Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia

Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia
O Velho Testamento bíblico e outras partes do livro sagrado estão repletos de alusões a avistamentos ufológicos e contatos com seres extraterrestres, como se verá neste curso, que dá continuidade ao ministrado pelo mesmo professor no ano de 2020. Há até mesmo ocorrências de abduções alienígenas nele descritas com clareza, como a do profeta Elias, que foi levado aos céus. Se lida com uma ótica moderna e interpretada com conhecimentos ufológicos, na Bíblia, principalmente em sua versão hebraica, há ainda inúmeras outras menções a situações inusitadas apresentadas em um código próprio, que hoje é estudado pela chamada Ufocriptologia, que o curso ministrado pelo rabino Misha’ Ël Há’ Levi, como também é conhecido Paulo Sergio Batalini, abordará. Clique na imagem para mais informações.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

O Evento Ufológico Do Sinai


O Salmo capítulo 68 é um dos textos hebraicos que mais possuem referências ufológicas, e hoje, possuindo ferramentas de cripto-análise, podemos verificar se realmente o episódio do Sinai, foi, como já afirmei, o maior evento ufológico já testemunhado.

"As carruagens dos deuses, ribbotaim, são duas vezes onze mil, e todas vieram com Adonai quando Ele veio ao Sinai em santidade." 

רֶכֶב אֱלֹהִים, רִבֹּתַיִם אַלְפֵי שִׁנְאָן; אֲדֹנָי בָם, סִינַי בַּקֹּדֶשׁ.

Tehilim 68:18

Muitas traduções foram feitas sobre este versículo, e aqui, minha tradução se baseia nas menções dos antigos mestres da Cabalá de que, quando os céus se abriram acima do Monte Sinai, na manhã de 6 de Sivan do ano hebreu 2448 (14 de junho de 1313 antes da era contemporânea), vinte e duas mil carruagens divinas passaram pelo "Stargate" aberto sobre o Sinai, também chamado de "A Montanha de Elohim (Har ha'Elohim)". Foi dito inclusive que, estas Chariots Of Gods, possuíam estandartes que representavam as constelações acima.


Fazendo uma cripto-análise, busquei pela ocorrência do acrônimo para OVNIs devidamente transliterado para o hebraico (עב"מים). A expectativa estatística para o surgimento de OVNIs apenas neste capítulo foi abaixo de zero, na verdade o número foi 0.83400 e, no entanto, 3 resultados se apresentaram. Estatisticamente, um milagre...

Um dos resultados é cruzado pelo versículo mencionado acima no qual os termo Rechév Elohim (רֶכֶב אֱלֹהִים) cujo significado é "Carruagens De Elohim/Deuses" e Ribbotaim (רִבֹּתַיִם) são mencionados. Sobre Ribbotaim, o Dicionário de Anjos de Gustav Davidson, publicado em 1967, explica que, este termo se refere a anjos pilotos que conduzem as Rechév Elohim, também mencionado em 3 Enoch.

O milagre dos códigos aqui é que ele confirma que os céus sobre o Sinai estavam repletos de OVNIs pilotados pelos Ribbotaim e, como mencionaram alguns dos Elders (antigos), cerca de 22.000 UFOs.


O que houve lá? Foi o que revelei no meu livro "EU QUERO ACREDITAR" que a montanha inteira foi arrancada do chão e virada de ponta cabeça sobre os israelitas e Adonai repousou os pés sobre a base da montanha. Muitos hebreu morreram ao ouvir a Voz e os Shofarot que ressoavam das carruagens e, o Zôhar diz que, um balsamo fluiu do Santo, fazendo com que as almas fossem devolvidas aos seus corpos ressuscitando os israelitas mortos.

AS TABLETES DE SAFIRA EXTRATERRESTRE

O Zôhar revela que, no crepúsculo do Sexto Dia da Criação, Elohim tomou duas gotas do "Tal (טל) que o fluído que preenche o crânio do Atiqá Qadish (Ancião Sagrado) e as endureceu e as escondeu no lugar no qual, dois mil quatrocentos e quarenta e oito anos depois, Moisés ergueria sua tenda. Mesmo assim, as Tabletes permaneceram rústicas e sem lapidação. Elas foram preparadas porque a Torá não podia ser escrita em jóias deste mundo. O Zôhar também nós conta que, assim que Moisés desenterrou as Tabletes, era foram lapidadas por Elohim através de um "ruach (vento)" que Elohim soprou e somente então, elas foram gravadas com as letras da Torá.

Isso tudo revela uma tecnologia elevadíssima e certamente, extraterrestre. Além destas menções, encontramos no Midrash que, apesar das Tabletes serem de safira e serem duras, elas podiam ser enroladas como um pergaminho.

Cada uma das Tabletes pesava uma tonelada mas, levitavam como papel ao vento, divido as letras Samech e Mem que flutuavam sobre elas.

עב"מים

Não é uma verdadeira evidência ufológica que o termo-acrônimo moderno para OVNIs no plural hebraico esteja codificado neste Salmo que foi escrito há 3.000 anos?

Compre aqui o livro 'EU QUERO ACREDITAR'

O Artesão Da Luz