O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Por quê nós hebreus não comemos porcos?


*"Aos separatistas, preconceituosos e à Érev Rav: O fato de mencionar "Jesus" no meu artigo, não é uma afirmação ou qualquer alusão que eu possua fé no "Novo Testamento" ou no "Messias Cristão", e uma simples questão de respeito chamá-lo (Jesus) mestre, o que de fato ele o foi, pois era um rabi. Ademais, quem não respeita a crença de outros não pode exigir respeito".


Outro dia, encontrei um pastor evangélico, um amigo de longa data. Ele convindou-me à casa dele para almoçarmos juntos. Eu recusei, sabendo que encontraria alimentos impuros, proibidos pela Torah de D´us, na mesa. Recusei de todas as formas que encontrei, mas ele insistiu. Ok! Lá fomos, e lá chegando, o que havia na mesa para o almoço? Carne de Porco. Pior de tudo é que, estas pessoas sabem que judeus não comem porcos, e ainda pior é, um homem que professa a fé no cristianismo, e que conhece de cor e salteado o evento narrado no Novo Testamento onde "Yashua (Jesus)" expulsou uma legião de shedim (demônios) para uma "vara de porcos (e não manada como diz no novo testamento)", nunca se perguntar o porquê o mestre Yashua permitiu que os demônios fossem para os porcos e não para quaisquer outros tipos de animais.


Por que judeus não comem porcos? Porque judeus devem ser obedientes a Torah, pois Hashem nos proibiu de comer a carne deste animal impuro. Já sei você vai perguntar (eu espero), como pessoa inteligente que é: Por que D´us proibiu comer a carne de um animal que Ele mesmo criou? A resposta é: D´us não criou o porco! E por isto, proibiu comê-lo. 

O Porco foi criado pela "Sitra Achará". Claro, você vai me perguntar: O que é a "Sitra Achará?" Para deixar de fácil compreensão, a "Sitra Achará" é o "Lado Sombrio da Força", o "Lado da Negatividade".

De fato, porco é o nome de um espírito profano que se veste neste animal criado pela Sitra Achará a qual empresta também o nome. E de tão negativa que é esta carne na qual este espírito se veste nenhuma benção ou oração pode santificá-la e elevá-la. 

O Zohar diz: "Os seres inferiores que são feitos com esse espírito assumem formas se vestindo na pele de outros, tais como as formas de animais impuros, sobre as quais a Torah diz: "Ele é impuro para vocês". Como suínos e aves
impuras..."

O mais horrível disto é saber como a carne desde animal foi gerada para ser uma vestimenta para este espírito profano chamado porco. 

Para que você possa entender, nem mesmo os anjos entram neste nosso mundo sem uma vestimenta humana que lhes tenha sido preparada adequadamente do lado da santidade. Assim, também os espíritos profanos precisavam de vestimentas que lhes fossem preparadas adequadamente, ou seja, de maneira impura e profana. Agora, eu espero que você faça a pergunta certa, e ela deve ser: Qual a maneira que a Sitra Achará usou para criar uma vestimenta impura e profana para que o espírito da impureza viesse para este nosso mundo? Ainda não sabemos a resposta e que só poderá ser encontrada com muito estudo da Sabedoria Escondida e com as revelações dos Sábios.

Certa vez, um feiticeiro poderoso a pedido do rei Balak, rei de Amaleq, procurava maneira para lançar sobre os b´ney israel (filhos de israel) uma maldição. Como os filhos de Israel encontravam-se adequados e sem impurezas, ele, Bila´am (Balaão), não encontrava um caminho para amaldiçoar os filhos de israel. Era preciso então, outra estratégia. Balaão teria que fazer o chamado "derech ha´shedim (caminho dos demônios)" e ascender na Árvore das Vidas pela esquerda que é o lado da severidade. Então, ele foi a certa região chamada de "montanha da escuridão" para consultar os anjos caídos que moram naquele lugar. Ele tomou uma serpente, dividiu a cabeça dela, desenho um circulo ao redor dele (para proteger-se) e para se impurificar e atrair para si aqueles espíritos profanos e consultar-se com eles, tomou sua mula, e manteve relações sexuais com ela durante toda noite. E foi por esta razão que o Anjo de D´us desceu para matá-lo.

Você nunca se perguntou por que a carne de porco tem semelhanças com a carne do homem? A ponto de a ciência considerar criar órgãos a partir da carne de suínos para transplantes humanos? 

Bem, agora você sabe o porquê nós judeus, e principalmente qabalistas, não comemos carne de porco. Os cristãos também não deveriam, uma vez que o mestre Yashua, mostrou o quão profana e impura e esta carne. 

Mas, eu sei que os dogmáticos, tolos e sem sabedoria vão dizer: "Ah, Jesus disse: O que contamina o homem não é o que entra, mas o que sai do coração do homem".

Primeiro estas palavras foram ditas para os judeus do primeiro século. Segundo, judeus não criam porcos. Os romanos criavam. Terceiro, os judeus daquela época comiam, assim como hoje, alimentação kasher, permitida pela Torah, e, portanto, não poderiam ser mesmo contaminados com qualquer coisa que viessem a ingerir. Em lugar nenhuma das escrituras do Novo Testamento Jesus disse: A partir de hoje vos é permitida a carne de porcos...

A Gripe Suína

No Talmud, tratado Taanit, encontramos: “Rabi Iehuda[1] foi informado sobre uma peste entre os suínos. Ele decretou um jejum[2]. O raciocínio de Rav Iehuda é que uma peste numa espécie pode se espalhar para outras? (A Guemará conclui:) O trato digestivo de um porco se assemelha[3] ao do ser humano[4].” O comentário de Tossafot é um pouco diferente: Rabi Iehudá achava que a doença passaria dos porcos aos não-judeus, e destes aos judeus. Meiri (comentário do século XIII sobre o Talmud) acrescenta que como tanto porcos quanto seres humanos carecem de rúmen[5], havia razão em temer que epidemias que afetem porcos também possam afetar seres humanos.

O Vírus H1N1

Na Torah, dentro do passuq no qual D´us nos proibiu a carne do Porco, nós encontramos um surpreende código. Ei-lo:


Clique na imagem para ampliá-la

Acima na posição vertical na cor azul, nós temos "H1N1" que é o nome do vírus causador da gripe suína, e abaixo dele, na posição horizontal, também na cor azul, nos temos "Porco" que aparece dentro do passuq (Devarim 14:8) no qual a carne de suínos nos foi proibida.


Clique na imagem para ampliá-la



Clique na imagem para ampliá-la



Acima, temos novamente o mesmo código, mas agora com a localização do termo "Chazir (Porco)" denrto do passuq de Devarim 14:8. Outro profundo mistério é revelado quando atentamos com kavanná (direção interior) para este passuq. Preste atenção abaixo para o verso original hebraico:


וְאֶת-הַחֲזִיר כִּי-מַפְרִיס פַּרְסָה הוּא, וְלֹא גֵרָה--טָמֵא הוּא, לָכֶם; מִבְּשָׂרָם לֹא תֹאכֵלוּ, וּבְנִבְלָתָם לֹא תִגָּעוּ

Os termos assinalados na cor vermelha são "Chazir (Porco) e "Ele é Impuro". Ao destacar isto, eu omiti uma letra do verbo hebraico "Hú (Ele)" deixando com apenas duas letras ao invés das três com as quais ele é escrito. Ao somar a gematria de "Chazir tamê hú (Porco ele é impuro)" encontrei o resultado 274 e este é o mesmo valor da frase "ruach tumá רוּחַ הַטֻּמְאָה (espírito da impureza)" citado no verso de Zecharyah 13:2 onde diz: "... e o espírito da impureza Eu irei varrer da terra". 


É certo que, aqueles que comem carne de porco estão absorvendo este "espírito impuro" e estão além disto, comentendo "peshá (pecado de rebelião contra o Sagrado)" pois, sabendo da proibição de comer carne de porco, comem assim mesmo, são rebeldes, e como tais serão punidos.


Portanto, tolo é aquele que acha que, comendo carne de porco, cometendo "peshá" terá suas orações e suas obras apreciadas diante do Sagrado, bendito seja Ele.


Think about this... (Pense sobre isto...)

Para terminar, devo declarar que não comi a carne de porco servida da mesa do pastor, mas apenas salada. Mas ainda tive que ouvir a pergunta: Puxa, não come mesmo carne de porco? Não sabe o que tá perdendo, um porquinho é delicioso... 



Shabath shalom


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

AMALEQ - As Origens Ocultas do Nazismo

Há uma pergunta que a humanidade sempre faz: Quem era realmente Hitler? Qual era sua verdadeira identidade? Agora, o mundo poderá ter a resposta. Este segredo é oculto nas letras de seu nome quando copiado para a língua hebraica. "H.I.T.L.R (היטלר)" - no hebraico, não existem vogais.

Em 1946, no “Tribunal de Nuremberg, 10 Nazistas foram pendurados na forca por seus crimes de guerra contra a humanidade. No livro bíblico de Esther, nós somos informados sobre Haman e seus 10 filhos que tinham sido enforcados na Pérsia há 2400 anos por tentar destruir a nação judaica.

Na história de Esther, estranhamente, e pedido que os filhos de Haman sejam enforcados novamente no futuro. Os nomes dos 10 são escritos nesta história. Dentro destes nomes há uma data codifica, o ano hebreu de 5707, correspondente a 1946, ano do Tribunal de Nuremberg.

Estes segredos estão ao seu alcance agora nesta intrigante obra. O autor Misha”Ël Yehudá revelará para você os smistérios sobre “Amalek - As Origens Ocultas do Nazismo”.



quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Segredos do 11 de Setembro de 2001



Ler o Zohar é uma coisa. Lê-lo com kavanná é outra coisa e decifrá-lo é um esforço e um trabalho sobrenatural. Assim, no Zohar foi escrito: 

"No ano 66, o Messias (Mashiach) aparecerá na terra de Galiléia, ele é chamado Messias Filho de José (Mashiach ben Yosef) que aparecerá conseqüentemente na Galiléia (Beith Lechem)".

Vamos começar pelo termo hebreu "shaná (ano)". Sua gematria (cálculo numérico) é igual a 355 e este por sua vez é o mesmo da palavra "sefirá (esfera da Árvore das Vidas)". O número 66 é o nosso próximo passo. Ele é a gematria de "ben David (filho de David)" que é um código para o "Messias filho de David" e este alude a "sefira de malchut" na Árvore das Vidas e também à shemitá (no ano shabático). O ano de 2001 foi o sétimo na contagem das sefirot (sefirot é o plural de sefirá que é o mesmo que ano).

No mesmo trecho citado acima, o Zohar diz: "Um pilar de fogo (Amud HaEsh) aparecerá do céu a terra e será visível durante quarenta dias. Neste momento, o Messias aparecerá na Galileia".

O ataque ao WTC (World Trade Center) aconteceu na manhã do dia 11 de Setembro de 2001. Logo, um "pilar de fogo" foi visto do céu a terra...". 

Onze (11) em hebraico é "echad esser (אחד עשר) cujo valor numérico é igual a 583. Este valor quando permutado torna-se 358 que é a gematria de "Mashiach (Messias). O Primeiro vôo a ser lançado na Torre Norte do WTC foi o vôo 11.

No primeiro passuq (verso) do Zohar Sagrado citado acima, está dito que este evento do "aparecimento do messias" se daria na Galilélia, que é Beith Lechem (Belém). Os eventos descritos no Zohar tem varias faces, assim como a Torah tem 70 Faces (mistérios) para cada verso.

A Galil (Galiléia) citada aqui é a Galil celeste, a Constelação de Virgem, que é representada na roda do zodiaco por uma jovem que segura na mão esquerda um feixe de trigo, e portanto a Constelação de Virgem é chamada pelo código de "Beith Lechem (Casa do Pão)".

Os ataques ao WTC ocorreram em Setembro que no ano está sobre a influência da Constalação de Virgem.

Na manhã do dia 11, eu vi pela tevê o vôo 175 se chocar contra a Torre Sul. Eu residia no número 583 da rua Gastão Vidigal. Meu nome é titulo "Rav Misha"Ël (רב מישאל)" resultam em 583 no calculo de gematria, e eu nasci no ano de 1966 na maternidade do Belém (bairro paulista). O ano em que eu nasci foi também um ano  de malchut, isto é, ano shabath na contagem das sefirot, e por isto eu posso compreender estes códigos, pois eu fui destinado para está época, destinado a penetrar a Sabedoria do Zohar  e revelá-la. Não existe acaso no universo.

Este é, ao menos em parte, o segredo por trás do evento do 11 de Setembro, e há muito mais. Bendito sejas Tú, Eterno, nosso Eloqim, que revelas os mistérios! Umen!

Para esta questão de aprendermos mais sobre como o acaso não existe, recomendo assistirem ao filme "Sinais" com o ator Mel Gibson. Shalom

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".