o destino, a escolha que as centelhas de almas que nos habitam fizeram em outras vidas. Boas ou más, nós vamos ceifar estas escolhas." 

Na madrugada de 21 de julho de 2013, durante um sonho, no qual eu estava na companhia de Sam, Dean e do Anjo Castiel da série Supernatural, segredos profundos me foram revelados. Nós quatro estávamos, ao que me pareceu, uma escola e, então, eu escrevia um Nome Divino no quadro negro e sabia que este Nome faria com que o Sagrado, abençoado seja Ele, aparecesse imediatamente. Ao escrever o Nome pela primeira vez, o Anjo Castiel, veio e o apagou e, então, eu o escrevi novamente e o Santo, bendito seja, apareceu instantaneamente. 

O Nome que eu escrevia no quadro negro era Elul (אלול) que é o acrônimo de "Ani Le'dodí Ve'dodí Li (אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי) - Eu sou para o meu amado e o meu amado é meu - uma declaração de amor esotérica da alma (néfesh) chamada "K'nesset Yisrael (כנסת ישראל) para o espírito (rúach) chamado "O Rei (המלך)" com a qual ela deve se unificar. 

A escola, na qual estávamos, é uma alusão à Academia Celestial e o segredo do sonho é o que se segue: 

A madrugada de 21 de julho é a 202ª madrugada do ano e este valor possui a gematria da expressão esotérica "Betzalel chai ve'yavoú (בצלאל חי ויבאו)" que se traduz "Betzalel está vivo e está vindo." Elul é o nome que recebe o sexto mês lunar no calendário hebraico que é chamado “O Mês da Teshuvá (retorno)”, um mês propício para o retorno de determinadas almas. 

Betzalel é o sobrenome do nosso mestre, o Maharal de Praga. E quando faleceu (se ocultou) o Rabino Yehudá Loëw Ben Betzalel? em Elul, no dia 18. 

 "E o pó volte à terra, como o era, e o espírito retorne a Elohim, que o deu (וְיָשֹׁב הֶעָפָר עַל-הָאָרֶץ, כְּשֶׁהָיָה; וְהָרוּחַ תָּשׁוּב, אֶל-הָאֱלֹהִים אֲשֶׁר נְתָנָהּ.)." 

- Eclesiastes 12:7 

 Aqui neste versículo, o termo que foi traduzido para "retorno" foi "Tashuv (תָּשׁוּב)" que é o segredo de Elul. 

Alguns meses depois desse sonho, exatamente na manhã de 28 de outubro, a pessoa que estava carregando esse ruách elevado e que estava destinado a mim por Ibür, apareceu. Ora, o dia 28 de outubro é 0 300º dia no ano solar e este valor possui a gematria de "Rúach Elohim (Espírito de Elohim)" e como eu estava destinado a receber, por Ibür esta centelha do rúach do Maharal para ser a minha neshamá (alma divina), a pessoa que veio e na qual este rúach foi entesourado, nasceu, como eu já havia explicado, em 1º de T'shri que é o segredo do Bereshit bará Elohim et ha'Shamayim (בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם)..." que por temurá (permutação) e gematria (numerologia cabalistica) se transforma revelando "Em primeiro de T'shri, criou Elohim a neshamá..." 

Mas, porque, o Anjo Castiel estava no sonho? Um anjo que, até antes da publicação do meu livro Supernatural, o mundo acreditava ser uma criação para uma série de televisão? Eu ainda não havia descoberto Castiel nos escritos do Rabino Chaim Vital (Sêfer ha'Chazionot) e então, D’us veio a mim em sonho através do Anjo Castiel para me revelar este e outro profundo e singular mistério. 

Em Sha'ar Ha'Gilgulim, o Arizal, de abençoada lembrança, revelou ao Rabino Chaim Vital, que o dia da semana para ele era a segunda-feira e o mês era o de Elul. O dia do mês do Rabino Chaim Vital, me contou o Arizal, abençoado seja, era o dia 13. Elul, como supra-explicado, é o segredo de "Ani Le'dodi Ve'Dodí Li (אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי)" cuja gematria é igual a 185 e esta é a mesma da declaração "Ani Chaim Vital (אני חיים ויטאל)" que se traduz "Eu sou Chaim Vital. Eis a razão de, por muitos anos, eu usar no dedo anular da mão esquerda, um anel no qual estava gravado Elul e do meu primeiro email ser elul13@hotmail.com e de eu haver sido concebido na noite de 13 de Elul. 


Esta foto foi capturada na tarde de 3 de julho de 2009, o dia que é o 185º no calendário solar, valor esse que possui a gematria de "Ani Chaim Vital." 

Pobres religiosos que olham o corpo, nascido de ventre não casher, mas não veem a alma. Eles desprezam e rejeitam a árvore que o Sagrado plantou no mundo. Pobre dos arrogantes que não se levantam diante das cãs e lhes prestam reverência e com arrogância as queiram aconselhar. 

No dia 11 de Elul (26 de agosto, 27 em Israel) de 2015, eu cheguei no estúdio da Tv Geração Z (extinta) para apresentar o Programa Os Arquivos X, carregando nas mãos um exemplar do Sha'ar ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações) que havia acabado de comprar na Livraria e Editora Sêfer. Ao tomar o metrô para me dirigir à Avenida Paulista na qual o edifício na qual a TVGZ transmitia seu sinal, tomei o carro A472 e depois baldiei e entrei no carro H583. Meu mestre, o Sagrado Leão de Safed (Arizal) me havia conduzido a ir à livraria e comprar o seu livro.



O primeiro valor somado ao A é igual a 473 e que, subtraído de 2015 é igual a 1542, ano no qual nasceu o grande Rabino Chaim Vital. O outro valor, possui o segredo que já revelei em muitos artigos, pois 583 é a gematria de Rav Misha'Ël (רב מישאל) que sou eu. O "H" é a inicial de "Hastér (הסתר)" que significa "oculto, escondido." A mensagem do meu mestre, o Arizal, foi "Em 583 está oculto aquele que nasceu em 1542." Ao chegar no estúdio, meu celular tocou. Era minha mãe avisando que a Santa Casa, na qual meu pai estava internado e sendo cuidado pelo Dr. Eduardo Ferreira, havia pedido para que ela fosse à Santa Casa urgente. Eu disse, "mãe, o pai faleceu..." Eu sepultei meu pai na tarde do dia 27 de agosto (28 em Israel), exatamente em 13 de Eul... 



A permissão do mestre Arizal para que eu compartilhasse estes mistérios, veio na semana passada e eu meditei por uma semana antes de vir aqui escrever e postar.  Eu até a postei no Facebook com os seguintes dizeres:

"Há tanto, sobre as visitas do Santo Leão, o Arizal, e das coisas que ele me contou para escrever e revelar, que acho que vou escrever por todo o restante da minha transição nesta encarnação." 

Era para ter postado ontem, dia 29 de Sivan, dia no qual, em 1534, o Arizal nasceu neste mundo...

Onze meses depois de haver encontrado aquela que estava trazendo a centelha do rúach do Maharal, o despertar me alcançou, exatamente no dia do aniversário dela, 27 de setembro, que é o 270º dia no calendário solar valor este que é o mesmo do termo "Ër (ער)" que significa "Desperto."

Os arrogantes olham para você e veem os defeitos do teu corpo gerado de um ventre não casher, de acordo com o dogma deles, mas não veem a sua alma, a árvore da vida que D'us plantou no mundo. 

"Nós mesmos colheremos os frutos das árvores que plantamos, mesmo que algumas vidas sejam necessárias. Não há como evitar o destino, a escolha que as centelhas de almas que nos habitam fizeram em outras vidas. Boas ou más, nós vamos ceifar estas escolhas."

Autor
Bën Mähren Qadësh

O Artesão Da Luz