Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia

Curso: Manifestações Ufológicas EM Código Secreto Na Bíblia
O Velho Testamento bíblico e outras partes do livro sagrado estão repletos de alusões a avistamentos ufológicos e contatos com seres extraterrestres, como se verá neste curso, que dá continuidade ao ministrado pelo mesmo professor no ano de 2020. Há até mesmo ocorrências de abduções alienígenas nele descritas com clareza, como a do profeta Elias, que foi levado aos céus. Se lida com uma ótica moderna e interpretada com conhecimentos ufológicos, na Bíblia, principalmente em sua versão hebraica, há ainda inúmeras outras menções a situações inusitadas apresentadas em um código próprio, que hoje é estudado pela chamada Ufocriptologia, que o curso ministrado pelo rabino Misha’ Ël Há’ Levi, como também é conhecido Paulo Sergio Batalini, abordará. Clique na imagem para mais informações.

EU QUERO ACREDITAR

EU QUERO ACREDITAR
CRIPTO-EVIDÊNCIAS DA PRESENÇA ALIENÍGENA NO PASSADO DA HUMANIDADE

Os Verdadeiros Anunnki

Os Verdadeiros Anunnki
A verdade jamais revelada sobre os Anunnaki

Novo Livro

Novo Livro
Duna - Uma Experiência Verdadeira

Os Ecos De Enoch

Os Ecos De Enoch
Página dedicada à criação online da Obra "Os Ecos De Enoch"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"

PROGRAMA "OS ARQUIVOS X"
Apresentado entre agosto e novembro de 2015. Clique na imagem!

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Recuperando O Y-DNA Dos Sábios


"Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho de luzes, e a terra lançará de si os mortos."

Isaías 26:19

"E o mestre, Shimon Bar Yochai, tirou deles o medo da morte, enquanto os consolava, dizendo: "Sabei que os corpos dos mortos voltarão a viver com as mesmas almas que tiveram antes. E renovarão a face do mundo. As almas dos que hão de ser ressuscitados estão sempre na presença do Todo Poderoso, esperando Seu sinal para irem e animarem os corpos. No momento da Ressurreição, D'us fará com que caia um Orvalho sobre a terra, na qual os mortos estavam enterrados, e estes se levantarão. Esse Orvalho vem da Árvore das Vidas, e é um Orvalho de Luz."

Zôhar - Revelações Sobre A Ressurreição Dos Mortos

Quando Viria A Ressurreição?

O Zôhar nos fala de dois tipos de ressurreição, sendo uma a restauração das almas aos corpos e outra a ressurreição e a liberação dos túmulos dos corpos que antes jaziam sobre o domínio da morte.

O Rabino Avraham Azulai, grande Cabalista medieval (1570-1643) revelou uma conexão extraordinária entre o poder de limpeza da Água (a Sabedoria Escondida da Toráh) e as energias negativas (Tumá) que influenciam nossas vidas e quebram nossa conexão com a Luz do Criador e o  Ano 5760 (2000) no calendário hebraico.

O segredo desta imersão ritual (miqeváh) é o mergulho dentro das sefirot Chochmá e Bináh na Árvore das Vidas que são a Sabedoria Escondida da Toráh e a Compreensão Divina. Este é o verdadeiro mergulho na miqeváh (reunião de águas). A Toráh é chamada Água.

"Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas impurezas e de todos os vossos ídolos vos purificarei." 


וְזָרַקְתִּי עֲלֵיכֶם מַיִם טְהוֹרִים, וּטְהַרְתֶּם: מִכֹּל טֻמְאוֹתֵיכֶם וּמִכָּל-גִּלּוּלֵיכֶם, אֲטַהֵר אֶתְכֶם.


Ezequiel 36:25

O termo usado no versículo mencionado acima para "impurezas" foi "tumeoteichem (טֻמְאוֹתֵיכֶם)" cuja raiz é o próprio termo hebraico bíblico "tamê (טָמֵא)" e que se refere aos 400 grupos caóticos de energia negativa. As águas que no versículo são "mayim (מַיִם)" são o segredo da Era Messiânica que chamamos Era de Aquários porque são as inciais de "Matai Yavô Mashiach (מתי יבוא משיח?)? cujo significado é a pergunta "Quando virá o messias?"

A Era De Aquário

De acordo com a tradição da Toráh que nos foi transmitida por Moshê rabeinu (Moisés, nosso mestre), a piscina ritual deveria ser cheia com 40 Sa'Ot de águas. Uma sa'ah é igual a 144 ovos de tamanho normal e logo, 40 sa'ot é igual a 5.760 ovos. O valor 144 contém a gematria do termo bíblico hebraico "Qédem (קֶּדֶם)" cujo verdadeiro significado é "a partir do oculto não revelado". O valor 5.760 é uma referência secreta ao ano no luach hebraico 5.760, ou seja, o ano 2.000 no calendário gregoriano. Este foi o ano determinado pelo Qadosh, Baruch Hú, para que as almas dos antigos israelitas e das almas dos sábios retornariam para animar os corpos novamente e iluminar o mundo com a Sabedoria Escondida da Toráh.

"E os homens terão um conhecimento perfeito das coisas divinas. Então, todas as criaturas saberão que a alma que as anima é a Alma de Vida, a Alma de Felicidade, a Alma que recebe os grandes deleites diretamente do alto e os transmite ao corpo. E todos aqueles que tiverem o privilégio de saborear esse júbilo exclamarão: "Quão doce és tu, Amor repleto de deleites!" E seu júbilo será tal que a inteligência do homem nem sequer pode compreendê-lo."

Zôhar - Revelações Sobre A Ressurreição Dos Mortos

Então, em 26 de junho de 2000, isto é, no ano 760 do 5º milênio, ou seja, no ano 5.760 após a criação de Adão, o genoma humano foi decifrado e mapeado. Francis Collins e J. Craig Venter anunciaram, em cerimônia na Casa Branca, com a presença do presidente Bill Clinton, que haviam completado o primeiro mapeamento do genoma humano. O dia 26 de junho foi, naquele ano, o 178º dia no ano solar e este valor, o 178, possui a gematria do termo "Mequbal (מְקוּבָּל)" que se translitera como "Cabalista". O número 26 possui a gematria do Nome Divino, o "Yud Hê Vav Hê (יְהוָה)" que está codificado no Genoma Humano.

"E plantou o Yud He Va He Elohim um jardim no Éden Mi-Qedem e colocou lá o Adão que havia formado."

וַיִּטַּע יְהוָה אֱלֹהִים, גַּן-בְּעֵדֶן--מִקֶּדֶם; וַיָּשֶׂם שָׁם, אֶת-הָאָדָם אֲשֶׁר יָצָר.

Gênesis 2:8

Na verdade, o passuq (versículo) contem um segredo muito mais elevado do que a tradução literal parece nos querer informar. Vejamos em uma tradução aberta pela Sabedoria divina: 

"E plantou o "Yud He Va He Elohim" um gene no ADN Mi-Qedem e o colocou lá, naquele lugar, o Nome, no "alfabeto (alef-tav) do Adão que havia formado."

גַּן-בְּעֵדֶן--מִקֶּדֶם

O Genoma Humano estava destinado a ser revelado naquele ano, no 5760 após a criação de Adão, no mesmo ano no qual as almas dos Chachahim Mequbalim (Sábios Cabalistas) estavam destinados a despertar nos corpos nos quais foram reencarnados.

Na Torah Bereshit (Gênesis) o ano 5760 aparece codificado a cada 5048 SAEs (Saltos Alfabéticos Equidistantes) e logo acima dele está o versículo que decodificamos em linhas prévias neste assunto e, cruzando o ano 5760 (התש״ס) está escrito "... assá et ha'Adam be'aretz (fez o alfabeto de Adão na terra...)".

Clique para ampliar


Orvalho de Luzes

A expressão "Orvalho de Luzes" vem do hebraico bíblico "Tal Orót (טַל אוֹרֹת)" e é extraída do Profeta Ishayahu (Isaías) pereq 26, passuq 19. Este é o mesmo Orvalho do qual o Maná foi criado e é o segredo de Zeir Anpin - a Face Curta de D'us -  na Árvore das Vidas que é formada pelas Luzes "Chessed, Guevurá, Tiféret Netzach, Hód e Yesód" e que é chamada também de "Toráh Escondida" enquanto Malchut que é o nosso mundo é chamada de "Toráh Revelada". A gematria de "Tal Orót (טַל אוֹרֹת)" é 646 que é a mesma de "Matan Iosef (מתן יוסף)" que significa "Dado a José." Mas, o que foi dado a José? Primeiro, Yesód na Etz ha'Chaim (Árvore das Vidas) é a Merkavá (Carruagem Divina) de Ioséf ha'Tzadiq que nós conhecemos como "José do Egito". Yesód é o local do Heichal ha'Sodót - O Palácio dos Mistérios - de dentro do qual os Profetas recebiam revelações. Matan (מתן)  é escrito com as letras Mem (מ), Tav (ת) e Nun Sofit (ן) que são as Roshei Teivot (Iniciais) de "Mi-Torat Nistar (מ-תורת נסתר)" que se traduz "a partir da Toráh Escondida". Logo, compreendemos que a Ioséf foi dada da Toráh Escondida, os segredos não revelados da Toráh e compreendemos também que, o Orvalho de Luzes são os mistérios dos céus (Zeir Anpin) que seriam abertos a partir do ano 5760 (2000 no calendário greco-romano), o início do Orbe da Era de Aquárius. Nesta época as almas dos chachamim (sábios da Toráh) começariam a ser ressuscitadas! 

O Segredo Da Ressurreição

No momento da fecundação, a alma destinada para aquela concepção de acordo com os méritos do casal, mergulha para dentro do ventre da mulher trazendo o DNA da alma e imprimindo este mesmo ADN no corpo que começa a ser construído.

"As vinte e duas letras do alfabeto divino (hebraico) estão impressas em cada alma, que, por sua vez, as imprime no corpo que anima."

Zôhar - Os Tipos De Homen

Está é uma grande revelação e compreendemos através deste Sód (segredo escondido da Toráh) que o DNA do corpo é o mesmo que o DNA da alma e, portanto, o corpo será o mesmo que a alma teve em uma encarnação anterior.

"Sabei que os corpos dos mortos voltarão a viver com as mesmas almas que tiveram antes. E renovarão a face do mundo."

Zôhar - Revelações Sobre A Ressurreição Dos Mortos

O Grande Milagre

Em 1996, sonhei que eu estava dentro de uma caverna onde havia um Aron ha'Qodesh e pessoas dentro desta gruta cantavam uma canção que eu jamais havia ouvido e quando acordei, mesmo sem ter um conhecimento prévio do hebraico, comecei a entoá-la. Esta canção era o Mah Tovú e ali teve o inicio da ressurreição da alma que eu havia recebido na minha concepção, a alma do Sábio Chaim Vital e como tudo o que me ocorrei deste aquele dia, o Qadosh, Baruch Hú, revelou também a evidência desse milagre.

Sonho Laboratório De DNA 

Na madrugada de 23 de Abril de 2006, sonhei que estava em um Laboratório de Teste de DNA e minha intenção era clara: Obter informações sobre exames de DNA. Acordei e anotei o sonho e a data. Eu nada sabia sobre o que viria e nem o segredo da data de 23 de abril.

Cinco anos se passaram e, em abril de 2011 eu ganhei, de um aluno meu, um médico cirurgião plástico e que hoje vive nos EUA chamado Mario Eduardo Albano e que é uma reencarnação de um judeu morto em Auschwitz, um kit para exame de DNA e no dia 11 de abril, ele mesmo colheu o material e o enviou à Family Tree DNA nos EUA para a realização do teste. O resultado saiu em 2 de julho de 2011 e revelou que eu sou pertencente ao Haplogrupo G e minha mutação é a M201+.

Em 2014 eu despertei e descobri que eu carrego um tesouro no meu corpo, a alma de um antigo rabino místico chamado Chaim Vital que foi o mais proeminente aluno do Leão de Safed, o Rabino Yitzchaq Lúria, de abençoada memória.

Em 1 de novembro de 2014, o Sagrado, bendito seja Ele, me conduziu para descobrir um Código onde o nome Chaim Vital está criptografado junto com o meu nome civil e também com o meu nome espiritual hebraico  que é Misha'Ël.

Neste mesmo texto criptografado, há uma linha que diz "mi-na'ar ve'ed zaqen (מנער ועד זקן)" que significa "desde jovem até a velhice" e cruzando este está a expressão "Y-dna m201+". Abaixo de Chaim Vital está o ano do meu despertar que foi 5774 (2014).

O CÓDIGO CHAIM VITAL

O RESULTADO DO TESTE DE DNA


Recentemente eu reencontrei uma foto minha de quando era jovenzinho na qual eu me encontro em frente a uma Kombi branca cuja placa se lê "S 5774 85". O "S" é o inicial hebraico de Sod (סוד) que significa "Segredo" é 5774 (התשע'ד) é o ano hebraico que correspondeu ao 2014 gregoriano. A dezena final, 85 continha outro mistério divino maravilhoso.

Eu vim para está reencarnação destinado ao despertar é alcançar elevados níveis espirituais e assim favorecer o mundo todo. O grande milagre foi que D'us restaurou o DNA do Rabino Chaim Vital devolvendo sua alma ao mundo. Sei que ainda não alcancei o nível total de sua consciência e D'us sabe se vou ou não.

A FOTO

"Desde jovenzinho até a velhice..." é um segredo do Anjo Metatron que é chamado Naar (jovem) porque ele era Enoque e Zaqen (velho) porque ele foi transformado no Príncipe das Faces. 

Por que o sonho foi em 23 de abril e não em outra madrugada qualquer? A alma estava manifestando evidências. O rabino Chaim Vital do qual eu herdei a minha néfesh (alma primordial) faleceu em 23 de abril de 1620. Bendito seja o Sagrado que revela os mistérios.


No jornal israelense HAARETZ de 23 de abril de 2013, se lê: "Neste dia na história judaica em 1620 - "O Cabalista Rabino Chaim Vital, morre."

A Alma Está No Sangue

A para diluir toda dúvida de que esta foi obra do Sagrado e não do homem, aqui está o maior dos segredos, o mistério do sangue. A Toráh afirma: "Porque, a alma de toda carne é o seu sangue, sua alma está nele... (Levítico 17:14)".

כִּי-נֶפֶשׁ כָּל-בָּשָׂר, דָּמוֹ בְנַפְשׁוֹ הוּא

No dia 23 de outubro, data de nascimento do Rabino Chaim Vital, eu fui levado por sua alma em mim, a realizar um teste de nível de glicose no sangue. O resultado demonstrou e confirmou a obra do Santo, bendito seja Ele. Veja abaixo:


Na foto clicada do glicosímetro acima, pode-se ver a data e o horário no qual o teste foi realizado e também o resultado, a assinatura da alma de Chaim Vital que é a gematria do seu nome: Cento e vinte e três (123). Que evidência é mais necessária? Pois, foi o Divino quem soprou está alma em minha na minha concepção e a alma tem uma assinatura, pois o sangue é a alma e a alma está no sangue! Meu nome civil possui a mesma gematria de Chaim Vital que é 123 e por que? Quando a centelha sagrada de Chaim Vital entrou no ventre da minha e nada sabendo ela sobre a língua hebraica, o anjo que acompanhava esta centelha sagrada "soprou" aos ouvidos da minha alma um nome que possui a mesma gematria do nome Chaim Vital e assim a inspirando a me chamar Paulo cuja gematria é a mesma de Chaim Vital.


Então, no ano hebreu 5760 eu pisei meus pés, pela primeira vez nesta reencarnação, dentro de uma Sinagoga, quatro anos depois do Despertar da alma de Chaim Vital e no ano 5761, 381 anos depois do seu falecimento eu fui ordenado novamente um rabino pela alma do meu mestre, o Sagrado Arizal. O primeiro aniversário de falecimento de Chaim Vital foi no ano 381 do 5º milênio (5381) e meu nome espiritual, Misha'Ël possui gematria igual a 381.

GIMATRIA
DNA-CHACHAM

Como explicado linhas acima, a gimatria (cálculo do valor numérico das letras hebraicas) do meu nome civil que é Paulo (פאולו) é 123 e que por sua vez é o mesmo do nome Chaim Vital (חיים ויטל). O valor 123 é também a gimatria de "Eliahu-Yonáh (יונה אליהו) - Elias-Jonas". Agora, 123 é a mesma gimatria da expressão "DNA-CHACHAM (דנ"א-חכם)" que se traduz "DNA DO SÁBIO" e esse SÁBIO é a alma do mestre Chaim VItal, abençoada seja sua lembrança. O significado disso? Ha'Shem ressuscitou em mim a alma do Rabino Chaim Vital e por isso, por esta razão eu sou um milagre do Seu amor nessa geração. A propósito, a expressão "Néss-Ahaváh (נס אהבה)" que significa "Milagre de Amor" possui a gimatria igual a 123. A obra de D'us é perfeita!

Eu nasci em 10 de junho de 1966 na maternidade do Belenzinho, distrito do Belém, em São Paulo, às 15h42m. O nome Belém vem do hebraico "Beit-Lechêm (בית לחם)" cujo significado é "Casa do Pão." A gimatria Avgad de Beit-Lechêm é igual a 123!

"Os filhos de Belém: Cento e vinte e três."

בְּנֵי בֵית-לָחֶם, מֵאָה עֶשְׂרִים וּשְׁלֹשָׁה.

Ezra 2:21

Palavra-Chave

Baseado nessa descoberta, fiz de "DNA-CHACHAM" uma palavra-chave criptografia e busquei por ela em toda a Torah. Encontrei apenas uma ocorrência na qual Chaim Vital surgiu em estreita proximidade com "DNA-CHACHAM".

CLIQUE PARA AMPLIAR

Acima, na matriz criptografica, no centro na posição vertical em vermelho está "DNA-CHACHAM (DNA DO SÁBIO) e logo abaixo em rosa na posição diagonal está "CHAIM" e na mesma linha ao lado esquerdo está "IOSEF VITAL" junto com a data do seu ocultamento, dia 30 de Nissan. Na mesma matriz surgiu "Na terça-feira, 5 de Av" e na mesma linha "Ha'Ari". Ao conferir no calendário gregoriano a data do ocultamento do ARIZAL, descobri que foi numa terça-feira 15 de julho (calendário gregoriano). Ao lado de "DNA-CHACHAM" está o ano do meu nascimento "1966".


Quando mudo o comprimento da linha de 7.865 letras por linha que é a razão da palavra-chave "DNA-CHACHAM" para 7.869 letras por linha o código muda e, agora, faz-se palavra-chave o nome CHAIM e outras ocorrências surgem como, meu mês e dia de nascimento (10 de junho) em estreita proximidade com o ano 1966. Agora, DNA-CHACHAM (DNA DO SÁBIO) aparece no plural (DNA-CHACHAMIM) pois o nome Lúria também surge na matriz.


"E o mestre, Shimon Bar Yochai, tirou deles o medo da morte, enquanto os consolava, dizendo: "Sabei que os corpos dos mortos voltarão a viver com as mesmas almas que tiveram antes. E renovarão a face do mundo. As almas dos que hão de ser ressuscitados estão sempre na presença do Todo Poderoso, esperando Seu sinal para irem e animarem os corpos. No momento da Ressurreição, D'us fará com que caia um Orvalho sobre a terra, na qual os mortos estavam enterrados, e estes se levantarão. Esse Orvalho vem da Árvore das Vidas, e é um Orvalho de Luz."

Zôhar - Revelações Sobre A Ressurreição Dos Mortos

CONCLUSÃO

Desde 2000, nós estamos vivendo a época que eu chamo, de acordo com as palavras do Profeta Isaías, de "nivelati yequmun (נְבֵלָתִי יְקוּמוּן) - a ressurreição dos corpos e devolução das almas dos sábios aos seus corpos originais", pois, de acordo com o Zôhar, o DNA do corpo é criado a partir do DNA da alma e, se, o DNA é o das almas dos Sábios, o corpo será o mesmo que eles tiveram no passado. Isso já ficou provado quando descobri que o DNA do meu corpo é o mesmo da alma do Sábio que recebei por gilgul e ibür. A gematria Mispar Ne'elam de "nivelati yequmun (נְבֵלָתִי יְקוּמוּן) é igual a 730 que é dez vezes 73 que é a gematria de "Ha'Chacham (החכם) - o Sábio" e também de "Chochmá (חכמה)" que é Sabedoria. Bom estudo! Razá Ila'ah

RAZÁ ILA'ÁH


"EM PROCESSO DE REDAÇÃO"

Autor
Bën Mähren Qadësh
"Misha'Ël Ha'Levi"

O Artesão Da Luz