O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O conhecimento do Senhor encherá a terra...

"כִּי תִּמָּלֵא הָאָרֶץ, לָדַעַת אֶת-כְּבוֹד יְהוָה, כַּמַּיִם, יְכַסּוּ עַל-יָם (Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar." - Chavakuk 2:14)". 

O conhecimento aludido no verso não são as pregações de pastores, padres, vigários ou quaisquer lideres das religiões conhecidas ou que levam o título de "igreja" e que são uma herança de Edom que é o qlipá (casca negativa) da sefirá de Netzach, Roma e portanto Amalek. Nenhum líder (excluindo aqui os qabalistas hebreus, budistas e os lamas do Tibet) que não tenha aprendido a "Chochmat Nistar (Sabedoria Escondida da Torah)" pode falar ou revelar qualquer coisa baseada nos textos das Qituvei ha'Qodesh, que são escritos hebraicos, e portanto torna-se necessário possuir o conhecimento da Lashon ha'Qodesh que é a língua da criação, que foi criada por D´us 2.000 anos antes da criação do universo.

O Conhecimento aludido no verso é o conhecimento da Chochmat Nistar (Qabaláh) e por isto o profeta usou o termo "Da´at (דַעַת)" que é uma indicação da Sefirá honônima.

Não confunda "Da´at (conhecimento/sabedoria)" com "Dat (lei/religião)", pois há uma diferença entre as duas palavras que é a letra hebraica "Ayin (עַ)" que aludeà "Pequena Face de D´us" que é também chamada "Os Céus". Dat (דַת) é uma palavra com defeito pois está desfalcada da letra "Ayin (עַ)" e portanto sabemos que, devido a este defeito a religião somente possui dogma e não conhecimento, pois está separada do mundo superior que é chamado "Céus".

Portanto, qualquer pessoa que se utilize das Qituvei ha"Qodesh sem possuir o conhecimento da "Chochmat Nistar (Sabedoria Escondida da Torah)" mente, engana e produz dano, defeito nas almas de todos aqueles que se ligam com eles e neste falso céus que criam com interpretações erroneas das Qituvei ha'Qodesh.

"Tu, porém, Dani´El, encerra as palavras e sela o livro, até o tempo do fim, muitos o esquadrinharão, e o saber se multiplicará (Dani´El péreq 12, 4º passuq)".

O termo "saber" no verso acima é o mesmo usado pelo profeta Chavakuk, Da´at (דַעַת) e como aprendemos alude ao conhecimento escondido da Torah. um exemplo, para que compreendamos melhor, foi Moshê (Moisés) cujo nome significa "Retirado das águas". Estás águas aludem a "Da´at" de "Zeir Anpin (A Pequena Face de D´us)" que foi de onde Moisés emergiu, e conhecemos assim que Moshê estava destinado a revelar o conhecimento escondido.

Este conhecimento escondido refere-se ao Zohar que é o "livro selado" dito em Dani´Ël capítulo 12 no 4º passuq.

Se minhas palavras lhe causam desconforto, eu não sinto, pois minha missão é compartilhar a sabedoria e não dogmas. Sinto sim por aqueles, que, tendo oportunidade para se ligar ao estudo da Sabedoria escondida e serem atados ao Zohar, a tenha rejeitado, pois ao rejeitar a Sabedoria e Zohar Santo que foi enviado à terra por D´us, rejeitaram também aquele que o enviou, o Sagrado, bendito seja Ele.

"קְרָא אֵלַי, וְאֶעֱנֶךָּ; וְאַגִּידָה לְּךָ גְּדֹלוֹת וּבְצֻרוֹת, לֹא יְדַעְתָּם (Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes - Jeremias 33:3)".

"Qrá Elai veê'enêcha ve'aguidá lechá, guedolot u've'tzurot lo yedatem (Yeremiahu 33:3)".

Aqui neste passuq nos temos o termo "yedatem (יְדַעְתָּם)" cuja raiz é a mesma de "da´at (דַעְתָּ)" e novamente aludindo ao conhecimento escondido. Além disto nos temos também o termo aguidá (אַגִּידָה) que vem de "le´aguid" e alude a contar um "segredo místico". É também a raiz de "maguid (מָּגִּידָ)" que alude a um "tzadiq nistar - um sábio que reside no Éden e que é enviado para revelar um segredo escondido.

Assim, aprendemos a razão do por que as pessoas tem sofrido e tem tido suas almas mutiladas pelas religiões, pois todo aquele que negou a Torah Sagrada e ao conhecimento secreto que ela entesoura, e todo aquele que negou a "brit milá (a circuncisão)" atou-se à combinação mais negativa de letras que existe no alfabeto hebrraico, às letras "shin, quf e resh (שִׁקר)" que juntas dão origem á palavra "Sheqer (שִׁקר)" cujo significado é "falso/impostor".

Aconselho o estudo do artigo "O Zohar e o Livro Selado de Daniel" que o ajudará a ter uma melhor compreensão:


Reflita sobre estas palavras! 

Shalom a todos

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

2º Retiro Místico Espiritual D.U.N.A




Será realizado nos dias 9, 10 e 11 de Dezembro o 2º Retiro Místico Espiritual "D.U.N.A - Sigla de Da´at u'Nistar ha'Torah que significa Conhecimento e Segredos Escondidos da Instrução do Hê (o termo Torah é composto de Tor-Hê cujo significado místico alude a Sabedoria Escondida do Shem ha'Meforsha - Tetragrama). O Encontro será servido com muita "Especiaria (QABALAH)" e "Água da Vida" cuja fonte é o rio místico que  flui do Éden (a Shekiná, a Presença Divina)". 

Os lugares são poucos. O Local, uma chácara escondida a 4 km serra a dentro, comporta 21 pessoas.

O investimento será apenas de R$120,00 por pessoa já incluso alimentação. O Valor alude a palavra hebraica "Moéd" que significa "Tempo Fixado".  Faremos Leitura e o compartilhar dos Mistérios do Zohar Sagrado sob a luz das Mazalot (Constelações), e uma vez que são 88 o número delas, temos outro número místico: 2x44. Em hebraico 44 é a gematria do termo D´li que é Aquário e alude ao derramar das águas superiores, o "Cântaro de Chochmá (Sabedoria)" cujo portador é o Messias.







Na sexta-feira, dia inicial, teremos o ritual de Shabat à luz de lampiões e velas. O Ritual da "Separação" será realizado no sábado. Orações místicas e secretas e a revelação dos seus mistérios.

Reserve já a sua participação. Para reserva e mais informações escreva para o email da Comunidade Mistica do Deserto:


Confirmada a presença através do pagamento do valor acima mencionado, será marcado um ponto de encontro na Rodoviária de Mogi das Cruzes de onde nos dirigiremos para a chácara Serpa. Até lá...




Shalom




quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O Campo Dos Sonhos



Enviado Por:
Issachar ben Kanaan

Criando Espaço para o Criador
Se você constrói um desejo pelo Criador, Ele irá se revelar nesse desejo.
A sabedoria da QABALÁH nos explica como:

“Se você construir, ele virá”. O sussurro além-túmulo no filme “Campo dos Sonhos” (1989), levou o personagem de Kevin Costner a mudar sua vida, para que ele pudesse construir um campo de baseball. Ao fazê-lo, ele permitiu que jogadores de baseball já mortos pudessem aparecer, de forma milagrosa, e jogar um jogo de baseball que eles nunca puderam jogar durante suas vidas. Mas apenas o personagem de Kevin Costner podia ver os jogadores; apenas Costner podia interagir com eles.

De forma semelhante, cabalistas dizem que se construímos um lugar para o Criador, Ele vai ocupá-lo. Mas apenas a pessoa que construiu esse lugar conseguirá senti-Lo e interagir com Ele.

Atração ao Desconhecido
Diferente da voz misteriosa do filme, o chamado para construir um “lugar” novo para o Criador começa com um sentimento: uma atração a algo desconhecido, além dos limites da nossa experiência de vida. Em primeiro lugar, começamos a procurar por algo que não sabemos ao certo o que é. Fazemos perguntas como: “Qual e o objetivo da minha vida?” “De onde vim e para onde estou indo?” e sentimos que temos de obter respostas a essas perguntas.

A busca por algo desconhecido indica um desejo que despertou em nós – um desejo por descobrir a origem da vida. E esse desejo é exatamente o “lugar’ onde o Criador irá eventualmente aparecer.
Não se trata de um lugar físico, mas um lugar interno. É o desejo nos nossos corações que os cabalistas chamam de “ponto no coração”, que cresce gradualmente de um pequeno ponto para um “lugar” onde o Criador se revela. Esse lugar, que começa como um “ponto no coração” eventualmente cresce para se tornar uma “alma” – o recipiente que recebe a presença do Criador.

A Alma
O “lugar” para construir para que Ele venha
QABALÁH explica que nenhum de nós nasce com uma alma totalmente desenvolvida. Nosso desejo inicial por algo novo e desconhecido é um “ponto” inicial da alma, que pode ser desenvolvido em uma alma completa e eterna. Ela pode ser comparada a uma imagem de um pontinho de feto que vemos nos ultra-sons, aos dois meses de desenvolvimento de uma gravidez.

No entanto, diferente de um feto que se desenvolve no útero de sua mãe, um ponto da alma não cresce de forma automática. O desenvolvimento desse ponto de alma em uma alma totalmente desenvolvida depende de nós. Depende da nossa participação ativa e dos esforços que fazemos para construir esse “lugar”. E, na medida em que o ponto cresce, começamos a sentir o Criador.

A Sabedoria da QABALÁH:
A ferramenta para desenvolver a alma
A sabedoria da QABALÁH provê as ferramentas para que desenvolvamos nossas almas, o lugar para que o Criador seja revelado. Esse método oferece instrução e conselhos guiados sobre como trabalhar com o ponto no coração, como diferenciá-lo de todos os outros desejos que temos, como entender o que é e da onde vem e como assumir responsabilidade por ele. Tudo isso nos ajuda a cultivar esse ponto e desenvolvê-lo em uma alma.

O que acontece quando o desenvolvimento é completo, quando o lugar esta pronto? O Criador imediatamente aparece e preenche esse desejo com sensações de eternidade e perfeição. Essas sensações vêm da conexão com a origem da vida, que é perfeita e eterna. Esse acontecimento, chamado de “revelação do Criador” é o objetivo do estudo da QABALÁH. De fato, o método da QABALÁH tem como objetivo construir esse “lugar” para a revelação do Criador.

Rav Dr. Michael Laitman, PhD.
Texto original: Making Room for the Creator
Bnei Baruch - A Sabedoria da QABALÁH

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

O Quinto Elemento



A sefirá Malchut é representada pela 5º letra do Alef Beit, o Hê (ה) e alude também à Shekiná, a Divina Presença que é representada pela mulher, o quinto elemento.


O Zohar descreve que as mulheres estão em um nível espiritual superior aos homens. Portanto, o trabalho de refinamento através da Torá cabe ao homem.

No pecado original, a serpente injetou impurezas na mulher. Assim, as mulheres são mais suscetíveis a se inclinarem à prática da magia e feitiçaria. Cabalisticamente, feitiçaria é toda vez que a mulher utiliza seus dons negativamente, para conseguir satisfazer seus desejos egoístas, de receber para si mesma. Ou seja, a feitiçaria é um domínio exclusivo feminino. Os homens podem aprender, mas na mulher é um dom que nasce com ela.

Especialmente quando menstruadas, as mulheres adquirem um poder maior de enfeitiçar por que já estão impuras. Elas precisam policiar-se muito para não caírem em sua má inclinação, não desejarem o mal e não predizerem o futuro principalmente neste período.

Uma vez corrompidas, as mulheres têm maior dificuldade de se purificar por serem oriundas da coluna da esquerda e estão sujeitas ao julgamento restrito deste pilar.

Ou seja, homens e mulheres necessitam igualmente purificar seus desejos. Sendo que as mulheres têm uma responsabilidade ainda maior sobre este refinamento para não caírem na má inclinação.

A porção Chayei Sarah (As vidas de Sarah) no Zohar tem o poder de ajudar homens e mulheres a purificarem seus desejos negativos. Que possamos todos subjugar nossa negatividade para gerarmos cada vez mais Luz!

Artigo
Glória Salviano, Florência Saraiva & Maria Emília Voss
qabalistas

O filme The Fifth Element (O Quinto Elemento) mostra a mulher como receptor da Luz divina, como tendo a consciência mais leve e elevado que o homem, como aquela que pode salvar o mundo da escuridão. Assista...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A Caverna da Recepção - The Cave Of Reception

19 de Agosto de 2011

Na minha conversa mística com o 30º dos Ethanim (Tzadiqim Nistarim) nesta manhã, ele abriu-me um mistério. Disse-me que, a sexta seqüência do Nome de D´us de 42 Letras é conhecida entre os "Antigos" por "יסוד המעלה - Iesod ha'Maelêh - A Base da Ascensão", e também por "אולם המסתורין - Ulam ha"Mistorin - O Salão dos Mistérios". Para adentrar este lugar santo, o candidato deve primeiro "descobrir a porta (aramaico "Ta´ará)" e passar pelo "Porteiro" após receber por mérito a sua permissão, sem a qual ele jamais poderá entrar no "Palácio dos Mistérios" que é o lugar de onde os profetas receberam a sustentação e a revelação dos segredos da Sabedoria. Este lugar sagrado é também chamado, desde a antiguidade de "מערת הקבלה - Meurat ha'Qabalah - A Caverna da Recepção". Sua entrada neste mundo fica em "Miron - o lugar onde Rabi Shimeon bar Yochai recebeu o Zohar Santo".

Aprenda mais sobre estes misterios elevados, adquira o meu Livro "Crônicas de Qédem": http://www.clubedeautores.com.br/book/35435--Cronicas_De_Qedem

August 19, 2011


In my mystique conversation with of the 30 of Ethanim (Tzadiqim Nistarim) this morning, he gave me a mystery. He told me that the sixth string Name of Gd of 42 letters is known between the "Ancients" by "יסוד המעלה - Iesod ha'Maelêh - The Basis of the Ascension," and also "אולם המסתורין - Ulam ha" Mistorin - The Hall of Mysteries. "To enter this holy place, the candidate must first discover the door (Aramaic "Ta'ará)" and go through the "Concierge" on merit after receiving your permission, without which he can never entering the 'Palace of Mysteries "which is the place where prophets received their support and the revelation of the secrets of Wisdom. This holy place is also known from the antiquity of "מערת הקבלה - Meurat ha'Qabalah - The Cave of Reception". His entrance into this world is "Miron - the place where Rabbi Shimon Bar Yochai Zohar received the Holy."


Learn more about these high mysteries, get my book "Chronicles of Qédem" http://www.clubedeautores.com.br/book/35435--Cronicas_De_Qedem
Available only in Portuguese


Shab'tá Sh'lamá

Postagem em destaque

Reencarnação Através Do Beijo

Recebendo A Neshamá De Briá Experiência Pessoal (Artigo Em Construção) "Dá-me os teus lábios e eu te darei a minha alma (n...

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".