O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Segredos Do Nome De 42 Letras

  

Antes de iniciar este assunto da Sabedoria, gostaria de chamar atenção para a forma como o Nome está escrito acima na imagem e os niqudot que foram usados. Preste atenção.

O 42° Código na Tefilat Rabbi Nechunyá Ben Ha'Kaná, o Nome de 42 Letras (Ana Be'Koach) é o Nome do 42° dos Ethanim - os 42 Patriarcas da Luz que desceram com Ya'akov a Mitzraim (Egito).

Ele se pronuncia Ta'alumot (תַעֲלֻמוֹת) e alude aos mistérios superiores da Árvore das Vidas e tem o poder de abrir todos os segredos ocultos da Torat Nistar (תורת נסתר) - a Torá Escondida, habilidade esta que está codificada na sua gematria pelo método "Avgad reverso" que é 720, o exato valor numérico de Nistar (ניסתר). Estes mistérios elevados são contados pelo Cohen Gadol Ila'áh (Sumo Sacerdote Superior) que é o Anjo Sandalfon. É quem é Sandalfon? Este é um segredo que pertence aos iniciados. 

A gematria 720 é o valor das palavras no passuq "...emór Ël ha'kochanim b'ney Aharon...(אֱמֹר אֶל-הַכֹּהֲנִים בְּנֵי אַהֲרֹן;)" - Vaykrá (Levíticos) 21 versículo 1. Estas palavras são superficialmente traduzidas para "...diga aos Sacerdotes filhos de Aaron...". A partícula "Ël (אֶל)" não precisa estar aqui neste verso, pois, a seguir há o artigo "aos" e, então, perguntamos: Por que ela está no verso? Eis o segredo. 

Ël (אֶל) é o Nome Divino que brilha sobre Chessed (חֶסֶד) - a emanação da compaixão e que é a merkavá (carruagem divina) de Avraham Avinu. Chessed (חֶסֶד) possui gematria igual a 72 e isto muda a compreensão do passuq. Vamos retraduzi-lo: "...emór Ël ha'kochanim b'ney Aharon - conte os 72 (Nomes) aos Sacerdotes filhos de Aaron...". Contar no sentido de revelar a eles. Ta'alumot cria este milagre de revelar, às centelhas de almas do mundo da criação (Biná) e àqueles que por mérito as receberam, os mistérios dos Nomes Divinos através do Sumo Sacerdote Sandalfon. 

Eu gostaria, de todo o coração, de compartilhar mais destes mistérios, o Sagrado o sabe, mas no momento estou temporariamente limitado pela minha deficiência visual e pela falta de um espaço adequado para reunir os estudantes ao redor da Sabedoria. Esta porção vai, certamente elevar muitas almas dando a elas a compreensão deste mistério.

Autor
Bän Mahëran Qadësh
Deepak Sankara Veda
Misha'Ël Ha'Levi​

Compre aqui o livro 'Os 72 Nomes de Deus'

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Jonas & O Advento Da Era Messiânica


Assunto em construção...

Para a grande maioria messianismo se liga sempre aos preceitos dogmáticos de uma religião que prega o surgimento do seu salvador que irá os libertar da opressão de outros povos e lhes satisfazer os desejos do ego. 

Jonas foi enviado à Grande Cidade de Nínivêh para a conduzir à Teshuva, ao invés de obedecer ao comando do Divino, ele tentou fugir. Lançado ao mar, um grande peixe que foi criado no crepúsculo da criação foi enviado para o resgatar, conforme escrito no Pirkê d'Rabbi Eliezer:

"Rabi Tarphon disse: aquele peixe Foi especialmente designado no sexto dia da Criação para engolir Jonas, como se diz, "E Adonai preparou um grande peixe para engolir a Jonas (ibid.)". Ele entrou na boca do peixe, assim como um homem entra na grande sinagoga, e ele estava de pé. Os dois olhos dos peixes eram como janelas de vidro dando luz a Jonas".

A História De Jonas - Pirkê d'Rabbi Eliezer

Dentro do peixe Jonas viu salas como a de um palácio e pelos olhos do peixe contemplou os mistérios no fundo do mar, conforme relatado no Zôhar: 

"Ele viu na barriga do peixe um espaço aberto e as salas de um palácio e os dois olhos do peixe brilhando como o sol ao meio-dia. Dentro dele havia uma pedra preciosa que iluminava tudo ao redor e fez visíveis as maravilhas do fundo do mar". 

A História De Jonas - Pirkê d'Rabbi Eliezer


No ventre do peixe havia uma pérola suspensa que falou com Jonas. Está pedra preciosa era o Sipra Raziel Ha'Malach (O Livro Do Anjo Raziel) que havia sido dado a Adão no Jardim do Éden, conforme escrito no Sêfer ha'Razim (Livro dos Mistérios):

"Este livro de mistérios que foi dado a Noé filho Lamech, filho de Matusalém, filho de Enoch, filho de Jared, filho de idade Mahalalel, filho Kenan, filho de Enos, filho de Seth, filho de Adão, pela boca do Anjo Raziel que o escreveu em sua vinda antes de entrar na Arca. E foi escrito em pedra safira de luz... (זה ספר מספרי הרזים שנתן לנוח בן למך בן מתושלח בן חנוך בן ירד בן מהללאל בן קינן בן אנוש בן שת בן אדם, מפי רזיאל המלאן בשנת ביאתו לתבה לפני כניסתו. ויכתבהו באבן ספיר באר)".

Sêfer Ha'Razim - Introdução

E o peixe lhe revelou que era o dia dele (do peixe) ser devorado pelo Leviathan, o Guardião da Atlântida. Jonas pediu ao peixe que o levasse às profundezas do mar para que ele falasse com o Leviathan, lá, Jonas disse ao Leviathan que voltaria no futuro, na era messiânica e o pescaria e serviria sua carne num banquete aos justos, conforme escrito no Pirkê d'Rabbi Eliezer:

"E Jonas respondeu: "- Coloque-me ao lado dele, e eu livrarei você e eu de sua boca". O peixe o levou ao lado do Leviatã e Jonas disse ao Leviatã: Em tua consideração desci para ver a tua morada no mar, pois, além disso, no futuro descerei novamente e colocarei uma corda na tua língua, e eu te trarei e te prepararei para a grande festa dos justos".

O Leviathan (representado por uma Lula gigante) atacando o Nautilus - o submarino-peixe - do Capitão Nemo.

O mar é a Sabedoria (Chochmá) e o peixe é o oculto da Sabedoria Divina, porque o peixe é a letra Nun aramaica (נ) que é a inicial de "Nistar (נסתר)" que é o Zôhar (זהר) - O Livro Selado. O Leviathan é o Anjo Metatron, o Escriba Divino que detém todos os mistérios da Sabedoria e o peixe é a sua Merkavá (Carruagem Divina). Jonas é o advento da Era Messiânica quando toda a tecnologia, a carne do Leviathan, seria revelada. 

Sobre o Leviathan escreveu Yóv (Jó): "Um ao outro estão unidos, atados, e nada os poderá separar (אִישׁ-בְּאָחִיהוּ יְדֻבָּקוּ; יִתְלַכְּדוּ, וְלֹא יִתְפָּרָדוּ)" - Jó 41:9 Dentro deste verso o Divino escreveu meu próprio nome a cada três saltos eqüidistantes a partir da letra Pê (פ) de 'yitparadú (יִתְפָּרָדוּ)" aludindo que a minha alma está atada à faísca (centelha) do Escriba Divino (Metatron) e nada a poderá separar e é por está razão que meu número de CPF é 091.314. A dezena 91 e o valor numérico de Malach (מלאך) que é Anjo e 314 é a exata numerologia de Metatron (מטטרון). Este é parte do segredo que o Profeta Elias me revelou na madrugada de ontem e a razão do meu interesse pela Atlântida desde minha tenra idade e meus recorrentes sonhos com ela. A numerologia de Eliahu (אליהו) é 52 e a de Yonáh (יונה) é 71 e que somadas resultam em 123 que e a numerologia do meu nome. Eu estava destinado a revelar este mistério.

Em 2014 eu fui procurado por uma jovem residente em Amsterdã desejosa em se conectar com a Sabedoria do Zôhar. Em junho de 2016 ela pediu para me visitar aqui no Brasil e eu a aceitei para uma visita na qual ela recebeu muita luz. O nome desta jovem? Nínive!

"E veio a palavra de Adonai a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive..."


Jonas 1:1,2

D'us moveu o coração dá jovem Nínive e a motivou a viajar de Amsterdã para o Brasil e me visitar em Suzano para que a centelha de Jonas despertasse. E ela despertou!

Em fevereiro de 2017 sonhei que me perguntavam nos céus "Eifo ha'Navi ben Amittai (אֵיפֹה הַנָּבִיא בֶן-אֲמִתַּי) - Onde está o Profeta, o filho de Amittai?". Em 5 de abril em passei pelo Portão de Jaffa (שער יפו) para entrar na Cidade Velha, o mesmo pelo qual passou Jonas, conforme está escrito "E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis..." - Jonas 1:3.


Eu ao lado da Porta de Jaffa

O Sonho

 


Autor
Bän Mahëran Qadësh
"Deepak Sankara Veda​"

quarta-feira, 26 de julho de 2017

ISHIM: OS HUMANOS ANGÉLICOS


"A vós, ishim, clamo; e a minha voz se dirige aos b'ney Adam (אֲלֵיכֶם אִישִׁים אֶקְרָא; וְקוֹלִי, אֶל-בְּנֵי אָדָם.)"

Mishley (Provérbios) 8:4. 

O conhecimento dos segredos da língua hebraica que é o idioma dos seres dos céus muda a compreensão imperfeita sobre os escritos sagrados. A tradução está assim: "A vós, ó homens, clamo; e a minha voz se dirige aos filhos dos homens (Provérbios 8:4)". Ishim que foi traduzidos para homens, são, na verdade, "homens-anjos" ou seja, metade divinos, metade humanos, e o Zôhar diz que os Ishim são feitos de fogo e neve e que são totalmente diferentes dos "b'ney Adam" que se refere à humanidade como um todo.

Star Kids
Os Filhos Das Estrelas

Um Star Kid pode ser definido como uma criança com atribuições humanas e extraterrestres (Angélicas) em sua origem. Star Kids são predominantemente humanos, mas não inteiramente. Eles são humanos, mas diferentes. Com certeza, eles têm dois pais biológicos humanos e nascem aqui na Terra através do parto regular. Eles, em sua maioria se parecem com outras crianças. Eles vêm em todas as etnias e nacionalidades e com antecedentes familiares. Eles são cidadãos da Terra.

Como eles são gerados na terra? 1) Através de um Visitante Estelar durante um encontro que um ou ambos os pais da futura crianças das estrelas teve com os visitantes da estrelares. 2) Durante um encontro com os Visitantes das Estrelas quando os Visitantes trabalharam em um filho já nascido usando sua tecnologia biomédica avançada, que é capaz de alterar um filho já nascido ou adulto para se tornar mais robusto, psíquico, super inteligente, etc. 3) De uma situação "Walk-In", na qual uma criança humana que, em algum lugar da infância, começou a morrer por um acidente ou uma doença grave, mas o espírito / alma / personalidade humana da criança foi simultaneamente substituído por um espírito / alma / personalidade, que entrou e continuou, e completa a sua vida. 4) Durante a vida de uma pessoa humana no ponto em que uma personalidade / consciência do Visitante estrelar vem e compartilha espaço dentro do ser humano com sua própria consciência / personalidade como uma consciência dupla ou alternada.

Todos estes casos estão dentro do princípio de reencarnação por yibur e são apoiados tanto pelo Zôhar Sagrado como pelo Sha'ar Ha'Guilgulim (Portão das Reencarnações).

No que parece ser a forma mais prevalente que nasce Star Kids, da encarnação "missionária" deliberadamente escolhida de um Visitante das Estrelas em um corpo humano para realizar um trabalho importante na Terra em algum momento da nossa história, trazendo consciência útil e habilidades avançadas, e princípios elevados, valores e ideais para compartilhar e os espalhar aqui na terra.



Zoraei Kochavim 
O Semeador Estelar
הזורעי הכוכבי

Quanto mais estudo e decodifico as Escrituras Hebraicas Sagradas, quanto mais investigo os livros antigos em aramaico, mais evidências encontro e, para mim, mais claro fica a "Intervenção Alienígena" em nosso universo e não apenas em nosso mundo, o Planeta Terra, o Éden terrestre. 

Malachim 
מַלְאָכִים

Eles são feitos de sete pacotes de energia, fagulhas da luz divina, como está escrito na Torá Bereshit capítulo 1 versículo 3: "E disse Elohim: Haja Luz, e houve luz (וַיֹּאמֶר אֱלֹהִים, יְהִי אוֹר; וַיְהִי-אוֹר.)". 

O zôhar informa que os malachim pode se transformar em tudo o que desejarem, pois são feito de luz. Podem ser desde um átomo até uma partícula específica, uma molécula e qualquer ser que desejarem, mas que eles não poderiam se manifestar aqui em sua forma original devido às suas belezas magnificentes. Há uma hierarquia malachí (angélica). O Zôhar nos informa, em Parashat Bô, sobre esta hierarquia: "Malachim (Anjos), Er'elim, Seraphim, Chayot (criaturas vivas), Ofanim (rodas), Chashmalim (energia/eletricidade), Elim, Elohim, B'ney Elohim e Ishim (pessoas)". Os ishim são os mais próximos da humanidade. 

Ishim 
אִישִׁים
Hibridos

O Zôhar revela que, os Ishim são feitos de fogo e neve e nós compreendemos que seus espíritos são inseminados por um "semeador estelar (זרֵעַי כוכבי)" que implanta suas sementes no ventre quando a concepção ocorre, anexando uma faísca dos ishim à nefesh recém adquirida pelo feto em formação e é isto que o Zôhar afirma:

"O segredo de todos os segredos é revelado para aqueles que são sábios em seus corações. Existem três níveis que estão unidos um ao outro e são Nefesh, Ruach e Neshamah. A Nefesh é a força a partir da qual o corpo é construído. Quando um homem é despertado neste mundo para se unir sexualmente com sua esposa, todas as partes do corpo concordam com isso e estão dispostas a receber prazer. Então, a Nefesh e o desejo da pessoa se dedicam voluntariamente nesse ato. A Nefesh desce do coração e entra no esperma que surge".

Zôhar Lech Lechá

Dependendo do mérito do casal e da missão que a criança terá neste mundo, um semeador estelar vem e implanta seu adn no adn do feto recém gerado:

"Da combinação desse desejo e Nefesh, outro poder é extraído dos níveis dos anjos, que são chamados Ishim (pessoas). Todos entram à medida que o esperma flui, e o corpo é então construído e construído deles".

Zôhar Lech Lechá

E quando isto acontece o que diz a escritura sobre ele, esta criança-anjo quando morre? "E o espírito retorne aos Elohim que o deram (וְהָרוּחַ תָּשׁוּב, אֶל-הָאֱלֹהִים אֲשֶׁר נְתָנָהּ.)" - Qohelet 12:7.

Os ishim não são homens apenas! São metade anjos e metade humanos, como foi o caso de Moshê (Moisés) nosso mestre sobre o qual eu já havia escrito e publicado, e o que diz a Torá Shemot sobre a concepção de Moisés? 

"E foi um homem da casa de Levi e tomou uma filha de Levi. E concebeu a mulher e deu à luz um filho e viu que ele era bom e o escondeu por três meses (וַיֵּלֶךְ אִישׁ, מִבֵּית לֵוִי; וַיִּקַּח, אֶת-בַּת-לֵוִי. ב וַתַּהַר הָאִשָּׁה, וַתֵּלֶד בֵּן; וַתֵּרֶא אֹתוֹ כִּי-טוֹב הוּא, וַתִּצְפְּנֵהוּ שְׁלֹשָׁה יְרָחִים)".

Shemot 2: 1 & 2 

Ao declarar a concepção de Moisés, a Torá diz literalmente "E foi um Ish (וַיֵּלֶךְ אִישׁ) da casa de Levi...". Ora, um Ish e não um homem, ele um hibrido humano angélico e é por esta razão que a Torá omite o nome do pai de Moisés quando declara sua concepção, pois ele foi concebido, semeado, por um semeador das estrelas e isto é apoiado pelo Zôhar: 

"E foi um homem (ish) da casa de Levi (Êxodo 2:1), esse "ish" é o anjo Gabriel, como está escrito "quando o homem Gabriel que eu tinha presenciado na minha visão... (וְהָאִישׁ גַּבְרִיאֵל אֲשֶׁר רָאִיתִי בֶחָזוֹן)"

Daniel 9:21. 

O verso de Daniel diz "ve'ha'ish Gavriel (וְהָאִישׁ גַּבְרִיאֵל) - E o ish Gavriel..." deixando claro que ish não se trata apenas de um homem, mas de um "homem anjo" um "alien humano" uma star kid ou, como gostam de chamar os ufologistas um "hibrido".

Kayin: 
O Primeiro Humano Angélico

O filho de Chava (Eva) foi o primeiro humano angélico, e por isto está escrito o que sua mãe declarou sobre ele quando nasceu: 

"Vatomér: Kanití ish et Adonai (וַתֹּאמֶר, קָנִיתִי אִישׁ אֶת-יְהוָה.) - E ela disse: alcancei um Ish do Altíssimo". 

Gênesis 4:1 

O Zôhar e o Pirkê D'Rabbi Eliezer afirmam que, ela disse isto sobre Kayin pois sabia que o pai dele era um anjo, o Cheruv Samael.

Noé
O Homem Anjo

"O nascimento de Noé é relatado no apócrifo de Enoque e relata a estória de uma estranha criança. Conta a história que Matusalém escolheu uma esposa para o seu filho Lameque e esta ficou grávida de um filho. Quando este nasceu repararam que era um bebê muito diferente dos outros e o seu pai teve medo. Ao ter medo, dirigiu-se a Matusalém para lhe contar o sucedido e disse-lhe: "Eu tive um filho estranho, diferente de qualquer homem, e a sua aparência é como a dos filhos de Deus do céu; e a sua natureza é diferente e não é como um de nós".

Enoque 106:7



A Torá Bereshit diz: "Estas são as gerações de Noé: Noé "homem" justo... (אֵלֶּה, תּוֹלְדֹת נֹחַ--נֹחַ אִישׁ צַדִּיק תָּמִים הָיָה, בְּדֹרֹתָיו)"

Gênesis 6:9. 

No hebraico podemos notar que se diz "Noach ish tzadiq (Noé era um Ish justo)" ou seja, um "humano angélico" justo, circuncidado de acordo com o preceito da Torá. 

Moisés
O Humano Divino

Sobre Moshê já escrevemos e revelamos com detalhes, mas vale repetir sobre o que ele se escreveu na Torá Devarim: 

"Esta é a benção com a qual abençoou Moisés "ish ha'Elohim" aos filhos de Israel (וְזֹאת הַבְּרָכָה, אֲשֶׁר בֵּרַךְ מֹשֶׁה אִישׁ הָאֱלֹהִים--אֶת-בְּנֵי יִשְׂרָאֵל:)"

Deuteronômio 33:1

Moisés foi, apesar de ser casado e pai, chamado de Ish e não de Adão (humano). Muitos dos antigos mestres da Torá concordam com isto e alguns dos cabalistas modernos também. E agora, o mais forte de todos os ishim.


Aqui, neste Código que descobri investigando a questão dos Ishim, encontrei uma forte evidência sobre o mérito em si. Na matriz "Ishim" é cruzado por "Moshê Ish Ha'Elohim" evidenciando que Moisés era mesmo um "humano angélico", pois como é possível que Ishim seja cruzado justamente por Moshê Ish Ha'Elohim? E há mais...

Continuando minha investigação, cunhei o termo "Ish Malachí (איש מלאכי) " cujo significado é "Homem Angélico". A pesquisa resultou em três únicos resultados e em um deles Ish Malachi está cruzando por Números capítulo 13 versículo 3: "E enviou-os Moisés do deserto de Paran, segundo a ordem de Adonai; todos aqueles homens eram líderes dos filhos de Israel (וַיִּשְׁלַח אֹתָם מֹשֶׁה מִמִּדְבַּר פָּארָן, עַל-פִּי יְהוָה: כֻּלָּם אֲנָשִׁים, רָאשֵׁי בְנֵי-יִשְׂרָאֵל הֵמָּה.)".

Que tipo de homens eram estes que foram enviados? Eles eram Ishim - Humanos Angélicos - e a evidência está dentro do próprio versículo e quando meus olhos a encontraram minha alma ficou impactada.

וַיִּשְׁלַח אֹתָם מֹשֶׁה מִמִּדְבַּר פָּארָן, עַל-פִּי יְהוָה: כֻּלָּם אֲנָשִׁים, רָאשֵׁי בְנֵי-יִשְׂרָאֵל הֵמָּה.

Na parde do versículo onde se lê "...kulam anashim roshei b'ney Israel (כֻּלָּם אֲנָשִׁים, רָאשֵׁי בְנֵי-יִשְׂרָאֵל)..." está codificado a cada quatro saltos equidistantes o termo "Ishim" indicando que todos aqueles que foram enviados eram "híbridos" e ainda, todos estes ishim que foram enviados era "Rabbis (Rabinos)" instruídos e conhecedores da Sabedoria Escondida da Torá, pois, as letras iniciais de "roshei b'ney Israel (רָאשֵׁי בְנֵי-יִשְׂרָאֵל)" forma o acrônimo "Rabbi (רָבְיִ)".

Samsão
O filho dos Anjos 

"E havia um homem de Zorá, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos. E o anjo do Senhor apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho (וַיְהִי אִישׁ אֶחָד מִצָּרְעָה מִמִּשְׁפַּחַת הַדָּנִי, וּשְׁמוֹ מָנוֹחַ; וְאִשְׁתּוֹ עֲקָרָה, וְלֹא יָלָדָה. ג וַיֵּרָא מַלְאַךְ-יְהוָה, אֶל-הָאִשָּׁה; וַיֹּאמֶר אֵלֶיהָ, הִנֵּה-נָא אַתְּ-עֲקָרָה וְלֹא יָלַדְתְּ, וְהָרִית, וְיָלַדְתְּ בֵּן.)".

Shofetim 13:2,3

Manoách (Manoá), o pai de Samsão é chamado "Ish", como lemos no hebraico "Va'yehí ish... (e havia um ish...)". A mulher de Manoach disse a ele: 

"Então a mulher entrou, e falou a seu marido, dizendo: Um homem de Deus veio a mim, cuja aparência era semelhante a de um anjo de Deus, terribilíssima; e não lhe perguntei donde era, nem ele me disse o seu nome"

Juízes 13:6)

Quando ela informa a seu esposo sobre o que lhe havia acontecido, ela usa para descrever o homem que havia visto a expressão "Ish ha'Elohim bá elai (אִישׁ הָאֱלֹהִים בָּא אֵלַי,) - um Ish dos Elohim veio a mim... (verso 6). Monach quis ver este "ish ha'Elohim" e D'us lhe permitiu e, quando o anjo voltou aos céus, a escritura hebraica descreve da seguinte maneira: 

"E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o anjo do Senhor subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos"

 וַיְהִי בַעֲלוֹת הַלַּהַב מֵעַל הַמִּזְבֵּחַ, הַשָּׁמַיְמָה, וַיַּעַל מַלְאַךְ-יְהוָה, בְּלַהַב הַמִּזְבֵּחַ; וּמָנוֹחַ וְאִשְׁתּוֹ רֹאִים, וַיִּפְּלוּ עַל-פְּנֵיהֶם אָרְצָה 

Juízes 13:20 

Quando o verso diz "va'ya'al malach Adonai be'lahav ha'mazbach ve'Manoach ve'ishatô roim va'yf'lu al faneichem aretzáh" esconde dentro do verso a partir do "ayin (עַ)" de "va'ya'al (וַיַּעַל)" criptografado a cada dez saltos equidistantes o acrônimo hebraico para "UFO (עב'מ)" a abreviação de "Etzem Balti Mezoha'a (עצם בלתי מזוהה)" e aqui descobrimos que, nem sempre ufos são redondos e de material interplanetário ou extradimensional, mas se parecem com apenas uma chama de fogo na forma do "fio de uma espada" e digo isto pois é usado para chama de fogo o termo "lahav (לַּהַב)", ou seja, um filamento de energia. 

E o que se diz sobre Samsão? "Desceu, pois, Sansão com seu pai e com sua mãe a Timnate; e, chegando às vinhas de Timnate eis que um filho de leão, rugindo, lhe saiu ao encontro. Então o Espírito do Senhor se apossou dele tão poderosamente que despedaçou o leão, como quem despedaça um cabrito, sem ter nada na sua mão; porém nem a seu pai nem a sua mãe deu a saber o que tinha feito (Juízes 14:5,6)". Ao procurar pelo termo hebraico para Alienígenas codificado nas Escrituras Hebraicas, um deles que surpreendeu, pois surgiu codificado no trecho que narra o encontro do Manoach com o Anjo de Adonai.

Elias O Profeta
O Humano Angélico

Elias, assim como Enoque, foi transformando em um Anjo, o Anjo Sandalfon, mas antes de sua transformação ele já era um "Ishim - humano angélico", conforme lemos em Melachim Alef (Iº Reis) capítulo 17 versículo 18: "Então ela disse a Elias: Que tenho eu contigo, homem de Deus? vieste tu a mim para trazeres à memória a minha iniqüidade, e matares a meu filho (וַתֹּאמֶר, אֶל-אֵלִיָּהוּ, מַה-לִּי וָלָךְ, אִישׁ הָאֱלֹהִים: בָּאתָ אֵלַי לְהַזְכִּיר אֶת-עֲו‍ֹנִי, וּלְהָמִית אֶת-בְּנִי.)?"

Ao se dirigir a Elias a mulher o chama de "ish ha'Elohim (אִישׁ הָאֱלֹהִים) - homem dos Elohim" deixando claro que Elias é "humano-angélico".


No código acima, o termo central é "Starman (Homem das Estrelas)" e o cruzando temos "Ish Ha'Elohim" no verso que fala do Profeta Elias, em 2º Reis 4 versículo 25.

Crianças Índigo

"Crianças índigo é o termo utilizado para descrever crianças que a pseudociência chamada parapsicologia acredita serem especiais. Os defensores desta crença afirmam que os "Índigos" constituem uma nova geração de crianças com habilidades especiais, e que têm por objetivo a implantação de uma "Nova Era" na Humanidade. Estas crianças são geralmente classificadas como possuidoras de habilidades sociais mais refinadas, maior sensibilidade, desenvolvimento profundo de questões ético-morais e portariam personalidades peculiares que possibilitariam facilmente sua identificação relativamente a outras crianças".


Fonte: Wikipédia

Iniciei minha investigação pela transliteração do termo "Índigo" para o hebraico (אינדיגו), lembrando que transliteração é um outro sistema diferente de tradução. Transliteração vem de Transliterar que é um verbo & transitivo direto e indica escrever com um determinado sistema sistema de caracteres  eleito pelo criptólogo algo escrito foi escrito com outro sistema. Transliterar é, então, copiar uma palavra escrita em um determinado idioma e transcrevê-la usando os caracteres correspondentes em outro idioma.


Bem, após realizada a transliteração de "Índigo" para o hebraico (אינדיגו)" procedi em calcular sua gematria e encontrei o valor 84. Imediatamente minha consciência espiritual (neshamá) projetou em minha mente o passuq (versículo) da Torá Bereshit (Gênesis) capítulo 4: "E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem (וְהָאָדָם, יָדַע אֶת-חַוָּה אִשְׁתּוֹ; וַתַּהַר, וַתֵּלֶד אֶת-קַיִן, וַתֹּאמֶר, קָנִיתִי אִישׁ אֶת-יְהוָה.)".

O versículo diz "Ve'ha'Adam Yada (וְהָאָדָם, יָדַע)... E Adão conheceu...". O termo "Yada (יָדַע)" significa duas coisas neste verso, sendo o primeiro que "ele soube que ela estava grávida da nachash e que ela havia concebido dela, e a segunda é que, sabendo este segredo Adão também a possuiu e fez com que ela concebesse dele também, pois "Yada" também significa que "ele a penetrou com conhecimento". O valor numérico de "Yada (יָדַע)" é igual 84.

Qual foi o resultando da relação sexual da Eva com a Nachash (Serpente)? Foi a concepção de o nascimento de Kayin sobre a qual já mencionei acima acerca da declaração dela "E ela disse: "Alcancei um "Ish" do Altíssimo (וַתֹּאמֶר, קָנִיתִי אִישׁ אֶת-יְהוָה)" indicando que Kayin era angélico-humano.

O que há de especial com os Índigo? Eles são inseminação de semeadores estelares e por isso o valor 84 aparece como resultado da gematria de Índigo (אינדיגו)". Eles são Ishim e como evidência, apresento um código para provar minha desconfiança.


A palavra chave "Índigo" é cruzado pelo verso 9 dos Salmos 52 e sua quebra criptográfica diz "Eis aqui o Guevér dos Ishim Elohim (הִנֵּה הַגֶּבֶר-- לֹא יָשִׂים אֱלֹהִים)...". Devo recordar que para o humano são usados, no hebraico, os termos "ben adam" e "anosh", enquanto para os "humanos-agélicos" são usados "guevér (גֶּבֶר)" e "ish (אִישׁ)" mas, mesmo os b'ney adam e anashim podem conter faíscas dos seres dos céus.



Por que eu penetrei este segredo divino? Por que fui eu a o revelar nesta época na qual os segredos da Sabedoria estão sendo abertos? Porque eu sou "Ish - humano-angélico" como já o havia revelado no artigo sobre a minha "conexão" com Metratron e para evidenciar que isto é verdade, publico aqui os códigos que o evidenciam.


No código acima, a palavra chave em vermelho é "Metatron" e abaixo dela, soletrado dentro de Jó capítulo 41 versículo 9 está o meu nome civil que é "Paulo" em verde e o que diz o versículo é poderosamente intrigante e acima de qualquer acaso. Ele diz: "Eles estão unidos um ao outro, em aderência, e nada pode os serparar (אִישׁ-בְּאָחִיהוּ יְדֻבָּקוּ; יִתְלַכְּדוּ, וְלֹא יִתְפָּרָדוּ.)". No início do verso vemos "Ish (אִישׁ)" e esta evidência na minha vida é reforçada pelo meu número de CPF que é 091.314. Noventa e um é a gematria de "Malach (Anjo)" e 314 que é gematria de "Metatron". A parte angélica anexada à minha humanidade "(nefésh)" é uma faísca de Metatron e por isso eu posso revelar estes mistérios.


"A vós, ó ishim, clamo; e a minha voz se dirige aos humanos (אֲלֵיכֶם אִישִׁים אֶקְרָא; וְקוֹלִי, אֶל-בְּנֵי אָדָם.)" 

Provérbios 8:4 

AUTOR
Bän Mahëran Qadësh
Deepak Sankara Veda
"EU QUERO ACREDITAR"
 em processo de criação


segunda-feira, 24 de julho de 2017

Haran: O Conhecimento Proibido


"... e veio até Haran e habitou lá (וַיָּבֹאוּ עַד-חָרָן, וַיֵּשְׁבוּ שָׁם)" - Torá Bereshit (Gênesis) 11 versículo 31. Somente a criptologia pode nos fornecer resposta e somente ela pode nos permitir entrar nos domínios do que foi escondido pelo Divino nas Kituvei ha'Qodeshim como, também, no Código Genético (Gan Éden) da humanidade. 

Talvez você tenha lido em qualquer tradução e se limitado por ela que é uma distração da verdade e talvez tenha lido mas, por falta de conhecimento e de ferramentas adequadas, não tenha descoberto a verdade. Vamos começar pelo nosso Código Genético. Nos diz o Sipra ha'Zôhar ha'Qadosh (O Livro Selado): 

"- A Essência da Sabedoria Suprema é composta de Terra e de Céus, do Divino e do Humano, do material e do imaterial, assim como o homem (Adão) é composto de corpo e alma. A humanidade é a síntese de todos os Nomes Sagrados. No homem (Adão) estão contidos todos os mundos, tanto o Superior quanto o Inferior. O homem contém todos os mistérios, mesmo aqueles que existiram antes da Criação do mundo". 

- do Zôhar "Revelações sobre Adão" - há 2000 anos. 

"E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden, do lado oriental; e pôs ali o homem que tinha formado (וַיִּטַּע יְהוָה אֱלֹהִים, גַּן-בְּעֵדֶן--מִקֶּדֶם; וַיָּשֶׂם שָׁם, אֶת-הָאָדָם אֲשֶׁר יָצָר.)" 

- Torá Bereshit (Gênesis) 2:8 

Há camadas e camadas de códigos secretos aqui, setenta camadas de códigos em cada setenta e, a tradução é apenas confusão e perplexidade. Vamos ler novamente? "Vaytá Yud Hê Vav Hê Elohim gen b'adn mi144 ishemô sham alef-tav ha'adam asher yatzar (וַיִּטַּע יְהוָה אֱלֹהִים, גַּן-בְּעֵדֶן--מִקֶּדֶם; וַיָּשֶׂם שָׁם, אֶת-הָאָדָם אֲשֶׁר יָצָר.) - E plantou o Yud Hê Vav Hê Elohim um gene no adn de Qédem e seu Nome lá naquele lugar, no código genético de Adão que havia formado". 


Talvez agora você compreenda o que sempre digo: Que a Torá contem todo o Código Genético da humanidade. O termo de onde se traduziu "Jardim" é "Gan (גַּן)" e contem as mesmas letras de "Gen (גֶּן)" e no Milot (Dicionário hebraico), nós encontramos: "Gen (גֶּן):- O material genético composto por ADN e proteína encontrado no cromossoma humano". 

Voltando ao passuq (versículo), eles nos informa criptograficamente que, no ADN de Adão o Sagrado havia colocado um gene especial que é formando por quatro letras e que é o seu próprio Nome Santo, só que anteriormente o Código de Adão era "Ayin Dalet Nun (עֵדֶן)" que se traduziou para "ÉDEN", mas, depois da queda ele se tornou "ADN-Y (אֲדֹנָ-י)" que é o Nome ADONA-I que ilumina sobre o nosso mundo, que é malchut, para dentro de onde a humanidade caiu. O verso ainda é mais específico, pois nos informa que este Gene especial foi colocado no ADN "M-144 (מִקֶּדֶם)" ou seja, no "Haplogrupo M-144". Na genética mitocondrial humana , o haplogrupo M é um haplogrupo de DNA mitocondrial humano (mtDNA). Um enorme haplogrupo que abrange todos os continentes, o macro-haplogrupo M, como o seu macro-haplogrupo N, é descendente do haplogrupo L3 . Todos os haplogrupos mtDNA considerados nativos fora da África são descendentes do haplogrupo M ou do seu haplogrupo N irmão . Todos os haplogrupos mtDNA considerados nativos fora da África são descendentes do haplogrupo M ou do seu haplogrupo N irmão.


A humanidade passou a caminhar ereta, ganhando 26 ossos nos pés e 26 na coluna. O valor 26 é a gematria do Nome Santo (יְהוָה). 


O verso ainda informa que, este gêne é o 86, pois está codificado "Vaytá Yud Hê Vav Hê (26) Elohim (86) gene no ADN "M-144...". Quer saber o que é o 86? Leia abaixo: 

"O gene KRT86 fornece instruções para a produção de proteína katatin k86 de cabelo do tipo II (K86). Esta proteína pertence a um grupo de proteínas conhecidas como queratinas, que são proteínas fibrosas resistentes que formam a estrutura estrutural das células que compõem o cabelo, a pele e as unhas. Cada proteína de queratina se associa com outra proteína de queratina para formar moléculas chamadas de filamentos intermediários. Esses filamentos se reúnem em redes fortes que proporcionam força e resiliência aos tecidos e protegem-os de serem danificados pelos estresses físicos diários. A proteína K86 é encontrada em células que compõem o compartimento interno do eixo do cabelo conhecido como córtex, e esta proteína ajuda a dar ao cabelo a sua força e elasticidade". 

Queratina? O Zôhar diz que o corpo de Adão era protegido por uma pele transparente da qual em nós restou apenas as unhas que são queratina. Em toda a criação a queratina é encontrada. Ela existe nas escamas dos peixes, nos chifres dos mamíferos, nas penas e bicos das aves e no humano. E o que diz a Torá sobre isto? "e descerá ele no peixe do mar, na ave dos céus e em todo o animal e em toda a terra (וְיִרְדּוּ בִדְגַת הַיָּם וּבְעוֹף הַשָּׁמַיִם, וּבַבְּהֵמָה וּבְכָל-הָאָרֶץ)..." Torá Bereshit 1:26. 


E para encerrar, vamos para Haran: - No arábico Haran significa "Conhecimento Proibido" ganhando no arábico a grafia "Haram" e algumas outras variantes como "Hérem" no hebraico significando "um homem a quem foi imposto Herem e proibido o contato com ele por ele ser um "herege (os ortodoxos judeus o impunham aos cabalistas para que a população não tivesse contato com sua "heresia") e também "Harêm - um lugar com muitas mulher belas as quais somente o rei poderia contemplar" e considerando que a mulher alude à sabedoria e sua beleza oculta alude aos segredos escondidos da sabedoria", este foi o caso de Hadassah, na Pérsia, a quem seu marido Mordechai chamou "Esther" que significa "Escondido/secreto (Seter)". O verso citado no inicio deste artigo diz, na verdade, por temurá (permutação qabalista) "e veio ao conhecimento de Haran e estudou o Nome (וַיָּבֹאוּ עַד-חָרָן, וַיֵּשְׁבוּ שָׁם)". A palavra "ëd (עַד)" que é "até" se torna "de'á (דעַ)" e significa "conhecimento". Haran (חָרָן)" contém as letras de "chachmatá rabanim nistarim (חוכמתא רבנים נסתרים)" que significa "Sabedoria escondida dos mestres da Torá". Já "e habitou" vem do mesmo radical de "academia de estudos" e sabemos pelos Zôhar que, em Haran estava a Academia de Shem (Malki-tzedek), filho de Noé, e não é isto que diz o verso "va'yeshev shem (וַיֵּשְׁבוּ שָׁם) - e estudou com Shem". 

Bän Mahëran Qedësh 
"Deepak Sankara Veda"
Especialista em Criptologia Hebraica.

sábado, 22 de julho de 2017

O Reino De Shambalá & O Jardim Do Éden


Nas tradições budistas hindus e tibetanas , Shambhala ( sânscrito : शम्भलः Śambhalah , também escrito com a grafia Shambala ou Shamballa ou "Shambhallah", tibetano : བདེ་ འབྱུང , Wylie : bde 'byung ; Chinês : 香巴拉 ; pinyin : xiāngbālā ) é um reino mítico . É mencionado em vários textos antigos, incluindo o Kalacakra Tantra e os antigos textos Zhangzhung do Tibete ocidental. Shamabalá é dito ser um reino que se encontra no interior do nosso planeta e que é governado por Maitréya, o futuro Buda, a iluminação final e completa da humanidade. Mas seria isto verdade? E verdadeiramente, o que é Shambalá? 

Os Mundos Subterrâneos

Além dos muitos exemplos de mundos no espaço observados no Talmude, Zôhar e em outros livros sagrados como o Sêfer ha'Yashar - O Livro Dos Justos -, não existe, em outras obras, ainda mais surpreendentemente e abundante referência a uma Terra oca, com os mundos multi-camadas existentes, bem debaixo dos nossos pés. Na verdade, é o caso de “como é acima, assim é abaixo" conforme diz o Zôhar ecoando a cabalística "teoria unificada do conhecimento". Assim como foi dito que existem sete céus, assim também está registrado que existem sete mundos inferiores intra -mundos, um acima do outro, cada um habitado por sua própria espécie. De fato, uma fonte notável e confiável é o clássico cabalista do século 17 Chesed l'Avraham (A bondade de Abraão) pelo rabino Avraham Azulai, que nos diz que existem tantos como 365 diferentes espécies de seres vivos sob a superfície da terra. Também nesta obra é dito existirem seres metade animal humano, como o lendário centauro. Estes mundos são chamados “Sheva Artzot (שבע ארצות) - Sete terras” e alude aos sete mundos abaixo de nós, a Terra Oca (Agartha) e que existem também e todos os outros mundos. 

ARKA

O Zôhar nos diz, por um exemplo, de um encontro surpreendente por Rabi Hiya e Rabino Yossi com um dos moradores de um reino subterrâneo chamado Arka cujos habitantes são chamados Anashei mi'Arka, que são semelhantes ao humano, mas possuem duas cabeças! Os dois sábios aparentemente se depararam com essa pessoa estranha quando ele veio para cima à nossa terra através de uma caverna subterrânea por uma fenda ao lado de uma montanha. Os veneráveis rabinos Hiya e Yossi realmente conversaram com ele, e aprenderam muitos aspectos secretos deste mundo chamado Arka no qual há uma passagem em nosso mundo para lá, um portal extra-dimensional. 

OS MAZIKIM

Os cabalistas acreditam que os mundos subterrâneos também são o domínio dos chamados mazikim, os desordeiros ou demônios, e de uma categoria conhecida como anjos caídos. De acordo com o Zôhar, Adão, o antepassado original da espécie humana, visitou todos os mundos subterrâneos durante sua viagem para fora do Éden e também em todos os outros planetas e sistemas estelares, e deixou descendência em cada um e que são chamados B'ney ha'Adam (בְּנֵי הָאָדָם) - Os Filhos de Adão. Não foi revelado quanto ao que seus parceiros do sexo feminino eram, se humanos ou alienígenas. Além disso, uma referência no Zôhar ainda coloca o Jardim do Éden, no centro desses mundos subterrâneos, sem identificar especificamente o local. Eu acredito que seja o sétimo intra-mundo, uma vez que o Zôhar nos conta que D'us só pode ser encontrado no sete.

A Localização Do Jardim Do Éden

Onde fica o Jardim do Éden terrestre? Está é uma pergunta que muitos já fizeram e muitos ainda a fazem e muitos ainda a farão. O segredo está revelado no Zôhar - o Livro selado de Daniel - e outros livros secretos antigos chamados Seforim Atiqim: Há uma entrada secreta para uma caverna interna dentro da Caverna de Macpelá em Hebron. Dentro desta caverna interna Abraão encontrou dos corpos de um homem e um mulher que não estavam decompostos. O midrash revela que antes do nascimento de Enosh os corpos não se decompunham. Abraão orou a D´us pedindo por uma resposta. Enquanto ainda falava na oração, o corpo do homem se sentou e começou a falar e disse: Eu sou Adão e esta é minha esposa Eva. Adão revelou para Abraão que, a caverna era uma entrada secreta para o Jardim do Éden terrestre que fica dentro de uma outra Terra do interior do nosso planeta. Sim, a uma terra interna (inner earth) dentro da terra e é lá, milhares de quilômetros no interior que fica o Jardim do Éden terrestre. Nele, estão preservados toda flora e fauna que existe e existiu aqui em cima, criaturas e animais de todos os tempos. 

A existência da Terra interior é muito mais do que uma mera declaração teológica feita pelos sábios da Toráh. Houveram numerosos encontros entre os seres da superfície e aqueles que habitam no interior, nas terras abaixo, outros tipos de vida que habitam os reinos no interior, alguns destes encontros estão revelados no Zôhar. Nem todos esses encontros foram benignos. Nossos sábios salientaram que o interior da Terra é na verdade dividido em sete seções que em hebraico são chamados de Sheva Artzot, como já mencionado acima. Estes são enumerados e detalhados no Zôhar (Hashmetut 1, 254a; Hesed L'Avraham 2,4 e Emek HaMelekh, Sha'ar 21). Alguns rabinos modernos querem descrever as Sheva Artzot como sendo as massas de terra aqui na superfície (os sete continentes), e estes que proclamam isto estão conduzindo as pessoas ao erro. Eles não leram o que nossos Sábios ensinaram ou eles leram  e estão mentindo sobre o que nossos Sábios ensinaram. 

Recentemente eu assisti e ouvi a um rabino ortodoxo no Youtube respondendo a uma pergunta sobre os fósseis encontrados sob a superfície da crosta terrestre e que chegou ao absurdo de dizer que, os dinossauros não existiram e que os fósseis foram colocados lá por Deus para nos dar uma noção do tempo da criação.

O Código Shambalá

Tudo o que publico é fruto de investigação e não de achismo. Investigo para produzir evidência se tais conhecimentos e fenômenos são verdadeiros ou falsos e, investigando, descobri um código onde Shambalá (שאמבאלה) surgiu codificada em estreita proximidade com "Gan Éden (Jardim Do Éden) cruzada pelo versículo " E o enviou, pois, Adonai Elohim, para fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado (וַיְשַׁלְּחֵהוּ יְהוָה אֱלֹהִים, מִגַּן-עֵדֶן--לַעֲבֹד, אֶת-הָאֲדָמָה, אֲשֶׁר לֻקַּח, מִשָּׁם.)" - Gênesis 3 versículo 23, e que pode ser visto na matriz do Código abaixo. 


Fica estabelecido e confirmado que Shambalá é o Jardim do Éden e que fica mesmo, como informado pela Sabedoria Veda, no interior do nosso Planeta.

O Rei Da Atlântida

Ainda existe a questão mencionada no Sêfer ha'Yashar de que Enoque foi o rei da Atlântida durante 243 anos e MiQédem (O nome da Atlântida na Torá) englobava todos estes reinos terrenos e intraterrenos. Alguns códigos que descobri evidenciam isto:


Autor
Bän Mahëran Qedësh
Deepak Sankara Veda​


Parte Integrante De
"EU QUERO ACREDITAR"
em processo de criação

sexta-feira, 21 de julho de 2017

A Senda Para O Ninho Do Pássaro


"Rabi Shimon disse a seu filho Rabi Elazar: Elazar, quando o Messias DESPERTAR, tantos outros sinais e milagres serão despertados no mundo. Venha e veja, no Jardim do Éden (עֵדֶן) terrestre, existe um lugar escondido e escondido, que não é conhecido, e é tecido com muitas cores. Existem ocultos lá mil palácios agradáveis e ninguém os pode adentrar, exceto o Messias, que está sempre presente no Jardim do Éden. Acima de todas estes mil palácios edênicos, há um lugar escondido e escondido que é inteiramente desconhecido, chamado Eden (עֵדֶן) e não há ninguém que possa concebê-lo. O Messias está escondido do lado de fora daquele lugar, até que um lugar chamado "ken tzipor (קַן צִפּוֹר) ninho de pássaro" lhe seja revelado. Este lugar é anunciado pelo pássaro (צִפּוֹר), que desperta diariamente no Jardim do Éden". - Zôhar Shemot

Pobre geração iludida pela luz do próprio ego, que se deixou enganar por líderes religiosos e donos de instituições que usam a verdade da sabedoria para se enriquecerem e ocultarem suas próprias transgressões, que vendem a lua e os festivais para os indoutos de coração.

Pobre geração a qual foi estampada aos olhos o andarilho místico, o iluminado esotérico que carrega no próprio alforje aquele livro que dantes fora escondido e que o desprezou. Pobre geração.

Pobre geração que não notou o Pilar de Fogo (עַמּוּדָא דְּאֶשָׁא), a estrela do messias (כּוֹכָב מִיַּעֲקֹב) pairando sobre a cabeça do artrópode estelar coroado pelo sol no primeiro dia do festival das luzes. Pobre geração...


Pobre geração que não percebeu o pássaro de fogo com as suas flamejantes asas abertas sobre a reencarnação do rei (חִזְקִיָּהוּ) que abriu o sifão que represava a fonte celestial do despertar (גִּיחוֹן). Pobre geração, pois destruiu a si mesma com sua arrogância. Pobre geração que se deixou enganar por líderes obscuros. Pobre geração. 

"kevód Elohim hastér davar, u'kevód melachim chakór davar (כְּבֹד אֱלֹהִים, הַסְתֵּר דָּבָר;    וּכְבֹד מְלָכִים, חֲקֹר דָּבָר) - Mishley 25:2 . 

Bän Mahëran Qedësh 
(Deepak Sankara Veda​).

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Polidactilia - Uma Cripto-Evidência Dos Filhos Das Estrelas


"Houve ainda também outra peleja em Gate, onde estava um homem de alta estatura, que tinha em cada mão seis dedos, e em cada pé outros seis, vinte e quatro ao todo, e também este nascera do gigante (וַתְּהִי-עוֹד מִלְחָמָה, בְּגַת; וַיְהִי אִישׁ מדין (מָדוֹן), וְאֶצְבְּעֹת יָדָיו וְאֶצְבְּעֹת רַגְלָיו שֵׁשׁ וָשֵׁשׁ עֶשְׂרִים וְאַרְבַּע מִסְפָּר, וְגַם-הוּא, יֻלַּד לְהָרָפָה)". 

IIº Samuel 21:20

Antes da queda da humanidade e nossa descida a este mundo, Adam possui seis dedos nas mãos e nos pés, ao todo vinte e quatro dedos. Esta polidactilia é uma marca genética da criação da humanidade pelos Elohim (אֱלֹהִים) e, como foi dito em Tehilim capítulo 82 "Eu vos digo: Elohim vós sois, e filhos de Elyion todos vocês (אֲנִי-אָמַרְתִּי, אֱלֹהִים אַתֶּם; וּבְנֵי עֶלְיוֹן כֻּלְּכֶם.)". 

Os Polidáctilos

A anomalia causada pela manifestação de um alelo autossômico dominante com penetrância incompleta, consistindo na alteração quantitativa anormal dos dedos da mão (quirodáctilos) ou dos dedos do pé (pododáctilos). Há uma variação muito grande na expressão dessa característica, desde a presença de um dedo extra, completamente desenvolvido, até a de uma simples profusão carnosa. 

Os Filhos Dos Nefilim 

"Havia naqueles dias os Nefilim estava na terra; e também depois, quando os filhos de Elohim chegaram e tomaram das filhas de Adão e delas geraram filhos; estes eram os Giborim que houve na antiguidade, os homens do Nome (הַנְּפִלִים הָיוּ בָאָרֶץ, בַּיָּמִים הָהֵם, וְגַם אַחֲרֵי-כֵן אֲשֶׁר יָבֹאוּ בְּנֵי הָאֱלֹהִים אֶל-בְּנוֹת הָאָדָם, וְיָלְדוּ לָהֶם: הֵמָּה הַגִּבֹּרִים אֲשֶׁר מֵעוֹלָם, אַנְשֵׁי הַשֵּׁם).

Gênesis 6:4 

Os sábios do Zôhar (O Livro Selado), de abençoada memória, disseram que, quando o Santo, santificado seja Ele, criou a humanidade (Adão) do pó de Adamá (Marte), e o trouxe ao Jardim de Éden lhe comandou que observasse sete ordens. Quando ele pecou comendo da Árvore do Conhecimento, e foi deportado para fora do Jardim de Éden, esses dois anjos celestiais, Uzá e Aza’el, disseram ao Santo, santificado Ele é: “Se tivesse sido nós em terra, como homem, nós teríamos sido virtuosos”. O Santo, santificado seja Ele, então lhes perguntou: “vocês poderiam superar a má inclinação que está no controle na Terra?” Eles disseram: “Nós podemos”. O Santo, santificado seja Ele, imediatamente os derrubou dos céus à terra e a escritura diz: E havia os Nefilim na terra (Gênesis 6:7)”. Assim que eles desceram (aterrizaram) na terra, a má inclinação os prendeu como está escrito: “E eles tomaram para si esposas de todas as quais eles escolheram”. Eles pecaram e foram depostos da santidade deles. 

Ainda sobre Uza e Aza’el o Zôhar nos conta: “Eles eram chamados “Uza e Aza’el” e como nós aprendemos, eles foram assim chamados porque O Santo, bendito seja Ele, os deixou cair da santidade superior. Vestimenta Humana E eles aparecem aos homens na forma de seres humanos. E como se transformam da forma de anjos (Elohim) em seres humanos? Como nós aprendemos, podem se transformar em todos os tipos, e quando vêm para baixo a este mundo, se vestem com as roupagens da terra e se fazem em forma humana”. Assim eles tomaram forma humana e se casaram com as filhas de Adão e procriaram filhos que foram os gigantes que houve na terra (heb. Anakim). 

Pirkê D'Rabbi Eliezer 

"O rabino Joshua disse: Os anjos são fogo ardente, como foi dito: "Seus servos são um fogo flamejante (Salmo 104)", e o fogo veio com a coito de carne e sangue (copulação), mas não queimou o corpo; mas quando caíram do céu, do Lugar santo, sua força e estatura (se tornou) assim dos filhos dos homens, e a sua estrutura era feita de torrões de Poeira, como foi dito "Minha carne está vestida de vermes e Torrões de poeira (Jó 5)". "Rabi Levi disse: Eles deram à luz a seus filhos com as filhas de Kayin filho de Samael e aumentaram e se multiplicaram muitíssimo como um grande réptil, seis filhos em cada parto com seis dedos em cada um das mãos e pés. No mesmo momento em que nasceram eles ficaram de pé, e falavam a língua sagrada (hebraico), e dançavam diante deles (de seus pais) como ovelhas, como foi dito sobre eles: "Eles lançam (dão à luz) a seus jovens como ovelhas, e seus filhos dançavam (Jó 21:11)". 

Os Anunnaki

Uza e Azael são o que foram chamado pelos antigos na língua da Mesopotâmia de Anunnaki, conforme a cripto-evidência que já apresentei anteriormente em vídeo que mostra que eles desceram aqui em uma "Chalalit (Nave espacial) e se casaram com as filhas de Adão, porque, apesar de Kayin ser filho da Nachash (Serpente Edênica), o Zôhar deixa claro que ele era filho de um Cheruv (Querubim) que foi Samael (que tinha doze asas) mas foi tido como filho de Adão. 

Os Elohim 

O Zôhar revela que o Nome Elohim (אֱלֹהִים) é um constructo de "Mi Elêh (מִי אֵלֶּה)" que é uma pergunta: "Quem são estes?". Ainda no Zôhar, nós lemos: "O rabino Simeão por um momento ficou em silêncio e depois disse: "Eliezar, meu filho, qual é o significado de Eleh (estes)? Se você diz que inclui as estrelas, constelações e outros corpos celestes que são visíveis e vistos sempre aos olhos do homem e foi criado por Mah (מַה), como está escrito: " Pela Palavra de Deus os céus foram feitos (Sal. 33: 6) e Eleh (estes) não pode se referir a coisas invisíveis, mas a aqueles que são vistos". Por esta razão, porque eles foram os Elohim, os Anunnaki são representados com asas nos pictogramas assírios e isto, não esta em desacordo com o que publicou Zecharia Sitchin em seu livro "O 12º Planeta" e que apenas careceu de fontes mais profundas vindas do passado codificadas em aramaico. 

Quando Adão se derrubou forçando seu nascimento neste mundo, um de seus anelos se perdeu devido este mundo ser o décimo mundo da Árvore das Vidas e diferente do mundo superior com seis universos. 


Autor
Bën Mahëran Qedësh
"Deepak Sankara Veda​"


Compre aqui o livro 'Os Arquivos X'

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".