Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia

Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia
O Velho Testamento bíblico e outras partes do livro sagrado estão repletos de alusões a avistamentos ufológicos e contatos com seres extraterrestres, como se verá neste curso, que dá continuidade ao ministrado pelo mesmo professor no ano de 2020. Há até mesmo ocorrências de abduções alienígenas nele descritas com clareza, como a do profeta Elias, que foi levado aos céus. Se lida com uma ótica moderna e interpretada com conhecimentos ufológicos, na Bíblia, principalmente em sua versão hebraica, há ainda inúmeras outras menções a situações inusitadas apresentadas em um código próprio, que hoje é estudado pela chamada Ufocriptologia, que o curso ministrado pelo rabino Misha’ Ël Há’ Levi, como também é conhecido Paulo Sergio Batalini, abordará. Clique na imagem para mais informações.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

domingo, 10 de fevereiro de 2019

O Segredo Dos 144.000


Eu estava meditando no conto ARGAMAN no qual estou trabalhando há mais de um mês para as Crônicas De Qédem e desde que comecei a Canalizar o Livro há 12 anos, eu tenho pensando nesse mistério que se encontra no Chazon Yochanan (חֲזוֹן יוֹחָנָן) na Brit Chadashá (Novo Testamento) e que vocês conhecem como Apocalipse. E possível que eu tenha penetrado o mistério.

Nos informa a QABALÁH que, quando Adam ha'Rishon pecou, seu corpo, da cintura para baixo, foi fragmentado e que, estas centelhas de almas partidas caíram para dentro do recém formado universo sombrio chamado Adam Belial e aprisionadas dentro das Qlipót (Casulos) que formam seu corpo. Mas, antes da queda, assim que houve a intenção de comer do Fruto da Etz ha'Daat Tov ve'Rá (Árvore da Penetração do Bem e do Mal), algumas centelhas de almas que formavam o corpo luminoso de Adam ha'Rishon, fugiram e assim, não foram manchadas com o pecado. Estas são as almas dos Tzadiqim (Justos) que aparecem em todas as gerações.

Quantas foram estas centelhas de almas que fugiram e não foram manchadas com o pecado? Eis o que acredito ser o segredo.

"E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o Nome (יְהוָה) de seu Pai (וָאֵרֶא וְהִנֵּה־שֶׂה עֹמֵד עַל־הַר צִיּוֹן וְעִמּוֹ מְאַת אֶלֶף וְאַרְבָּעִים וְאַרְבָּעָה אֲלָפִים וּשְׁמוֹ וְשֵׁם אָבִיו כָּתוּב עַל־מִצְחוֹתָם׃)  - Apocalipse 14:1.

Em outro lugar, lemos: "Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro (אֵלֶּה הֵם אֲשֶׁר לֹא־נְגֹאֲלוּ בַנָּשִׁים כִּי־כַבְּתוּלוֹת הֵמָּה אֵלֶּה הֵם הַהֹלְכִים אַחֲרֵי הַשֶׂה אֶל־כָּל־אֲשֶׁר יֵלֵךְ אֵלֶּה נִקְנוּ מִתּוֹךְ בְּנֵי הָאָדָם לְרֵאשִׁית בִּכּוּרִים לֵאלֹהִים וְלַשֶׂה׃)" - Apocalipse 14:4

Virgens no sentido de pureza, porque não foram manchados com o pecado original e por esta razão são as primícias (os primeiros). Este são os Tzadiqim que são em número de 144.000 e que não são os membros das Testemunhas de Jeova ou qualquer outra seita religiosa. E há outro segredo!

Esses 144.000 aparecem em um determinado número em cada geração, número esse que pode ir de 36 a 72 almas, sendo trinta a seis da nação judia (os que aceitaram Toráh e seus mistérios) e 36 das nações gentias (que ainda não fizeram a correção). Mas, segundo aprendemos, nunca há 36 Tzadiqim em uma geração. O número exato é de vinte e quatro justos em cada geração que, com seus atos de bondade, mantém o mundo e evitam que ele seja destruído.

"E ao redor do trono havia vinte e quatro tronos; e vi assentados sobre os tronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestes brancas; e tinham sobre suas cabeças coroas de ouro (וְסָבִיב לַכִּסֵּא אַרְבָּעָה וְעֶשְׂרִים כִּסְאוֹת וְעַל־הַכִּסְאוֹת רָאִיתִי אֵת אַרְבָּעָה וְעֶשְׂרִים הַזְּקֵנִים יֹשְׁבִים מְלֻבָּשִׁים בְּגָדִים לְבָנִים וְעַטְרוֹת זָהָב בְּרָאשֵׁיהֶם׃)" - 
Apocalipse 4:4

Elas, estas centelhas de almas, são chamadas "Zaqenim (זְּקֵנִים)" que se traduz para Anciãos, mas que significa "Sábios" pois deriva-se da palavra "Zaqen (זקן)" cujas letras são as iniciais de "Zêh qanê chochmá" e que significa "Aquele que adquiriu a Sabedoria (oculta) por si mesmo". Vestidas de branco porque jamais foram manchadas com o pecado de Adam ha'Rishon.

Quando Adam pecou, foram dadas as 600.000 centelhas de almas fragmentadas 6.000 anos para a correção, ou seja, 6.000 sefirot da Árvore das Vidas. O Apocalipse é um mapa para a ascensão das centelhas de alma das Qlipot para a Árvore das Vidas e, por isso foi escrito: "Quem tem ouvidos, ouça o que o Rúach (Espírito) diz às Qehilot (Agrupamentos de almas): Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da Árvore das Vidas, que está no meio do paraíso de Deus (Jardim do Éden)" - Apocalipse 2:7

Eis a conta: vinte e quatro Anciões (centelhas de almas não manchadas) vezes seis mil sefirot da Árvore das Vidas é igual a 144.000 centelhas de almas dos Tzadiqim.

Fazia algum tempo que a pomba-rola não cantava no meu jardim e, nesta manhã eu a ouvi gorjear proclamando o Nome Divino e logo senti que algum mistério me seria aberto. Abençoado seja o Qadosh Barush Hú, que revela os mistérios.


OS 144.000 & OS CHACRAS

Como já foi explicado anteriormente, o Livro do Apocalipse é um mapa para a ascensão das almas da Árvore da Morte (Qlipot) para a Árvore das Vidas, como foi dito "Ao que vencer dar-lhe-ei comer da Árvore das Vidas que se encontrar no Jardim do Éden dos Elohim (Capítulo 2:7)".

"Nas escrituras as alegorias tem um sentido profundo e filosófico muito mais profundo do que os desavisados interpretam. As 144.000 pétalas do chakra principal ou coronal (localizadas no cume do crânio) representam os 144.000 raios de luz originados de todos os sete chakras, ou centros de energia do corpo, desdobrados e equilibrados, ou ainda as 144.000 vibrações do corpo. É a criação divina que viaja no cosmos e que é fonte de vida."





Contribuição:
Glauber Lacerda Silvério

As "Sete Igrejas" são uma alusão aos Sete Chacras no corpo e na alma e às Sete Emanações no Partzuf Inferior da Árvore das Vidas.

"No princípio, D'us criou 144.000 gigantescas estrelas. Elas eram os animais e árvores do Jardim do Éden (universo) e as almas de Adão." - Dito antigo da QABALÁH. 

Autor
Dipankara Vedas
"Bën Mähren Qadësh

O Artesão Da Luz