Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

sábado, 19 de agosto de 2017

Jonas & O Grande Peixe


"O diabo ama mistérios não revelados" 

- do Filme "No Coração Do Mar". 

Venha, Leia e contemple este grande mistério: "É disseram para ele: Conta-nos, rogamos-te, porque este mal sobreveio sobre nós (וַיֹּאמְרוּ אֵלָיו--הַגִּידָה-נָּא לָנוּ, בַּאֲשֶׁר לְמִי-הָרָעָה הַזֹּאת לָנוּ:)" - Yonáh 1:8 Compreenda! Ao implorarem a Jonas, os marujos usam o termo hebraico "ha'guidáh (הַגִּידָה) que se refere a um "mistério escondido em uma história, numa parábola". Ha'guidáh significa "dar a conhecer o que dantes estava escondido". Por exemplo, em Shofetim (Juízes) capítulo 16 versículo 13, lemos: "E disse Dalila a Sansão: Até agora zombaste de mim, e me disseste mentiras; declara-me  (הַגִּידָה) pois, agora, com que poderias ser amarrado?". Note que  coloquei entre parênteses o termo hebraico que ela usou que foi "ha'guidáh", porque ela requiriu dele que lhe revelasse o seu segredo. Outro exemplo do uso do mesmo termo nós encontramos em Iº Samuel 14 versículo 43: "Disse então Saul a Jônatas: Declara-me (הַגִּידָה) o que tens feito. E Jônatas lho declarou, e disse:".

Quando eles perguntam do "mal" que recaiu sobre eles, usam o termo hebraico "ha'ra'áh ha'zot (הָרָעָה הַזֹּאת)" que é feminino. Primeiro, ha'ra'áh (הָרָעָה) por temurá (permutação cabalística) se transforma em "ha'eráh (הֶעֱרָה)" que se traduz para "descobrir, tornar nu" e "ha'zot (הַזֹּאת)" alude a malchut na Árvore das Vidas (עץ החיים) e que é a Toráh Escondida. O Zôhar declara em Parashat Tzav sobre "Zêh (זֶה)" e "Zót (זֹאת)". Zêh é masculino e se refere à Zeir Anpin - A Face Curta de D'us na Árvore Sefirótica (chessed, guevurá, tiféret, netzach, hód e yesód) e Zót é malchut que é a Torá neste mundo.

O que os marujos estavam pedindo? "Conta-nos o segredo, nos revela este mistério, descobre para nós a Torá!".

Veja e contemple: "E preparou Adonai um grande peixe para engolir Jonas, e esteve Jonas no ventre do peixe três dias e três noites (וַיְמַן יְהוָה דָּג גָּדוֹל, לִבְלֹעַ אֶת-יוֹנָה; וַיְהִי יוֹנָה בִּמְעֵי הַדָּג, שְׁלֹשָׁה יָמִים וּשְׁלֹשָׁה לֵילוֹת)" - Yonáh 2:1. O peixe é a letra aramaica "Nun (נוּן)" que significa "peixe", é a letra da consciência messiânica e a inicial da palavra "nistar (נסתר)" e que alude à Sabedoria Escondida da Toráh. Jonas é a Era Messiânica. 

A letra Nun vem depois da letra Mem (מֹם) mem, as águas do mar, e que é o meio natural da letra nun que é o peixe. O nun "nada" no mem coberta pelas águas do "mundo oculto". As criaturas do "mundo oculto" carecem de autoconsciência, de serem reveladas. Estas criaturas do mundo oculto são chamadas "chayot (חַיּוֹת) - seres viventes" Ao contrário dos peixes, animais terrestres estão revelados na face da Terra, estão visíveis e possuem autoconsciência. Os peixes precisam ser "pescados" para que seja vistos.

O Zõhar declara que  a letra mem criou as águas (מַיִם) e também a Torá e, portanto, a Torá é chamada "águas" e "mar". Mem é a inicial de malchut (מַלְכוּת) e a gematria de malchut que é 496 é a mesma de Leviathan (לִוְיָתָן) que é a Torá que esconde o mistério que é a letra nun.

"O peixe disse a Jonas, não sabe que o meu dia chegou de ser devorado pela boca do Leviatã? Jonas respondeu ao peixe: Leve-me ao lado dele (do Leviatã), e eu vou libertar-me e também a você da sua boca. O peixe o trouxe ao lado do Leviatã. e Jonas disse ao Leviatã: Na sua conta, desci para ver a sua morada no Mar, pois, além disso, no futuro, irei descer novamente e colocar um anzol em sua língua, e eu irei te pescar e preparar você para grande banquete dos justos (tzadiqim)".

Pirkê d'Rabbi Eliezer

As almas dos tzadiqim realmente consumirão a própria raiz da consciência de nosso nível atual de alma, para integrar (digerir) em um nível de consciência totalmente novo e superior que dantes estava escondido.

Contemple este maravilhoso mistério o qual dantes não fora revelado: "E falou Adonai ao peixe; e vomitou a Jonas em terra firme (וַיֹּאמֶר יְהוָה, לַדָּג; וַיָּקֵא אֶת-יוֹנָה, אֶל-הַיַּבָּשָׁה.)" - Yonáh 2:11 

Venha comigo, e penetremos juntos esta revelação: Três dias e três noites são 72 duas horas e o valor 72 alude ao Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes de D'us - os quais Moshê usou para abrir o mar. O peixe é o mistério do messias, o revelador dos segredos divinos e Jonas que é Elias é a própria Era Messiânica que vem a terra novamente (reencarnação) trazendo a revelação da Tecnologia da Alma e a inauguração da Era do Messias, o Despertar Crístico da humanidade.

A letra nun (נוּן) é a décima quarta letra do alef-beit e quatorze é o valor numérico de "David", o progenitor do Reino eterno de Israel (consciência) que é malchut - a carruagem da consciência messiânica global. O herdeiro de David é Mashiach ben David (o mundo todo iluminado, desperto). Nossos Sábios nos ensinam que um dos nomes do Mashiach é Yinon (יִנּוֹן) que signfica "ele irá governar". O tehilim 72 verso 17, diz: "O seu nome permanecerá eternamente; o seu nome se irá propagando de pais a filhos enquanto o sol durar, e os homens serão abençoados nele; todas as nações lhe chamarão Yinon (יְהִי שְׁמוֹ, לְעוֹלָם-- לִפְנֵי-שֶׁמֶשׁ, ינין (יִנּוֹן) שְׁמוֹ:)".

Jonas é uma tradução latina para "Yonáh (יוֹנָה)". A letra "Hê (ה)" de "Yonáh" possui gematria Ayak Bachar (אי"ק בכ"ר) igual a 50 que é o valor da letra "nun (ן)". Ao aplicarmos temurá (permutação cabalística em "Yonáh (יוֹנָה)" e permutando a letra "Hê (ה)" através de Ayak Bachar Yonáh se transforma em "Yinon (יִנּוֹן)". Jonas é a Era messiânica.

"E eles lhes respondeu: "Nenhum sinal vos será dado, senão o do Profeta Jonas". 

- Matitiahu 12:39. 

Vamos e nos regozijemos, pois a Era Messiânica é chegada, a Era do Despertar e da Iluminação, a Era de Aquário (águas), a Era na qual todos seremos Cristos.

Autor
Dipankara Vedas
Bän Mahëran Qadësh
Misha'Ël Ha'Levi


O Artesão Da Luz