Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

segunda-feira, 25 de maio de 2020

A Marca Da Besta

666 

Outra vez eu vou explicar o mistério, porque, Evangivaldo não aprendeu ainda e fica com distopias em suas pregações mundo a dentro.

"Aqui está a Chochmá. Aquele que tem Biná, calcule o número da Besta; porque é o número de Adão (Belial), e o seu número é seiscentos e sessenta e seis (בָּזֹאת חָכְמָה מִי שֶׁבִּינָה לוֹ יְחַשֵּׁב מִסְפַּר הַחַיָּה כִּי מִסְפַּר אָדָם הוּא וּמִסְפָּרוֹ שֵׁשׁ מֵאוֹת וְשִׁשִּׁים וָשֵׁשׁ׃)." 

- Apocalipse 13:18


A "Besta" é Malchut das Qlipot de Adam Belial, chamada Edom e que é oposta a Malchut da Árvore das Vidas que é chamada Israel.

Edom,que é Malchut das Qlipot é chamada "Ha'Tzar Ha'Mashich (הצר המשיח) - O Inimigo do Messias. O messias é Israel e o Anticristo é Edom, também chamado Roma.

O cálculo das letras hebraicas de "Ha'Tzar Ha'Mashiach (הצר המשיח) por Gimatria Mispar Musafi é igual a 666. Toda energia que se opõe ao Despertar é chamada Anti-Mashiach e tem origem nos órgãos metafísicos de Adam Belial chamado no Apocalípse 13 de "ADÃO" e traduzido para Homem dando a ilusão de que se trata de uma pessoa específica. E veja que chamado apenas de Adão (אדם) e não de "O Adão (האדם)".

Este Adão é o Adão Vazio (Belial) que também recebe o nome de "Qlipot (Cascas do Mal)". Toda energia que provém das Qlipot possui a sua assinatura espiritual que é 666 pois, a gimatria de "mi-Qlipot (מקליפות)" ou seja, "que provém ou tem origem nas Qlipot (cascas)" é exatamente 666.

Evidentemente quando, as centelhas das "Escórias" encarnam no mundo físico, recebem um nome que, pela Providência Divina, revelará aos SÁBIOS a sua origem. Por exemplo, a expressão "Adolf Hitler, Áustria (אוסטריה אדולף היטלר)" possui gematria igual a 666.

Adam Belial e as Qlipot também são chamadas de "Asséret B'ney Haman (עשרת בני המן) - Os Dez Filhos De Haman." A qlipá de Haman tem o seu rei que é chamado "Agag Mélech Amaleq (אגג מלך עמלק)". Em Megilat Esther, Haman é chamado "Ha'Agagi."

As letras de "Ha'Agag (האגגי)" reencarnaram em "Hitler (היטלר), Eichmann (איכמן), Gobbels (גובלס), Goëring (גורינג) e Iosef Mengele (יוזף מֶנְגֶלֶה)."

Malchut das Qlipot também é chamada "Dragão" e "Antiga Serpente", enquanto Malchut da Árvore das Vidas é chamada de "Leviathan."

Estou postando isso tudo novamente porque Evangivaldo não sabe e fica elegendo, ao seu bel dogma-prazer, os seus anticristos, como seus "messias" e apontando para os que rejeitam sua fé Edomita.

Para que Evangivaldo tome ciência, o Apóstolo Paulo escreveu: "E que concórdia há entre Cristo (Israel) e Belial (Edom)? Ou que parte tem o fiel (Malchut da Árvore das Vidas) com o infiel (Malchut das Qlipot)?" 

2 Coríntios 6:15

Autor
Bën Mähren Qadësh

sábado, 16 de maio de 2020

Ibür: A Visita Do Maharal De Praga


Artigo Em Construção

"Presenteá-la com um Talit foi preparar para ela uma chupá, porque, a centelha de alma que ela estava carregando, veio para unir-se ao meu rúach e à minha néfesh e era preciso preparar o pálio nupcial para o casamento."

Enquanto eu estudava os segredos da reencarnação, no Lag Ba'Ômer de 5763, madrugada de terça-feira 20/5/2003, fui visitado em meus sonhos pela alma do tzadiq nistar  (justo escondido) que me contou um segredo sobre reencarnação por Ibür. Ele me disse: “O rúach de um judeu, não pode assentar sobre a néfesh de um gentio. O segredo para isto está nos textos da Toráh que falam sobre casamento."

A visita deste tzadiq cuja identidade me seria revelada somente quatorze anos no futuro e depois do meu Despertar, me fez permanecer com uma consciência muito elevada durante todo Lag Ba'Ômer e cada vez que algum dos discipulos ou membros da Comunidade falavam comigo, eu apenas derramava lágrimas.

Eu nasci conectado com três almas-raízes: A alma-raiz Chaim Vital em unificação com a alma-raiz Arizal, a alma-raiz Chizqiyahu, melech Yehudá e a alma-raiz Maharal e destinado a receber, por Ibür as centelhas dessas três almas-raízes e, portanto, eu fui guiado por elas, durante toda a minha vida, até alcançar a verdadeira Teshuvá que não é a ilusória conversão ao judaísmo.

Maharal era o título do nosso professor, de abençoada memória, o Rabbi Yehuda Loëw Ben Betzalel (יהודה ליווא בן בצלאל) cuja gematria do nome é exatamente a mesma de Ibür (עיבור) que é 288.

A centelha de alma do Maharal seria a última a reencarnar no meu corpo, através de Ibür, para se unir com as outras centelhas me ajudando a alcançar o Despertar e o Deveiqut - a aderência total ao Criador.

A centelha de Chaim Vital se uniu à minha néfesh em 1999. A do rei Chizqiyahu, em 2002 e a do Maharal em 2014. Eu soube que havia sido o Maharal que havia me visitado para me instruir devido a dois segredos. O primeiro foi que ele estava portanto uma belíssima bengala na mão esquerda e, o segundo, foi porque ele veio em Lag Ba'Ômer pois, foi em Lag Ba'ômer de 1590, quatrocentos e treze anos antes daquela madrugada maravilhosa, que o Maharal desativou o seu Golem.

"Presenteá-la com um talit foi preparar para ela uma chupá, porque, a centelha de alma que ela estava carregando, veio para unir-se ao meu rúach e à minha néfesh e era preciso preparar o pálio nupcial para o casamento." 

Isso se realizou no dia 28 de março de 2014, o dia no qual os céus haviam determinado para que se celebra-se o Qidushim. Ora, não é o dia 28 de março o 87º dia no ano solar e não é este valor e gematria de "18 de Elul (יח באלול)" e os dias restantes no ano, 278 revelam o segredo em gematria de "Bô Maharal (בא מהר"ל) - Vem o Maharal."

E não foi em 18 de Elul de 5369 que se ocultou desse mundo o nosso grande mestre o Rabino Judá? Conhecido como Maharal? Não existe acasos no universo...

Este casamento da centelha de alma do Maharal com o meu rúach estava destinado nos céus, conforme o mistério registrado nesta foto que foi capturada na minha infância.


A placa da Kombi "S-5774 85" contem o segredo de "Sód 5774 18 Elul (סבך-התשעד יח אלול)" ou seja, "Entrelaçar/Emaralhar em 28 de março de 2014".

Então, declarou Yóv: "Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido." - Jó 42:2

Três anos depois, no mesmo 28 de março de 2017, durante um sonho, ela foi levada à presença do Rebbe Menachem Mendel, de abençoada lembrança, que escreveu, um um papel diante dela o código hebraico "Lamed Vav Niq" que é o segredo dos 36 justos escondidos. Ela estava de preto, como enlutada, pois, de fato, a centelha que estava nela já havia transmigrado para mim e o Santo, abençoado seja Ele, queria que eu tivesse conhecimento do mistério.

A partir daquele dia, os céus revelaram, sobre mim, o nome novo adquirido por causa desse casamento: Bën Mähren Qadësh - Filho do Mähren Sagrado.

Maharal
Letras Que Iluminam

Absolutamente nada, mas nada mesmo, acontece por acaso. O selo Maharal - Letras Que Iluminam - foi criado no dia 20 de Adar de 5780 para a minha recém fundada Sha'on-Hourglass Editora. Nesse mesmo dia, há 440 anos atrás, o Maharal de Praga criava o seu Golem da argila do rio Vlatava e, por mais maravilhoso que possa se assemelhar, e o é, 20 de Adar de 5780 foi 17 de março de 2020 assim como 20 de Adar de 5340 foi 17 de março de 1580. Acham que eu planejei isso? Criar o selo Maharal para a Sha'on-Hourglass Editora no aniversário de 440 anos do nascimento do Golem criado pelo Maharal? Não! Eu sequer lembrei ou verifiquei a data no dia. Os céus produzem as evidências para amparar tudo o que tenho revelado sobre a centelha de alma que recebi da alma-raiz do Maharal de Praga. E há muitas outras. O valor 440 possui a gematria da palavra "Tam (תם)" que significa "Completo."

Há 4 anos, em 29 de fevereiro de 2016, uma amiga e aluna querida, Karla Roberta Carvalho, teve um sonho comigo, sonho durante o qual eu a ensinava a criar um Golem, mas o único que sabia criar um Golem era o Maharal. No sonho, as instruções especificas que minha centelha passou para Karla diziam que o Golem deveria pesar 101 quilos. Ao calcular a gematria de Golem (גולם) descobri que a gematria Avgad é exatamente 101. O interessante foi que, entre os dias no qual comprei a arte e o sonho de Karla, a tia dela, Karla, estava em um passeio turístico na cidade de Praga, capital da República Tcheca. Nada é um acaso quando o Sagrado, abençoado seja Ele, deseja revelar um segredo aos seus cabalistas, pois a revelação vem repleta de evidências.


O sonho de Karla Roberta Carvalho no qual eu a ensinava a criar um Golem, foi no dia 29 de fevereiro e que, naquele ano bissexto caiu em 20 de Adar I de 5776 e não poderia ter sido em outra data, porque a alma precisava escrever a evidência de sua presença. Quatrocentos e trinta e seis anos antes, no mesmo dia 20 de Adar do ano 5340 (17 de março de 1580), o Maharal, abençoada seja sua memória, convocou seu genro, Rabi Yitschak ben Shimshon Ha'Kohen Katz e Rabi Yaakov ben Chayim Halevi Sasson, seus discípulos mais chegados e, com o auxílio deles, criou um "homem" a partir do barro do Rio Vlatava, perto de praga. Ele desenhou a figura do Golem na argila usando sua maravilhosa e belíssima bengala e foi por esta razão que, em Lag Ba'ômer de 5763 ele veio a mim durante o sonho usando sua bengala para que, mais tarde, anos depois, eu pudesse reconhecer sua identidade oculta.
Agadot Al Ibür 
(Contos sobre Ibür)
Razá Ila'ah

quinta-feira, 7 de maio de 2020

DIANTE DAS CÃS TE LEVANTARÁS


"Diante das cãs te levantarás e honrarás as FACES do velho (מִפְּנֵי שֵׂיבָה תָּקוּם, וְהָדַרְתָּ פְּנֵי זָקֵן; וְיָרֵאתָ מֵּאֱלֹהֶיךָ, אֲנִי יְהוָה.)." -Levítico 19:32

"Depois retornarão os filhos de Israel, e buscarão ao Yud Hê Va Hê seu D'us, e a David, seu rei; e temerão ao Yud Hê Vav Hê, e à sua bondade, no fim dos dias (אַחַר, יָשֻׁבוּ בְּנֵי יִשְׂרָאֵל, וּבִקְשׁוּ אֶת-יְהוָה אֱלֹהֵיהֶם, וְאֵת דָּוִיד מַלְכָּם; וּפָחֲדוּ אֶל-יְהוָה וְאֶל-טוּבוֹ, בְּאַחֲרִית הַיָּמִים.)." Hoshéa 3:5

Meu nome cívil (Paulo) cuja gematria é 123 e a data do meu nascimento estão codificados dentro deste versículo. E dizem que a Torá foi escrita por homens...


 וּפָחֲדוּ אֶל-יְהוָה וְאֶל-טוּבוֹ
פאולו

Meu nome (פאולו) está codificado nas palavras "u'pachadú el-Yud Hê Vav Hê ve'el-tuvô (וּפָחֲדוּ אֶל-יְהוָה וְאֶל-טוּבוֹ) - e temerão ao Yud Hê Vav Hê e à Sua bondade..." a cada 4 SAEs (Saltos Alfabéticos Equidistantes), como destacado acima. Já, a data do meu nascimento está na gematria de "be'acharit ha'yamim (בְּאַחֲרִית הַיָּמִים) - no fim dos dias" que é 726 e corresponde ao ano 726 do 5º milênio que é o 1966 gregoriano.


בְּאַחֲרִית הַיָּמִים
"...no fim dos dias."
726

Até mesmo o local do meu nascimento na maternidade do Belenzinho, distrito do Belém (Beth-Lechêm) está neste versículo, pois o rei David, nele mencionado, nasceu em Belém... O Primeiro Livro de Samuel e o Primeiro Livro de Crônicas identificam o rei Davi como filho de Jessé, o belemita (natural de Belém), o caçula de oito filhos.

Em outro lugar, num outro versículo, nós encontramos a importância do valor 123: "Os filhos de Belém, cento e vinte e três (בְּנֵי בֵית-לָחֶם, מֵאָה עֶשְׂרִים וּשְׁלֹשָׁה.)." Esdras 2:21


Quando o rei David nasceu, um grande cometa iluminou os céus, o mesmo cometa voltou 70 anos depois na sua morte. Era o Halley. No capítulo 16 de primeira Samuel no qual lemos a narrativa da unção de David pelo profeta, o termo "Cometa" no hebraico "Shavit (שביט)" está codificado duas vezes e na segunda vez, criptografado dentro do versículo 19, está escrito "shilchá Halley et David (שִׁלְחָ האֵלַי אֶת-דָּוִד)" que pode ser compreendido como "enviou o Halley a David" e onde este termina está "Shavit (Cometa)". Veja abaixo.


Foi o Ibür (reencarnação) do Dr. Immanuel Velikovsky quem me revelou este segredo. Ele me disse que no dia da Morte de David ha'Melech (Rei David) um cometa maravilhoso brilhou nos céus e foi o mesmo cometa que brilhou no dia do nascimento do Rei, e este cometa foi o Halley e me mostrou a cripto-evidência codificada em Devarei ha'Iamim Alef, pereq 29, passuq 28: "E morreu em boa velhice, com os dias completos, riqueza e glória; e Sh'lomô, seu filho, reinou em seu lugar (וַיָּמָת בְּשֵׂיבָה טוֹבָה, שְׂבַע יָמִים עֹשֶׁר וְכָבוֹד; וַיִּמְלֹךְ שְׁלֹמֹה בְנוֹ, תַּחְתָּיו)". As palavras "be'shivá továh sevá iamim (בְּשֵׂיבָה טוֹבָה, שְׂבַע יָמִים)" contém as roshei teivot (iniciais) que formam o terno "shavit (שביט)" que e cometa em hebraico e "seva iamim (שְׂבַע יָמִים) com a mudança dos niqudot (vogais) se transforma em "sheva iamim" que pode ser compreendida como "setenta dias" indicando que o cometa brilhou por setenta dias.


Fui plantado nesta geração, como uma lótus de luz, para iluminá-la e é o que venho fazendo deste que compreendi que esta era a minha missão.

Quarenta dias depois da minha concepção, um grande cometa iluminou os céus. No ano do meu pré-despertar, outro grande cometa iluminou os céus durante 18 meses e no ano do meu Despertar, dois grandes cometas também iluminaram os céus.

O Preceito 209 dos preceitos positivos da Torah nos comanda: a respeitar os Sábios e a levantar-se diante deles, conforme diz o Zohar "na era de aquário os velhos se levantarão diante dos jovens (sábios)", a fim de honrá-los. Este preceito está expresso em Suas palavras, enaltecido seja Ele, "Diante das cãs te levantarás e honrarás as FACES do velho (Levítico 19:32)". Aqui é preciso compreensão da Chochmat Nistar (Sabedoria Escondida), pois "as Faces (plural e não singular) do Velho" aludem ao "Partzuf de Arich Anpin" que é o Atiká Qadishá (O Ancião Santo), bendito seja Ele, e ao Partzuf de Zeir Anpin (A Face Pequena) que são chamadas “Fanei´El (Faces de D´us) e que se refletem no rosto daquele que é o portador da Sabedoria, ainda sobre as quais diz a Sifrá: "Te levantarás e honrarás - levantar-se para demonstrar respeito".


Aqueles que respeitam as reencarnações dos sábios antigos HONRA ao Atiqá Qadishá (Ancião Antigo). Aqueles que temem a Sabedoria, demonstram possuir o temor dos céus.

segunda-feira, 4 de maio de 2020

Chaim Vital & Jonas

O Cometa Swan


Tanto em Sha'ar Ha'Gilgulim, Ha'Qadmá 36, como em Sêfer Chazionot, Vital menciona que em um de suas reencarnações ele foi o Profeta Jonas (Yoná). Em 2017, recebi a visita de uma jovem residente em Amsterdã, a qual eu auxiliava desde 2014. Seu nome, Nínive, o nome da cidade para qual Jonas foi enviado pelo Sagrado, abençoado seja ele. Ha'shem queria me dar evidências daquilo que ele já havia me revelado no dia do Despertar da minha alma em 27 de setembro de 2014.

No livro do Profeta Jonas, nós lemos: "Então temeram os marinheiros, e clamavam cada um ao seu deus, e lançaram ao mar as cargas, que estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém, desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono."

וַיִּירְאוּ הַמַּלָּחִים, וַיִּזְעֲקוּ אִישׁ אֶל-אֱלֹהָיו, וַיָּטִלוּ אֶת-הַכֵּלִים אֲשֶׁר בָּאֳנִיָּה אֶל-הַיָּם, לְהָקֵל מֵעֲלֵיהֶם; וְיוֹנָה, יָרַד אֶל-יַרְכְּתֵי הַסְּפִינָה, וַיִּשְׁכַּב, וַיֵּרָדַם.

Jonas 1:5

Dentro desse versículo, o Santo, abençoado seja Ele, codificou o nome "Chaim Vital" escrevendo uma evidência para os dias futuros durante os quais Jonas e Vital estariam de volta para pregar a Teshuvá ao mundo. Vejamos novamente:

וַיִּירְאוּ הַמַּלָּחִים, וַיִּזְעֲקוּ אִישׁ אֶל-אֱלֹהָיו, וַיָּטִלוּ אֶת-הַכֵּלִים אֲשֶׁר בָּאֳנִיָּה אֶל-הַיָּם, לְהָקֵל מֵעֲלֵיהֶם; וְיוֹנָה, יָרַד אֶל-יַרְכְּתֵי הַסְּפִינָה, וַיִּשְׁכַּב, וַיֵּרָדַם.

Sou a única pessoa no mundo que conhece estes mistérios da alma de Chaim Vital porque, somente a centelha de Chaim Vital pode enxergar estes segredos espirituais que o Sagrado, bendito seja Ele, codificou sobre a alma do Rabino Chaim Vital. Nem mesmo os grandes cabalistas desta geração conseguem perceber estes mistérios. Eles leem e estudam os escritos de Vital, mas seus olhos não podem descortinar estes segredos.

Eu estava estudando o livro de Jonas nesta manhã do dia 124º do ano de 2020, porque estava observando a trajetória do Cometa Swan (C/2020 F8) e vi que ele está cruzando a constelação de Cetus (Baleia) e, então, a voz de Vital me conduziu a procurar pelo cometa no livro de Jonas e, de fato, ele está lá codificado onde ele é chamado de "Shavit Goël (שָׁבִיט גוֹאֵל) - Cometa da Salvação." Não por acaso, o valor 124 é a segunda gematria de Chaim Vital quando escrito com um "alef (א)" incluso em seu nome, letra esta que é a inspiração divina, o Avir (sopro) de D'us para revelar um mistério.

No versículo 7 de Jonas capítulo 1º, se menciona que os marinheiros jogaram oráculos para ver sobre quem o oráculo cairia e, assim, conhecerem o causa da tempestade. O versículo menciona que o oráculo caiu sobre Jonas. O mestre Chaim Vital escreveu e publicou um livro chamado "Sêfer Ha'Goralot (ספר הגורלות) - O Livro dos Oráculos. O termo "Goralot (גורלות)" é mencionado naquele versículo.

A questão é que, devido eu ser uma pessoa humilde que nasceu e cresceu no exílio, nem sendo filho de mãe judia e nem sendo filho de pais ricos, as pessoas confundem a humildade com falta de conhecimento e sabedoria.

Em 2003, no Lag Ba'ômer, eu fui visitado em um sonho pela alma do Maharal de Praga e, ele, me recelou um segredo sobre reencarnação. No ano seguinte, eu comecei a escrever o meu Portal das Reencarnaçôes para o qual traduzi 10 capítulo do Portal das Reencarnações do Rabino Chaim Vital. Sim, eu recebi permissão dos céus para realizar isso. Eu o publiquei em agosto de 2008.

Abençoado seja o Santo, o Atiqa Qadishá, que revela os seus mistérios aos pequeninos no seu povo no exílio.

Razá Ila'ah
Bën Mähren Qadësh


O Artesão Da Luz