Projeto Jardim Do Éden

Projeto Jardim Do Éden
A Associação Qabalista Mundial – Gará Kulam Moshav, na voz do seu fundador e presidente Misha´El Yehuda ben Yisrael, lançou, em 2006, o “Projeto Jardim do Éden” cuja intenção era conseguir a doação, empréstimo ou mesmo arrecadar fundos para a compra de um Sitio ou Chácara onde será instalada a sede da sua Comunidade Mística, o Centro Brasileiro de Estudos da Qabalá. Clique na imagem, conheça o projeto e faça uma doação.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

sexta-feira, 21 de julho de 2017

A Senda Para O Ninho Do Pássaro


"Rabi Shimon disse a seu filho Rabi Elazar: Elazar, quando o Messias DESPERTAR, tantos outros sinais e milagres serão despertados no mundo. Venha e veja, no Jardim do Éden (עֵדֶן) terrestre, existe um lugar escondido e escondido, que não é conhecido, e é tecido com muitas cores. Existem ocultos lá mil palácios agradáveis e ninguém os pode adentrar, exceto o Messias, que está sempre presente no Jardim do Éden. Acima de todas estes mil palácios edênicos, há um lugar escondido e escondido que é inteiramente desconhecido, chamado Eden (עֵדֶן) e não há ninguém que possa concebê-lo. O Messias está escondido do lado de fora daquele lugar, até que um lugar chamado "ken tzipor (קַן צִפּוֹר) ninho de pássaro" lhe seja revelado. Este lugar é anunciado pelo pássaro (צִפּוֹר), que desperta diariamente no Jardim do Éden". - Zôhar Shemot

Pobre geração iludida pela luz do próprio ego, que se deixou enganar por líderes religiosos e donos de instituições que usam a verdade da sabedoria para se enriquecerem e ocultarem suas próprias transgressões, que vendem a lua e os festivais para os indoutos de coração.

Pobre geração a qual foi estampada aos olhos o andarilho místico, o iluminado esotérico que carrega no próprio alforje aquele livro que dantes fora escondido e que o desprezou. Pobre geração.

Pobre geração que não notou o Pilar de Fogo (עַמּוּדָא דְּאֶשָׁא), a estrela do messias (כּוֹכָב מִיַּעֲקֹב) pairando sobre a cabeça do artrópode estelar coroado pelo sol no primeiro dia do festival das luzes. Pobre geração...


Pobre geração que não percebeu o pássaro de fogo com as suas flamejantes asas abertas sobre a reencarnação do rei (חִזְקִיָּהוּ) que abriu o sifão que represava a fonte celestial do despertar (גִּיחוֹן). Pobre geração, pois destruiu a si mesma com sua arrogância. Pobre geração que se deixou enganar por líderes obscuros. Pobre geração. 

"kevód Elohim hastér davar, u'kevód melachim chakór davar (כְּבֹד אֱלֹהִים, הַסְתֵּר דָּבָר;    וּכְבֹד מְלָכִים, חֲקֹר דָּבָר) - Mishley 25:2 . 

Bän Mahëran Qedësh 
(Deepak Sankara Veda​).

O Artesão Da Luz