Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Kardec: O Engano


Inúmeras pessoas sempre me questionam sobre minha opinião sobre o Espiritismo e sempre me contenho a responder prevendo, antecipadamente, as reações iradas apaixonadas devido ao dogma cego da qual são escravos a maioria dos crentes sem o verdadeiro conhecimento. Me contenho a responder também devido aos ataques que certamente vou sofrer por estes mesmos apaixonados dogmatizados.

Uma vez, uma ex-aluna, que questionou sobre minha opinião sobre Xico Xavier à qual me limitei a responder que Xico foi alguém enganado por inúmeros espíritos e dibuckim (almas amaldiçoadas devido ao pecado que cometeram contra a Torá) e que, como consequência, enganou milhares. Bastou para ela me "detonar" afirmando que Xico era uma boa pessoa, que fez o bem toda sua vida. A verdade foi que jamais afirmei que Xico não foi uma boa pessoa, se é que sabemos o que é realmente ser bom. Muitas vezes podemos ser apaixonados na defesa de um dogma religioso o qual professamos como bom mas, estarmos completamente enganados.

"A verdade está e é a Torá porque a Torá é chamada Emët (verdade) e não há outro escrito no qual a verdade possa ser descoberta."

Xico Xavier foi uma pessoa que dogmatizou pessoas permitindo que elas se apegassem ao dogma da necessidade de falar com os mortos, porque elas não tem paz e estão cheias de remorsos e precisam saber se seus mortos estão bem, e não para obterem sabedoria ou alcançar uma consciência elevada.

Aqui vai uma verdade que você talvez não conheça: Não existe o "Descanse em Paz (R.I.P em inglês). Imediatamente após a morte é dada para a alma uma nova reencarnação ou ela é devolvida ao poço das almas devido aos pecados que cometeu em vida.

Kardec
O Código


Quando resolvi finalmente investigar os Códigos da Torá, descobri Kardec codificado com um mínimo de SAEs (Saltos Alfabéticos Equidistantes) de 28 letras por linha, ou seja , "K (+28) R (+28) D (+28) C (+28)." Lembrando que o hebraico não possui vogais que são representadas por pequenos pontos acima e abaixo das consoantes. Quando abri o Código logo notei que dentro de Kardec (קרדק) estava escrito "Ish Sheker (איש שקר)" o que vou traduzir, usando eufemismo aqui, como "Homem do engano (na verdade, a tradução seria mais forte). Cruzando Kardec está codificado "ad mét (עד מת)" que se traduz "até a morte" indicando que Kardec foi enganado e permaneceu enganado até a morte. Além disso, este código "ad mét" também pode ser traduzido como "até morto", indicando que mesmo morto ele permaneceu enganado e enganando o mundo, o que faz muito sentido em outro código que descobri com a mesma palavra-chave "Kardec".


Neste outro Código, Kardec surge e conectado a ele usando a mesma letra "Quf (ק)" de "Kardec" está o termo "Sheker (שקר)" cujo significado é "mentira/engano". Logo abaixo de Kardec surge escrito "Ele retornará da morte" e onde esta afirmação termina está "um espírito de engano na boca de todos os seus profetas (לְרוּחַ שֶׁקֶר, בְּפִי, כָּל-נְבִיאָיו)" e este é parte do passuq (versículo) do Tana'k (Escrituras Hebraicas) 21 do capítulo 18 de Devarei Ha'Iamim (2º Crônicas).

O Zôhar & O Portal Das Reencarnações

Para o Espiritismo a reencarnação se dá unicamente depois da morte o que sequer se aproxima da verdade. Há muitos tipos de reencarnação e que somente pode ser descobertas com o Estudo do Zôhar Sagrado que emergiu cerca de 1800 anos antes do Espiritismo e no Sha'ar Ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações) do Arizal e que foi codificado pelo seu amado discípulo Chaim Vital e que foi publicado em 1573. O Espiritismo surgiu em cerca de 1848, mais de 270 anos depois do Portal das Reencarnações ter sido publicado.

Conclusão

Afirmo no que acredito: Que Kardec não teve intensão de enganar as pessoas, mas, como vítima do próprio engando, acabou por o espalhar por todo o mundo. Podemos ver exemplos recentes deste monstruoso engano, como o caso do João de deus (com minúsculo mesmo) e muitos outros líderes espíritas que professam o mesmo dogma. Ademais, Kardec está codificado na Torá e eu apenas descobri o Código. A Torá é a Verdade!

A reencarnação é verdadeira! Ela existe desde o princípio quando o corpo espiritual adâmico foi fragmentado e suas centelhas caíram no poço das almas de Adam Belial, mas a verdade sobre a reencarnação só pode ser descoberta na Torá, no Zôhar e no Portal das Reencarnações.


נַפְשִׁי יְשׁוֹבֵב
NAFSHÍ IOSHEVAV
"Fará minha alma retornar"
Salmos 23
(tradução verdadeira)

Quer saber o que verdadeiramente acontece com a alma depois da morte física, tanto daqueles que estudam Torá como daqueles que relaxaram em seu estudo e pratica durante a vida? Acesse o link abaixo:


Compre aqui o livro 'A RODA DAS REENCARNAÇÕES'

Autor
Bën Mähren Qadësh
Misha'Ël Ha'Levi

O Artesão Da Luz