Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Os Arautos Da Era Messiânica: A Estrela De Balaão


O C/2011 L4 (PANSTARRS) é um cometa não periódico descoberto em junho de 2011 que se tornou visível a olho nu quando estava perto do periélio (máxima aproximação do Sol) em março de 2013. Ele levou milhões de anos atravessando o nosso sistema solar a partir da nuvem Oort - a casa dos cometas . Depois de sair da região planetária do Sistema Solar, o período orbital pós-periélio, é estimado que nós somente o voltaremos a ver em cerca de 106.000 anos. 

Cometas não-periódicos não extremamente exóticos e enviados pelo Criador do universo para cumprir uma única missão. Toda estrela, cometa e planeta é uma "veste angélical" e por isto são chamados de "corpos celestes". 

"Fogo e barad (meteoritos), neve e vapores, e vento tempestuoso executa a palavra d'Ele (אֵשׁ וּבָרָד, שֶׁלֶג וְקִיטוֹר; רוּחַ סְעָרָה, עֹשָׂה דְבָרוֹ.)" - Salmos 148:8 

"Um cometa é um corpo menor do sistema solar que quando se aproxima do Sol passa a exibir uma atmosfera difusa, denominada coma, e em alguns casos apresenta também uma cauda, ambas causadas pelos efeitos da radiação solar e dos ventos solares sobre o núcleo cometário". 

- Wikipédia 

Reinterpretemos o verso: "Radiação e meteoritos, neve e vapores, vento tempestuoso executa a palavra d'Ele".



"Os núcleos cometários são compostos de gelo, poeira e pequenos fragmentos rochosos, variando em tamanho de algumas centenas de metros até dezenas de quilômetros". 

- Wikipédia 

Os fragmentos rochosos de um cometa compõem a sua cauda junto com os vapores liberados pelo aquecimento do núcleo cometário pelos ventos (radiações) solares e que formam a trilha que ele deixa ao cruzar o sistema solar. 

Como um cometa executa a palavra d'Ele? As estrelas e constelações são as letras do alfabeto celeste e ao cruzá-las o cometa deixa uma mensagem que poderá ser lida pelos iniciados na Sabedoria Escondida. 

Scorpion é a Letra "Nun" do Alfabeto Estelar

Como eu conheço este místério? Fui instruído pela alma do Dr. Immanuel Velikovsky e pela faísca do Anjo Metatron e também pelo Zôhar Sagrado. 

O Zôhar (O Livro Selado), se inicia, na Porção Balak, parágrafo 501 citando a profecia de Bilaam (Balaão) - o mago de um só olho: "Vê-lo-ei, mas não agora, contemplá-lo-ei, mas não de perto; uma estrela procederá de Jacó e um cetro subirá de Israel (אֶרְאֶנּוּ וְלֹא עַתָּה, אֲשׁוּרֶנּוּ וְלֹא קָרוֹב; דָּרַךְ כּוֹכָב מִיַּעֲקֹב, וְקָם שֵׁבֶט מִיִּשְׂרָאֵל)" - Bamidbar (Nùmeros) 24:17. 

O Zôhar então, comenta: "Porque alguns desses assuntos se tornaram realidade naquele tempo e alguns deles são para os tempos futuros, no período do Rei Messias (Era Messiânica). Aprendemos que o Santo, abençoado seja Ele, reconstruirá Jerusalém (espiritualmente) e exibirá uma estrela fixa se movendo através de setenta constelações..." - 



A tradução e comentários entre parênteses, são meus. A seguir, na mesma Porção (Parashá), no parágrafo 502, o Zôhar fornece uma profunda elucidação para a identificação desta estrela misteriosa que foi profetizada pelo mago Bilaam há 3.300 anos: 

"No sexto dia, no vigésimo quinto dia do sexto mês, a estrela se tornará visível. Eles estão reunidos no sétimo dia no final de setenta dias". 

Qual a elucidação destas palavras proféticas no Zôhar Sagrado, o Livro Selado de Daniel? Antes de esclarecer este trecho é preciso esclarecer um outro excerto na mesma Porção: 

"No primeiro dia, ela será vista na cidade de Roma e, naquele dia, três muros superiores cairão na cidade de Roma, e o grande palácio que está lá cairá. O governador daquela cidade morrerá. Então essa estrela se espalhará e se estenderá para ser vista no mundo inteiro". 



No dia 16 de fevereiro de 2013, um terremoto magnitude 4.8 atingiu a cidade de Roma e no mesmo dia o Sumo Pontífice, o Papa Bento XVI anunciou a sua renuncia papal. Sua morte espiritual estava decretada. No dia 28 de fevereiro o cometa PanStarrs se tornou visível a olho nu e na mesma noite o Papa Bento VXI renunciou ao seu pontificado fazendo surgir a necessidade urgente de um novo conclave para a escolha de um novo Sumo Pontífice. Voltemos agora no inicio do parágrafo 502: 

"No sexto dia, no vigésimo quinto dia do sexto mês, a estrela se tornará visível. Eles estão reunidos no sétimo dia no final de setenta dias (na cidade de Roma)". 

O mês hebreu de Adar é o décimo segundo a partir do primeiro mês que é Nissan e o sexto mês a partir de Elul que é o sexto a partir de Nissan. O dia 25 de Adar caiu numa quinta feira, dia 7 de março de 2013. E o que lemos nos jornais neste dia? 

"O último cardeal que participará do conclave para eleger o sucessor de Bento 16 chegou em Roma nesta quinta-feira (7). O vietnamita Jean-Baptiste Pham Minh Man compareceu, na tarde desta quinta-feira (7), à quarta reunião pré-conclave no Vaticano depois que seu avião aterrissou na Itália nesta manhã". 

- Jornal "Ultimo Segundo". 


Porque este dia não "coincidiu" como a profecia do Zôhar Sagrado? Porque Roma mexeu inúmeras vezes no calendário solar acrescentando e decrescendo dias a fim de adaptá-los aos seus dogmas religiosos. Mas, na sexta-feira, dia 8 de março o conclave foi marcado para o dia 12, dia no qual o cometa estava em máxima aproximação do Sol realizando a profecia do Zôhar Sagrado sobre os Arautos da Era Messiânica, mas, outra estrela (cometa) se tornaria visível neste mesmo ano e se você prestar atenção verá que o Zôhar está aludindo a duas estrelas. 

Em hebraico "ha'Kochav ha'Zôhar (הכוכב הזהר)" resulta, em numerologia cabalista no valor igual a 270 e este, por sua vez, é o mesmo valor de "Kochav mi-Ya'akov (כּוֹכָב מִיַּעֲקֹב)" que foi como o mago de um só olho chamou a sua estrela quando vaticinou sua profecia. 

Duzentos e setenta dias depois do dia 7 de março quando todos se reuniram em Roma, o cometa Ison cruzou o Sol, no primeiro dia do Festival bíblico de Hannuká (25 de Kislev) chamado de "Festa da iluminação" e também de "A Festa do Messias". 

Bilaam (Balaão) viu a realização do seu vaticínio, o cumprimento da sua própria profecia? Sim, ele viu e este mistério você encontrará nas páginas do meu livro. Bem-vindos ao início da Era Messiânica. 

Compre aqui o livro 'Kalamus Elohai'

Autor
Deepak Sankara Veda 
Bän Mahëran Qadësh
Kalamus Elohai 
O Mistério Do Cometa.

sábado, 19 de agosto de 2017

Jonas & O Grande Peixe


"O diabo ama mistérios não revelados" 

- do Filme "No Coração Do Mar". 

Venha, Leia e contemple este grande mistério: "É disseram para ele: Conta-nos, rogamos-te, porque este mal sobreveio sobre nós (וַיֹּאמְרוּ אֵלָיו--הַגִּידָה-נָּא לָנוּ, בַּאֲשֶׁר לְמִי-הָרָעָה הַזֹּאת לָנוּ:)" - Yonáh 1:8 Compreenda! Ao implorarem a Jonas, os marujos usam o termo hebraico "ha'guidáh (הַגִּידָה) que se refere a um "mistério escondido em uma história, numa parábola". Ha'guidáh significa "dar a conhecer o que dantes estava escondido". Por exemplo, em Shofetim (Juízes) capítulo 16 versículo 13, lemos: "E disse Dalila a Sansão: Até agora zombaste de mim, e me disseste mentiras; declara-me  (הַגִּידָה) pois, agora, com que poderias ser amarrado?". Note que  coloquei entre parênteses o termo hebraico que ela usou que foi "ha'guidáh", porque ela requiriu dele que lhe revelasse o seu segredo. Outro exemplo do uso do mesmo termo nós encontramos em Iº Samuel 14 versículo 43: "Disse então Saul a Jônatas: Declara-me (הַגִּידָה) o que tens feito. E Jônatas lho declarou, e disse:".

Quando eles perguntam do "mal" que recaiu sobre eles, usam o termo hebraico "ha'ra'áh ha'zot (הָרָעָה הַזֹּאת)" que é feminino. Primeiro, ha'ra'áh (הָרָעָה) por temurá (permutação cabalística) se transforma em "ha'eráh (הֶעֱרָה)" que se traduz para "descobrir, tornar nu" e "ha'zot (הַזֹּאת)" alude a malchut na Árvore das Vidas (עץ החיים) e que é a Toráh Escondida. O Zôhar declara em Parashat Tzav sobre "Zêh (זֶה)" e "Zót (זֹאת)". Zêh é masculino e se refere à Zeir Anpin - A Face Curta de D'us na Árvore Sefirótica (chessed, guevurá, tiféret, netzach, hód e yesód) e Zót é malchut que é a Torá neste mundo.

O que os marujos estavam pedindo? "Conta-nos o segredo, nos revela este mistério, descobre para nós a Torá!".

Veja e contemple: "E preparou Adonai um grande peixe para engolir Jonas, e esteve Jonas no ventre do peixe três dias e três noites (וַיְמַן יְהוָה דָּג גָּדוֹל, לִבְלֹעַ אֶת-יוֹנָה; וַיְהִי יוֹנָה בִּמְעֵי הַדָּג, שְׁלֹשָׁה יָמִים וּשְׁלֹשָׁה לֵילוֹת)" - Yonáh 2:1. O peixe é a letra aramaica "Nun (נוּן)" que significa "peixe", é a letra da consciência messiânica e a inicial da palavra "nistar (נסתר)" e que alude à Sabedoria Escondida da Toráh. Jonas é a Era Messiânica. 

A letra Nun vem depois da letra Mem (מֹם) mem, as águas do mar, e que é o meio natural da letra nun que é o peixe. O nun "nada" no mem coberta pelas águas do "mundo oculto". As criaturas do "mundo oculto" carecem de autoconsciência, de serem reveladas. Estas criaturas do mundo oculto são chamadas "chayot (חַיּוֹת) - seres viventes" Ao contrário dos peixes, animais terrestres estão revelados na face da Terra, estão visíveis e possuem autoconsciência. Os peixes precisam ser "pescados" para que seja vistos.

O Zõhar declara que  a letra mem criou as águas (מַיִם) e também a Torá e, portanto, a Torá é chamada "águas" e "mar". Mem é a inicial de malchut (מַלְכוּת) e a gematria de malchut que é 496 é a mesma de Leviathan (לִוְיָתָן) que é a Torá que esconde o mistério que é a letra nun.

"O peixe disse a Jonas, não sabe que o meu dia chegou de ser devorado pela boca do Leviatã? Jonas respondeu ao peixe: Leve-me ao lado dele (do Leviatã), e eu vou libertar-me e também a você da sua boca. O peixe o trouxe ao lado do Leviatã. e Jonas disse ao Leviatã: Na sua conta, desci para ver a sua morada no Mar, pois, além disso, no futuro, irei descer novamente e colocar um anzol em sua língua, e eu irei te pescar e preparar você para grande banquete dos justos (tzadiqim)".

Pirkê d'Rabbi Eliezer

As almas dos tzadiqim realmente consumirão a própria raiz da consciência de nosso nível atual de alma, para integrar (digerir) em um nível de consciência totalmente novo e superior que dantes estava escondido.

Contemple este maravilhoso mistério o qual dantes não fora revelado: "E falou Adonai ao peixe; e vomitou a Jonas em terra firme (וַיֹּאמֶר יְהוָה, לַדָּג; וַיָּקֵא אֶת-יוֹנָה, אֶל-הַיַּבָּשָׁה.)" - Yonáh 2:11 

Venha comigo, e penetremos juntos esta revelação: Três dias e três noites são 72 duas horas e o valor 72 alude ao Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes de D'us - os quais Moshê usou para abrir o mar. O peixe é o mistério do messias, o revelador dos segredos divinos e Jonas que é Elias é a própria Era Messiânica que vem a terra novamente (reencarnação) trazendo a revelação da Tecnologia da Alma e a inauguração da Era do Messias, o Despertar Crístico da humanidade.

A letra nun (נוּן) é a décima quarta letra do alef-beit e quatorze é o valor numérico de "David", o progenitor do Reino eterno de Israel (consciência) que é malchut - a carruagem da consciência messiânica global. O herdeiro de David é Mashiach ben David (o mundo todo iluminado, desperto). Nossos Sábios nos ensinam que um dos nomes do Mashiach é Yinon (יִנּוֹן) que signfica "ele irá governar". O tehilim 72 verso 17, diz: "O seu nome permanecerá eternamente; o seu nome se irá propagando de pais a filhos enquanto o sol durar, e os homens serão abençoados nele; todas as nações lhe chamarão Yinon (יְהִי שְׁמוֹ, לְעוֹלָם-- לִפְנֵי-שֶׁמֶשׁ, ינין (יִנּוֹן) שְׁמוֹ:)".

Jonas é uma tradução latina para "Yonáh (יוֹנָה)". A letra "Hê (ה)" de "Yonáh" possui gematria Ayak Bachar (אי"ק בכ"ר) igual a 50 que é o valor da letra "nun (ן)". Ao aplicarmos temurá (permutação cabalística em "Yonáh (יוֹנָה)" e permutando a letra "Hê (ה)" através de Ayak Bachar Yonáh se transforma em "Yinon (יִנּוֹן)". Jonas é a Era messiânica.

"E eles lhes respondeu: "Nenhum sinal vos será dado, senão o do Profeta Jonas". 

- Matitiahu 12:39. 

Vamos e nos regozijemos, pois a Era Messiânica é chegada, a Era do Despertar e da Iluminação, a Era de Aquário (águas), a Era na qual todos seremos Cristos.

Autor
Dipankara Vedas
Bän Mahëran Qadësh
Misha'Ël Ha'Levi


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Jonas: Destino Inevitável


O Rabino Chaim Vital, de abençoada memória, cuja gematria do seu nome é 123, publicou, entre as muitas obras que escreveu, uma intitulada "Sêfer ha'Goralot - O Livro Dos Oráculos".

Em Sha'ar Ha'Guilgulim (Portão das Reencarnações) Introcução 36, Vital menciona o que seu amado professor, o Rabino Isaac Lúria, lhe revelou acerca da raiz da sua ânima (néfesh) e as centelhas que formavam sua vestimenta:

"Depois disso, o meu professor me contou extensivamente sobre muitas pessoas (almas) que vieram dessa raiz de Caim. Há outros, mas ele não disse para mim. Ele me contou: Cain, Keinan, Mehalelel, Yuval, Yavel, Lemech, Issachar, Shelah ben Judá, Jethro, Nadab, Abihu, Nachshon ben Aminadav, Netanel ben Tzo'ar, Korach, Datan, Abiram, Pinchas, Otniel ben Kenaz Karmi, pai de Achan, Shamgar ben Anat, Samson, Elkanah, o profeta Samuel, Aviah ben Shmuel, Chaver Hakini, Yaa, esposa de Chaver Hakini, Ephlal, Sismai, amigo do pai de Sucho, Yishbach, pai de Ish Tamua, Yashuv, Lechem, Jesse, pai de Davi, Avishai ben Tzroya, Shima, irmão de Davi, Do'eg, Achitophel, Aviah ben Roboão, Elias, profeta, Eliseu, profeta, Jonah ben Amitai, Chiel Beit Ha'eli, Navot Hayizraeli, Michah Hamorashti, Nachum Ha'elkoshi, Ezequias, rei de Judá, Menasha ben Ezequias, Urias, Koen, Zechariah ben Yevarchihu, Ezequiel, o profeta, Eliyahu ben Berachel Habuzi, Chananias, amigo de Daniel, Nedavia Ben Yechaneyah, o rei, Aneni ben Eliyoani. Estes são especialmente da raiz Cain. Enquanto outros são misturados, ou não são suficientemente significativos para mencionar relativos e em termos deste aspecto".

Sha'ar Ha'Guilgulim - ha'Qadmá 36

O "Goralot" foi concebido por Achitopel que era o conselheiro real de David ha'Mélech (Rei David) e sua alma estava como vestimenta na raiz de alma do Rabino ChaimVital, abençoada seja sua lembrança, e foi por isso que ele escreveu o Sêfer ha'Goralot - O Livro dos Oráculos.

Em outra Introdução do Portão das Reencarnações, o Rabino Chaim menciona o segredo do porque o Profeta Eliahu (Elias) tem "porção dobrada de espírito" e que a deu para o seu discípulo, o profeta Eliseu:

"Esta é outra razão pela qual ele se chama Elijah (Elias) e não Pinchas. Através deste ato mereceu uma mudança de nome, como explicaremos mais adiante sobre o assunto de Eliseu, o profeta. Uma vez que foram corrigidos (Nadav e Avihu), eles não precisavam permanecer lá, e Nadav e Avihu foram retirados".

Sha'ar Ha'Guilgulim - ha'Qadmá 32

No Zôhar, nos encontramos outro segredo sobre Elias e Jonas: "E encontrei um segredo no livro de Adão, que fala sobre uma prole que viria aoo mundo: que haveria um espírito que iria descer ao mundo para a Terra, e que um corpo lhe seria preparado e o nome dele seria Elijah (Elias). Nesse corpo, ele desistiria do mundo e depois se removeria do corpo e permaneceria na tempestade (vórtice) de vento. E outro corpo de luz se apresentaria diante dele, para que ele fosse conhecido entre os anjos. E quando ele desce para esse mundo, ele se veste naquele corpo que ficou no outro mundo (no vórtice) Neste corpo, ele seria visto abaixo, e nesse outro corpo de luz ele seria visto acima. E este é o segredo de "Quem subiu ao céu, e desceu de novo (Mishlei 30: 4)". Quem subiu ao céu se refere a Elijah (Elias), e "desceu" se refere a Jonas, a quem os peixes derrubaram no oceano. Jonas desenha a força de Elijas, pois ele tinha o espírito de Elijah, Elias subiu e Jonas desceu. Aquele (Elias) queria morrer e o outro (Jonas) também queria morrer. É por isso que Jonas se chama "filho de Amitai" (Yonah 1: 1)", como diz o versículo "pois a palavra de Hashem na sua boca é a verdade (Heb. Emet)" -  Melachim Alef 17:24".

Portanto, agora sabemos que Elias (אֵלִיָּהוּ) é Jonas (יוֹנָה) e Jonas é Elias o que é evidenciado pela gematria de Elias e Jonas que é 123.

אֵלִיָּהוּ+יוֹנָה
=123

Na Introdução 36 do Sha'ar ha'Guilgulim também foi escrito que Chananiáh, o amigo de Daniel, também estava na raiz de alma do Rabino Vital. Chananiáh (חֲנַנְיָה) tem o mesmo valor numérico de Elias mais Jonas e de Chaim Vital que é 123. Estas almas que formam a vestimenta da alma do Rabino Chaim foram as que o inspiraram à Sabedoria e a escrever todos os seus livros através dos quais sabemos hoje estes segredos.

Sobre Jonas que é Elias, está escrito: 

"E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas (וַיֹּאמְרוּ אִישׁ אֶל-רֵעֵהוּ, לְכוּ וְנַפִּילָה גוֹרָלוֹת, וְנֵדְעָה, בְּשֶׁלְּמִי הָרָעָה הַזֹּאת לָנוּ; וַיַּפִּלוּ, גּוֹרָלוֹת, וַיִּפֹּל הַגּוֹרָל, עַל-יוֹנָה)" - Jonas 1:7

O termo que foi traduzido para "sortes" no versículo de Jonas é "goralot (גוֹרָלוֹת)" ou seja, "...e lançaram oráculos e os oráculos caíram sobre Jonas" e por esta razão sabemos que o Rabino Chaim publicou seu Sêfer ha'Goralot inspirado pelas almas de Achitofel e Jonas - O Profeta, o filho de Amitai.

Eu & Jonas

Quando eu era menino, numa noite chuvosa e com muitos trovões, deitado em minha beliche no recém formado quarto, antes o quintal da humilde casa que morávamos em São Miguel Paulista, chamei meu falecido pai para que lesse para mim, uma história da Bíblia e que seria a única que ele leria para mim em toda a minha infância e adolescência. Ele feio e usando uma velha Bíblia, leu para mim a história de Jonas. Eu jamais esqueci esta esta noite de meados de 1974 que me lançaria para descobrir outra história, a de Atlântida.

Meu avô materno se chamava Berilo, nome que é também o de uma pedra preciosa mencionada na Torá como participante do peitoral do Sumo Sacerdote e cujo nome hebraico é Tarshish (תַּרְשִׁישָׁה). Meu pai me chamou Paulo inspirado pelo Paulo de Tarso do novo testamento. Tarso era, na verdade, a Társis que é Tarshish.

Em 2001, quando eu fui, pela alma do meu mestre, ordenado (novamente) rabino, o fui pelo lançamento de sortes (oráculos). Eis como a coisa aconteceu: Em 1992, fundei um grupo musical chamado "Elijah". Em 1996, eu sonhei que estava numa caverna onde havia um Aron ha'Qodesh e pessoas cantavam em hebraico um cântico. Quando acordei, passei a cartar aquela canção em hebraico sem nunca ter aprendido hebraico. Em 1998, postei em um grupo da internet, um anúncio oferecendo meus trabalhos com música. Um senhor morador de uma determinada rua do Tucuruvi cujo número da casa é 667 e que se chama Paulo, me procurou devido ao meu anúncio. Ele seria o meu primeiro professor da Tradição da Torá. Em 2000 eu iniciei o trabalho espiritual em Suzano e convidei o Sr. Paulo para me ajudar, uma vez que eu não possui conhecimento suficiente da Tradição para o realizar. Em 2001, D'us inspirou o Sr. Paulo a me ordenar o Rabino da nossa Qehilá e, para que a escolha não fosse dele, ele resolveu lançar sortes usando pedras. Ele embaralhou quatro pedras e eu tirei a minha e quando abri a mão, vi que era o berilo (Tarshish) e fiquei temeroso, pois eu, como Jonas, queria fugir daquela responsabilidade e missão que eu desconhecia ser meu destino. Isto aconteceu numa sexta feira, shabat Terumá, dia 2 de março de 2001, dia que foi correspondente a 7 de Adar no calendário hebreu.

No dia seguinte, no Sábado, lançou-se, então, sortes para ver a quem, entre os candidatos, o Sagrado, bendito seja Ele, escolheria para ser o Rabino. O Sr. Paulo possuía uma pedra chata na qual, em um lado, estava escrito "vontade de D'us" e do outro lado "vontade do homem". Ele lançou sortes e a pedra caiu apontando o berilo com o lado "vontade de D'us" para cima. A partir deste dia eu passei a ser chamado de "Rav Misha'Ël Ha'Levi".

Eu fui escolhido pelos céus e ordenado pela alma do meu mestre, o Rabino Isaac Lúria que estava em yibur (tipo de reencarnação) no Sr. Paulo. Em hebraico Rabi Yitzchaq Lúria (רבי יצחק לוריא) tem gematria igual a 667, o valor do número da casa do Sr. Paulo, nome este o mesmo que o meu e que possui a gematria igual a 123.

Este ano sonhei que me perguntavam nos céus: "Onde está o profeta o filho de Amitai?" em hebraico "Eifo ha'navi ben Amitai" cuja gematria é 667, a mesma de Rabbi Isaac Lúria e também é a gematria plus de Sha'ar Yaffo (שער יפו) - O Portão de Jaffa ou Jope pelo qual Jonas passou para fugir para Társis. No dia 5 de Abril de 2017, eu passei, emocionado, pela Porta de Jaffa em minha visita a Jerusalém.



O Sonho
"Onde Está O Profeta"

Artigos
"Jonas & O Grande Peixe"

Jonas & A Era Messiânica

A Abdução Do Profeta Elias



No livro hebraico do Profeta Jonas eu descobri um código maravilhoso e que evidencia tudo o que aqui foi escrito e postado. Ei-lo:


Acima, no centro em vermelho subindo na diagonal para direita está meu nome cívil Paulo e cruzando está "E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas (וַיֹּאמְרוּ אִישׁ אֶל-רֵעֵהוּ, לְכוּ וְנַפִּילָה גוֹרָלוֹת, וְנֵדְעָה, בְּשֶׁלְּמִי הָרָעָה הַזֹּאת לָנוּ; וַיַּפִּלוּ, גּוֹרָלוֹת, וַיִּפֹּל הַגּוֹרָל, עַל-יוֹנָה)" - Jonas 1:7. Acima de Paulo está "Le'Misha'Ël" indicando que eu já estava destinado a receber o nome Misha'Ël e, mais acima de Le'Misha'Ël está "Tarshish (תַּרְשִׁישָׁה)" no versículo 3 de Jonas: "Porém, Jonas se levantou para fugir da presença de Adonai para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença de Adonai" - Jonas 1:3.

Despertando Centelhas



Kuato: - O que o senhor deseja? Senhor Quaid? Quaid; - Me lembrar... - Dialogo de "O Vingador Do Futuro" - 1990.

Meu primeiro Despertar foi em 1996, o segundo em 14 de abril de 2010 e o terceiro em 27 de setembro de 2014. O segundo foi que me deu a certeza da reencarnação do Rabino Chaim Vital. Foi assim que me aconteceu: "Eu percebi, no inicio do ano de 2010 que o filme "O Vingador Do Futuro" estava sendo muito repetido nos canais via satélite, a repetição foi tão numerosa que resolvi comprar um DVD do filme para o estudar. Fiz uma anotação naquele dia no meu Diário:

Diario 14 de Abril de 2010 - Quarta-Feira - 16h17m: Desde Janeiro a Teve vem exibindo ao filme Total Recall - O Vingador do Futuro e eu começo a sentir que D'us quer me dizer algo. Descobri agora que o filme foi lançado em Israel com o título "Zicaron Gorali"

Temor! Este dia no qual fiz a anotação foi o Hilulá - aniversário de ocultamento de Rebe Hayim Vital. Levaria ainda outros 4 anos para o "Véu" ser retirado... 

A palavra Goral que foi traduzida para Oráculo também significa Destino. Zicaron Goralí (O Vingador Do Futuro) significa literalmente  "Relembrar O Meu Destino".

Autor
Bän Mahëran Qadësh
Dipankara Vedas
Misha'Ël Ha'Levi


quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Segredos Do Nome De 42 Letras

  

Antes de iniciar este assunto da Sabedoria, gostaria de chamar atenção para a forma como o Nome está escrito acima na imagem e os niqudot que foram usados. Preste atenção.

O 42° Código na Tefilat Rabbi Nechunyá Ben Ha'Kaná, o Nome de 42 Letras (Ana Be'Koach) é o Nome do 42° dos Ethanim - os 42 Patriarcas da Luz que desceram com Ya'akov a Mitzraim (Egito).

Ele se pronuncia Ta'alumot (תַעֲלֻמוֹת) e alude aos mistérios superiores da Árvore das Vidas e tem o poder de abrir todos os segredos ocultos da Torat Nistar (תורת נסתר) - a Torá Escondida, habilidade esta que está codificada na sua gematria pelo método "Avgad reverso" que é 720, o exato valor numérico de Nistar (ניסתר). Estes mistérios elevados são contados pelo Cohen Gadol Ila'áh (Sumo Sacerdote Superior) que é o Anjo Sandalfon. É quem é Sandalfon? Este é um segredo que pertence aos iniciados. 

A gematria 720 é o valor das palavras no passuq "...emór Ël ha'kochanim b'ney Aharon...(אֱמֹר אֶל-הַכֹּהֲנִים בְּנֵי אַהֲרֹן;)" - Vaykrá (Levíticos) 21 versículo 1. Estas palavras são superficialmente traduzidas para "...diga aos Sacerdotes filhos de Aaron...". A partícula "Ël (אֶל)" não precisa estar aqui neste verso, pois, a seguir há o artigo "aos" e, então, perguntamos: Por que ela está no verso? Eis o segredo. 

Ël (אֶל) é o Nome Divino que brilha sobre Chessed (חֶסֶד) - a emanação da compaixão e que é a merkavá (carruagem divina) de Avraham Avinu. Chessed (חֶסֶד) possui gematria igual a 72 e isto muda a compreensão do passuq. Vamos retraduzi-lo: "...emór Ël ha'kochanim b'ney Aharon - conte os 72 (Nomes) aos Sacerdotes filhos de Aaron...". Contar no sentido de revelar a eles. Ta'alumot cria este milagre de revelar, às centelhas de almas do mundo da criação (Biná) e àqueles que por mérito as receberam, os mistérios dos Nomes Divinos através do Sumo Sacerdote Sandalfon. 

Eu gostaria, de todo o coração, de compartilhar mais destes mistérios, o Sagrado o sabe, mas no momento estou temporariamente limitado pela minha deficiência visual e pela falta de um espaço adequado para reunir os estudantes ao redor da Sabedoria. Esta porção vai, certamente elevar muitas almas dando a elas a compreensão deste mistério.

Autor
Bän Mahëran Qadësh
Deepak Sankara Veda
Misha'Ël Ha'Levi​

Compre aqui o livro 'Os 72 Nomes de Deus'

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Jonas & O Advento Da Era Messiânica


Assunto em construção...

Para a grande maioria messianismo se liga sempre aos preceitos dogmáticos de uma religião que prega o surgimento do seu salvador que irá os libertar da opressão de outros povos e lhes satisfazer os desejos do ego. 

Jonas foi enviado à Grande Cidade de Nínivêh para a conduzir à Teshuva, ao invés de obedecer ao comando do Divino, ele tentou fugir. Lançado ao mar, um grande peixe que foi criado no crepúsculo da criação foi enviado para o resgatar, conforme escrito no Pirkê d'Rabbi Eliezer:

"Rabi Tarphon disse: aquele peixe Foi especialmente designado no sexto dia da Criação para engolir Jonas, como se diz, "E Adonai preparou um grande peixe para engolir a Jonas (ibid.)". Ele entrou na boca do peixe, assim como um homem entra na grande sinagoga, e ele estava de pé. Os dois olhos dos peixes eram como janelas de vidro dando luz a Jonas".

A História De Jonas - Pirkê d'Rabbi Eliezer

Dentro do peixe Jonas viu salas como a de um palácio e pelos olhos do peixe contemplou os mistérios no fundo do mar, conforme relatado no Zôhar: 

"Ele viu na barriga do peixe um espaço aberto e as salas de um palácio e os dois olhos do peixe brilhando como o sol ao meio-dia. Dentro dele havia uma pedra preciosa que iluminava tudo ao redor e fez visíveis as maravilhas do fundo do mar". 

A História De Jonas - Pirkê d'Rabbi Eliezer


No ventre do peixe havia uma pérola suspensa que falou com Jonas. Está pedra preciosa era o Sipra Raziel Ha'Malach (O Livro Do Anjo Raziel) que havia sido dado a Adão no Jardim do Éden, conforme escrito no Sêfer ha'Razim (Livro dos Mistérios):

"Este livro de mistérios que foi dado a Noé filho Lamech, filho de Matusalém, filho de Enoch, filho de Jared, filho de idade Mahalalel, filho Kenan, filho de Enos, filho de Seth, filho de Adão, pela boca do Anjo Raziel que o escreveu em sua vinda antes de entrar na Arca. E foi escrito em pedra safira de luz... (זה ספר מספרי הרזים שנתן לנוח בן למך בן מתושלח בן חנוך בן ירד בן מהללאל בן קינן בן אנוש בן שת בן אדם, מפי רזיאל המלאן בשנת ביאתו לתבה לפני כניסתו. ויכתבהו באבן ספיר באר)".

Sêfer Ha'Razim - Introdução

E o peixe lhe revelou que era o dia dele (do peixe) ser devorado pelo Leviathan, o Guardião da Atlântida. Jonas pediu ao peixe que o levasse às profundezas do mar para que ele falasse com o Leviathan, lá, Jonas disse ao Leviathan que voltaria no futuro, na era messiânica e o pescaria e serviria sua carne num banquete aos justos, conforme escrito no Pirkê d'Rabbi Eliezer:

"E Jonas respondeu: "- Coloque-me ao lado dele, e eu livrarei você e eu de sua boca". O peixe o levou ao lado do Leviatã e Jonas disse ao Leviatã: Em tua consideração desci para ver a tua morada no mar, pois, além disso, no futuro descerei novamente e colocarei uma corda na tua língua, e eu te trarei e te prepararei para a grande festa dos justos".

O Leviathan (representado por uma Lula gigante) atacando o Nautilus - o submarino-peixe - do Capitão Nemo.

O mar é a Sabedoria (Chochmá) e o peixe é o oculto da Sabedoria Divina, porque o peixe é a letra Nun aramaica (נ) que é a inicial de "Nistar (נסתר)" que é o Zôhar (זהר) - O Livro Selado. O Leviathan é o Anjo Metatron, o Escriba Divino que detém todos os mistérios da Sabedoria e o peixe é a sua Merkavá (Carruagem Divina). Jonas é o advento da Era Messiânica quando toda a tecnologia, a carne do Leviathan, seria revelada. 

Sobre o Leviathan escreveu Yóv (Jó): "Um ao outro estão unidos, atados, e nada os poderá separar (אִישׁ-בְּאָחִיהוּ יְדֻבָּקוּ; יִתְלַכְּדוּ, וְלֹא יִתְפָּרָדוּ)" - Jó 41:9 Dentro deste verso o Divino escreveu meu próprio nome a cada três saltos eqüidistantes a partir da letra Pê (פ) de 'yitparadú (יִתְפָּרָדוּ)" aludindo que a minha alma está atada à faísca (centelha) do Escriba Divino (Metatron) e nada a poderá separar e é por está razão que meu número de CPF é 091.314. A dezena 91 e o valor numérico de Malach (מלאך) que é Anjo e 314 é a exata numerologia de Metatron (מטטרון). Este é parte do segredo que o Profeta Elias me revelou na madrugada de ontem e a razão do meu interesse pela Atlântida desde minha tenra idade e meus recorrentes sonhos com ela. A numerologia de Eliahu (אליהו) é 52 e a de Yonáh (יונה) é 71 e que somadas resultam em 123 que e a numerologia do meu nome. Eu estava destinado a revelar este mistério.

Em 2014 eu fui procurado por uma jovem residente em Amsterdã desejosa em se conectar com a Sabedoria do Zôhar. Em junho de 2016 ela pediu para me visitar aqui no Brasil e eu a aceitei para uma visita na qual ela recebeu muita luz. O nome desta jovem? Nínive!

"E veio a palavra de Adonai a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive..."


Jonas 1:1,2

D'us moveu o coração dá jovem Nínive e a motivou a viajar de Amsterdã para o Brasil e me visitar em Suzano para que a centelha de Jonas despertasse. E ela despertou!

Em fevereiro de 2017 sonhei que me perguntavam nos céus "Eifo ha'Navi ben Amittai (אֵיפֹה הַנָּבִיא בֶן-אֲמִתַּי) - Onde está o Profeta, o filho de Amittai?". Em 5 de abril em passei pelo Portão de Jaffa (שער יפו) para entrar na Cidade Velha, o mesmo pelo qual passou Jonas, conforme está escrito "E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis..." - Jonas 1:3.


Eu ao lado da Porta de Jaffa

O Sonho

 


Autor
Bän Mahëran Qadësh
"Deepak Sankara Veda​"

O Artesão Da Luz