Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

O OVNI DE EZEQUIEL


Uma das narrativas bíblicas que mais despertam a nostalgia alienígena, se encontra no Tana'k (Torá, Profetas e Escritos) nas Qituvei ha'Qodesh (o Codex Hebraico), em Sêfer Yechezkel (Livro do Profeta Ezequiel) no capítulo primeiro e antes de abordar "Um RIO PARA O PASSADO" e explanar este tema de EU QUERO ACREDITAR, vou iniciar pela "Nuvem Radiante" que Ezequiel avistou. 

A maioria de todos os escritores do tema, baseiam suas afirmativas na narrativa traduzida e que não passam de especulação e achismo. Pela primeira vez, através de ferramentas de análise de criptologia, vou oferecer uma evidência surpreendente e definitiva sobre a questão. Vamos começar pelo verso em questão. A tradução diz: 

"Olhei, e eis que um vento tempestuoso vinha do norte, uma grande nuvem, com um fogo revolvendo-se nela, e um resplendor ao redor, e no meio dela havia uma coisa, como de cor de âmbar, que saía do meio do fogo" 

וָאֵרֶא וְהִנֵּה רוּחַ סְעָרָה בָּאָה מִן-הַצָּפוֹן, עָנָן גָּדוֹל וְאֵשׁ מִתְלַקַּחַת, וְנֹגַהּ לוֹ, סָבִיב; וּמִתּוֹכָהּ--כְּעֵין הַחַשְׁמַל, מִתּוֹךְ הָאֵשׁ"

- Ezequiel 1:4 

Nos capítulos "A Abdução Do Profeta Elias" e "As Carruagens De Eliseu" apresentei evidência onde o acrônimo hebraico para "UFO (עַבָּ'ם)" aparece criptografado dentro do verso que narra a abdução do profeta por um vórtice (seará) e onde o corpo dele está preservado até os dias atuais. Ezequiel narrou: "Va'erê vê'hinê ruach seará ba'á min-ha'tzafun, anan gadol vê'êsh mit'lakachat, vê'nogá lô, saviv; u'mitochá--ke'ayin ha'chashmal, mitôch ha'êsh". Aqui, a partir da letra "ayin (עָ)" de seará (סְעָרָה) e que significa "vórtice", como no episódio de Eliahu, a cada duas letras nós descobrimos o mesmo acrônimo hebraico para "UFO/OVNI (עַבָּ'ם)" dento das palavras "seará ba'á min-ha'tzafun (סְעָרָה בָּאָה מִן-הַצָּפוֹן)" cuja tradução aproximada e literal seria algo como "um vórtice vindo do Norte". 

O que estava vindo na direção do profeta? Ele responde "uma grande nuvem com fogo revolvendo-se nela... (עָנָן גָּדוֹל וְאֵשׁ מִתְלַקַּחַת) e com algo brilhante que saia do meio dela. Este algo brilhante é chamado no verso hebraico original de "chashmal (הַחַשְׁמַל)" que se compreende por "uma substancia luminosa" ou "âmbar" e ainda "um anjo eletrificado", uma vez que chashmal é também a palavra moderna hebraica para "eletricidade". Um eletricista é um "chashmalai (חשמלאי)". 

Em janeiro de 2016 eu postei no Facebook e no Blog sobre a Ór Makif (Luz Circundante) de Adam ha'Rishon e que, segundo revelou o Arizal (Rabino Isaac Lúria) quando Adam foi criado pelo Sagrado, abençoado seja Ele, uma vestimenta de luz, um traje bio-eletrico foi criado para ele. Esta traje era feito de 378 centelhas de Hashmal (חשמל) - partículas elétricas. Quando Adam pecou ele perdeu este traje de Hashmal e D'us então, fez para ele uma vestimenta mais densa criada a partir da Qlipáh Nogá (קליפה נוגה) - à Casca Brilhante (Pele da Serpente). 

A energia/eletricidade é um anjo, o ser vivo, possui a alma de um malach (ser feito com sete pacotes de energia). Além disso, Ezequiel narra que viu um espectro dentro do vórtice, como ele disse "ruach seará". O termo ruach é espírito/espectro em hebraico.


Para corroborar que havia um OVNI dentro da nuvem radiante, o acrônimo hebraico para "UFO" está codificado dentro do próprio passuq (versículo) no sentido da direita para a esquerda (do passado para o presente) a partir da palavra "seará (סְעָרָה) - vórtice" e não termina ai. O notarikon (acrônimo) plural para "UFO's (עַבָּ'םיִם)" está codificado a cada 43 saltos equidistantes dentro dos versos 19 a 22 do mesmo capítulo e então, não apenas o acrônimo hebraico para UFO está codificado em Ezequiel e do qual uma das letras está dentro da palavra "seará (vórtice)" como no evento da abdução do profeta Elias, mas também o plural de U.F.O's tornando evidente que, além do segredo esotérico de Ezequiel, o profeta viu um gigantesco objeto voador não identificando, ou, seria conhecido dele?

Um Rio Para O Passado
הנהר ל'כבר

Vinte anos antes da visão de Ezequiel do templo, quando o profeta estava nos margens do rio K'var e viu a “Carruagem celeste", ela foi uma visão da mesma ordem celestial que tinha existido continuamente por muito tempo, por muito tempo antes. A palavra hebraica “K'var (כְּבָר)” de fato significa "antes/passado". Quando Ezequiel olhou acima nos céus, viu as mesmas estrelas e constelações que Abraão tinha visto. Quando os céus se "abriram acima" para dar a Ezequiel um vislumbre do reino além do espaço e do tempo físicos, foi com o uso dos métodos de oração e de meditações proféticas que foram também dados tempos centenas de anos antes ao autor de Sefer Yetzirah (O Livro da Formação), Abraão - o patriarca.

Ezequiel voltou no tempo ou, a terra inteira retrocedeu em sua translação, rotação e precessão? O que é certo é que o tempo retrocedeu para que ele visse as mesmas constelações, ou seja, as mesmas estrelas nas mesmas posições que Abraão tinha visto.

Eu levei bastante tempo e muita meditação para compreender isso até, que dez anos atrás, o segredo me foi aberto. Veja e compreenda, está escrito:

"E aconteceu no trigésimo ano, no quarto mês, no quinto dia do mês, que estando eu no meio dos cativos, junto ao rio K'var, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus (וַיְהִי בִּשְׁלֹשִׁים שָׁנָה, בָּרְבִיעִי בַּחֲמִשָּׁה לַחֹדֶשׁ, וַאֲנִי בְתוֹךְ-הַגּוֹלָה, עַל-נְהַר-כְּבָר; נִפְתְּחוּ, הַשָּׁמַיִם, וָאֶרְאֶה, מַרְאוֹת אֱלֹהִים.)."

- Ezequiel 1:1

O que foi usado para "Rio K'var" foi "Nahar K'var (נְהַר-כְּבָר)" um rio que, teria sido um antigo canal de irrigação da antiga Mesopotâmia, situado a uma pequena distância do Eufrates.

Nahar (נְהַר) que é rio, pode ser flexionado para "Nahór (נהר)" com as mesmas letras mas niqudot (vogais) diferentes e que significa "Afluir/Convergir" transformando "Nahar K'var" em "Nahór K'var" cujo significado é "Convergir ao passado."

Devo fazer recordar também que, K'var possui as mesmas letras de "Ravak (רכב)" que significa "carruagem" e neste caso "Rakav K'var (רכב כבר)" que é "Carruagem para o passado."

Ezequiel & Von Danikën
יחזקאל ופון דניקן

Agora, qual a conexão com Erich Von Danikën? O termo "ruach (רוח)" que foi traduzido para "vento" é na verdade "espírito-alma" e a gematria de "ruach" é 214 que é exatamente a mesma do sobrenome "Danikën (דניקן)".

Na década de 1970, Erich von Däniken foi convidado para um discurso secreto na NASA, onde conheceu Josef F. Blumrich. Os dois falaram sobre a antiga teoria dos Astronautas Antigos (חייזרים קדומים) de von Däniken em seu livro, Carruagens dos Deuses , notadamente a ideia de que a visão de Ezequiel era a de um ônibus espacial, em vez de uma carruagem divina. Essa conversa levou Blumrich em uma missão de contestar a teoria aparentemente absurda de von Däniken, então ele fez algumas pesquisas e começou a escrever um livro. No entanto, as evidências foram esmagadoras e Blumrich teve uma epifania. Ezequiel estava sem dúvida descrevendo uma espaçonave avançada. Blumrich chegou a usar a descrição de Ezequiel da nave para patentear sua própria versão de uma roda omnidirecional. E agora, a Cripto-Ufologia vem para confirmar que realmente Ezequiel viu um OVNI gigantesco...

Rechovot & Vimānas
רכובות ווימנס

Em "A Abdução Do Profeta Elias", expliquei que, a ocorrência de "Rakav-êsh (Carruagem de fogo)" é uma referência a um aparato físico, mesmo que e indubitavelmente, feita de material outworld (extramundo). Com intuito de obter evidência para atestar que ofanim e rechovot-êsh são carruagens alienígenas, resolvi, usando como texto de controle, o primeiro capítulo de Ezequiel, cruzar o termo Vimāna com as alusões às rodas (ofanim) mencionadas lá.

Vimānas são palácios ou carruagens voadoras mitológicos descritos em textos hindus e épicos em sânscrito. O termo, quando transliterado para o hebraico, se escreve com "vav (ו), yud (י), mem (מ), nun (נ) e hê (ה)" resultando em וימנה. Quando busquei por uma cripto-ocorrência dentro do primeiro capítulo de Ezequiel, a possibilidade de encontrarmos a cripto-ocorrência da palavra-chave escolhida era de 3.55510 e, no entanto, apenas um código foi encontrado.

Clique para ampliar

No centro da tabela criptográfica, marcada na cor vermelha, está a key-word (palavra-chave) "Vimana ()" e logo abaixo dela, na verdade, conectado surge "OVNI ()". Um dos versículos que cruzam Vimana no texto criptografado diz "E, andando as Chayot (seres viventes), andavam as rodas (ofanim) ao lado deles; e, elevando-se os seres viventes da terra, elevavam-se também as rodas (Ezequiel 1:19)." Outro verso do capítulo primeiro também cruza "Vimana" e neste descobri algo incrível: Os OVNIS possuíam asas!


No versículo oitavo do capítulo primeiro, nós lemos: "E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro lados; e assim todos quatro tinham seus rostos e suas asas (וידו (וִידֵי) אָדָם, מִתַּחַת כַּנְפֵיהֶם, עַל, אַרְבַּעַת רִבְעֵיהֶם; וּפְנֵיהֶם וְכַנְפֵיהֶם, לְאַרְבַּעְתָּם.)." É o que está criptografado dentro desse versículo que nos revelou a particularidade acima mencionada.

וידו (וִידֵי) אָדָם, מִתַּחַת כַּנְפֵיהֶם, עַל, אַרְבַּעַת רִבְעֵיהֶם; וּפְנֵיהֶם וְכַנְפֵיהֶם, לְאַרְבַּעְתָּם.

Dentro do versículo, soletrado a cada quatro intervalos equidistantes, está criptografado o nosso já muito conhecido acrônimo hebraico para UFO/OVNI (עב"ם) nas palavras "kenefei (asas), arba'a (quatro), revi'i (os quatro)" que se unem para formar "quatro ovnis com asas." Este ovnis/vimanas era seres vivos...

A Noite Dos OVNIs

Noite Oficial dos OVNIs é um termo adotado por ufólogos brasileiros para descrever a aparição de vários objetos voadores não-identificados (OVNI) sobre o Brasil de acordo com informações do Comando da Aeronáutica do Brasil em 19 de maio de 1986. O fato ocorreu na noite de 19 de maio de 1986. Cerca de vinte e um OVNIs foram detectados pelos radares do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), com sede em Brasília. Esta revoada de OVNIs durou cerca de três horas, e foi observada nos estados de Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. A situação chegou a tal ponto que o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA) considerou a segurança de voo ameaçada, principalmente em São Paulo, onde se concentra o maior número de rotas aéreas do país, e onde os OVNIs estavam mais ativos.


No capítulo 10 de Ezequiel, nos versículos 10 e 11, nós encontramos outra referências às Ofanim (Rodas) e às Chayot (Criaturas Viventes). Eis os versículos: 

"E, quanto ao seu aspecto, as quatro tinham uma mesma semelhança; como se estivesse uma roda no meio de outra roda. Andando estes, andavam para os quatro lados deles; não se viravam quando andavam, mas para o lugar para onde olhava a cabeça, para esse seguiam; não se viravam quando andavam."

וּמַרְאֵיהֶם--דְּמוּת אֶחָד, לְאַרְבַּעְתָּם: כַּאֲשֶׁר יִהְיֶה הָאוֹפַן, בְּתוֹךְ הָאוֹפָן. יא בְּלֶכְתָּם, אֶל-אַרְבַּעַת רִבְעֵיהֶם יֵלֵכוּ--לֹא יִסַּבּוּ, בְּלֶכְתָּם: כִּי הַמָּקוֹם אֲשֶׁר-יִפְנֶה הָרֹאשׁ, אַחֲרָיו יֵלֵכוּ--לֹא יִסַּבּוּ, בְּלֶכְתָּם.

Ezequiel 10:10,11

As letras marcadas dentro do versículo original hebraico estão num comprimento de cinco intervalos equidistantes uma das outas e soletram a sentença "Leil OVNIs (ליל עב"ם)" que traduzida é "Noite dos OVNIs". Esta cripto-ocorrência evidencia que as Ofanim mencionadas no versículo são OVNIs e são pilotadas através do pensamento pelas Criaturas Viventes. Nos mesmos versículos, o nome do mês, maio, na qual a Noite dos OVNIs aconteceu, está soletrado a cada 25 saltos equidistantes.

Sabemos agora, que os Seres mencionados nestes capítulos, eram os "Pilotos" das Ofanim que era, na verdade, OVNIs, pois, o acrônimo hebraico moderno para OVNI/UFO está codificado dentro desses versículos. Não resta mais dúvidas...

Compre aqui o livro 'EU QUERO ACREDITAR'

Autor
Bën Mähren Qadësh
Dipankara Vedas
Protegido Por Direitos Autorais

O Artesão Da Luz