Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia

Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia
O Velho Testamento bíblico e outras partes do livro sagrado estão repletos de alusões a avistamentos ufológicos e contatos com seres extraterrestres, como se verá neste curso, que dá continuidade ao ministrado pelo mesmo professor no ano de 2020. Há até mesmo ocorrências de abduções alienígenas nele descritas com clareza, como a do profeta Elias, que foi levado aos céus. Se lida com uma ótica moderna e interpretada com conhecimentos ufológicos, na Bíblia, principalmente em sua versão hebraica, há ainda inúmeras outras menções a situações inusitadas apresentadas em um código próprio, que hoje é estudado pela chamada Ufocriptologia, que o curso ministrado pelo rabino Misha’ Ël Há’ Levi, como também é conhecido Paulo Sergio Batalini, abordará. Clique na imagem para mais informações.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Betzalel Está Vivo




"Nós mesmos colheremos os frutos das árvores que plantamos, mesmo que algumas vidas sejam necessárias. Não há como evitar o destino, a escolha que as centelhas de almas que nos habitam fizeram em outras vidas. Boas ou más, nós vamos ceifar estas escolhas." 

Na madrugada de 21 de julho de 2013, durante um sonho, no qual eu estava na companhia de Sam, Dean e do Anjo Castiel da série Supernatural, segredos profundos me foram revelados. Nós quatro estávamos, ao que me pareceu, uma escola e, então, eu escrevia um Nome Divino no quadro negro e sabia que este Nome faria com que o Sagrado, abençoado seja Ele, aparecesse imediatamente. Ao escrever o Nome pela primeira vez, o Anjo Castiel, veio e o apagou e, então, eu o escrevi novamente e o Santo, bendito seja, apareceu instantaneamente. 

O Nome que eu escrevia no quadro negro era Elul (אלול) que é o acrônimo de "Ani Le'dodí Ve'dodí Li (אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי) - Eu sou para o meu amado e o meu amado é meu - uma declaração de amor esotérica da alma (néfesh) chamada "K'nesset Yisrael (כנסת ישראל) para o espírito (rúach) chamado "O Rei (המלך)" com a qual ela deve se unificar. 

A escola, na qual estávamos, é uma alusão à Academia Celestial e o segredo do sonho é o que se segue: 

A madrugada de 21 de julho é a 202ª madrugada do ano e este valor possui a gematria da expressão esotérica "Betzalel chai ve'yavoú (בצלאל חי ויבאו)" que se traduz "Betzalel está vivo e está vindo." Elul é o nome que recebe o sexto mês lunar no calendário hebraico que é chamado “O Mês da Teshuvá (retorno)”, um mês propício para o retorno de determinadas almas. 

Betzalel é o sobrenome do nosso mestre, o Maharal de Praga. E quando faleceu (se ocultou) o Rabino Yehudá Loëw Ben Betzalel? em Elul, no dia 18. 

 "E o pó volte à terra, como o era, e o espírito retorne a Elohim, que o deu (וְיָשֹׁב הֶעָפָר עַל-הָאָרֶץ, כְּשֶׁהָיָה; וְהָרוּחַ תָּשׁוּב, אֶל-הָאֱלֹהִים אֲשֶׁר נְתָנָהּ.)." 

- Eclesiastes 12:7 

 Aqui neste versículo, o termo que foi traduzido para "retorno" foi "Tashuv (תָּשׁוּב)" que é o segredo de Elul. 

Alguns meses depois desse sonho, exatamente na manhã de 28 de outubro, a pessoa que estava carregando esse ruách elevado e que estava destinado a mim por Ibür, apareceu. Ora, o dia 28 de outubro é 0 300º dia no ano solar e este valor possui a gematria de "Rúach Elohim (Espírito de Elohim)" e como eu estava destinado a receber, por Ibür esta centelha do rúach do Maharal para ser a minha neshamá (alma divina), a pessoa que veio e na qual este rúach foi entesourado, nasceu, como eu já havia explicado, em 1º de T'shri que é o segredo do Bereshit bará Elohim et ha'Shamayim (בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם)..." que por temurá (permutação) e gematria (numerologia cabalistica) se transforma revelando "Em primeiro de T'shri, criou Elohim a neshamá..." 

Mas, porque, o Anjo Castiel estava no sonho? Um anjo que, até antes da publicação do meu livro Supernatural, o mundo acreditava ser uma criação para uma série de televisão? Eu ainda não havia descoberto Castiel nos escritos do Rabino Chaim Vital (Sêfer ha'Chazionot) e então, D’us veio a mim em sonho através do Anjo Castiel para me revelar este e outro profundo e singular mistério. 

Em Sha'ar Ha'Gilgulim, o Arizal, de abençoada lembrança, revelou ao Rabino Chaim Vital, que o dia da semana para ele era a segunda-feira e o mês era o de Elul. O dia do mês do Rabino Chaim Vital, me contou o Arizal, abençoado seja, era o dia 13. Elul, como supra-explicado, é o segredo de "Ani Le'dodi Ve'Dodí Li (אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי)" cuja gematria é igual a 185 e esta é a mesma da declaração "Ani Chaim Vital (אני חיים ויטאל)" que se traduz "Eu sou Chaim Vital. Eis a razão de, por muitos anos, eu usar no dedo anular da mão esquerda, um anel no qual estava gravado Elul e do meu primeiro email ser elul13@hotmail.com e de eu haver sido concebido na noite de 13 de Elul. 


Esta foto foi capturada na tarde de 3 de julho de 2009, o dia que é o 185º no calendário solar, valor esse que possui a gematria de "Ani Chaim Vital." 

Pobres religiosos que olham o corpo, nascido de ventre não casher, mas não veem a alma. Eles desprezam e rejeitam a árvore que o Sagrado plantou no mundo. Pobre dos arrogantes que não se levantam diante das cãs e lhes prestam reverência e com arrogância as queiram aconselhar. 

No dia 11 de Elul (26 de agosto, 27 em Israel) de 2015, eu cheguei no estúdio da Tv Geração Z (extinta) para apresentar o Programa Os Arquivos X, carregando nas mãos um exemplar do Sha'ar ha'Gilgulim (Portal das Reencarnações) que havia acabado de comprar na Livraria e Editora Sêfer. Ao tomar o metrô para me dirigir à Avenida Paulista na qual o edifício na qual a TVGZ transmitia seu sinal, tomei o carro A472 e depois baldiei e entrei no carro H583. Meu mestre, o Sagrado Leão de Safed (Arizal) me havia conduzido a ir à livraria e comprar o seu livro.



O primeiro valor somado ao A é igual a 473 e que, subtraído de 2015 é igual a 1542, ano no qual nasceu o grande Rabino Chaim Vital. O outro valor, possui o segredo que já revelei em muitos artigos, pois 583 é a gematria de Rav Misha'Ël (רב מישאל) que sou eu. O "H" é a inicial de "Hastér (הסתר)" que significa "oculto, escondido." A mensagem do meu mestre, o Arizal, foi "Em 583 está oculto aquele que nasceu em 1542." Ao chegar no estúdio, meu celular tocou. Era minha mãe avisando que a Santa Casa, na qual meu pai estava internado e sendo cuidado pelo Dr. Eduardo Ferreira, havia pedido para que ela fosse à Santa Casa urgente. Eu disse, "mãe, o pai faleceu..." Eu sepultei meu pai na tarde do dia 27 de agosto (28 em Israel), exatamente em 13 de Eul... 



A permissão do mestre Arizal para que eu compartilhasse estes mistérios, veio na semana passada e eu meditei por uma semana antes de vir aqui escrever e postar.  Eu até a postei no Facebook com os seguintes dizeres:

"Há tanto, sobre as visitas do Santo Leão, o Arizal, e das coisas que ele me contou para escrever e revelar, que acho que vou escrever por todo o restante da minha transição nesta encarnação." 

Era para ter postado ontem, dia 29 de Sivan, dia no qual, em 1534, o Arizal nasceu neste mundo...

Onze meses depois de haver encontrado aquela que estava trazendo a centelha do rúach do Maharal, o despertar me alcançou, exatamente no dia do aniversário dela, 27 de setembro, que é o 270º dia no calendário solar valor este que é o mesmo do termo "Ër (ער)" que significa "Desperto."

Os arrogantes olham para você e veem os defeitos do teu corpo gerado de um ventre não casher, de acordo com o dogma deles, mas não veem a sua alma, a árvore da vida que D'us plantou no mundo. 

"Nós mesmos colheremos os frutos das árvores que plantamos, mesmo que algumas vidas sejam necessárias. Não há como evitar o destino, a escolha que as centelhas de almas que nos habitam fizeram em outras vidas. Boas ou más, nós vamos ceifar estas escolhas."

Autor
Bën Mähren Qadësh

O Artesão Da Luz