O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Jonas: Destino Inevitável


O Rabino Chaim Vital, de abençoada memória, cuja gematria do seu nome é 123, publicou, entre as muitas obras que escreveu, uma intitulada "Sêfer ha'Goralot - O Livro Dos Oráculos".

Em Sha'ar Ha'Guilgulim (Portão das Reencarnações) Introcução 36, Vital menciona o que seu amado professor, o Rabino Isaac Lúria, lhe revelou acerca da raiz da sua ânima (néfesh) e as centelhas que formavam sua vestimenta:

"Depois disso, o meu professor me contou extensivamente sobre muitas pessoas (almas) que vieram dessa raiz de Caim. Há outros, mas ele não disse para mim. Ele me contou: Cain, Keinan, Mehalelel, Yuval, Yavel, Lemech, Issachar, Shelah ben Judá, Jethro, Nadab, Abihu, Nachshon ben Aminadav, Netanel ben Tzo'ar, Korach, Datan, Abiram, Pinchas, Otniel ben Kenaz Karmi, pai de Achan, Shamgar ben Anat, Samson, Elkanah, o profeta Samuel, Aviah ben Shmuel, Chaver Hakini, Yaa, esposa de Chaver Hakini, Ephlal, Sismai, amigo do pai de Sucho, Yishbach, pai de Ish Tamua, Yashuv, Lechem, Jesse, pai de Davi, Avishai ben Tzroya, Shima, irmão de Davi, Do'eg, Achitophel, Aviah ben Roboão, Elias, profeta, Eliseu, profeta, Jonah ben Amitai, Chiel Beit Ha'eli, Navot Hayizraeli, Michah Hamorashti, Nachum Ha'elkoshi, Ezequias, rei de Judá, Menasha ben Ezequias, Urias, Koen, Zechariah ben Yevarchihu, Ezequiel, o profeta, Eliyahu ben Berachel Habuzi, Chananias, amigo de Daniel, Nedavia Ben Yechaneyah, o rei, Aneni ben Eliyoani. Estes são especialmente da raiz Cain. Enquanto outros são misturados, ou não são suficientemente significativos para mencionar relativos e em termos deste aspecto".

Sha'ar Ha'Guilgulim - ha'Qadmá 36

O "Goralot" foi concebido por Achitopel que era o conselheiro real de David ha'Mélech (Rei David) e sua alma estava como vestimenta na raiz de alma do Rabino ChaimVital, abençoada seja sua lembrança, e foi por isso que ele escreveu o Sêfer ha'Goralot - O Livro dos Oráculos.

Em outra Introdução do Portão das Reencarnações, o Rabino Chaim menciona o segredo do porque o Profeta Eliahu (Elias) tem "porção dobrada de espírito" e que a deu para o seu discípulo, o profeta Eliseu:

"Esta é outra razão pela qual ele se chama Elijah (Elias) e não Pinchas. Através deste ato mereceu uma mudança de nome, como explicaremos mais adiante sobre o assunto de Eliseu, o profeta. Uma vez que foram corrigidos (Nadav e Avihu), eles não precisavam permanecer lá, e Nadav e Avihu foram retirados".

Sha'ar Ha'Guilgulim - ha'Qadmá 32

No Zôhar, nos encontramos outro segredo sobre Elias e Jonas: "E encontrei um segredo no livro de Adão, que fala sobre uma prole que viria aoo mundo: que haveria um espírito que iria descer ao mundo para a Terra, e que um corpo lhe seria preparado e o nome dele seria Elijah (Elias). Nesse corpo, ele desistiria do mundo e depois se removeria do corpo e permaneceria na tempestade (vórtice) de vento. E outro corpo de luz se apresentaria diante dele, para que ele fosse conhecido entre os anjos. E quando ele desce para esse mundo, ele se veste naquele corpo que ficou no outro mundo (no vórtice) Neste corpo, ele seria visto abaixo, e nesse outro corpo de luz ele seria visto acima. E este é o segredo de "Quem subiu ao céu, e desceu de novo (Mishlei 30: 4)". Quem subiu ao céu se refere a Elijah (Elias), e "desceu" se refere a Jonas, a quem os peixes derrubaram no oceano. Jonas desenha a força de Elijas, pois ele tinha o espírito de Elijah, Elias subiu e Jonas desceu. Aquele (Elias) queria morrer e o outro (Jonas) também queria morrer. É por isso que Jonas se chama "filho de Amitai" (Yonah 1: 1)", como diz o versículo "pois a palavra de Hashem na sua boca é a verdade (Heb. Emet)" -  Melachim Alef 17:24".

Portanto, agora sabemos que Elias (אֵלִיָּהוּ) é Jonas (יוֹנָה) e Jonas é Elias o que é evidenciado pela gematria de Elias e Jonas que é 123.

אֵלִיָּהוּ+יוֹנָה
=123

Na Introdução 36 do Sha'ar ha'Guilgulim também foi escrito que Chananiáh, o amigo de Daniel, também estava na raiz de alma do Rabino Vital. Chananiáh (חֲנַנְיָה) tem o mesmo valor numérico de Elias mais Jonas e de Chaim Vital que é 123. Estas almas que formam a vestimenta da alma do Rabino Chaim foram as que o inspiraram à Sabedoria e a escrever todos os seus livros através dos quais sabemos hoje estes segredos.

Sobre Jonas que é Elias, está escrito: 

"E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas (וַיֹּאמְרוּ אִישׁ אֶל-רֵעֵהוּ, לְכוּ וְנַפִּילָה גוֹרָלוֹת, וְנֵדְעָה, בְּשֶׁלְּמִי הָרָעָה הַזֹּאת לָנוּ; וַיַּפִּלוּ, גּוֹרָלוֹת, וַיִּפֹּל הַגּוֹרָל, עַל-יוֹנָה)" - Jonas 1:7

O termo que foi traduzido para "sortes" no versículo de Jonas é "goralot (גוֹרָלוֹת)" ou seja, "...e lançaram oráculos e os oráculos caíram sobre Jonas" e por esta razão sabemos que o Rabino Chaim publicou seu Sêfer ha'Goralot inspirado pelas almas de Achitofel e Jonas - O Profeta, o filho de Amitai.

Eu & Jonas

Quando eu era menino, numa noite chuvosa e com muitos trovões, deitado em minha beliche no recém formado quarto, antes o quintal da humilde casa que morávamos em São Miguel Paulista, chamei meu falecido pai para que lesse para mim, uma história da Bíblia e que seria a única que ele leria para mim em toda a minha infância e adolescência. Ele feio e usando uma velha Bíblia, leu para mim a história de Jonas. Eu jamais esqueci esta esta noite de meados de 1974 que me lançaria para descobrir outra história, a de Atlântida.

Meu avô materno se chamava Berilo, nome que é também o de uma pedra preciosa mencionada na Torá como participante do peitoral do Sumo Sacerdote e cujo nome hebraico é Tarshish (תַּרְשִׁישָׁה). Meu pai me chamou Paulo inspirado pelo Paulo de Tarso do novo testamento. Tarso era, na verdade, a Társis que é Tarshish.

Em 2001, quando eu fui, pela alma do meu mestre, ordenado (novamente) rabino, o fui pelo lançamento de sortes (oráculos). Eis como a coisa aconteceu: Em 1992, fundei um grupo musical chamado "Elijah". Em 1996, eu sonhei que estava numa caverna onde havia um Aron ha'Qodesh e pessoas cantavam em hebraico um cântico. Quando acordei, passei a cartar aquela canção em hebraico sem nunca ter aprendido hebraico. Em 1998, postei em um grupo da internet, um anúncio oferecendo meus trabalhos com música. Um senhor morador de uma determinada rua do Tucuruvi cujo número da casa é 667 e que se chama Paulo, me procurou devido ao meu anúncio. Ele seria o meu primeiro professor da Tradição da Torá. Em 2000 eu iniciei o trabalho espiritual em Suzano e convidei o Sr. Paulo para me ajudar, uma vez que eu não possui conhecimento suficiente da Tradição para o realizar. Em 2001, D'us inspirou o Sr. Paulo a me ordenar o Rabino da nossa Qehilá e, para que a escolha não fosse dele, ele resolveu lançar sortes usando pedras. Ele embaralhou quatro pedras e eu tirei a minha e quando abri a mão, vi que era o berilo (Tarshish) e fiquei temeroso, pois eu, como Jonas, queria fugir daquela responsabilidade e missão que eu desconhecia ser meu destino. Isto aconteceu numa sexta feira, shabat Terumá, dia 2 de março de 2001, dia que foi correspondente a 7 de Adar no calendário hebreu.

No dia seguinte, no Sábado, lançou-se, então, sortes para ver a quem, entre os candidatos, o Sagrado, bendito seja Ele, escolheria para ser o Rabino. O Sr. Paulo possuía uma pedra chata na qual, em um lado, estava escrito "vontade de D'us" e do outro lado "vontade do homem". Ele lançou sortes e a pedra caiu apontando o berilo com o lado "vontade de D'us" para cima. A partir deste dia eu passei a ser chamado de "Rav Misha'Ël Ha'Levi".

Eu fui escolhido pelos céus e ordenado pela alma do meu mestre, o Rabino Isaac Lúria que estava em yibur (tipo de reencarnação) no Sr. Paulo. Em hebraico Rabi Yitzchaq Lúria (רבי יצחק לוריא) tem gematria igual a 667, o valor do número da casa do Sr. Paulo, nome este o mesmo que o meu e que possui a gematria igual a 123.

Este ano sonhei que me perguntavam nos céus: "Onde está o profeta o filho de Amitai?" em hebraico "Eifo ha'navi ben Amitai" cuja gematria é 667, a mesma de Rabbi Isaac Lúria e também é a gematria plus de Sha'ar Yaffo (שער יפו) - O Portão de Jaffa ou Jope pelo qual Jonas passou para fugir para Társis. No dia 5 de Abril de 2017, eu passei, emocionado, pela Porta de Jaffa em minha visita a Jerusalém.



O Sonho
"Onde Está O Profeta"

Artigos
"Jonas & O Grande Peixe"

Jonas & A Era Messiânica

A Abdução Do Profeta Elias



No livro hebraico do Profeta Jonas eu descobri um código maravilhoso e que evidencia tudo o que aqui foi escrito e postado. Ei-lo:


Acima, no centro em vermelho subindo na diagonal para direita está meu nome cívil Paulo e cruzando está "E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas (וַיֹּאמְרוּ אִישׁ אֶל-רֵעֵהוּ, לְכוּ וְנַפִּילָה גוֹרָלוֹת, וְנֵדְעָה, בְּשֶׁלְּמִי הָרָעָה הַזֹּאת לָנוּ; וַיַּפִּלוּ, גּוֹרָלוֹת, וַיִּפֹּל הַגּוֹרָל, עַל-יוֹנָה)" - Jonas 1:7. Acima de Paulo está "Le'Misha'Ël" indicando que eu já estava destinado a receber o nome Misha'Ël e, mais acima de Le'Misha'Ël está "Tarshish (תַּרְשִׁישָׁה)" no versículo 3 de Jonas: "Porém, Jonas se levantou para fugir da presença de Adonai para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença de Adonai" - Jonas 1:3.

Despertando Centelhas



Kuato: - O que o senhor deseja? Senhor Quaid? Quaid; - Me lembrar... - Dialogo de "O Vingador Do Futuro" - 1990.

Meu primeiro Despertar foi em 1996, o segundo em 14 de abril de 2010 e o terceiro em 27 de setembro de 2014. O segundo foi que me deu a certeza da reencarnação do Rabino Chaim Vital. Foi assim que me aconteceu: "Eu percebi, no inicio do ano de 2010 que o filme "O Vingador Do Futuro" estava sendo muito repetido nos canais via satélite, a repetição foi tão numerosa que resolvi comprar um DVD do filme para o estudar. Fiz uma anotação naquele dia no meu Diário:

Diario 14 de Abril de 2010 - Quarta-Feira - 16h17m: Desde Janeiro a Teve vem exibindo ao filme Total Recall - O Vingador do Futuro e eu começo a sentir que D'us quer me dizer algo. Descobri agora que o filme foi lançado em Israel com o título "Zicaron Gorali"

Temor! Este dia no qual fiz a anotação foi o Hilulá - aniversário de ocultamento de Rebe Hayim Vital. Levaria ainda outros 4 anos para o "Véu" ser retirado... 

A palavra Goral que foi traduzida para Oráculo também significa Destino. Zicaron Goralí (O Vingador Do Futuro) significa literalmente  "Relembrar O Meu Destino".

Autor
Bän Mahëran Qadësh
Dipankara Vedas
Misha'Ël Ha'Levi


O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".