Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

quarta-feira, 24 de março de 2010

Conversas Com O Velho Bahir

Iniciei a minha "Nessiá" nesta manha de 24/03/2010 pelos "Caminhos Místicos" do Deserto dirigindo-me até o "Oásis Interior" onde, encontrei dentro de uma Suká armada junto à fonte do "Yarden (Jordão)" o velho Bahir, assentado sobre gordas almofadas. - Sh´lamá Lukh - saudei-o, ao que ele me devolveu - Lukh Sh´lamá. Iniciei a minha conversa como o Velho Místico, perguntando-lhe: - No Zohar Alef HaQadmah, Inicia-se com "Rabbi Chizqiáh patach (Rabbi Chizqiáh abriu...)". Por que "Patach" é usado aqui? Bahir tomou um bastão de qetoret samim, acendeu-o e deixou que o ar fosse impregnado com o o aroma de q´manon, que imediatamente provocou a "Aliyah" da minha consciencia.

- Saiba que a vogal "Patach" é "Chochmáh (Sabedoria)" e portando, "Patach" indica que ele abriu com "Devarei HaChochmáh (Palavras de Sabedoria)" e não com "Palavras Comuns". Esta é a razão secreta de porque "Patach" é usado aqui - disse-me o Velho Bahir.

Gosto muito das minhas conversas com os "Tzadqim Nistarim" todas os dias, e a cada dia banho-me nas águas do Jordão recebendo revelações dos mistérios da Torah Sagrada de Hashem, e nesta mística manhã não foi diferente. Conectei-me com a Alma de Rabbi Chizqiáh e ele logo me comandou que eu fosse ao Deserto e encontra-se com o Velho Bahir.

O Zohar nos revela que é no Deserto onde o mistério está, e por isto devemos ir ao deserto onde tudo começou, encontrar os Patriarcas Sagrados para aprendermos os mistérios elevados da Torah.

O velho Bahir revelou-me apenas isto neta manhã, mas foi uma grande porção que elevou a minha Alma aos mais altos niveis.

"dúvidas sobre este assunto e suas alusões místicas? escreva para:
hayklaarazuta.dmadvra@gmail.com

O Artesão Da Luz