Boas Vindas

"ברוכים הבאים ממסורת עתיקה העברים במדבר". Bem vindo á Antiga Tradição dos Hebreus do Deserto. Este site não representa nenhuma entidade judaica, nada tem haver com judaísmo e com nenhuma de suas vertentes. Este "sítio" é um lugar onde Sabedoria é compartilhada

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Y-DNA Prova Que Somos Hebreus





אֲשֶׁר לֹא-יִסָּפֵר צְבָא הַשָּׁמַיִם, וְלֹא יִמַּד חוֹל הַיָּם--כֵּן אַרְבֶּה, אֶת-זֶרַע דָּוִד עַבְדִּי, וְאֶת-הַלְוִיִּם, מְשָׁרְתֵי אֹתִי

No dia 2 de Fevereiro de 2010, eu publiquei este artigo no meu blog "Judaísmo do Deserto". Logo surgiram os membros da "Escola do Ódio" com suas falsas acusações, e seu ódio escancarado, me difamando, caluniando e ameaçando, e como sempre, escondidos no anonimato, covardes que são.
A verdade revelada neste artigo agora é uma realidade. Leia-o com atenção. No final, a prova do que eu havia revelado aqui.
O Artigo

 Os "Israelitas do Exílio (b'ney anussim)", os Filhos da Dispersão involuntária no Brasil, andam perdidos e iludidos, buscando e achando que vão chegar a "Legitima Conversão (aquela proposta pelos Ortodoxos e que é ilegítima)" e serão assim aceitos como "Judeus" pelo Estado Sionista de Israel.


GRANDE, ENORME, MONSTRUOSO ERRO
Primeiro porque os "Anussim" já são os israelitas legítimos, e isto, em breve poderá ser provado por "Exame de DNA (ou ADN)". Penso em como ficarão aqueles que correram atrás de conversão, negando sua herança ancestral, ao descobrirem que a "conversão" não era necessária, quando o mistério que D´us gravou em suas almas e em seus corpos lhes for revelado.

O meu avô, Berilo Nunes (o berílo era uma pedra do peitoral do Cohen hagadol), tinha por tradição por ocasião do ano novo, passar todos os membros da sua família à "Luz do Lampião". Ele fazia este ritual para verificar se todos tinham sombra. Eis aqui um mistério:

O Zohar nos diz que, os Rabbis tanto da Idra Rabá (Grande Assembléia) como os Rabbis da Idra Zuta (Pequena Assembléia) tinham por costume verificar as suas sombras, e quando as viam fracas ou notavam que haviam desaparecido, eles sabiam que em breve deixariam o mundo.

Era o costume dos antigos Qabalistas de em Rosh Ha-Shaná (Ano Novo), especificamente na lua de roshana haba, passarem os seus talmidim (discípulos) através da "Luz da Menorá" para verificar se eles ainda possuíam suas sombras ou as verificarem através da luz da Lua, e com isto, eles conheciam quem deixaria o mundo ou não durante o novo ano que se iniciava.

 Como um jovem fazendeiro do interior da Bahia (cidade de Aiquára) que faleceu aos trinta anos, poderia ter o conhecimento de tal tradição? A resposta está no "DNA da Alma". O Zohar nos explica que todas as almas são feitas pelas combinações do Alef-Beit, em outras palavras "O Livro do DNA". As letras hebraicas deram origem a todas as almas e a alma, por sua vez, imprime o "DNA Metafísico" no corpo, assim revela o Zohar Santo.

 Outro costume que meu avô, de abençoada memória, possuía, era o de "cortar as suas unhas e enterrá-las", ele nunca as jogava onde outras pessoas pudessem pisá-las. E por quê?

 O Zohar nos conta que, existe uma “Porta nos Céus" por onde saem 70 milhões de "shedim (demônios)" que atacam e infringem dor às pessoas que, "cortam as suas unhas" e as jogam para serem pisadas por outros seres humanos. Como meu avô sabia disto? Claro que a resposta é o "Y-DNA da alma".

 Em 1996, depois de anos lutando contra minha alma, e contra as terríveis lembranças que se abatiam sobre a minha mente a cerca do Holocausto (eu sempre tinha "memory flashs - raios de lembranças" onde eu estava cercado por homens da Gestapo), acordei de um sonho cantando em hebraico (língua que jamais tivera ouvido) uma canção linda, maravilhosa que jamais ouvira nesta vida. Por três dias, sempre que eu abria a minha boca, tudo o que saia dela era as palavras daquela canção, que mais tarde eu descobri ser o "Ma Tovú" cantada deste os tempos de Moshê nosso Mestre. Como?

 E depois vem me dizer que eu não sou israelita, porque não nasci de um "ventre judeu", nasci de um "ventre impuro, "lo Kosher". Hahahahahaha, eu tenho mesmo que rir. Se fosse assim, se ser "israelita" é um requisito apenas dado aos que nascem de "ventre kosher", 100% judeu, então "Karl Marx" seria judeu, não é mesmo? no entanto ele era ateu, e foi o "fundador do comunismo". Se ser "judeu" é mesmo nascer de um "ventre 100% judeu" então, muitos dos "altos oficiais do nazismo" seria judeus, pois eram filhos de "mães judias" como o carrasco da Boêmia-Morávia, Reinhard Heydrich, apelidado de o "Açougueiro de Praga" cuja mãe, Sara Heydrich era 100% judia. Então, o assassino de judeus era um judeu? nascido de ventre judeu?

As pessoas estão sendo enganadas e estão deixando se enganar pela "Érev Rav (Multidão Misturada)". Herman Goering, o segundo abaixo de Adolf Hitler, teve seu segredo revelado por um primo seu, chofer de taxi, que foi preso por ter "sangue judeu". Aimmmm....

 Chamam-nos de "missigélicos, messatânicos nojentos" e todo o tipo de adjetivos pejorativos (o que é crime) e ainda dizem que não somos judeus, nos acusando de sermos "estelionatários espirituais", "ladrões de símbolos judaicos (símbolos que vem de uma época em que, nem judaísmo existia ainda). Triste daqueles que se deixam enganar pela Érev Rav, e logo passam a odiar assim como eles odeiam (o ódio é a pregação deles). Logo aparecem no Orkut com fotos de tanques israelenses, soldados da IDF com armas em punho, aludindo que isto na verdade é "judaismo". Quão enganados estão.



Nós somos bem vindos em suas lojas para comprarmos talitot, mezuzot, telifin, shofarot, ou seja, nosso dinheiro é bom vindo por eles, mas quando vamos usar tais ferramentas, somos agredidos verbalmente, ameaçados, difamados, caluniados, etc.


É HORA DE ACORDAR! NÃO EXISTE JUDAÍSMO, NÃO HÁ SEQUER A MENÇÃO DO TERMO JUDEU NA TORAH! NÓS FOMOS CHAMADOS, NOMEADOS PELO ETERNO DE HEBREUS, ISRAELITAS, E É ISTO O QUE VERDADEIRAMENTE SOMOS.

O DNA COHANIM
"Como não se pode contar o exército dos céus, nem medir-se a areia do mar, assim multiplicarei a descendência de Davi, meu servo, e os levitas que ministram diante de mim". - Yeremiahu (Jeremias) 33:22.



Dentro do verso citado acima, Hashem codificou "Y-DNA" e o mundo já reconhece o teste de "Y-DNA" para ancentralidade "hebréia/israelita (nomeado erroneamente de "teste para ancestralidade judaica")" menos a Erev Rav, pois tudo o que vai contra o "Dogma" estabelecido deve ser rejeitado por eles.


O segredo do DNA COHANIM está atado principalmente aos Nordestinos, e aqui é necessário ter conhecimento da "Chochmat Nistar Ha-Torah (Sabedoria Escondida da Torah)". Em hebraico "Nortista" ou "Povo do Nordeste" se escreve "Am Mi-Tzafon (עם מצפון)" literalmente "Povo do Norte" ou simplesmente "Nortista", e é aqui onde D´us escondeu este maravilhoso mistério: O termo hebraico "Tzafon צפון (Norte)" ao ter o ponto niqud "Cholam" do vav mudado para o ponto niqud "Shuruq" mudará a vogal "Ó" para a vogal "Ú" transformando o termo "Tzafon" em "Tzafun" que por sua vez significa "Código", mudando o sentido de "Nortista" ou "Povo do Norte" para "Am Mi-Tzafun" que literalmente significa "O Povo do Código (DNA)". Para aqueles que são versados na "Chochmat Nistar Ha-Torah" saberão que o termo para "Código da Toráh" é o hebraico "Tzafun Toráh". Há mais segredos maravilhosos e muitos destes mistérios estão ligados ao segredo de "Mashiach Ben Efraim" que surgira no exílio (Galut) para juntar os dispersos (os anussim). Mashiach Ben Efraim é também "Mashiach Ben Yosef" e é aqui que nós encontramos mais uma evidencia: Yosef que encarna em cada geração como "Mashiach Ben Yosef" estava no exílio, e quando foi visitado por seus irmãos, eles não o reconheceram. Este é o motivo de porque os "Judeus" nunca conseguem reconhecer "Mashiach" em cada geração em que ele se encontra. Outro mistério é que, Yosef foi chamado pelo Faraó de "Tzafenat Paineach" que significa literalmente "O Decodificador do Código", e, portanto uma das evidencias para se reconhecer Mashiach Ben Yosef que também é Mashiach Ben Efraim está no fato dele (a pessoa portadora da alma de mashiach) ser versado no conhecimento oculto dos códigos da Toráh. Yosef é versado nos mistérios dos sonhos, é o ponto niqud "Cholam" nos fala deste mistério, pois "Cholam" significa literalmente "Sonho":
בְּשׁוּב יְהוָה, אֶת-שִׁיבַת צִיּוֹן-- הָיִינוּ, כְּחֹלְמִים.



[cântico dos degraus] Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham.

O Código "Malchut Cohanim"
(Reino de Sacerdotes)

NÃO EXISTE CENSO PARA OS ISRAELITAS NO EXÍLIO, HASHEM (D´US) PROÍBIU CONTAR O POVO. TODO CENSO QUE ESTABELECE QUE EXISTEM TAL NÚMERO DE "JUDEUS" NO MUNDO É FALSO. É UM ARTIFÍCIO DA ÉREV RAV USADO PARA SEGREGAR!

Em 2003, eu descobri este código, claro, guiado pelo tzadiq nistar - meu maguid. Muitos anos depois, durante uma nessiá (viagem espiritual) me foi revelado que este código é o segredo dos judeus anussim. Imaginem, dentro todos os do nosso abençoado povo anussim, quantos carregam o ADN Cohen, o gene da Mishpachat Ha´A´aron (Família de A´aron Ha Cohen). Esta é a razão do porque a ortodoxia judaica não permite que conversões sejam mais realizadas no Brasil, o que é muito estranho, pois se podem realizar conversões na Argentina, nos EUA, na Inglaterra e em Israel, é claro, mas no Brasil não, e conversões realizadas aqui não são aceitas em Israel pela ortodoxia, mesmo que a pessoa faça a Aliyah pela agência judaica,. se desejar se casar em Israel, terá que passar por uma conversão ortodoxa lá, ou ir casar na grécia. Por que? Porque eles sabem que o número de judeus anussim é estrondoso, e temem que este povo todo desperte para a sua verdadeira identidade. Por este mesmo motivo tem sido enviados rabinos para cá, com "intenções" de fazer "retornar" os anussim, mas quando perguntamos para um destes "ravs"se tal retorno tem direito a Aliyah, não temos respostas, eles mudam de assunto ou nunca mais nos respondem aos emails e cartas que enviamos.

Outro dia, um querido ben anus, me pediu ajuda, e como ele estava envolvido com pessoas que estão ligados a um certo movimento destes de "retorno", me pediu que eu escrevesse para determinado rav americano e me apresentasse. Fiz o que me fora pedido, e a resposta foi curta, direta e grossa: "Nos otros no praticamos kabala...". Claro que respondi deixando clara a minha intenção: "Não vos ofereci kabala, mas ajuda". O tal rav me respondeu perguntando: "Quem fez o teu retorno ou conversão?" Eu respondi com a pergunta que não quer calar: "Vosso retorno ou conversão dá direito ao retornado ou convertido a fazer Aliyah?"  Nem preciso dizer que nunca mais recebi uma resposta.

Tais "ravs" não querem que os Anussim despertem para sua verdadeira identidade judaica e principalmente que a assumam sem o auxílio deles, os tais "ravs" e digo "ravs" pois há diferença secreta entre "rav" e "rabi".


O Código Malchut Cohanim
clique na imagem para aumentar

Quando eu fui conduzido para descobrir este código, na época, eu estava noivo, e minha noiva chama-se Elisheva. O Meu nome e o dela estão no código, e anos depois eu viria a fazer o teste de ancestralidade judaica para o Y-DNA que surge ali entre o meu nome e o dela. Como eu desconfiei que eu tinha que realizar este teste? Através deste estudo e dois sonhos que o Sagrado, bendito seja Ele, me deu, nos anos de 2005 e 2006.


NÓS ANUSSIM SOMOS ISRAELITAS, E NÃO PRECISAMAOS DE NENHUMA TEUDÁ OU DOCUMENTO DE CONVERSÃO PARA ATESTAR NOSSA IDENTIDADE ISRAELITA.

Os que estão atrás de tal documentação é porque realmente não tem uma alma israelita, então precisam atestar sua identidade. Os que buscam a conversão são porque realmente não possuem identidade e precisam "rotular-se" para serem aceitos e possuírem uma identidade que não é a da alma.
Os Fatos
 (Acrescentado 5/07/2010)
Teste de DNA feitos na população da Palestina, por geneticistas de Isra´El, descobriram que a maioria possui DNA Cohanim (os mesmos marcadores), e que de fato os Palestinos são os Israelitas originais que foram convertidos ao Islam. Não acredite na Érev Rav que rotulou os palestinos como "Filistiim (Filisteus)". É um artifício, uma ferramenta criada para segregá-los.

Bem, depois de haver escrito e publicado este artigo em Fevereiro, eu misteriosamente e abençoado pela Providência Divina, ganhei o teste de Y-DNA, e como eu já suspeitava há muito, o meu teste deu "Positivo", atestando que eu carrego os marcadores genéticos do Oriente Médio, e que faço parte de um "Haplogrupo" que deu origem aos "Hebreus do Deserto". Abaixo, o certificado, a prova de que, nós, anussim, não precisamos de "conversão".

Clique na imagem para alargá-la



Paulo Sergio Batalini (Nome Cívil) Misha´El Yehudá (Nome Hebreu devidamente documentado, com certificado de "Guiur Le´shem guerut" após minha circuncisão, no Hilulá do Arizal).


O meu DNA faz parte do "Haplogrupo G". 
Haplogrupo G representa um dos importantes não-indo-europeu das populações indígenas do antigo Oriente Médio. G está bem representado lá hoje - os judeus de Israel (9,8 por cento). Provavelmente foi um dos fundadores da população dos antigos hebreus, talvez 20 por cento do total. Hoje, cerca de 10% dos judeus, tanto sefarditas e asquenazitas, pertencem ao haplogrupo G.

A maioria dos judeus "Ashkenazim" pertencem ao "Haplogrupo E1b1b1", enquanto os judeus "Sefardim" pertencem ao "Haplogrupo "G", como explicado acima, sendo "G" um das primeiras mutações a sair da Africa, cerca de 20.000 anos no passado. O DNA Cohanim encontra-se no "Haplogrupo J" que apareceu até nos Palestinos.




Tive acesso a resultados de testes feitos por homens e mulheres nascidos de ventre 100% "puro" que deram negativo, ou seja, mesmo sendo nascidos de ventres 100% kasher, o teste para ancestralidade "judaica" deu negativo! E por que? Porque o segredo esta na "Roda das Almas". Tais pessoas puras deveriam estudar o Zohar Sagrado, para descobrirem porque deram a luz a filhos cujas almas não são israelitas. Como explicar os oito jovens "judeus neonazistas" presos em Israel, filhos de imigrantes judeus russos? Como estas pessoas deram a luz a reencarnações de nazistas? Eis o que o Zohar revela:


E quanto àqueles que não estão em um estado de santidade no momento da relação sexual, produzirão uma prole cujas almas vêm do lado da impureza da serpente". _ Zohar Parashat Qedoshim. 



Estou iniciando uma revolução no Brasil, um movimento de conscientização de que, nós "Hebreus/Israelitas - Anussim" não precisamos de "Conversões" e a prova e este teste de DNA, que foi realizado por uma empresa no Texas chamada "Family Tree DNA" o teste de "Ancestralidade Judaica".
Necessitamos deste teste para sabermos ou provarmos que somos hebreus? Não, não precisamos, mas para que o mundo saiba que tudo o que temos sofrido por uma segregação imposta pela "Erev Rav" e sua perseguição doentia contra nós, assim, como agora, através dos testes realizados em Eretz Israel, ficou claro que o sionismo está perseguindo e matando aqueles que carregam os genes dos israelitas originais.

Reencarnações dos Sábios

E os Sábios do Zohar estão no Brasil. É pobre de espírito aquele que fica atrás de "rabinos ortodoxos" em busca de conversões com fins de "status religioso" e despreza as almas dos Chachamim (Sábios) no exílio. Triste aquele que não reconhece a centelha de um dos mestres antigos no corpo de um hebreu no exílio. Esta pessoa está desprovida da "shekiná (Presença Divina)".




Naib Misha´El Ha'Levi
(Deepak Sankara Veda)
Fundador & Presidente da Associação Cabalista Mundial -
Gará Kulam Moshav

19 comentários:

Albo Berro disse...

Realmente são palavras muito inspiradoras e edificantes, saiba que mesmo lonje fisicamente estamos contigo mestre!!!
Shalom

Ado Levy disse...

Interessante seu artigo. Sou judeu de origem paterna, Levita e com ascendência judaica materna mista, mas paterna pura. Para comprovar, fiz exame de DNA, nesse mesmo Laboratório, em Houston, EUA meu Haplogrupo é E1B1B1, de origem na África do Norte, Marrocos. Só que os Ortodoxos, não aceitam e nem discutem isso e exigem a regularização por conversão. Isso eu reluto em fazer pelo mesmo motivo que relata acima. Gostaria de conhecê-los, de entrar em contato com vocês para mais esclarecimentos. Obrigado. Ado Levy

Evraya d´Madvra disse...

Ado Levy! Shalom! pedimos que entre em contato conosco pelo email hayklaarazuta.dmadvra@gmail.com enviando também as formas pelas quais o senhor possa ser contatado. Agradecemos pelo comentário. Shalom

Ari

Mike disse...

Como faço pra saber se tenho descendencia judaica? Meu sobrenome apomta isso (carvalho martins) maios não é suficiente...

Como faço pra saber se tenho Y-DNA (judaico)

Evraya d´Madvra disse...

Mike, não seria "descendência" mas "ascendência" porque refere-se aos seus antepassados. Você tem que comprar o kit do teste para o "Y-DNA" no http://www.familytreedna.com/landing/jewish-ancestry.aspx - e colher as amostras, devolver para o laboratório (fixa no Texas, nos EUA) e esperar pelo resultado. Ai, você vai saber a qual "haplogrupo" você pertente. Mais, ainda existem outros mistérios que se completam com o exame de Y-DNA. Chibuk ve´shalom

ABUCHAIM FIGUEIRA disse...

Parabéns pela matéria muito interessante.

Gustavo disse...

Uma informação: devo fazer o Y-DNA ou o mtDNA e o que isso interfere, existe diefrença?... meus pais são primos distantes...

Evraya d´Madvra disse...

Gustavo, você deve fazer o teste de Y-DNA o mtDNA é mais para mulheres. Shalom

Gustavo disse...

E se confirmada a ascendência, como proceder? é validado em algum lugar ou somente por conversão? é aceito p'ra Israel? Desde já agradeço as duas respostas...

Evraya d´Madvra disse...

Gustavo, nenhum dos três, só será válida para você mesmo, para que você aprenda os seus mistérios interiores. Israel não vai aceitar, os ortodoxos não vão aceitar e não será válida para "conversão (palavra que nem existe na Torah). Você deve se lembrar que o governo de Israel é sionista e que o judaismo está nas mãos da Érev Rav (multidão mista). Shalom

Roberto Silva disse...

Ola, creio fortemente que tenho sangue judeu, minha familia por parte de mae é sobrenome bezerra, que é um sobrenome de judeus novos, meu avo parecia muito judeu, os nomes dos meus bisavòs paternos sao bem diferenetes e com sobrenome judeu, e QUERO MUIIIIITO servir o exercito de israel, as duas vezes que eu desisti, aconteceu coisas estranhissimas, uma vez q eu ja ate tinha esquecido esse assunto, me veio um sonho como nucna veio antes , que eu fiquei sobressaltado e esse sonho foi tao assustador, q minha mae me acordou, eu falei espara 15 minutos e continuei SONHANDO FORTE E IGUALZINHO, nucna lembro dos meus sonhos, mas esse eu lembro e ele tava cheio de simbolismos,, mas indo direto ao assunto, sera que tem como eu ir pra israel e me converter pelo metodo de judeu reformista logo de cara para poder servir no exercito?

Gostaria muito que alguem me respondesse, por favor, venho com todo humildade pedir essa ajuda, Shalom.

Mayara Azadinho disse...

Oi gostei do artigo , gostaria de saber se tenho ascendencia judaica , meu bisavo paterno tem sobrenone Duarte, minha bisavó materna tem sobrenome Rocha. 1. Gostaria de saber as probalidades de ter uma ascendencia judaica com esses sobrenomes??? Isso é muito importante para mim!
2. O exame só é feito no Texas??? 3. Qual o custo mais ou menos do exame??? 4. E se posso provar pelo exame que tenho ascendencia judaica ?
Antecipadamente Obrigada !
Shalom

Rogers Gonçalves disse...

Mas li o seu certificado e não vi nada escrito ali afirmando que você é hebreu ou israelita, mas que é descendente de algum povo do oriente...? Acho que você gastou em vão seus 119U$$..

Fabiano silva disse...

Bom estou perplexo pois descobri recentemente que tenho descendência judia atravês dos meu bisavôs, meu avô materno se chama Eroteu Nunes da Silva, e me identifiquei com seu artigo como posso conseguir esse teste de DNA?

Loreninha disse...

Meu sobre nome paterno é Ramos, vi numa lista q esse nome pode ser judeu, meu filho é AB- , como se faz esse teste e qnt custa por gentileza.. Quero tirar essa duvida. Desde já agradeço. Lorena Ramos

wagner de souza medeiros disse...

Muito bom o artigo, parabéns, que o Eterno Bendito seja, continue a te iluminar moreh, pois precisamos muito da luz dos ensinamentos que lhe foram dados.
estou muito emocionando com esses artigo, minha alma fez uma conexão ao mesmo instante que eu li, não consigo explicar com palavras o que senti ao ler o que eu já sentia, e sinto, está tudo contido em seu arquivo, as minhas convicções particulares, mesmo com documentação perdida em gerações.
Sou do Rio Grande do Norte, Yerudim, muito se tem revelado em minha alma, sem a necessidade de conversão, sei quem sou, por minha ascendência em meus sobre nomes familiares. As únicas coisas que me restaram foi minha alma clamanto de sede de Torah, Kabbalah, alguns costumes de nosso povo em minha casa, e a minha alma que chora umas vezes, sorrir, e se emociona outras, com a trajetória da história de nosso povo.

wagner de souza medeiros disse...

Muito bom o artigo, parabéns, que o Eterno Bendito seja, continue a te iluminar moreh, pois precisamos muito da luz dos ensinamentos que lhe foram dados.
estou muito emocionando com esses artigo, minha alma fez uma conexão ao mesmo instante que eu li, não consigo explicar com palavras o que senti ao ler o que eu já sentia, e sinto, está tudo contido em seu arquivo, as minhas convicções particulares, mesmo com documentação perdida em gerações.
Sou do Rio Grande do Norte, Yerudim, muito se tem revelado em minha alma, sem a necessidade de conversão, sei quem sou, por minha ascendência em meus sobre nomes familiares. As únicas coisas que me restaram foi minha alma clamanto de sede de Torah, Kabbalah, alguns costumes de nosso povo em minha casa, e a minha alma que chora umas vezes, sorrir, e se emociona outras, com a trajetória da história de nosso povo.

wagner de souza medeiros disse...

Muito bom o artigo, parabéns, que o Eterno Bendito seja, continue a te iluminar moreh, pois precisamos muito da luz dos ensinamentos que lhe foram dados.
estou muito emocionando com esses artigo, minha alma fez uma conexão ao mesmo instante que eu li, não consigo explicar com palavras o que senti ao ler o que eu já sentia, e sinto, está tudo contido em seu arquivo, as minhas convicções particulares, mesmo com documentação perdida em gerações.
Sou do Rio Grande do Norte, Yerudim, muito se tem revelado em minha alma, sem a necessidade de conversão, sei quem sou, por minha ascendência em meus sobre nomes familiares. As únicas coisas que me restaram foi minha alma clamanto de sede de Torah, Kabbalah, alguns costumes de nosso povo em minha casa, e a minha alma que chora umas vezes, sorrir, e se emociona outras, com a trajetória da história de nosso povo.

Helena Rocha disse...

Olá, este exame para mulheres já existe no Brasil? Qual o custo?

Leia também...

O Artesão Da Luz

O Artesão Da Luz
Deepak Veda - Instrutor e compartilhador sobre a Sabedoria Espiritual. Sênior criptólogo especialista em Criptologia Divina.

Advertência

"Todas as palavras postadas aqui tem por finalidade a revelação dos mistérios das escrituras. Por mais duras que algumas vezes possam parecer, elas não tem finalidade de agredir, difamar, caluniar quaisquer pessoas, instituições, religiões ou quaisquer práticas religiosas e seus líderes. É certo que determinadas práticas e seus respectivos lideres precisam sim serem trazidos à luz, mas através da revelação da verdade"

Tradição

"Então, aqueles que são sábios brilharão como o esplendor (Zohar) do firmamento, e aqueles que retornaram à justiça para muitos, serão como as estrelas para sempre (Dani´El Péreq 12, 3º Passuq)".

Aviso

"A Hayk´la Arazuta não possui vínculos ou ligações com quaisquer endidades "judaicas" e nem mesmo com qualquer federação. A Hayk´la Arazuta não é siosnista e não crê no sionismo. Os rabinos da Hayk´la Arazuta não possuem ligação e nem seguem ou servem ao "judaísmo rabínico". A Hayk´la Arazuta avisa que qualquer um que proferir calúnias, difamações, ataques contra a honra da Comunidade, seus lideres e membros, ameaças de quaisquer tipo, os autores serão levados ao Judiciário através de processos cíveis e criminais. Copiar, distorcer e usar pejorativamente assuntos e experiências aqui publicadas, os autores serão processados. A Hayk´la Arazuta d´Madvra é um Orgão da Associação Cabalista Mundial - Gará Kulam Moshav, organização esta devidamente registrada junto ao Governo Federal Brazileiro de acordo com a Lei e possui CNPJ.".

Total de visualizações de página