O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O Segredo Do Maná



O Segredo do Maná: O Midrash nos ensina que a Torah "pertence à aqueles que comeram o maná". Que alimento misterioso foi esse? Vamos ver o que nós descobrimos através do que nos ensinaram os sábios e com o uso da gematria da raiz da palavra que é "Man (מן)".

O sábio rabino Jacob de Izbitsa escreveu que o maná, Man (מן) é a união harmoniosa entre este mundo e o mundo de superior, dito este poético e enigmático e que alude a um maravilhoso mistério. A gematria do termo "Man (מן) maná" é 90, valor que vai nos ensinar muitos segredos.

A letra Nun (נ) representa o mundo superior da Árvore das Vidas, a Face Curta de D'us (Zeir Anpin) que e chamda Céus (שמים) e a letra Me (מ) representa a Sefirá Malchut (מלכות) que é a Terra, isto porque Malchut se inicia com a letra Mem.

A letra Nun (נ) é  a inicial da palavra Nistar (ניסתר) cujo significado é Oculto e alude aos mistérios ocultos da própria Torah cujas letras são suas vestes. Isso significa que as histórias da Torah não são literais, mas apenas um veículo para os seus mistérios elevados.

Nistar (ניסתר) tem a gematria de 720 que são 10×72. Os céus de Zeir Anpin são formados por 72 mazalot  (constelações) e que aludem a dez vezes o poder dos 72 Nomes Divinos. Isso significa que os hebreus que saíram do Egito estavam instruídos pela Torat Nistar (תורת ניסתר) - à Instrução da Sabedoria Escondida e ela era o seu alimento. Man (מן) são as iniciais de Mi-Torat Nistar  (מ-תורת ניסתר) que pode e deve ser entendido por "A partir da Torah Escondida".

Todo aquele que estuda com verdadeira intenção é com Lév Tahór (Coração Puro), isto é,  livre de intenções enganosas que provém do aspecto da Érev Rav no coração que é o Veículo das Qlipot (cascas impuras que encobrem a luz), atrai para si e se áta à Shechinah  (שכינה) - A Divina Presença - que é representada pela letra hebraica Hê  (ה) que é a quinta do alfabeto místico e que se anexa ao termo Man (מן) formando assim "Maná (מנה) que é o "Pão dos Céus" é este é o segredo do Maná. 

Observação: A expressão "Sam Qadosh  (סם קדוש)" cujo significado é "Especiaria Sagrada" é o segredo da palavra "Mistor (מיסתור)" que se traduz para Mistério  (oculto) obtida através da permutação pelo Atbash (אתבש), um dos métodos de permutação da QABALAH,  das letras hebraicas de Sam Qadosh. Os mistérios da Sabedoria Oculta da Torah são uma Especiaria Sagrada que Eleva a Consciência e que Prolonga a Vida.

sábado, 24 de janeiro de 2015

A Senda Da Iluminação




O Navi Yeremiahu  (Jeremias), disse: "Postai-vos às margens dos Caminhos e perguntai pelas veredas místicas antigas, eis aí o bom Caminho, trilhai-o e encontrareis descanso para vossas almas, mas dizeis "não trilharemos (כֹּה אָמַר יְהוָה עִמְדוּ עַל-דְּרָכִים וּרְאוּ וְשַׁאֲלוּ לִנְתִבוֹת עוֹלָם, אֵי-זֶה דֶרֶךְ הַטּוֹב וּלְכוּ-בָהּ, וּמִצְאוּ מַרְגּוֹעַ, לְנַפְשְׁכֶם; וַיֹּאמְרוּ, לֹא נֵלֵך). - Jeremias  6:16 

BUDA & A QABALAH

Veredas místicas antigas eu traduzi do termo "Linetivot  (לִנְתִבוֹת)" que alude aos 32 Caminhos Escondidos da Sabedoria. Siddartha Gautama nasceu com 32 marcas no Corpo, e por estas marcas foi dito que ele seria um Sábio.

Dentro deste verso de Jeremias encontramos a sentença "Derech ha'Tov (דֶרֶךְ הַטּוֹב)" cuja gematria é 246 (123×2) e que é a mesma de "Le'hair  (להאיר)" cujo significado é "Iluminar" e 246 é também a gematria de "Pê Niflá  (פה נפלא)" que significa "Lábios maravilhosos". Siddartha iluminou com a Sabedoria que emanou dos seus maravilhosos lábios.

A palavra "tov (טוב)" cujo significado é "bom" tem a gematria igual a 17 e que é exatamente a mesma do título "Buda  (בודה)".

O profeta Jeremias estava instruindo o povo que, a única maneira de alcançar paz (equilíbrio) na vida é  Despertando e como Siddartha,  se tornando o Buda, o iluminado e iluminador, e trilhando a Senda do Buda, mas até hoje nos apaticamente dizemos "não trilharemos".

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

O código acima foi encontrado dentro do capítulo sexto de Jeremias. No centro, na posição vertical temos "Buda" e cruzando-o na posição horizontal na cor verdade está o passuq (verso) dezesseis do capítulo seis, exatamente a parte que diz "Ei zê Derech ha'Tóv (eis ai o bom Caminho)" que é uma alusão ao Caminho do Meio que foi manifestado no mundo por Ya'aqov Avinu (O Patriarca Jacó). Abaixo de Buda temos Jeremias capítulo seis verso vinte e um onde diz "Kô amar Adonai: Hinení nathan el ha'am ha'zêh, michsholim..." e cuja tradução é "Assim diz Adonai: "Eis que darei a este povo, Sábios... O título "Sábios" aqui foi obtido da permutação da palavra "Michsholim (מִכְשֹׁלִים)" quando a letra "Shin (שֹׁ)" é movida para trás e colocada entre a letra "Mem (מִ)" e a letra "Chaf (כְ)" transformando-se assim em "Maskilim (מִשֹׁכְלִים)" cuja tradução é "Sábios". Seria um acaso que parte deste verso 21 surgisse no Código logo abaixo de Buda? Ou o Sagrado, bendito seja Ele, a colocou ali para ser decodificada?

Nunca confie nas traduções das Bíblias, porque elas foram manipuladas intencionalmente para favores os dogmas das religiões.

Que povo seria este a quem o Sagrado, bendito seja Ele, daria Sábios? Para encontrar a resposta, vamos dar uma olhada em Sêfer Torá Bereshit (Gênesis) capítulo 25 verso 6 cuja tradução aproximada é "E para os filhos das concubinas de Avraham, deu Avraham dádivas e enviou-os de Isaac seu filho, enquanto ele ainda vivia, para Qédmáh na Terra de Qédem (וְלִבְנֵי הַפִּילַגְשִׁים אֲשֶׁר לְאַבְרָהָם, נָתַן אַבְרָהָם מַתָּנֹת; וַיְשַׁלְּחֵם מֵעַל יִצְחָק בְּנוֹ, בְּעוֹדֶנּוּ חַי, קֵדְמָה, אֶל-אֶרֶץ קֶדֶם)".

O Zôhar revela que, estas "dádivas" que Abraão deu aos filhos de Keturá, sua concubina, foram partes da Sabedoria Escondida da Toráh, a QABALAH, e os enviou para Qédem, ou seja, Índia. O nome Ketura é a raiz de Ketoret que é inceso, e sabemos como o incenso é apreciado nos rituais Hindus, Budistas, Bramanistas, Hare Krishnas, etc. Assim foi que a QABALAH foi parar no oriente, através dos filhos de Abraão com Ketura.

CONCLUSÃO

A iluminação atingida por todos os que se tornaram Buda, veio diretamente da Toráh e da QABALAH e assim o Caminho do Meio que Siddartha descobriu que é chamado de Derech ha'Mashiach (o Caminho ou Senda do Messias ou Iluminado) e isto nos explica também porque milhares de Judeus abandonaram o judaísmo para se tornarem praticantes do budismo.



Postagem em destaque

Reencarnação Através Do Beijo

Recebendo A Neshamá De Briá Experiência Pessoal (Artigo Em Construção) "Dá-me os teus lábios e eu te darei a minha alma (n...

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".