Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia

Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia
O Velho Testamento bíblico e outras partes do livro sagrado estão repletos de alusões a avistamentos ufológicos e contatos com seres extraterrestres, como se verá neste curso, que dá continuidade ao ministrado pelo mesmo professor no ano de 2020. Há até mesmo ocorrências de abduções alienígenas nele descritas com clareza, como a do profeta Elias, que foi levado aos céus. Se lida com uma ótica moderna e interpretada com conhecimentos ufológicos, na Bíblia, principalmente em sua versão hebraica, há ainda inúmeras outras menções a situações inusitadas apresentadas em um código próprio, que hoje é estudado pela chamada Ufocriptologia, que o curso ministrado pelo rabino Misha’ Ël Há’ Levi, como também é conhecido Paulo Sergio Batalini, abordará. Clique na imagem para mais informações.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

O Segredo Do Leviathan


O Leviathan - Zôhar Parashat Sh'lach Lechá, paragrafo 39: Primeiramente, devo dizer que, as explicações entre parenteses serão minhas. Dito isto, vamos ao texto:

"Um dia, o Leviatã sai no grande mar (a Torá). Todo o oceano treme e todos os peixes (segredos) se espalham em todas as direções. Quando o Leviatã alcança a entrada  da passagem do abismo (daat), ele começa a se alegrar que as profundezas (mistérios divinos) estão paradas lá ... exceto aquele, que é semelhante a uma mola. As luzes se apagam e nenhuma das luzes é visível, exceto a luz naquele santuário no lado leste."

יוֹמָא חַד, בְּיַמָּא רַבָּא, לִוְיָתָן נָפִיק, וְכָל יַמָּא אִזְדַּעְזָע, וְכָל נוּנֵי אָזְלִין לְכָאן וּלְכָאן, כַּד מָטֵי לִוְיָתָן בְּפִתְחָא דְּפִתְחָא דִּתְהוֹמָא, שָׁארִי לְמֶחְדֵּי, וְאִשְׁתְּכַךְ תַּמָּן תְּהוֹמֵי, אֶלָּא הַהוּא כְּחֵיזוּ דִּמְעַיֵין, וְאִתְחַפְּיָין נְהוֹרִין, וְלָא אִתְחָזוּן כָּל אִינּוּן נְהוֹרִין, בַּר נְהוֹרָא דְּהֵיכָלָא בִסְטַר מִזְרָח דָּא.


Zôhar Sh'lach Lechá

Vamos a um ou duas explicações. Primeira: muitos estudantes de Cabalá (vou usar com a letra "C" mesmo) e até muitos, se não a maioria dos professores não sabem o que o Leviathan é e, portanto, já o associaram a muitas coisas através de interpretações erradas criando muita confusão na mente dos alunos. 

Eu omiti acima o segredo do Leviathan para o explicar aqui. O que ou quem é o Leviathan? Vamos começar pelas letras hebraicas que formam o nome Leviahtan (לִוְיָתָן) tanto em hebraico como no aramaico.

Leviathan (לִוְיָתָן) é um nome construído com duas palavras que são "Levi (לֵוִי)" e Than (תן) do ver "dar" cujo o segredo é "Than-Levi (por temurá)" que se traduz "Ele, o divino doador, deu a Levi." E, o que Ele, o doador divino, deu à Levi? A Sabedoria da Cabalá! Vejamos:

"A Sabedoria da Cabalá foi dada (Nathan)_a Adão no Jardim do Éden pelo Anjo Raziel. Adão a transmitiu para seus filhos incluindo Chanoch (Enoch) que alcançou o mais alto nível. Então, o Anjo Rafael veio e a ensinou a Noach (Noé) que a transmitiu para Shem que fundou uma Escola em Charan. Abraão veio e aprendeu com Shem. Ele a transmitiu a Isaac, que a ensinou a Jacob. Jacob transmitiu a seus filhos, em especial a Levi, que se assentou bem no papel de guardião principal da tradição (cabalá). Levi passou a seu filho, Kehat, que o passou a seu filho Amram. E Amram foi o pai do senhor de todos os profetas, Moisés."

Quem é o Leviathan? Ele é Moisés que veio de Levi. O termo Than (תן) é escrito com duas letras, que são "Tav (ת)" a última do alfabeto hebraico/aramaico e que é a inicial de Toráh (תוֹרָה) que por sua vez tem raiz na palavra "Hora'a (הוֹרָאָה) que significa "Instrução Divina" e a letra "Nun (ן)" que é a inicial da palavra "Nistar (נִסתָר)"  que significa "oculto". Than contém as letras iniciais de "Torat Nistar (תורת נסתר)" significando "Torah Escondida" ou "Torah Oculta" e também "A Torah Dos Mistérios".

O que o Divino doador deu a Levi? A Torah Oculta, a Instrução dos Mistérios. Moisés é o guardião da Torah dos Mistérios da qual o Zôhar é a chave.

Quando o Zôhar fala "e todos os peixes (segredos) se espalham em todas as direções..." usa o termo plural aramaico "Nunei (נוּנֵי)" que é o nome no plural "Nun", a nomenclatura da 14ª letra hebraica/aramaica que se traduz "Peixe". os peixes são os mistérios. O talmude e o midrash dizem que, o Leviathan come um peixe por dia.

JONAS & O GRANDE PEIXE


No Pirkê D'Rabbi Eliezer (Capítulo do Rabino Eliezer), quando Jonas é engolido pelo grande Peixe (Zeir Anpin) a pérola que brilha como o sol (o livro de Raziel) dentro do peixe lhe revela que, aquele dia era o seu de ser engolido pelo Leviathan. Jonas pede que o peixe lhe conduz às profundezas do grande mar para que ele o "livre e a ele também da boca do Leviathan...". Jonas diz ao Leviathan que, no fim dos tempos voltaria às profundezas e pescaria o Leviathan com um anzol (a letra Zayin) e serviria sua carne no grande banquete do messias aos tzadiqim, ou seja, o Zôhar é o anzol que pesca Moisés para servir sua carne (mistérios divinos e escondidos da Torah) ao mundo todo na Era Messiânica, e isso inclui a Tecnologia. 

Reinterpretando, quando Moisés (Levi) toma a Torah (ת) das profundezas através de duas aberturas que é o que o Zôhar menciona quando diz "Quando o Leviatã alcança a entrada da profundidade..." usa "be'pitchá d'pitchá (בְּפִתְחָא דְּפִתְחָא ) - abertura da sabedoria" uma vez que Pitchá vem de Patach que se refere à S'firá Chochmá na Árvore das Vidas indicando "Abertura da Sabedoria Escondida, "todos os peixes (mistérios ocultos) se espalham pelo grande mar (Torah) agitado pelo sopro da boca do Leviathan (o Espírito de Moisés).

Há muito tempo, na verdade, dois anos, venho meditando nesse segredo e há dois dias, pedi em oração ao Sagrado que me visitasse e me revelasse o segredo de Sagdon e Gilba que são as gemas que o Levithan tomou no dia no qual o Templo foi destruído (T'shá be'Av) e o que aconteceu esta madrugada na qual fui despertado pelo Sagrado que me contou estes segredos, motivo pelo qual eu estarei retirado no dia de hoje pois, não é possível para mim permanecer ligado totalmente às coisas mundanas.

O SEGREDO DO NOME LEVI

Há apenas um Levi na Toráh, ou seja, o terceiro filho de Jacó com Lia (Gênesis 29:34), que deu origem à casta sacerdotal dos levitas (que na forma singular é soletrada em hebraico, o mesmo que o nome Levi). : לוי e no plural masculino: לוים , levi'im. o nome Levi do verbo לוה ( lawa ) significando juntar, ser unido. Este é o verbo que Leah usa quando nomeia Levi, "Agora, desta vez meu marido se unirá a mim, porque eu lhe dei três filhos (Gênesis 29:34)." Leviathan, como a abertura do segredo do nome Levi, significa também "Aquele que foi unido, atado à Toráh dos Segredos. Neste ponto descobrimos que, todos os grandes patriarcas que revelaram segredos da Toráh Escondida, são também chamados "Leviathan" ou, como aparece no Bereshit "Taninim (Dragões)" e também "Grandes repteis".

Baruch Atá Atiqá Qadishá, Gal ha'Sodot (Bendito sejas Tu, óh Ancião Sagrado, que revela os segredos). 

Autor
Bën Mähren Qadësh
Deepak Sankara Veda​

O Artesão Da Luz