Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia

Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia
O Velho Testamento bíblico e outras partes do livro sagrado estão repletos de alusões a avistamentos ufológicos e contatos com seres extraterrestres, como se verá neste curso, que dá continuidade ao ministrado pelo mesmo professor no ano de 2020. Há até mesmo ocorrências de abduções alienígenas nele descritas com clareza, como a do profeta Elias, que foi levado aos céus. Se lida com uma ótica moderna e interpretada com conhecimentos ufológicos, na Bíblia, principalmente em sua versão hebraica, há ainda inúmeras outras menções a situações inusitadas apresentadas em um código próprio, que hoje é estudado pela chamada Ufocriptologia, que o curso ministrado pelo rabino Misha’ Ël Há’ Levi, como também é conhecido Paulo Sergio Batalini, abordará. Clique na imagem para mais informações.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

domingo, 30 de dezembro de 2018

Arizal - O Viajante Do Tempo


Minha visão está melhorando gradualmente. Estive no Oftalmologista na semana retrasada e, como nas duas outras vezes que o problema que afetou, ele não achou uma causa aparente, mesmo investigando com exame de "fundo de olho" e mesmo eu tendo cataratas nos dois olhos, miopia e astigmatismo, o problema não é decorrente dessas deficiências, mas eu conheço a causa: Reencarnação.

Hoje, com um pouco mais de claridade na visão, pude terminar o livro que desejava publicar e que seria chamado "Doctor Who - As Regenerações Do Doutor" mas, que, devido a não ter permissão da BBC da Inglaterra, me demovi, depois de muitas conversas com meu amigo e discípulo Raul Kuk​ ,de publicar com esse título e, ao invés, optei por usar o título do livro que estou escrevendo "Arizal - O Viajante Do Tempo" com a arte da Capa criada por Laércio Messias​ para esta obra.

Nesta obra eu revelo o que me foi revelado pelos céus, o segredo de como o Arizal e seu fiel discípulo Chaim Vital, unificados em uma só alma, se vestiram em uma personagem de televisão para nos ensinar mais dos segredos da Reencarnação, a série inglesa Doctor Who. Também, abro meu coração e minha alma e revelo mais da minha reencarnação pois, assim, me foi ordenado pelo próprio Arizal durante o sonho de 22 de setembro de 2009, no qual, entre outras coisas, as quais já revelei, ele me disse: Fala, quer compreendam ou não.

Sei que muitas pessoas não acreditam e que isso as incomoda, de ser intruido pelo Mestre desde meu nascimento, apesar de que, eu só comecei a compreender isso a partir de 1996 quando acordei de um sonho no qual eu estava na caverna onde ficava a sinagoga do Mestre falando e cantando em hebraico, idioma sagrado que eu ainda, até aquela época, não havia estudado nessa vida. O Arizal me revelou segredos na Torá e no Tana'k que não estão escritos em nenhum livro, muitos dos quais eu já compartilhei. Um desses segredos o Mestre me revelou em um sonho na madrugada de Lag Ba'ômer de 5763 (2003). Por causa dessa revelação e da presença do Mestre no sonho, eu chorei o dia inteiro naquele Lag Ba'ômer.

No livro estão também dez capítulo do Portal das Reencarnações que eu havia traduzido em 2003 e que fazem parte do meu livro Gilgulim que foi meu primeiro a ser publicado em agosto de 2008.

Boa leitura a todos. Com amor e sinceridade, desejo a todos um maravilhoso  Despertar e uma magnífica elevação espiritual.

Compre aqui o livro 'Arizal - O Viajante Do Tempo'
Clique Para Comprar


Dipankara Vedas
Bën Mähren Qadësh
Misha'Ël Ha'Levi

domingo, 23 de dezembro de 2018

Galút: O Exílio Das Centelhas De Almas Nas Qlipót


Em Meguilat Esther 3, lemos: "Va'yassar ha'mélech et tabaetô, meal yadô, va'ytená, le'Haman Ben Hamedata ha'Agagi--tzorër ha'yehudim (י וַיָּסַר הַמֶּלֶךְ אֶת-טַבַּעְתּוֹ, מֵעַל יָדוֹ; וַיִּתְּנָהּ, לְהָמָן בֶּן-הַמְּדָתָא הָאֲגָגִי--צֹרֵר הַיְּהוּדִים.)". A tradução aproximada é: "Então tirou o rei o anel da sua mão, e o deu a Hamã, filho de Hamedata, o Agagi, inimigo dos judeus (Ester 3:10)".

O SEGREDO DAS 70 SEMANAS DE DANIEL

Há uma intrigante pergunta que deve ser feita aqui para este passuq (versículo) que é: Por que foi usada aqui uma palavra traduzida para inimigo/adversário que contem duas letras resh (ר)? A palavra "tzorër (צֹרֵר )" quando usualmente a palavra para inimigo que é "tzar (צר)" contem apenas uma letra resh? Por exemplo, a palavra para "tribulação/adversidade" é "tzará (צרה)". Qual é o segredo então? Para desvendá-lo temos que recorrer a outro texto do Tana'k, o do livro de Daniel:

"Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo (שָׁבֻעִים שִׁבְעִים נֶחְתַּךְ עַל-עַמְּךָ וְעַל-עִיר קָדְשֶׁךָ, לְכַלֵּא הַפֶּשַׁע ולחתם (וּלְהָתֵם) חטאות (חַטָּאת) וּלְכַפֵּר עָו‍ֹן, וּלְהָבִיא, צֶדֶק עֹלָמִים; וְלַחְתֹּם חָזוֹן וְנָבִיא, וְלִמְשֹׁחַ קֹדֶשׁ קָדָשִׁים.)" 


- Daniel 9:27.

Setenta semanas são um código para as setenta sefirot de "zeir anpin" e neste caso para as setenta sefirot do Adão das Qlipot onde as almas caíram e ficaram aprisionadas nas conchas e é por isto que a palavra para adversário usada em Esther contem duas letras resh somando o total de 490. Ora, setenta vezes sete é igual 490 e como se trata das sefirot são semanas de anos, pois cada uma das sete emanações da Árvore das Vidas é também da Árvore da Morte contém outras dez e assim, setenta vezes sete é igual a 490.

O adversário dos judeus, ou seja, das centelhas de almas caídas nas Qlipot são as conchas que aprisionaram as almas e por isto é usada a palavra "tzorër" que também significa "pacote, embrulho, amarração" pois as conchas mantém sobre seus domínios as almas como pérolas dentro de conchas.

Estas setenta vezes sete sefirot são chamadas de Exílio da Pérsia, Exílio da Grécia e o Exílio de Edom que é Roma e é por isto que ambas as narrativas acontecem na Pérsia e na Grécia, tanto a de Esther como a de Daniel. Quando os dois exílios da Pérsia e da Grécia terminaram, as centelhas foram devolvidas e como não haviam terminado a correção kármica, isto é, gravando com perfeição o Nome Sagrado, uma semana restou, isto é a sefirá malchut das Qlipot que é o domínio do exílio de Edom (Roma).

Uma confusão foi feita pelo cristianismo (Edom) estabelecendo que esta semana restante são apenas sete anos e que na verdade são as sete sefirot de malchut de Edom. Este segredo do exílio das almas nas Qlipot é também aludido no Tehilim 124, onde as centelhas clamam pelo auxílio divino enquanto presas nas conchas. Vejamos:

"Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós, Eles então nos teriam engolido vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós (לוּלֵי יְהוָה, שֶׁהָיָה לָנוּ-- בְּקוּם עָלֵינוּ אָדָם. ג אֲזַי, חַיִּים בְּלָעוּנוּ-- בַּחֲרוֹת אַפָּם בָּנוּ.)".


Tehilim 124

A tradução é horrível e na verdade não diz "homens" mas "quando Adão se elevou sobre nós (בְּקוּם עָלֵינוּ אָדָם)". Este Adão é o outro Adão, o Adão Ha'rá (maligno) que é o Adão Belial, o Adão das Qlipot.

O problema foi que, quando as almas foram devolvidas do primeiro Exílio, o da Babilônia, elas foram devolvidas com defeito pois o nome sagrado não havia sido gravado adequadamente e perfeitamente e, então, foram devolvidas nos Exílios da Pérsia e Grécia (Zeir Anpin das Qlipót) onde também não completaram a Correção (Tikun) e então elas caíram dentro do Exílio de Edom (Malchut das Qlipót) que se estendeu e é o mais longo, pois dura até os dias de hoje.

CONCLUSÃO

Haman Ben Hamedata, o Agagi, é o nome Código que as Qlipot da Pérsia receberam em Esther e que é chamado "inimigo dos judeus" que são as centelhas de almas. Bendito seja o Sagrado que nos revelou este segredo.

Você poderá descobrir mais sobre esse mistério no meu Livro "O TENEBROSO SEGREDO DE MATRIX" à venda no Clube de Autores.

Compre aqui o livro 'O Tenebroso Segredo De Matrix'


Autor
Dipankara Vedas
Bën Mähren Qadësh

sábado, 15 de dezembro de 2018

O Homem Mariposa


"Eis que todos eles como roupas serão engolidos, e a traça os comerá."

Isaías 50:9

Mothman (Homem Mariposa, ou Homem Traça) é uma suposta criatura sobrenatural que teria aparecido em Charleston e Point Pleasant, entre novembro de 1966 e dezembro de 1967. Sua aparição estaria associada ao acontecimento de futuros desastres. A criatura é estudada e investigada pela Criptozoologia, sendo portanto um criptóide.

O primeiro avistamento atribuído à criatura alada aconteceu em 12 de novembro de 1966, por cinco homens que estavam cavando uma cova em um cemitério perto de Clendenin. Eles viram "uma figura humana de cor marrom e com asas".

Ele existe? Este homem mariposa? É real? Ou será apenas um mito? Eu descobri uma evidência assustadora escrita codificada no Profeta Samuel. Vamos ao versículo:

Então o furor de Davi se acendeu em grande maneira contra aquele homem, e disse a Natã: Vive o Senhor, que digno de morte é este homem que fez isso (וַיִּחַר-אַף דָּוִד בָּאִישׁ, מְאֹד; וַיֹּאמֶר, אֶל-נָתָן, חַי-יְהוָה, כִּי בֶן-מָוֶת הָאִישׁ הָעֹשֶׂה זֹאת)".

O versículo citado se encontra em IIº Sh'muel capítulo 12 e é o 5º do capítulo. Na parte na qual a tradução menciona "digno de morte é este homem que fez isso" o verso original diz "Ki ben-mavet ha'ish ha'assá zót ( כִּי בֶן-מָוֶת הָאִישׁ הָעֹשֶׂה זֹאת)" e quebrando as palavras eu descobri "ki ben-mavet ha'ish ha'ês hazót ( כִּי בֶן-מָוֶת הָאִישׁ הָעֹשֶׂ הזֹאת)" que traduzindo significa "pois é o filho da morte este "homem mariposa".

O homem mariposa é um enviado do Anjo da morte para ceifar vivas devido ao carma. Sim, ele existe! Este homem-mariposa!

No versículo citado no princípio desse artigo, na parte onde se lê "... serão engolidos, a traça os comerá" no original hebraico lemos "iblú, As iochlechem (יִבְלוּ, עָשׁ יֹאכְלֵם.)" dentro de "As iochlechem" temos "Ish Âs (איש עש)" que é o hebraico para "Homem Mariposa", veja abaixo as letras de "Homem (Ish)" dentro de "Âs iochlechem (עָשׁ יֹאכְלֵם)".

יִבְלוּ, עָשׁ יֹאכְלֵם

"De acordo com o livro Strange Creatures From Time and Space (1970), de John A. Keel, a criatura sobrenatural começou a ser vista em Ohio a partir de 1959, quando sobrevoou rapidamente o pátio da mulher de um médico. Trata-se de uma borboleta gigante e apenas se atreveu a mencionar o incidente para algumas pessoas. O som foi descrito por outras testemunhas em locais e dias diferentes como sendo emitido por um grande rato. Após essas visões, o Mothman passou a ser visto com mais frequência em Point Pleasant, onde ganhou a notoriedade que se espalhou pelo mundo, sobretudo entre os anos de 1966 e 1967. Foi descrita como sendo uma aparição de olhos fumegantes vermelhos, de um ser alado muito grande. Observações foram relatadas em Mason, Lincoln, Logan, Kanawha e Nicholas. A maior parte da população permaneceu cética, mas a histeria das testemunhas que se multiplicavam rapidamente era muito real. Um dos casos mais notórios ocorreu na tarde de 15 de novembro de 1966, ao passarem de carro por uma fábrica abandonada de TNT, perto de Point Pleasant, Virgínia Oeste, dois jovens casais avistaram dois olhos enormes, de 5 cm de largura e 15 cm distantes um do outro, ligados a uma coisa que "tinha a forma de um homem, mas maior". Talvez entre 1,80 e 2,10 m de altura. E tinha asas grandes recolhidas nas costas. Os olhos eram hipnóticos, as testemunhas concordaram. Quando o ser começou a se mover em direção à porta da fábrica, os quatro entraram em pânico e fugiram. Logo depois viram a mesma criatura, ou semelhante, na encosta de uma colina perto da estrada. Ela abriu as asas, que pareciam de morcego, levantou voo e seguiu o carro, que àquela altura estava a 160 km/h. Disse um dos quatro ao investigador John A. Keel que ele nem bateu as asas, ficava acompanhando-os de cima. As testemunhas disseram ao xerife interino Millard Halstead que ela emitia um ruído de um disco tocado em alta velocidade ou um guincho de camundongo. E seguiu-os pela Rodovia 62 até a divisa da cidade de Point Pleasant. A própria polícia da cidade de Charleston, Virgínia Ocidental recebeu uma chamada telefônica excitada de um certo Richard West às 10:15 da noite, na segunda, 21 de novembro. O homem insistiu que um homem alado estava sentado no telhado de sua casa. Tinha cerca de 1 metro e oitenta de altura e uma envergadura de asas de um metro e oitenta a dois metros e quarenta, relatou West, excitadamente. Disse ainda que a criatura tinha grandes olhos vermelhos. Alguns outros relatos também são coerentes com o fato de que perseguiu automóveis nas estradas e pessoas a pé."

Fonte Wikipédia

Aqui, sugiro assistirem ao Filme "Mothman Prophecies" no Brasil chamado de "A Última Profecia" com o ator Richard Gere. Abaixo, o poster do filme.




O Artesão Da Luz