O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Batalha Espiritual: O Engano

Cerca de vinte, vinte e cinco anos atrás, surgiu, no movimento evangélico mundial, um movimento chamado “Batalha Espiritual”, baseado na interpretação corrupta das palavras ditas por Paulo, o Apostolo, aos Efessim (Efésios). Segue o passuq (verso):

“Porque não é contra carne e sangue a nossa guerra, sim contra os Príncipes, contra as Potestades, contra os Governadores das trevas deste mundo, contra os Espíritos maléficos que estão nas regiões acima (El Ha´Efesiim péreq 6, 12º pasuq)”.

Aqui, existe um verdade escondida que os pastores e lideres espirituas cristãos se quer imaginam o que possa ser, e que Paulo, o Apostolo, um ex-rabino ortodoxo que outrora havia sido aluno de Ranban Gamali´El Ha´Zaqen, Mestre Qabalista citado no Talmud inúmeras vezes, sabia. É certo, portanto, que Paulo estudou a Sabedoria Escondida (Qabalá ) e conhecia muitos dos seus mistérios. Paulo Sabia que, ao abandonar a prática da Torah de Há´Shem, (o que ele aparentemente fez) ele e todos os seus seguidores estariam lançados debaixo do governo dos poderosos Príncipes Celestiais, os Sarim, que governam não só as regiões celestes, mas, também, são os “reis” deste mundo, e o segredo de como ele (Paulo) saiu de debaixo do governo de Ha´Shem está na "Brit Milá - A Aliança Sagrada da Circuncisão.

Antes de continuar, quero citar um trecho do Zohar Sagrado acerca da "Sagrada Circuncisão":

"R. Abba dijo: Feliz es Israel porque Dios lo que ha elegido de todos los pueblos y le dio este signo del pacto. Pues todo aquel que tiene este signo del pacto no descenderá a la Guehena (Rabino Abba disse: Feliz é Israel porque D´us o escolheu de todos os povos e lhes deu este sinal do pacto (a circuncisão), pois, todo aquele que tem este sinal do pacto, não descerá ao  inferno)".

Zohar Lech Lechá

No final dos anos 80, o grupo musical “vencedores por cristo” lançou a música “Rei das Nações”, um louvor cristão que logo, como muitos outros, se tornou uma “febre” nacional dentro dos movimentos evangélicos. Segue a letra do refrão:

“Ó Rei das nações, quem não temerá? Quem não glorificará teu nome? Ó Rei das nações, Quem não te louvará? Pois só teu nome é santo”.

Graças a Ha´Shem, nós temos a marca da circuncisão na carne, o Nome de D´us gravados em nossos corpos, e acima de tudo, o conhecimento da “Chochmat Ha´Nistar (Sabedoria Escondida)” da Torah de D´us, que é Perfeita, repito, que é Perfeita. Como então, a Torah de Ha´Shem que é declarada "PERFEITA" pôde ser chamada de imperfeita pelo chamado "Apostolo Paulo?" Penso que nem mesmo alguém que tenha abandonado a prática da Torah a chamaria de imperfeita. Está claro que isto foi influênciado nas mentes dos padres tradutores do chamado "Novo Testamento" pelo Príncipe que governa as nações e que rejeitou a Torah por eles, sabendo que eles não cumpririam os seus preceitos (mitzvot).

No Zohar, os rabis estavam discutindo um pasuq dos neviim (profetas) e de como as pessoas o haviam entendido errado. Eis o verso:

Está escrito: “¿Quién no Te temería, oh Rey de las naciones? Porque a Ti te corresponde (el temor), ya que entre todos los sabios de las naciones, y en todos los reinos, ninguno hay comparable a Ti (Yeremiahu péreq 10, 7º pasuq – Zohar Mishpatim)”.

Este é o mesmo verso que foi musicado pelo grupo cristão “vencedores por cristo” acreditando eles que o verso está falando e está se dirigindo a Ha´Shem. Eis a terrivel verdade:

No Zohar os rabis continuam discutindo este verso, e eles então dizem: “Quanta gente entendeu mal este versiculo. Repetem suas palavras (como papagáios - acrécimo meu)  mas o seu verdadeiro significado não lhe é revelado. É o Santo, bendito seja Ele, o Rei das Nações? Quando o Altíssmo dividiu por herança as nações, quando dividiu os filhos de Adão, fixou o limite dos povos conforme o número dos benei Israel (Filhos de Israel). Porque a porção do Eterno é o Seu povo, e portanto, Ele é o Rei de Yisra´el”.

O segredo do verso revela que D´us governa somente sobre Yisra´El, e se está é a grande e terrivel verdade, então surge a pergunta: “E quem governa sobre as nações da terra?”

O Príncipe Sama´El

Ele é quem governa as nações da terra. Quando D´us estava para dar a Torah a Yisra´El, e para que este fosse um ato justo para com os povos da terra, D´us a ofereceu primeiro às nações, quer dizer, ofereceu-a ao Principe (Sar) que governa as nações, mas ele a rejeitou, pois sabia que as nações não conseguiriam cumprir os preceitos da Torah. Assim a Torah foi dada para Yisra´El, e é por isto que D´us reina somente sobre Yisra´El.

A grande verdade é que, todos estes povos (os goyim) reunidos nestes grande movimentos religiosos dogmaticos, onde não existe a Sabedoria da Torah, mais somente a Sabedoria dos Sábios das nações, estão juntos, entregando louvores a quem eles acreditam ser o Criador, eles estão, na verdade e como o verso e a sua posterior musicalização diz, louvando ao Principe da Nações, o Anjo caído Sama´El (que D´us nos livre de pronunciar os seu nome), conhecido pelo nome Lucífer, de origem do Latim.

Aqui ainda há outro mistério que alude ao código hebraico “Goyim” traduzido frequentemente para “Nações” e que só poderá ser entendido por aqueles circuncisos que guardam e praticam a Torah de Ha´Shem.

O Zohar continua nos revelando: "Se o profeta aqui quisesse ter chamado “D´us” de “O Rei das Nações” ele o teria dito, mas ele está se referindo apenas aos Seus servidores (Os Sarim). Além disso, a última parte do versículo contradiz esta idéia, pois diz: "Ora, entre todos os sábios das nações não há nenhum como Tú (D´us)”. Os "sábios das nações" não é uma referência aos lideres religiosos, padres, pastores, etc, mas aos "Sarim (Os Príncipes)" que governam as nações.

Como outras nações têm muito a se vangloriar, é surpreendente que com esse verso não ascendam aos céus. Mas, na verdade o Santo, Bendito seja Ele, cegou seus olhos e de todas as outras nações irmãs, que para Ele são como nada, e são por ele reputadas como menos do que nada e vaidade.




Constantemente nós encontramos todos estes povos que pregam que Ha´Shem rejeitou Israel porque Israel teria rejeitado o messias, se vangloriando de que são eles os "filhos do dono de todas as coisas" e portanto são ricos, possuem herança em todas as coisas, etc, e é absurdamente impressionante como estes povos não enxergam a verdade. É tão certo que estes povos não possuem a "Sabedoria Divina" pois, nunca, desde o principio nenhum padre, bispo, papa ou pastor ganhou um debate sobre as kituvei ha´qodeshim com qualquer rabino. A relatos no Zohar de bispos que até se convertam à Torah após perderem debatem acalorados sobre determinados pesuqim das escrituras.

E triste saber que as nações da terra continuam sendo enganadas por este lideres religiosos que nada entendem dos mistérios da escrituras, e não podem revelar a eles que estão sendo induzidos a adorar aquele que não é o Rei de Yisra´El.

Estas pessoas enganadas, saem em campanhas chamadas de "Batalha Espiritual" com intenções tolas e errôneas de "conquistar" bairros, cidades, estados e países, marchando pelas ruas carregando faixas, cantando e fazendo orações, tentando "reproduzir" o feito de Yechoshua Avéd Moshê (Josué, servo de Moisés), quando derrubou as muralhas de Yerichó (Jericó). O que eles não sabem é que, aquelas pessoas eram circuncisas e praticavam a Torah de D´us, e conheciam mistérios que estes, hoje, sequer desconfiam que existem, e mesmo quando ouvem falar em Qabalá, a rejeitam dizendo ser coisa do "diabo", e com isto blasfemam contra o Eterno, que Ele nos livre de tal ação. Quando os "Sarim" nas regiões celestes vêem estes povos em marcha pelas ruas tentando "derrubá-los" com suas campanhas de "batalha espiritual" e olhando para eles não encontram neles o "sinal da convenção sagrada (a circuncisão), eles riem-se deles dizendo: "Ali está o povo que rejeitou a Torah e a "Convenção Santa" tentando nos derrubar".

Quando Ha´Shem convocou Moshê e o comando a descer ao Egito para libertar o "Am Israel", Ele disse: "Vai ao Faraó... (Shemot 10, pasuq 1º)". Na verdade a "aparente má tradução (feita propositalmente para esconder os mistérios)" esconde um segredo maior. A Torah não diz "Vai ao Faraó", mas "Vem ao Faraó (Bô el Faraó)". De fato, Ha´Shem estava comandando Moshê a subir (vem) às regiões celestes e se apresentar diante do Príncipe que governava o Egito, e este Príncipe era um corrupto. Quando o Príncipe celeste olhou para Moisés e viu sua estatura messiânia, ele foi enfraquecido. Daqui nós aprendemos que, qualquer um que queira destronar um dos Sarim que governa sobre qualquer Continente ou qualquer país, esta pessoa tem que ser uma encarnação de Mashiach, e tem que ter atingindo a "estatura da consciência de mashiach".

O segredo deste Príncipe celeste que governava o Egito, está no pasuq 8º do capítulo primeiro de Shemot (Êxodo): "E se levantou um novo rei sobre o Egito que não conheceu a Iosef (José). Este "novo rei" era o Príncipe que governava o Egito quando Moshê se apresentou diante dele nas regiões celestes.

O Zohar diz que, acima os Seres (Anjos, chayot) proclamam: "Afastai-vos do fulano que não honra a Torah". Imediatamente ele é deixado só e nem mesmo ajudado pelos céus ele será.
As pessoas imaginam que todos os Seres Celestiais (Chayot) acima são bons. Os antigos nos ensinaram que, quando o Egito abaixo se tornou corrupto, os Príncipes acima foram lançados na corrupção e impureza, e assim, todas as cidades do mundo foram lançadas na corrupção, exceto Isra´El, tanto acima, como abaixo.

Isto é tão poderoso que, mesmo Moisés, quando estava subindo para receber a Instrução (A Torah), correu o risco de ser destruido pelos Sarim (Chay´Ot Ha-Qadosh), pois quando eles o viram, questionaram quem era aquele intruso que ousava entrar no reino deles. Os principes estavam para o queimar, quando Moisés sacou e fez uso do Nome Santo, e então eles se prostraram, pois sabiam que era um homem de elevada estatura e que conhecia o segredo do Nome do Senhor.


O Rei David & Os Príncipes Celestiais

David Ha´Melech (O Rei David), de abençoada memória, foi perseguido pelos Sarim (Os Príncipes Celestiais). Este segredo está no Tehilim péreq 119, 1º passuq, onde diz: "Sarim redafúni chinam, u´midevarêcha fachad libi - Sem motivo os Sarim (Príncipes Celestiais) me perseguiram, mas meu coração temeu somente afastar-se da Tua palavra (Salmo 119:1)".

Se o Rei David, praticante da Toráh de D´us, circunciso, um homem amado por D´us e pelo povo de Isra´El, foi perseguido pelos Príncipes Celestiais, o que se diria então, destas pessoas que rejeitaram a Torah e vivem enganando-se com suas falsas interpretações da Bíblia e enganando aos outros? 

Paulo, o Apóstolo, já sabia disto, e por isto revelou aos cristãos daquela época, que não são os mesmos cristão desta época, e nem o mesmo movimento, que se eles quisessem que suas orações fossem ouvidas, teriam que vencer os Principes Celestiais que governam as regiões celestes e principalmente ao governador deste mundo, o Principe caído Sama´El.

É não era com muitas palavras, orações, suplicas que eles venceriam, mas com o uso dos Nomes Sagrados do Eterno, que certamente Paulo ensinou a eles. Mas acima de tudo, eles deveriam ser circuncidados, marcado com o Nome Santo, para que pudessem escapar dos demônios atados a eles, como revelei anteriormente.

O Zohar revela que, nenhum que seja circunciso, e que tenha cuidado corretamente da marca de D´us em seu corpo, descerá ao inferno, pois na porta do Gehinon a um Anjo que verifica se a pessoa é circuncisa ou não.

Eu não sinto pena e nem tristeza porque você está sentindo desconforto agora ao ler este artigo, mas sim, alegria, pois alguém que leia esta verdade, e esteja mesmo interessado em mudar sua vida, em demonstrar verdadeiro amor ao Eterno, aceitará a Torah e procurará circuncidar-se, mas não por interesse ou barganha, como muitos fazem dizendo: Ah! Vou virar judeu, pois judeus são ricos, prosperos, etc.

Eu tenho dez anos agora de experiência no ensino da Sabedoria Escondida, e neste longo período aprendi muitas coisas, principalmente adquiri a habilidade de conhecer as verdadeiras intenções daqueles que me procuram pedindo ajuda, ou supostamente interessadas em aprender a Qabalá. Poucos e raras pessoas tinham intenções sinceras, verdadeiras. A maioria apenas queria uma mudança social, financeira.

Outro dia, fui procurado por um empresário, que até hoje não conseguiu explicar como chegou até mim. Ele tinha muito interesse em Anjos. Cada vez, das poucas que veio à minha residência, me perguntava se eu "conhecia anjo tal". Fez-me promessas disto daquilo se eu o ajudasse, sem saber que já sou bastante experiente e que D´us sempre me revela aquilo que está escondido nos meus sonhos. Acabei lhe escrevendo e pedindo-lhe que fosse sincero comigo. Resultado é que tal empresário desapareceu, nunca mais me procurou.

Para esta pessoas, eu apenas gostaria de deixar um pasuq do Pirkey Avot: "Hillel, vendo um crânio boiando num rio, disse: Porque afogaste outras pessoas foste afogado, e quem te afogou virá também a ser afogado (Pirkey Avot péreq 2º, 7º pasuq)".


Ruchoni´Ot Krav

O termo para "Batalha Espiritual" no hebraico é "רוחנית קרב (Ruchoni´Ot Krav)" o que "limita" esta dita "batalha espiritual" aos "Anjos de Yetzirá" os quais duvido que sejam conhecidos por pastor algum, ou será que estou errado?

Para encerrar por aqui, deixo um trecho do Zohar Sagrado que encerra um poderoso segredo, que estará revelado aos olhos dos iniciados:

Ana Be´Koach

Rabi Simeão disse: Quando a Shechiná desceu ao Egito, um ser vivente celestial (uma Chayáh) chamou Israel, e a forma do patriarca Jacob desceu com Ela (a Shechiná) acompanhada por quarenta e dois atendentes celestiais, cada um carregando uma letra pertencente ao Santo Nome de Ha´Shem. Todos eles desceram com Jacób ao Egito, e por isso é dito “e estes são os nomes dos filhos de Israel que vieram para o Egito ... com Jacob (Zohar Shemot)”.

Assista O Vídeo Abaixo
http://www.youtube.com/watch?v=44kBN340vd4

Postagem em destaque

Reencarnação Através Do Beijo

Recebendo A Neshamá De Briá Experiência Pessoal (Artigo Em Construção) "Dá-me os teus lábios e eu te darei a minha alma (n...

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".