O Buscador

O Buscador
"Quando olho para os Céus, não estou procurando por um Deus que vive no espaço exterior, estou lendo as estrelas e ouvindo os seus mistérios (Tehilim 19)". Deepak Sankara Veda

Faça Uma Tzedaká (Doação)

Faça Uma Tzedaká (Doação)
O Segredo Da Doação

Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto ao "Zen Hebreu". Este site não representa o judaísmo, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

domingo, 8 de março de 2015

Tecnologia Alienígena

Imagem: Homenagem a Leonard Nimoy 
1931 - 2015


Gematri'Ot 
212 308 241 

Estudando com o Zôhar - Porção Yitrô - 4° Parágrafo, que se inicia com "Rabi Yitzchak amar ( רַבִּי יִצְחָק אָמַר)". A gematria (cálculo do valor numérico das letras hebraicas de uma palavra ou sentença) é 761 (212+308+241) e que revela muito. Primeiro, 761 é a gematria de "Shanot Hê  (שנות ה) cujo significado é "Anos do 5° milênio". O valor em si alude ao ano 761 do 5° milênio, ou seja, 2001. A partir deste ano o Zôhar se abriu para nós.

Rabi (רבי) tem a mesma gematria de Zôhar (זהר). Yitzchak (יצחק) é igual a 308 e que é o mesmo de "Ruach Elohim Bô (רוח אלהים בו) - O Espírito de Deus nele". O valor 308 também "Ha'avir sodei (האוויר סודי) e significa "soprou mistérios". Amar (אמר) é 241 que é o mesmo de Aram (ארם) que significa "Arameu" e é um acima de 240 que é "Safek (ספק)" cujo significado é "dúvida".

Juntando tudo, estas dez letras que formam três palavras estão nos dizendo: "O Zôhar, com o Espírito de Deus nele, soprou mistérios em Arameu e os explicou (erradicando a dúvida)".

Sim, Zôhar fala e tem o Espírito de Deus nele, e fala em Arameu que é a língua dos mistérios e que nem aos Anjos foi dada compreendê-la, e o Zôhar revela os seus mistérios àqueles a quem lhes é aprazível.

Qual O Mistério?

Nesta porção que estou estudando o Zôhar revela que si, foram tomadas pedras rústicas de Safira para que a Torah fosse escrita nelas, mas então, Deus soprou um vento sobre elas e as transformou em Tablets e escreveu neles a Torah e as letras flutuavam sobre as Tablets e podiam ser vistas à direita e à esquerda e ao avesso. Esqueça os filmes e as tradições dogmáticas religiosas que insistem em mostrar um Moisés velho, curvado e cansado carregando pesadas pedras rústicas e mal escritas. A energia que Moisés recebeu corrigiu o seu DNA e não permitiu que ele envelhecesse e nem morresse. O verso sétimo do capítulo 34 deixa claro que, nenhuma energia foi drenada do corpo e nem da alma de Moshê. Diz o verso "ló kahetáh einô (לֹא-כָהֲתָה עֵינוֹ)" e ao descrever isto usa o termo "kahetáh" que tem raiz no Nome Divino dos 72 Nomes - "kehat (כָהֲתָ)" que nos protege contra "o dreno de energias" e nos guarda de sermos atingidos por alguma magia ou energia negativa. Pela compreensão do mistério o verso está dizendo que "nenhuma energia foi drenada pelos olhos dele". Os olhos são as janelas da alma...

O verso 5º do capítulo 34 deixa claro que Moisés não sofreu nenhum dano, seu corpo não foi corrompido, ele não estava cansado e que seu ocultamento se deu pela boca de Deus, conforme está escrito "al pí adonai (עַל-פִּי יְהוָה)" ou seja, com um beijo Deus tirou a sua alma pela boca...

Claro, você será tentado a questionar, pois literalmente a Escritura diz que "Moisés morreu e Deus o sepultou". A palavra "Morte (מות)" é um Código para "Ocultamento". A alma de Moisés foi ocultada desta dimensão e seu corpo preservado de ser corrompido por alguma tecnologia e por isso diz que "Deus o sepultou". Os antigos escritos nos informam que o Satan disputou com o Príncipe Angélico Mica'Ël a posse do corpo de Moisés (Judas 1:9). O termo para "sepultou-o" na Torah é "Vay'kebor otô  ( וַיִּקְבֹּר אֹתוֹ) e a tradução do mistério é "sepultou o Alef Tav dele (dna)".

Foi-nos dito que toda a Tecnologia que existiu, existe e existirá neste mundo tem seu nome e forma escritos no Gan Éden  (גן עדן) - Paraíso. De onde vocês acham que veio o "sopro (inspiração)" que levou Steve Jobs à criação das Tecnologias que nos conduziram à descoberta dos Tablets? 241 também é a gematria de "Ba'al yehudi seguláh (בעל יהודי סגולה) - O mestre judeu indigo (púrpura).



O Segredo Das Tablets

As tablets da Torah eram uma tecnologia superior à que temos neste momento. O midrash diz que, apesar de serem "duras" podiam ser enroladas como pergaminhos. A palavra moderna usada para a tecnologia computacional que possuímos hoje em mãos é "Machshév Luch  (מחשב לוח)" é que se traduz para "TABLET". Luch (לוח) é o singular do termo usado na Torah para as Tablets que Moisés recebeu e que é "LUCHOT  (לחת)".


No código acima, nos encontramos "APPLE" codificada a cada 439 SAEs  (Saltos Alfabéticos Equidistantes) e que surgiu com duas ocorrências, sendo que na segunda a palavra "MACHSHÉV (COMPUTADOR)" aparece codificada logo acima de "APPLE" é em estreita proximidade. Na primeira ocorrência, APPLE e cruzada pelo Êxodo capítulo 32 verso 16: "E as Tablets eram obra de Deus (Elohim) e a escrita era a escrita de Deus, gravada nas Tablets". Creio que isto muda toda a visão religiosa sobre a Recepção da Torah no episódio do Monte Sinai.

Há um verso nos Salmos que narra que, quando Deus desceu sobre o Sinai para outorgar a Torah,  milhares de Carruagens Celestes (o que hoje chamaríamos de OVNIs) vieram também para testemunhar o evento.

"As Carruagens de Deus são miríades de miriades com incontáveis anjos entre elas, acompanhavam, em Santidade, a vinda do Eterno ao Sinai (Salmos 68:18)". O termo para "Carruagens de Deus" aqui neste Tehilim e "Rekev Elohim (רכב אלהים)" que pode ter traduzida como "Carruagens dos Deuses" é codificado dentro deste verso eu encontrei "Erich (אריך)" uma alusão ao Escritor Suíço "Erich Von Däniken" autor de "Carruagens Dos Deuses (Chariot Of Gods)" que aqui foi chamado de "Eram Os Deuses Astronautas?".

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Reencarnação Através Do Beijo

Recebendo A Neshamá De Briá Experiência Pessoal (Artigo Em Construção) "Dá-me os teus lábios e eu te darei a minha alma (n...

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina. É escritor e autor de 14 obras, incluindo "Shem ha'Meforash - Os 72 Nomes De D'us" e "Guilgulim - O Portal Das Reencarnações".

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".